Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      O Tópico Supremo dos Upgrades, Tunagens e Mods

      Autor Mensagem
      T. Forge
      Membro Novato
      # jul/14
      · votar


      rhoadsvsvai
      Coloca o parafuso lá. Não chama muita atenção e fica mais bonito que o buraco. Se a guitarra for preta compra um parafuso preto e já era.

      bruwhat_
      Membro Novato
      # ago/14
      · votar


      Finalmente...

      A espera pelo tone zone e a tarraxa acabou !!!

      A guitarra ficou sensacional, um som pesado e encorpado,
      com harmônicos fáceis e fortes. Tarraxas gotoh com trava,
      mesmo com cordas velhas desafinam muito pouco.

      Resumindo, a crafter que era apenas para aprender, se tornou
      uma guitarra de estimação, exatamente oque eu procurava e pra
      melhorar tudo ficou muito bonita !!!

      Nefelibata
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      bruwhat_

      Parabéns, amigo! De fato algumas guitarras bem feitas merecem um carinho de luthier para acertar trastes e regulagens finas, mais ferragens e eletrônica de primeira.

      Feito isto, estas guitas dificilmente ficam devendo alguma coisas às suas irmãs que custam muito mais.

      Peguei minha antiga Cort X11 e botei ponte gotoh, elétrica toda nova e caps dimarzio. Ficou show de bola.

      Abraço

      Filippo14
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      Comprei uma Fender American Standard usada de um amigo e finalmente acabei de reformar ela.

      Ela já estava com essas mudanças:
      - Braço trocado por um fender japonês estilo clássico (headstock grande) em maple (antes era de rosewood mas ele curtia o Adrian Smith)

      - SD Hot-rails na ponte (pelo mesmo motivo acima)

      As mudanças que eu fiz:
      - Troquei os 3 captadores por Van Zandt Blues Pickup
      - Troquei a ponte e todas as partes relacionadas à ponte (molas, parafusos de trás, etc) por uma Fender Custom Shop
      -Troquei o bloco da ponte por um Manara vintage
      -Troquei as tarraxas por Fender com travas
      -Troquei as cordas por elixir 010-049
      -Troquei os potenciometros por uns da Fender melhores tambem.

      A guitarra renasceu, ela tinha um som morto demais, sem estalo, sem definição e sustain e agora ela está realmente com cara de strato blueseira mesmo, pau pra toda obra, que guenta qualquer tranco.

      De verdade, a guitarra está ótima agora e saiu mais barato que comprar uma dessas nova aqui no Brasil

      Ramsay
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      Peguei minha antiga Cort X11 e botei ponte gotoh, elétrica toda nova e caps dimarzio. Ficou show de bola.


      Nefelibata

      Há alguns anos atrás eu comprei uma ponte Gotoh GE1996T pra pôr na minha Cort X11 e quando fui instalar notei que o bloco da ponte saia uns 3 mm pra fora do corpo da guitarra.
      Resultado: Devolvi à loja.
      Com a sua aconteceu isso?? Em caso afirmativo como vc contornou o problema?

      JeGuitar
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      Filippo14

      Tenho uma fender mexican standard e queria dar uns ups também, quanto gastou em tudo isso?

      Se fosse me recomendar, por onde falaria para eu começar?

      Valeu, abs!

      Filippo14
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      JeGuitar
      Puts, dificil estimar, mas acho que eu gastei uns 3k com tudo. Na brincadeira a guitarra saiu 5,5k.

      Cara, assim, eu tenho muito comigo que pequenos detalhes geram uma diferença grande, então eu trocaria tudo de uma Fender dessas, porque acho que elas aguentam coisas melhores que as que vem nelas.

      Acho que a primeira coisa que eu trocaria seria a ponte e o bloco da ponte. Prezo pela definição e sustain acima de tudo e são esses upgrades que resolvem muita coisa.

      Os potenciometros ajudam a ter mais dinamica ao mexer nos knobs, se voce mexe bastante como eu vale a pena trocar também, da uma vida nova pra sua guitarra.

      Os captadores novos fizeram o som da guitarra ficar vivo de novo, achava ele muito apagado, sem cor, sem diferença para as outras.

