Como timbrar - Pergunta simples, resposta nem tanto.

    Autor Mensagem
    pedropohren
    Membro Novato
    # 24/set/17 04:43 · Editado por: pedropohren


    Buenas, pessoal, não sei se essa é a situação de outras pessoas que já tenham feito essa pergunta antes, mas como eu não quero ganhar o carinhoso apelido de coveiro, não vou desenterrar tópicos. Vai por aqui memo.

    Tenho uma banda autoral e estou querendo achar um timbre "signature" pras músicas da banda. Algo que seja diferenciado, expresse a nossa mensagem como banda e ao mesmo tempo seja imediatamente reconhecível no primeiro acorde. A gente faz um sol super experimental, então eu estou bem aberto a testar efeitos, até porque a estrutura das nossas músicas remete a algo bem pop (dos anos 90, só se for, creio eu :P), mas as letras das nossas músicas flutuam entre experiências nossas enquanto banda e confabulações sobre a efemeridade da vida e as merdas que o ser humano faz.

    Tudo muito legal, tudo muito bonito. O problema é: Eu NÃO FAÇO IDÉIA de como timbrar. Já tentei manusear a equalização do amp e do modeler da minha pedaleira (uma POD HD400) e nunca vi uma diferença muuuito expressiva. Efeitos, eu não manjo muito de como fazer as camadas, o que combina bem com o quê. O máximo que eu sei, é que não se deve colocar efeitos de ambiência antes da distorção na cadeia de efeitos, ou o som fica muito embolado. (Apesar de que, dependendo da situação, fica um timbre bacana... O Jimmy Page fez dessas no solo de Tangerine, tri abafado)

    Enfim, eu estou pesquisando sobre o assunto nesse exato momento, por motivos de acabei de tomar café e estou sem sono. Se alguém puder me ajudar, dar alguma dica de algo que eu possa testar pra ver se soa legal, eu ficaria imensamente agradecido. E por favor, não fechem esse tópico. Eu sei que tem semelhantes na busca, mas a idéia é que o meu caso é mais específico do que "conseguir o timbre X do artista Y na música Z na performance ao vivo do ano A no estádio B", ou se é melhor timbrar com modulação de amp ou a coisa real, etc. Só preciso de uma ajuda pro som que eu crio com a minha banda. Não desestimulem as dúvidas que entram no fórum, por favor. :)

    The Man Who Sold The World
    Veterano
    # 24/set/17 08:58
    · votar


    pedropohren
    amigo, depende muuuuito de como tu gosta das coisas
    por exemplo, usando pedaleira, pra mim um pré amp limpo com um pedal de distorção é bem mais agradavel que uma simulação de um marshall por exemplo
    mas sendo sincero, não tem como inventar a roda, ainda mais com uma pedaleira, acho que pra timbre referencias são validas, mas referencias mesmo, nada de "quero o timbre do slash"
    coloca na sua cabeça, que tipo de efeito tu vai querer usar
    - Delay, reverb, OD, DS, um pré legal, talvez um chorus, um flanger, e um por um vai regulando
    uma coisa que eu sempre faço pra timbrar é pegar referencias, por exemplo eu acho o timbre do mark knopfler um dor melhores que já ouvi, coloco um bom fone de ouvido e tento sacar mais ou menos a EQ dele, tento ouvir o quanto de ganho ele usa, copiar? não, mas saber reconhecer um bom timbre e tentar aproveitar o caminho que ele já trilhou

    Fábio Santiago
    Veterano
    # 24/set/17 09:37
    · votar


    Cara da uma olhada nos vídeos do Silas ele explica bem sobre timbragens e outras coisas sobre efeitos vale a pena conferir ja me ajudou muito
    https://www.youtube.com/channel/UC5k0QPy288Z6IJJTvM48z2w

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 24/set/17 09:49
    · votar


    pedropohren
    Você está querendo descobrir a pólvora de 1ª tacada...
    Não é assim que funciona e não se culpe por isso...
    Timbre é algo que é fruto de pesquisa e desenvolvimento que demanda TEMPO e EXPERIÊNCIA.
    Se a sua banda procura algo distinto, em 1º lugar vc deve tocar as suas música SEM efeitos ou com apenas o mínimo necessário (drive), gravá-las e ouvir em casa e "imaginar" que efeitos podem ser adicionados, e em que medida cada um deve ser regulado, e isso é muito mais fácil de fazer com pedais.
    Mãos à obra!
    Abç

    pedropohren
    Membro Novato
    # 24/set/17 12:11
    · votar


    The Man Who Sold The World

    Cara, os efeitos que eu mais uso são os de ambiência: Delay, Reverb e Chorus. Chorus nem tanto, o que eu mais uso é o Reverb mesmo. Mas sei lá, eu sempre acho que o timbre fica meio morto. E o foda tbm é que a minha pedaleira n tem muitas opções de cadeias, tu tem como colocar 3 efeitos em sequência e apenas isso. Se quiser stackar um comp com uma distorção, nope. :/

    Speaking of which...

