Assalto em São Gonçalo

Autor Mensagem
renatocaster
Moderador
# 23/fev/19 08:44
· votar


Del-Rei

Cara, parabéns! \o/
Que legal!


Valeu! :)

Engraçado que exatamente agora enquanto estou digitando esse post, tá aparecendo um anúncio de roupas de bebê aqui nesse banner de anúncios do Google Ads que fica ao lado da caixa de texto, hehehe. Meu search agora só dá isso...roupas de bebê, quartos de bebê...hahaha.

E sobre o carro, pois é. Com criança pequena agora, vamos ter que ficar carregando um monte de bugiganga para cima e para baixo. O carro é praticamente fundamental, mas é foda né. Vai adicionar uma despesa que eu não gostaria de ter. Enfim, fui arrumar ideia de ter filho, eu que me vire, hehehe.

O vocal da minha ex-banda foi assaltado algumas vezes e já perdeu alguns equipamentos.

Tenso demais isso. Quem tem banda especialmente aqui no RJ onde a gente anda lado a lado com os marginais, tem que ser muito guerreiro para não desistir, além de outras dificuldades que qualquer outra banda enfrenta. Foda.

Mas notei que vc falou "vocalista da sua ex-banda"? Seria o vocalista da Quarto Teto? Vc saiu da banda?

Valeu!

JJJ
Veterano
# 23/fev/19 08:50
· votar


Ramsay
De toda forma, assaltos como esse acontecem não só aqui como em muitos outros países, como França, Bélgica, Somália, Nigéria, etc.

Mais ou menos... Nos países civilizados (leia-se Oeste Europeu e alguns poucos outros lugares no resto do mundo) quase sempre esse tipo de coisa envolve furto, sem violência. É extremamente improvável alguém meter um revolver na cabeça de outra pessoa, mais raro ainda tirar-lhe a vida em troco de uma carteira ou um celular...

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 23/fev/19 09:38
· votar


JJJ
Sim e não. Meu chefe na UFF foi assaltado à faca em Paris.
Já meus velhinhos foram furtados (uma mala de viagem) em Roma, onde uma colega minha que está fazendo PICD, também foi ameaçada com uma faca.
Mas armas de fogo não são comuns mesmo.
Outra coisa importante: Essa coisa de porte de armas de fogo. Se estivéssemos armados (e eu sou um cara com treinamento para tal), provavelmente estaríamos mortos, mesmo que também matássemos os meliantes...
Armas na mão da população NÃO é a solução para nada!
Abç

JJJ
Veterano
# 23/fev/19 11:52 · Editado por: JJJ
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Meu chefe na UFF foi assaltado à faca em Paris.

Não disse que era impossível. E quase certamente o cara não era francês... Não é preconceito, Bertola (nem teria sentido...), são fatos.

Já meus velhinhos foram furtados (uma mala de viagem) em Roma

Eu fui furtado em Paris... já contei por aqui.

armas de fogo não são comuns mesmo.

Pois é...

Armas na mão da população NÃO é a solução para nada!

Concordo plenamente. Essa é a solução estadunidense (e agora, bolsonariana). A violência lá (principalmente na meiúca atrasada e algumas cidades grandes meio decadentes) não é pouca coisa... Por isso citei a Europa, não os EUA.

Buja
Veterano
# 23/fev/19 11:59
· votar


Não tem como obter a paz usando de métodos de guerrilha.
Obtém-se paz, antes por meio da erradicação da corrupção e por consequência a desigualdade social.
Depois por meio do dialogo e entendimento.

Enquanto ainda houver no planeta meios de matar, haverá mortes e guerras ( mesmo pra quem tem treinamento, licença e porte legal). Medo não gera paz.

É a minha opinião.

entamoeba
Membro Novato
# 23/fev/19 12:07
· votar


Sempre que ouço falar sobre casos concretos de violência urbana fico paralisado. Sofrer qualquer tipo de violência é desmoralizante e, até por isso, é algo que evoca emoções primitivas nas vítimas e em quem se solidariza.

Fico paralisado porque sei que essas emoções têm contribuído para a formação de um sistema de crenças simplório sobre o problema da violência. Sei que a cada relato de um novo fato, vários mitos se reforçam e a probabilidade de que esses mitos venham embasar políticas públicas cresce.

Ao contrário do que muitos cretinos pensam, tal preocupação não diminui em nada a solidariedade para com as vítimas. Ninguém deveria ser assaltado, ninguém deveria ser ameaçado com uma arma!

