a tensão aumentou depois que mexi na altura da ponte.

    Autor Mensagem
    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 20/fev/20 21:35 · Editado por: Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth


    Opa galera blz? É o seguinte,diminui a ação das cordas da minha guitarra e depois disso as cordas ficaram mais tensas,abaixei menos de 5mm na ponte e aconteceu isso,alguem pode me explicar pq isso aconteceu? Para resolver esse problema das cordas tensas vou começar 0.08.
    Lembrando que uso uma les paul,ou seja,ponte tune-o-matic.

    Ismah
    Veterano
    # 20/fev/20 23:55
    · votar


    20 mm? Tu rebaixou a ponte?

    No tocante a tensão, vou entender que quer dizer que ficou mais duro para executar bends. Bom, de cara, bem vindo ao mundo das coisas mecânicas... Não tem ganha-ganha. Sempre vai melhorar num lado, e piorar no outro.

    Difícil dizer se de fato ficou maior, e não estás apenas estranhando a ação mais baixa. Apesar de que realmente isso muda mesmo.

    Agora, ainda é preciso conferir oitavas, afinação, e tensor se realmente sua impressão estiver certa...

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 20/fev/20 23:59
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Mexer sem se ter a experiência necessária dá nisso...
    Como se abaixa 2 centímetros uma ponte? Antes então estava intocável!!??
    E nunca ví uma guitarra bem regulada ficar com cordas mais tensas...

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 21/fev/20 13:06
    · votar


    Corrigi aquele erro que cometi em relação aos 20mm,desculpem,acabei me confundindo nas medidas,mas enfim,corrigi o topico.

    Lelo Mig
    Membro
    # 21/fev/20 13:52 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth

    Cara, melhor você levar num luthier, têm algo errado aí.

    Vou te explicar, apenas para você entender, o porque algo nessa sua descrição não bate. (pode ser que na prática, algo fuja da teoria que eu vou explicar, mas aí, só alguém com experiência de luthier, como o Bertola, para dizer)

    - Imagine que você esta vendo a guitarra pela visão lateral, ou seja: corda em cima, corpo/escala embaixo, headstock à direita, ponte à esquerda. Imaginou?

    - Agora imagine um pontinho colorido onde a corda encosta na ponte e outro onde ela encosta no Nut. Imaginou?

    - Então imagine que você esta abaixando as cordas em direção ao corpo. O pontinho no Nut, permanece fixo, mas o da ponte "anda para frente". Ou seja, o comprimento da corda do ponto nut até onde ela encosta na ponte agora, "aumentou".

    Em teoria, se você "aumenta o comprimento da corda" você aumenta a tensão porque vai precisar estica-la mais para chegar na afinação. Só que neste exemplo que eu citei o aumento é mínimo, quase insignificante, seria imperceptível.

    O que dá a sensação de alívio, na verdade, quando se baixa as cordas, é porque a distância que você vai apertar a corda, para ela chegar na escala é menor. Com a "mesma tensão" quanto mais distante da escala tiver, mais força você terá de fazer para "apertá-la". Por isso, neste caso, é tão perceptível, na verdade MUITO perceptível esse alívio de abaixar as cordas.

    Resumindo: Como o aumento de tensão por aumentar o comprimento (neste caso mínimo) é imperceptível, o alívio de abaixar as cordas é muito perceptível, então não têm muita lógica ficar mais tenso do que antes. Entendeu?

    Se falei merda Bertola me redime!

    Boa sorte!

    Buja
    Veterano
    # 21/fev/20 14:06
    · votar


    Pergunta retardada: reafinou a guitarra?

    Quando se diminui a ação, a tendencia é a corda ficar mais tensionada. O motivo, lelo explicou.
    Mas vc nota na hora que a corda ficou mais aguda. Vc reafina, ela volta ao normal, leve.

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 21/fev/20 14:24
    · votar


    Pergunta retardada: reafinou a guitarra?

    Quando se diminui a ação, a tendencia é a corda ficar mais tensionada. O motivo, lelo explicou.
    Mas vc nota na hora que a corda ficou mais aguda. Vc reafina, ela volta ao normal, leve.

    Então cara,quando abaxei a altura da ponte a guitarra perdeu sim afinação,daí afinei novamente e percebi que depois disso ficou um pouco mais difícil subir bends,nada que seja desconfortavel, mas exige mais esforço.