    Mauricio Luiz Bertola

    Não tenho pedais ainda, por motivos de falta de money. Tô montando meu home studio, e pra melhorar ainda mais a situação, estou nesse momento desempregado. Então eu me viro com a POD e as ferramentas que o Reaper me proporciona.

    Fábio Santiago

    Vou dar uma olhada, cara, valeus mesmo. :)

    pedropohren
    Membro Novato
    # 24/set/17 12:12
    · votar


    Mauricio Luiz Bertola
    Se a sua banda procura algo distinto, em 1º lugar vc deve tocar as suas música SEM efeitos ou com apenas o mínimo necessário (drive), gravá-las e ouvir em casa e "imaginar" que efeitos podem ser adicionados, e em que medida cada um deve ser regulado

    Já fazemos isso. Eu tenho mais ou menos uma idéia de como os arranjos devem ser, que guitarras devem soar de qual forma, o problema é a execução: Eu não tenho muita noção de como chegar nesse timbre na prática. :/

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 24/set/17 12:32
    · votar


    pedropohren
    Eu não tenho muita noção de como chegar nesse timbre na prática. :/
    Isso é porque lhe faltam Experiência, referências e prática...
    Você tem que adquirí-las, e isso leva tempo.
    Ouvir guitarristas nessa "praia" é importante.
    Uma dica: Comece com o The Cure, pois eles usam muitos efeitos de guitarra. O The Cult, no disco "Love", também; uma bela combinação de flanger, chorus discreto e delay curto.
    Abç

    Prick
    Membro Novato
    # 27/set/17 23:10
    · votar


    Engraçado isso, mas me parece que é uma situação em que menos é mais. O timbre começa pela escolha da Guitarra e do Ampli.

    Eu nunca usei pedaleira, sempre usei pedais analógicos. Mas todo mundo que usa pedaleira diz que a tendência é a pasteurização do som básico da guitarra e ampli. Se isso for mesmo fato, o ideal para se ter um timbre único é evitar as pedaleiras. Trabalhar o som básico e configurações de sua guitarra e ampli, e ir acrescentando efeitos depois.

    ejames
    Membro Novato
    # 28/set/17 00:07 · Editado por: ejames
    · votar


    Acho que é importante começar pelo começo. Primeiro saber tirar som do instrumento. Limpo mesmo, sem efeitos, sem distorção. O que mais tem é guitarrista que, se tirar a distorção, parece que desaprende a tocar. Não sabem nem tirar som dum sol maior.

    e estou querendo achar um timbre "signature" pras músicas da banda. Algo que seja diferenciado, expresse a nossa mensagem como banda e ao mesmo tempo seja imediatamente reconhecível no primeiro acorde

    Aì é que tá... Você é um guitarrista diferenciado? O que você toca, expressa essa mensagem? Você é um cara que é reconhecido no primeiro acorde? Se não for, não vai ser efeito nem timbre que vai fazer milagre.

    Já tentei manusear a equalização do amp e do modeler da minha pedaleira (uma POD HD400) e nunca vi uma diferença muuuito expressiva.

    Na minha experiência, os knobs de tone e volume da guitarra somados com o tone stack do amp e a dinâmica da palhetada abrem um mundo gigante em termos de timbre. Se você não percebe, creio ser interessante voltar pra base e trabalhar nisso. Despluga tudo e trabalha na tua dinâmica, pegada, explore os knobs.

    thiago stteffen
    Veterano
    # 28/set/17 08:44
    · votar


    Uma dica q meu professor me deu, e eu achei do caralho foi que, efeitos como reverb, delay, chorus e etc, geralmente eles dominam o som, sendo que é mais legal ter um tiquinho deles. Tipo ao colocar o delay, mtas vezes é mais interessante aplicar ele bem de leve, pra dar um charme saca?

    JulianoF.
    Membro Novato
    # 28/set/17 08:57
    · votar


    pedropohren
    Desconstrói as músicas e os timbres. Volta pro violão, toca as músicas, veja a dinâmica que queres dar a cada parte. E veja o que cada parte pede.

    Em relação "execução" para criação de timbres, uma dica que demorei para aprender, mas que depois que entendi me ajudou muito, é utilizar equalização subtrativa, ao invés de aditiva.

    Começa com todos parametros em 50%, e ao invés de adicionar, tire.
    ex. está faltando graves no som, retire agudos.

    normalmente os knobs acabam MUITO perto da posição inicial, e ganha-se em clareza, pelo que percebo.

    davehetfield
    Membro Novato
    # 28/set/17 10:36
    · votar


    Começa com todos parametros em 50%, e ao invés de adicionar, tire.
    ex. está faltando graves no som, retire agudos.


    Essa parece ser uma boa ideia, vou tentar fazer isso pra ver como fica.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Como timbrar - Pergunta simples, resposta nem tanto.