Mauricio Luiz Bertola, como já foi dito, que bom que o prejuízo foi apenas material. Fora, claro, os momentos de tensão de passar por algo assim. Torço para que seu amigo tenha a sorte de recuperar pelo menos parte do que perdeu.

LeandroP
Moderador
# 23/fev/19 20:03
· votar


Bandidos invadiram um clube de tiro. Se os clientes e funcionários estivessem armados isso... ops!

makumbator
Veterano
# 23/fev/19 20:17
· votar


Bandido bom é bandido preso ou em último caso morto (se não for possível prender). E acho que a população deve poder ter armas em casa. Já estou inclusive providenciando a minha.

Já fui assaltado duas vezes e houve uma outra tentativa. Uma delas com faca. Nesse caso mais grave queriam meu baixo, mas fui safo e consegui fugir (observei com visão periférica enquanto conversava com os meliantes e aproveitei carros que vinham na avenida para atravessar rapidamente no último momento, de modo que os marginais não puderam me seguir por conta do fluxo de carros. Entrei em um edifício e os caras vazaram)..

E se tivesse arma de fogo teria metido tiro mesmo. Sem pena.

Del-Rei
Veterano
# 23/fev/19 20:55
· votar


renatocaster
banner de anúncios do Google Ads

Maior big-brother. Outro dia eu estava no carro, e umas amigas estavam falando sobre depilação. Eu nem estava no papo. Aí peguei o celular e fui assistir a um video de edição de imagens... No final do vídeo, o Youtube sugere alguns videos (geralmente relacionados com o conteúdo do que você acabou de assistir). Curiosamente, havia um video sobre depilação nas sugestões. Eu nunca, sequer, pesquisei depilação na vida. Ficou todo mundo pasmo na hora....


Vc saiu da banda?

Cara, na real... A banda acabou, rs.
Inicialmente eu saí, mas a ideia era algo temporário. Só que depois o baixista saiu também, aí degringolou de vez. Agora estão o batera e o vocal fazendo um som completamente diferente (que nem é minha vibe) mas com outro nome de banda, que não me lembro exatamente agora.

Um aceno de longe!!!

LeandroP
Moderador
# 23/fev/19 22:18 · Editado por: LeandroP
· votar


Del-Rei
Inicialmente eu saí, mas a ideia era algo temporário. Só que depois o baixista saiu também, aí degringolou de vez

Você levou esperança e depois tirou ela.
Você é mao!

LeandroP
Moderador
# 23/fev/19 22:19
· votar


Tô num esquema de ir pro Rio no meiduano

renatocaster
Moderador
# 24/fev/19 11:58
· votar


Del-Rei

Cara, na real... A banda acabou, rs.

Putz, cara. Que pena. Lembro que vcs chegaram a produzir um trabalho muito bacana com a banda. Fiquei triste mesmo ao saber que acabou, para mim vcs ainda estavam por aí tocando e gravando de vento em polpa.

Eu não tenho acompanhado muita coisa sobre música, talvez tenha sido por isso que eu não notei essa inatividade da banda nas redes sociais, no YouTube...mas enfim, infelizmente é coisa que pode acabar rolando mesmo. Mas vc tá em outra banda agora? E na linha de autoral tbm? Divulga ae pô, rsrrsrs.

macaco veio
Veterano
# 24/fev/19 21:33
· votar


Concordo plenamente. Essa é a solução estadunidense (e agora, bolsonariana). A violência lá (principalmente na meiúca atrasada e algumas cidades grandes meio decadentes) não é pouca coisa... Por isso citei a Europa, não os EUA.
Por isso que eu disse, a policia aqui (USA) pega pesado mesmo pra valer, chegam estourando tudo e não tem essa de punir policial não, se o cabra for preto ou estrangeiro então, coitado. Eles gostam de dizer que não mas o americano olha a decendência e o sotaque, loirinho cara de europeu sotaque americano prende dai a pouco solta, judeu solta (também judeu não comete crime só rouba tipo colarinho branco de vez em quando), islâmico ohh! esse tá fudido, mas esse já é fudido de natureza, oriental esses morrem de medo eles nem conversam pra não dar o que falar. Tudo aqui é raça. Estou a 33 anos aqui em 5 estados, ja presenciei muita coisa.

Luiz_RibeiroSP
Veterano
# 25/fev/19 01:10 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
· votar


Eu ainda não tive uma experiencia assim, o pior é passar esse pânico. Não saio mais a noite, SP não ta o melhor lugar pra isso, e se for andar por ai levo minha condor rx e os pedais que montei em caixa de plastico ou chineses.
Quem trabalha com equipamento caro não tem jeito, é seguro e sempre ter caixa para repor. E quem aguenta isso?
Mas o pior mesmo é enquadrar com arma, hoje mata por causa de um celular de 500$, espero que mude.