    The Man Who Sold The World
    Veterano
    # 21/fev/20 14:53
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Para resolver esse problema das cordas tensas vou começar 0.08.
    eita preula, daqui a pouco ta usando linha de pesca pra tocar

    cara, qualquer alteração no instrumento necessita de ajustes feitos por um luthier, nitidamente voce nao tem experiencia e nao sabe o que está fazendo

    uma tecnica que alguns guitarristas usam se chama top wrapping, consiste em deixar as cordas assim, reduz um pouco a tensão das cordas, tente isso antes de mudar de calibre

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 21/fev/20 15:18 · Editado por: Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    · votar


    cara, qualquer alteração no instrumento necessita de ajustes feitos por um luthier, nitidamente voce nao tem experiencia e nao sabe o que está fazendo
    Se der vou levar em um Luthier sábado pra fazer a regulagem de forma correta.

    Ismah
    Veterano
    # 21/fev/20 17:26
    · votar


    Como dito, bem vindo ao mundo real...
    O que pode ser tentado é baixar a afinação em meio tom. Todavia, 009 é um encordoamento leve, será que não é questão de reabituar? E sim, toda vez que se mexe em configuração, os bends mudam o "lugar", na hora de puxar a corda...

    The Man Who Sold The World

    E isso não seria análogo a deixar o tailpiece mais alto?

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 21/fev/20 18:01
    · votar


    Como dito, bem vindo ao mundo real...
    O que pode ser tentado é baixar a afinação em meio tom. Todavia, 009 é um encordoamento leve, será que não é questão de reabituar? E sim, toda vez que se mexe em configuração, os bends mudam o "lugar", na hora de puxar a corda...

    The Man Who Sold The World

    E isso não seria análogo a deixar o tailpiece mais alto?

    Olha cara,eu estava tocando agr pouco antes de ver se havia uma nova resposta aqui no tópico, e percebi que pode ser questão de acostumar novamente com a configuração da guitarra,como vc mesmo disse.
    A guitarra não ficou dura para digitar as notas,pelo contrário,ficou mais confortável tocar escalas,só estranhei que os bends mudaram de lugar,por assim dizer.

    Ismah
    Veterano
    # 21/fev/20 18:36
    · votar


    E mudam mesmo! Possuo duas guitarras, bem diferentes, e com configurações diferentes...

    -> uma LP com escala 24¾ ", e cordas 009, afinada em standard E

    -> uma Stratocaster com escala 25½ " e cordas 011, afinada em standard D

    Tá feita a confusão... Uns 3 anos que está assim, e ainda costumo "descalibrar a mão", quando toco um longo período com um instrumento.
    Curiosamente, deveria ser o oposto, mas foi um erro meu e dá preguiça de regular diferente dois instrumentos - casa de ferreiro, espeto é de...

    Ramsay
    Veterano
    # 21/fev/20 23:01 · Editado por: Ramsay
    · votar


    Em teoria, se você "aumenta o comprimento da corda" você aumenta a tensão porque vai precisar estica-la mais para chegar na afinação. Só que neste exemplo que eu citei o aumento é mínimo, quase insignificante, seria imperceptível.
    Lelo Mig
    Isso tá errado, quando vc aumenta o comprimento da corda a tensão abaixa ao invés de subir, é pouca coisa, mas, acontece.

    A guitarra não ficou dura para digitar as notas,pelo contrário,ficou mais confortável tocar escalas,só estranhei que os bends mudaram de lugar,por assim dizer.
    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    É mais ou menos isso que acontece quando se baixa a ação das cordas, as escalas ficam mais confortáveis de tocar, mas, devido ao fato das cordas estarem mais próximas do braço, os bends sempre ficam mais difíceis de se fazer pq a corda em que se faz o bend esbarra na madeira do braço tornando assim mais difícil de se fazer o bend.
    Mas, tudo é uma questão de se acostumar a nova situação, nada mais que isso.

    Drinho
    Veterano
    # 21/fev/20 23:58 · Editado por: Drinho
    · votar


    devido ao fato das cordas estarem mais próximas do braço, os bends sempre ficam mais difíceis de se fazer pq a corda em que se faz o bend esbarra na madeira do braço tornando assim mais difícil de se fazer o bend.

    exatamente, eu sempre curti muito a guitarra escalopada por isso, por mais que ação esteja próxima do traste, na hora de puxar você entra com o dedo por baixo da corda, o som do bend com vibrato junto fica violento demais, mas tive que abandonar esse tipo de guitarra porque é notável que o braço fica bem mais instável...

