Não me sinto mais compatível musicalmente com meu professor de guitarra .

    Autor Mensagem
    Charles Anjo45
    Membro Novato
    # 17/jun/20 04:24 · Editado por: Charles Anjo45


    Tenho 17 anos e estudo comecei a estudar guitarra a um ano e meio , quando iniciei as aulas com meu professor estava na minha fase "virtuosa" ouvia bastante rock (metal,black Metal e etc) mas isso passou com o tempo e comecei a me interessar por MPB , mais especificamente Bossa Nova me apaixonei por João Gilberto ,Tom Jobim ,Vinicius de Moraes e também com outros artistas que flertam com o estilo ,com isso comecei a me desinteressar pela guitarra e as aulas se tornaram monótonas e chatas conversei com meu professor sobre isso mas ele meio que ignorou e continuou me ensinando riffs e escalas que não me interessavam mais como outrora. A solução disso parece simples eu deveria trocar de professor e pronto , mas existe uma coisa que me impede de fazer isso é o fato de termos desenvolvido uma grande amizade e um respeito mútuo entre nós (apesar dele ignorar meus andendos ksksksk) , sendo assim me sinto mal quando penso na ideia de "troca-lo" por outro mesmo sabendo que essa incompatibilidade musical esta me prejudicando e me fazendo perder tempo em relação ao estudo do instrumento .
    Durante a quarentena resolvi dar um tempo nas aulas (mesmo ele me oferecendo aulas online ) e usei como desculpa a pandemia ,com isso percebi que estava no caminho de me tornar músico frustrado e que se continuar dessa forma vou acabar abandonando o instrumento por ação do tempo , agora finalmente a minha dúvida troco de professor e nunca mais apareço por lá ou tento conversar novamente com ele no intuito convencê-lo a me mudar a abordagem das aulas e com isso não perder mais tempo e não recomeçar do zero com outro professor?


    obs:sei que devo migrar para o violão durante esse processo.

    jprpfera
    Veterano
    # 17/jun/20 08:07 · Editado por: jprpfera
    · votar


    Comigo aconteceu algo parecido, só que com aula de canto.Eu queria aprender a fazer drive e o professor falou que não sabia ensinar(apesar de saber fazer).Eu falei pra ele que iria procurar outro professor, e foi o que eu fiz.
    Hoje ainda tenho contato com ele, além do mais sou fã dele(ele tem uma banda famosa aqui na região).
    Fica a seu critério falar pra seu professor atual ou não, mas eu recomendo que vc troque de professor, o estilo que vc quer agora é completamente diferente.Eu já tive 3 professores, e com cada um é um aprendizado diferente.

    Beto Guitar Player
    Veterano
    # 17/jun/20 09:21
    · votar


    Ué, basta trocar de instrumento. Comece a estudar violão clássico.
    Se seu professor dá aula, faça com ele, caso não dê, explique que precisa procurar outro professor, pois você mudou de instrumento.

    JJJ
    Veterano
    # 17/jun/20 09:30
    · votar


    Charles Anjo45
    sei que devo migrar para o violão durante esse processo.

    Usa isso como desculpa... tipo "mudei de instrumento, vou procurar um professor específico de violão". Desculpa meio bosta, mas é alguma coisa... rs

    Lelo Mig
    Membro
    # 17/jun/20 11:36 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Charles Anjo45

    Mano, estas coisas não têm que ter muito mimimi não.

    Rock´n´Roll é uma coisa e MPP é outra bem diferente e (até têm) mas é raro um professor de guitarra rock que consiga ensinar MPB. A grande maioria não sabe fazer as batidas, arpegios e muito menos os acordes.

    Então, se o cara é seu amigo, vai entender que ele não possui estofo prá ensinar bossa nova. Se ele fosse um jazzista até seria "compatível".

    Não têm que ter "meias palavras" nessa hora não camarada, você tem que fazer o que é melhor para você e o cara, se é seu amigo e profissional, vai entender. Se ficar magoadinho, que se foda.


    Beto Guitar Player

    "Comece a estudar violão clássico."

    Ele têm que estudar MPB ou Jazz. Geralmente violonista clássico não domina bem MPB, com raras exceções, falo isso por experiência própria.