Não quero desviar o assunto pra isto, mas é estranho você ter treinamento e posse de arma, mas achar que elas não trazem segurança. Mais estranho ainda é ter a certeza que estaria morto se estivesse armado. Respeito isso, pena que bandido não pense assim.

sandroguiraldo
Veterano
# 25/fev/19 11:56
· votar


renatocaster
Se o sandroguiraldo topar negócio eu compro a UNO 96 dele.
Vendi ontem pra comprar um Siena... pena.

makumbator
E se tivesse arma de fogo teria metido tiro mesmo. Sem pena.
Em Julho do ano passado sofremos um assalto. Estava com o carro de uma amiga (tinha seguro) saindo de uma festa, com minha esposa e mais duas amigas. Eu sou um cara muito pilhado, sempre fico muito atento pra entrar e sair dos lugares, se tem cara estranho vindo na rua eu atravesso, meto o louco, mas nesse dia, eu baixei a guarda.

Tava cansado (tínhamos uma barraca numa festa julina) tinha ficado o dia todo vendendo tortas e tal, saímos da festa naquele clima descontraído, eu baixei a guarda.

O cara me abordou pelo lado do motorista e quando vi tinha mais dois pelo lado do carona. Só deu tempo de pegar a carteira que estava no colo, embaixo da blusa.

Os caras saíram na manha, bem devagar, quase que o segurança da rua pegou eles. Eu só posso dizer uma coisa de tudo isso:

SE EU TIVESSE UMA ARMA, TINHA MATADO ELES.

Se isso está certo ou não, deixo vocês julgarem, mas a sensação de impotência, de ver o cara saindo com seus bens... se você puder reagir, com certeza vai reagir. Não existe quem pare nessa hora e diga: "não vale a pena"

lamas92
Membro Novato
# 25/fev/19 12:34 · Editado por: lamas92
· votar


A discussão sobre armas vai longe. Eu sou aquele outro exemplo, o que não morreu por estar armado, mas essa é outra conversa...

Sou contra desarmar totalmente o cidadão, de tirar sua última possibilidade de defesa, mas também prefiro para que as armas estejam apenas nas mãos de cidadãos capacitados para o uso.

É muito difícil para uma pessoa não treinada, em tão pouco tempo, avaliar o risco e os danos futuros... Atirar ou não? É mais difícil não atirar do que atirar.

"Se eu tivesse uma arma tinha mandado bala em todo mundo". É, isso é ouvido sempre, mas a maioria das pessoas de bem não está preparada para as consequências, principalmente as psicológicas, dessa atitude. Na hora, é uma coisa. Depois que a poeira abaixa, tudo muda. Vc pensa em outros fatores que estavam de fora daquele momento.

Em caso de assalto, a atitude default é manter a calma, não reagir e isso deve estar bem treinado no cérebro, porque o instinto é outro, o de sobrevivência e nem sempre sabemos como iremos reagir a um assalto.

A vida é o bem maior. No momento em que a pessoa reage (ou inicia uma tentativa/ameaça), é o chamado ponto sem retorno. Nada de bom vem depois daí.

O risco não vale à pena. Vcs fizeram certo e isso é o que importa! Vida que segue!

sandroguiraldo
Veterano
# 25/fev/19 14:16
· votar


lamas92
"Se eu tivesse uma arma tinha mandado bala em todo mundo". É, isso é ouvido sempre, mas a maioria das pessoas de bem não está preparada para as consequências, principalmente as psicológicas, dessa atitude. Na hora, é uma coisa. Depois que a poeira abaixa, tudo muda. Vc pensa em outros fatores que estavam de fora daquele momento.

É isso. Na hora você não avalia nada, consequências, essas coisas.
Você só pensa em matar o filho da mãe.

Buja
Veterano
# 25/fev/19 14:23
· votar


Eu fui assaltado certa vez, e reagi um pouco.
Os bandidos tentaram levar meu celular e eu esbarrei na mao deles, e o celular caiu no chao, soltando bateria prum lado, chip pro outro.
Mas Deus segurou a mao dos bandidos e o maximo que tomei foram pontapés na costela e na cabeça.

Saindo do susto, pensei. Nunca mais faco uma burrada dessas.
Depois foi a vez de um tio meu em sampa. O onibus foi assaltado e ele disse:
"pelador de deus meu filho, faz isso nao"
Isso bastou pra ele levar dois tiros. Um de raspão e outro na batata da perna.
Ele tambem depois chegou a mesma conclusão. Num assalto, NAO REAJA!