    mas hoje acho que quanto mais distante do braço e dura a corda melhor, principalmente quando o cara tá naquele nível iniciante pra intermediário, o negócio vira mais do que praticar guitarra, é musculação mesmo, você fica estudando tipo 1, 2 anos assim, ai você vai pra uma ibanez com corda 0,9 e corda baixa, você faz umas coisas que até você dúvida...

    a época da minha vida que mais me desenvolvi foi quando eu tinha vendido todas as minhas guitarras e a que sobrou foi destruída por um luthier incompetente daqui, a guitarra era escalopada e precisava trocar trastes, na hora de tirar os trastes antigos o cara simplesmente arregaçou com a escala, na época eu tava sem grana pra comprar outra guitarra ou mandar fazer outra escala, tinha me sobrado um violão de aço crafter, meti 0.12 e soltei o tensor, ficou um berimbau empenado mesmo, usei assim um bom tempo com ele até conseguir comprar guitarra d nv....

    putz cara, a evolução foi duzentas vezes maior do que quando eu praticava com a guitarra....

    LeandroP
    Moderador
    # 22/fev/20 01:26
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth

    Esta ponte tem a barra de apoio das cordas e a barra do cordal, onde as cordas ficam presas através das bolinhas, certo?!

    A altura deste cordal pode deixar as cordas mais ou menos tensas. Quanto mais alto o cordal, menor a tensão (diminuindo o ângulo das cordas). Em contrapartida, é mais fácil a corda escapar dos carrinhos. Em outros casos pode interferir na sustentação. Eu levantaria um pouco o cordal e tocaria, ajustando conforme a necessidade.

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 22/fev/20 10:45
    · votar


    Subi um pouco a cauda da ponte como alguns falaram e a tensão realmente diminui,voltou próximo a oq estava antes de mexer na altura da ponte.

    Ismah
    Veterano
    # 23/fev/20 21:22
    · votar


    Ramsay
    quando vc aumenta o comprimento da corda a tensão abaixa ao invés de subir, é pouca coisa, mas, acontece.

    Só que quanto mais longa a escala, mais tensão precisa haver, para o mesmo diâmetro de cordas, para se chegar na afinação...
    Por exemplo, meu baixo é de escala curta. Isso o torna extremamente macio, pois as cordas estão mais soltas que estariam habitualmente.

    os bends sempre ficam mais difíceis de se fazer pq a corda em que se faz o bend esbarra na madeira do braço tornando assim mais difícil de se fazer o bend

    Depende da altura do traste usado no instrumento, e da força que se faz...

    Rachmaninoff
    Veterano
    # 26/fev/20 13:05
    · votar


    Mauricio Luiz Bertola
    Mexer sem se ter a experiência necessária dá nisso...

    The Man Who Sold The World
    cara, qualquer alteração no instrumento necessita de ajustes feitos por um luthier, nitidamente voce nao tem experiencia e nao sabe o que está fazendo


    Vou argumentar na contramão de vocês dois aqui.

    De fato, sim, se o cara não tem experiência suficiente, é provável que não consiga acertar a regulagem. Mas acho que isso não é motivo para proibi-lo de mexer na regulagem da própria guitarra. Eu quando tinha 15 anos comecei a mexer de curioso, e aprendi na marra, já que naquela época não existia internet nem muito menos YouTube.

    Hoje em dia o conhecimento é abundante, o cara encontra um vídeo e já tem como aprender alguma coisa. Acho que o Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth tem mais é que mexer na guitarra dele sim, e se tiver de condições de ir num luthier, que peça pra explicar a mecânica por trás do que ele está fazendo. Aprender é sempre bom.

    Repito aqui o que eu disse várias vezes: todo guitarista deve ser capaz de regular a própria guitarra. Só assim você vai saber exatamente o que é melhor pra você. Deixe para o luthier coisas mais complexas como nivelamento de trastes ou problemas na parte elétrica. Regulagens simples, faça-as você mesmo.

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 26/fev/20 21:03
    · votar


    Mauricio Luiz Bertola
    Mexer sem se ter a experiência necessária dá nisso...

    The Man Who Sold The World
    cara, qualquer alteração no instrumento necessita de ajustes feitos por um luthier, nitidamente voce nao tem experiencia e nao sabe o que está fazendo


    Vou argumentar na contramão de vocês dois aqui.

    De fato, sim, se o cara não tem experiência suficiente, é provável que não consiga acertar a regulagem. Mas acho que isso não é motivo para proibi-lo de mexer na regulagem da própria guitarra. Eu quando tinha 15 anos comecei a mexer de curioso, e aprendi na marra, já que naquela época não existia internet nem muito menos YouTube.