    Del-Rei
    Veterano
    # 17/jun/20 12:08
    · votar


    Cara... É seu tempo e seu dinheiro que estão sendo perdidos. Dinheiro até é possível recuperar, tempo não. Seja honesto e abra o jogo. Se não tiver coragem de falar frente a frente, manda um zap ou e-mail. Mas não inventa historinha.

    Se ele dominar a MPB e vocês puderem continuar, ótimo. Se não, bola pra frente, mantenham o contato e amizade. Se ele de fato é seu amigo, como você diz, não haverá rancor. E ele precisa ser profissional e entender quando um aluno não quer mais continuar.

    Um aceno de longe!!!

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 17/jun/20 12:12
    · votar


    Se o cara é teu amigo, ele vai ficar de boa. E nada impede de você pegar uma aula de guitarra com ele de vez em quando (quem sabe mais voltado pra guitarra de jazz, pra fazer uma ponte com o violão de bossa nova?).

    Se o cara ficar mordido, é porque não é teu amigo, só está sendo gente boa com você porque você tá pagando. Não que isso esteja errado também... o mundo real é isso aí hehe.

    Ningen
    Veterano
    # 17/jun/20 15:28 · Editado por: Ningen
    · votar


    Charles Anjo45

    Se o cara ficar mordido, é porque não é teu amigo
    A primeira coisa que pensei rsrs.

    Não têm que ter "meias palavras" nessa hora não
    Concordo. Inclusive, o fato de você passar insegurança pode, por isso, fazer com que ele tente ainda mais te puxar pro lado dele. Ora, "se esse meu aluno não tem certeza do que quer fazer, que faça o que eu mande, então".

    sei que devo migrar para o violão durante esse processo.
    Você pode querer tocar Los Hermanos, aí fica com a guitarra. Hahhahah

    LeandroP
    Moderador
    # 17/jun/20 17:25
    · votar


    Não se trata de usar uma desculpa, porque é a verdade.

    Você pode procurar por um professor de música popular ou de música erudita, porém, os caminhos são diferentes.

    Ismah
    Veterano
    # 18/jun/20 01:03
    · votar


    Também acho que não tem desculpa. E isso vai acontecer ao longo da vida, com várias outras coisas.
    A quebra de expectativa é ruim por natureza, mas com professor é pior.
    Dói um pouco mais, ver a imagem de um professor sendo desconstruída. As vezes, se tinha ele como uma referência, e percebe que ele não era tudo aquilo que se esperava.

    Schelb
    Veterano
    # 18/jun/20 09:19
    · votar


    Uma conversa clara e franca pra mim é sempre o melhor caminho.. Falar que não esta mais tão interessado em riffs de rock e que prefere focar seus estudos em mpb .. acordes, ritmo, harmonia .. pergunta pra ele se rola pra ele tratar desse assunto, ou se ele indica alguém ..
    Agora se o cara não conseguir lidar com uma conversa assim, aí é algo que ele precisa aprender a lidar e não você ..

    AmonSakurasou
    Membro Novato
    # 18/jun/20 11:53
    · votar


    Cara, tem aquele ditado: "Amigos, amigos, negócios à parte". Se ele realmente é profissional, ele não vai levar pro lado pessoal da coisa.

    Vai ver ele tbm consegue ensinar esse estilo de música (um antigo professor que eu tinha sabia desde Toquinho até Korzus kkkkkk).

    Nada que uma boa conversa entre PROFESSOR e ALUNO não resolva ;)
    Valeu!

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 18/jun/20 12:12
    · votar


    A relação entre mestre e aprendiz é uma coisa muito interessante, porque é um aprendizado mútuo, vai além de professor e aluno.
    Geralmente as duas partes estão interessadas no crescimento próprio e do outro, e como tudo na vida, um ciclo se fecha para dar espaço para o próximo, as vezes mantendo o mesmo professor , e as vezes mudando. Na verdade, o mestre, preocupado com o crescimento do discípulo, não raramente indica outros caminhos interessantes de serem trilhados com outros "mestres", ou até mesmo sem nenhum. Quando chega neste ponto, pode ser novamente um aprendizado para os dois, o de saber deixar ir embora, deixando a abnegação e a humildade em exercício.