Mae tambem foi assaltada, e levaram a bolsa com 300 e poucos reais.
Era o dinheiro da semana toda. Ela ja foi 1000x mais inteligente.
Entregou a bolsa e olhou pro chao. Nem pra cara deles ela olhou.
Eles pegaram a bolsa e foram embora, nem tocaram nela.
GRAÇAS A DEUS!

renatocaster
Moderador
# 25/fev/19 15:57
· votar


sandroguiraldo

Vendi ontem pra comprar um Siena... pena.

:(

Buja
Veterano
# 25/fev/19 16:15
· votar


renatocaster

O que mais tem por ai é unin 96 mano.
Mas recomendo um corsinha 96, ou se conseguir, um palin 99.
Ou até um celtinha. Tem muitos baratos. E se tiver com boa mecanica, voce tem um carrinho nota 10.

renatocaster
Moderador
# 25/fev/19 16:34
· votar


Buja

O que mais tem por ai é unin 96 mano.

Cê não tá entendendo, a UNO 96 do sandroguiraldo não era qualquer UNO 96.

sandroguiraldo
Veterano
# 25/fev/19 16:39
· votar


renatocaster
O que mais tem por ai é unin 96 mano.

Cê não tá entendendo, a UNO 96 do sandroguiraldo não era qualquer UNO 96.


Era o último ícone da moralidade e da família tradicional brasileira.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 25/fev/19 19:00
· votar


sandroguiraldo
É isso. Na hora você não avalia nada, consequências, essas coisas.
Você só pensa em matar o filho da mãe.

e é aí que vc morre, mata alguém inocente ou arruma um processo...

estive fui
Membro Novato
# 25/fev/19 19:46
· votar


Qual foi o local do assalto?

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 25/fev/19 20:02
· votar


estive fui
Saída da Niterói-Manilha para o bairro Gradim.
Abç

estive fui
Membro Novato
# 25/fev/19 21:02
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Obrigado! Abraço!

fontes_rio
Veterano
# 26/fev/19 12:17
· votar


Faz pouco tempo eu disse aqui no fórum que não volto a tocar em banda porque não tenho coragem de botar meus instrumentos na rua e fui duramente criticado.
O RJ é uma terra de bandidos. Infelizmente, essa é a dura realidade.
É lamentável o que aconteceu com o colega.
Mesmo com guitarras profissionais em casa, se eu fosse tocar na noite hoje em dia usaria uma Yamaha Pacífica, que está bom demais.

sandroguiraldo
Veterano
# 26/fev/19 14:25
· votar


Mauricio Luiz Bertola
sandroguiraldo
É isso. Na hora você não avalia nada, consequências, essas coisas.
Você só pensa em matar o filho da mãe.
e é aí que vc morre, mata alguém inocente ou arruma um processo...


Exatamente!

Buja
Veterano
# 26/fev/19 14:58
· votar


Pra sair carregando uma fender debaixo do braço, tem que ser muito macho mermo.
Outro dia desses fomos na casa de um amigo, pra tocar violao atoa mesmo, aqui no bairro, 1km de casa, e fui de carro.
Ficamos la até 00:30.
Ao sairmos de la, bate-papo, descontraidos, o pai dele, la do segundo andar aparece na janela de diz....."Galera nao da mole nao, deixa tudo aqui, amanha voces pegam, e dá linha. Ta perigoso."

O velho tava certo. As vezes, a gente na tranqulidade, esquece do momento, da hora e nessas horas vai tudo pro saco.

Del-Rei
Veterano
# 27/fev/19 13:19
· votar


renatocaster
Pois é, é triste o fim, rs. Foram longos 13 anos.

Mas vc tá em outra banda agora? E na linha de autoral tbm? Divulga ae pô, rsrrsrs.

Cara, nada autoral. Acho que fiquei tanto tempo com autoral que agora estou num período de curtir umas covers, e temos feito algumas apresentações, mas coisas pequenas.

Na verdade, eu dei uma saturada dessa "cena" autoral do Rio. Desde o impeachment da Dilma pra cá, a coisa ficou politicamente muito polarizada, e todos os eventos acabavam tendo um perfil político muito forte, e percebi que a música foi quase pra segundo plano. E honestamente, é um ambiente que eu não quero estar presente. Eu quero tocar. E pronto.

Um aceno de longe!!!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Assalto em São Gonçalo