    Hoje em dia o conhecimento é abundante, o cara encontra um vídeo e já tem como aprender alguma coisa. Acho que o Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth tem mais é que mexer na guitarra dele sim, e se tiver de condições de ir num luthier, que peça pra explicar a mecânica por trás do que ele está fazendo. Aprender é sempre bom.

    Repito aqui o que eu disse várias vezes: todo guitarista deve ser capaz de regular a própria guitarra. Só assim você vai saber exatamente o que é melhor pra você. Deixe para o luthier coisas mais complexas como nivelamento de trastes ou problemas na parte elétrica. Regulagens simples, faça-as você mesmo.

    Concordo com vc cara,coisas simples é interessante que vc mesmo faça em seu instrumento.
    Quantas vezes ja vi posts em um grupo de violão que participo em que qualquer probleminha simples os caras ja falam para mandar no luthier... E outra,o cara que é luthier só esta onde esta pq um dia começou a mexer onde é recomendado que só um luthier mexa.

    Ismah
    Veterano
    # 29/fev/20 09:48
    · votar


    Não é bem por aí... Um violão, é um item bastante sensível, e praticamente qualquer regulagem demanda habilidades manuais, e ferramental específico.
    Sem contar, que um violão BOM, é absurdamente caro. Se pesar que com 2 mil já se consegue uma boa guitarra, com 6 mil é que começamos a falar sobre um BOM violão.

    Felizmente, a guitarra já é mais flexível nesse ponto, e feita para aceitar regulagens sem alterar partes da construção. O que não te isenta de erros, e suas inevitáveis consequências, em alguns casos específicos.

    Algo bastante equivocado, é pensar que ainda se ensina cachorro, amarrando ele com linguiça. Isso é furada. Fazia sentido quando não havia acesso a informação. Hoje isso é inaceitável como justificativa.
    Da minha parte possuo dois cursos de luthier. Mesmo assim, ainda consulto o Bertola volta e meia, e talvez ele nunca tenha estudado isso formalmente. É uma questão de vivência e experiência, que ele tem. Isso não é algo ensinável.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 29/fev/20 11:03 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
    · votar


    Ismah
    Cara, é meio que por aí...
    A experiência (de trabalho e de vida) é tudo...
    O jovem acima cometeu dois equívocos (naturais):
    1) Tentou fazer sem ter o saber teórico/prático e a experiência necessárias.
    2) Partiu de pressupostos equivocados em seu trabalho, o que leva a adotar um "caminho" metodológico errado e a conclusões também errôneas.
    Experiência é algo que se adquire fazendo? Sim e Não. Porque se você adotar um método de trabalho equivocado ou ineficaz, ou chegará a um resultado errado, ou atingirá um resultado desejado com muita dificuldade.
    Assim, para se conseguir atingir objetivos (quaisquer que sejam) é preciso de um aprendizado correto (por isso a figura do Professor...), da prática e da reflexão sobre a mesma. A prática simplesmente empírica pode levar à ineficácia ou à erro.
    Abç

    Ismah
    Veterano
    # 29/fev/20 19:45
    · votar


    Acho que é a isso que dizem "lacrar"... rs

    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Membro Novato
    # 29/fev/20 21:40
    · votar


    Tentou fazer sem ter o saber teórico/prático e a experiência necessárias.
    Opa cara,valeu pela dica,a proxima vez que for mexer na minha guitarra vou pesquisar sobre regulagens.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 29/fev/20 21:53
    · votar


    Apenas_Um_Fãn_De_Megadeth
    Isso cara!! É por aí mesmo...
    Eu passei anos fazendo/aprendendo de 3 formas:
    1) Com um mestre (no caso o falecido luthier Simões, depois o grande luthier Sérgio Buccini, e por fim o não menos importante Eliézer Lara) - e continuo fazendo isso trocando idéias com outros grandes luthiers.
    2) Estudando literatura especializada - mormente em livros e revistas importadas (até porque naquela época não havia internet e a atual disponibilidade de informações de hoje).
    3) Praticando... E cometi muitos erros... Mas que me serviram de aprendizado...
    A eficácia do aprendizado depende da CONJUNÇÃO dos 3 fatores acima mais certos fatores individuais como capacidade de aprendizado (para esse mister) e talento (sim, isso existe...) e capacidade de reflexão sobre a atividade que você está fazendo - isso é mais individual e complexo...
    Abç

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a a tensão aumentou depois que mexi na altura da ponte.