    Nossa, até que ficou bonito o texto kkkkk

    lamas92
    Membro Novato
    # 18/jun/20 14:09 · Editado por: lamas92
    · votar


    Fiz um semestre de aulas na Villa Lobos e vi que não era exatamente o que eu queria... Saí e depois de um tempo comecei a fazer aulas com um professor numa escola perto de casa até o ano passado. Um cara bacana, com o qual tenho amizade e ainda uns minutos atrás estava falando com ele.
    Evoluí mais, mas não aquilo que esperava, não por culpa dele, mas por minha falta de tempo.
    Simplesmente expliquei o que acontecia e saí.
    Entenda que empatia nada tem a ver com sua necessidade...
    É isso o que os adultos fazem, conversam, se explicam, e fazem prevalecer as suas vontades. Seja franco sem ser grosseiro e, se ele não entender que vc mudou, mude você o que precisa ser mudado...
    Mas mantenha as "portas abertas" e conserve a amizade. Quem sabe uma hora vc resolve continuar, né?
    Acho que o instrumento pra vc seria o violão e não a guitarra, mas isso é vc que tem que dizer... e seu estilo. Tem gente que toca MPB na guitarra e adora, mas isso também é vc que decide.
    Boa sorte!

    GabrielFerreiraBlues
    Membro Novato
    # 20/jun/20 16:52
    · votar


    só uma pergunta, você esta há um ano e meio aprendendo apenas riffs e escalas mas nada de teoria musical? Talvez ele até seja um bom musica e não seja um bom professor.
    Alem disso nada te impede de comprar um violao e começar a aprender sozinho, não seja dependente de professor

    warto
    Membro Novato
    # 20/jun/20 21:48
    · votar


    Charles Anjo45

    estava na minha fase "virtuosa" ouvia bastante rock (metal,black Metal e etc) mas isso passou com o tempo e comecei a me interessar por MPB , mais especificamente Bossa
    Primeiramente uma sugestão, pense com calma e clareza no instrumento que você quer aprender, para não acontecer o mesmo daqui um ano. Apesar de violão e guitarra serem "parecidos", são instrumentos diferentes, de aprendizado/abordagem diferentes, mas seu estudo anterior poderá ser aplicado no novo aprendizado sem problemas.

    as aulas se tornaram monótonas e chatas conversei com meu professor sobre isso mas ele meio que ignorou e continuou me ensinando riffs e escalas que não me interessavam mais como outrora.
    Segundo, seja claro com seu professor, pode parecer brincadeira, mas as vezes o aluno não se expressa com clareza, fala de jeito sutil e não direto, não dando a entender ao professor sobre suas duvidas e problemas. Verifique se o seu professor dá aulas de violão e do estilo que você busca.

    o fato de termos desenvolvido uma grande amizade e um respeito mútuo entre nós
    Bom cara, se ele não for professor de violão e de MPB, Bossa Nova, busque um professor de violão popular. Independente de vocês serem amigos, seu professor é um PROFISSIONAL, relações profissionais vem e vão, assim como um profissional que muda de empresa, então você buscar um novo serviço que será prestado por outro profissional é a coisa mais comum no MERCADO.

    Boa sorte e sucesso na nova fase musical!

    Rachmaninoff
    Veterano
    # 23/jun/20 16:14
    · votar


    mas existe uma coisa que me impede de fazer isso é o fato de termos desenvolvido uma grande amizade

    "Amigos amigos, negócios à parte." -- expressão velha, mas que muita gente não presta atenção...


    e um respeito mútuo entre nós (apesar dele ignorar meus andendos

    Prova que não existe respeito mútuo, existe somente o respeito seu por ele.

    Luiz Almeida
    Veterano
    # 23/jun/20 17:45
    · votar


    O cara lançou um tópico e nunca mais apareceu... nem pra agradecer.

    GabrielFerreiraBlues
    Membro Novato
    # 26/jun/20 18:30
    · votar


    O cara lançou um tópico e nunca mais apareceu... nem pra agradecer.

    vai ver não se sentiu compativel com o tópico

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Não me sinto mais compatível musicalmente com meu professor de guitarra .