      Por fim eu trocaria a tarraxa tambem, pq as tarraxas com trava sempre ajudam, não tem nenhum contra em relação às tradicionais


      Abração

      JJJ
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      JeGuitar
      Filippo14

      Na minha MIM, troquei ponte e captadores e, só de onda, o neck plate por aquele com o "F"... rs

      Parte elétrica acho desnecessário, pois já vem com pots decentes. Tarraxas idem, a menos que se queira trava.

      Um trio de captadores bacaninhas, lá fora, dá pra achar a partir de uns 150 dólares. Ponte, basta trocar o bloco (um Callaham - dos melhores que tem, creio eu - sai por 65 dólares). Se quiser trocar a ponte toda (desnecessário, NMHO) sai por uns 150.

      JeGuitar
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      Filippo14
      JJJ

      Valeu pelo feedback, não sabia que o bloco da ponte fazia tanta diferença assim, dei uma pesquisada e essas do Callaham são muito caras, não tenho coragem de pagar tanto pra uma mexican hahaha

      Mesmo não usando tremolo vale a pena trocar elas? Achei na Guitar Fetish algumas ponte bem legais por 30 e poucos dolares, sabem se são boas? Segue link:

      http://www.guitarfetish.com/Upgrade-Steel-and-Brass-Tremolo-Blocks_c_2 19.html

      Tarraxas e pots não vi necessidade ainda, vou levar amanhã em um luthier dar uma regulada geral, só se elas não segurarem muito bem a afinação, mas a princípio gostei das stock mesmo.

      Os captadores já estão nos planos mesmo, ela veio com uns cerâmicos que não são tão legais assim, como acabei de pegar a strato ainda quero acostumar meus ouvidos com ela para depois pensar em upgrades nos caps. Sugestões? A princípio estou indo mais pela Custom Shop 69, mas nada certo ainda!

      Nefelibata
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      JeGuitar

      não sabia que o bloco da ponte fazia tanta diferença assim

      Não é TAANTA diferença. Seria mais correto "alguma" diferença".

      Eu já troquei o bloco de uma MIM q eu tive por um de latão, de fato melhorou alguns detalhes, como definição e timbre mais macio (latão), mas não é uma coisa da água pro vinha como trocar de captadores. Eu comprei o bloco na guitar fetish.

      Ramsay

      Cara, creio q o modelo da minha ponte seja este mesmo que vc comprou e não tive esse problema, apesar que o fim do bloco da ponte fica no limite para sair do corpo. Mas eu já vi no site da gotoh, que esse mesmo modelo de ponte tem umas 3 opções de tamanho de bloco. Pode ser que vc tenha comprado um dos maiores.

      Na verdade, nas guitarras com tremolo eu não uso tampa traseira, pela facilidade de fazer regulagens, mas creio q talvez nem fosse possível fechar a tampa, pois numa alavancada pra trás com mais amplitude, o bloco deve até sair alguma mixaria pra fora do corpo. Eu tinha medo de deixar destampado e eventualmente a fivela ou barriga empurrar o bloco e desafinar, mas como não acontece, deixei assim.

      Abraço

      JJJ
      Veterano
      # ago/14
      · votar


      Nefelibata
      Não é TAANTA diferença. Seria mais correto "alguma" diferença".

      Concordo. Tem um tópico meu sobre o assunto.

      Abixibarraba
      Veterano
      # set/14 · Editado por: Abixibarraba
      · votar


      Squier affinyt de 1994
      UPGRADES
      Ponte LR BAGGS com sistema piezzo,
      Tarraxas estilo vintage douradas - GFS
      Escudo fender madrepérola
      Straplocks groover dourado,

      Captadores:
      Ponte - Malagoli Custom II
      Meio - Dimarzio (esqueci o modelo, mas é em alnico II)
      Braço - P90 GFS

      FOTOS
      https://flic.kr/p/oK2jv1
      https://flic.kr/p/p2w2mx
      https://flic.kr/p/p2uaDW
      [img]https://farm4.staticflickr.com/3863/15113023352_3c3c77618d_k.jpg[ /img]20140901_140920 by Abixibarraba, on Flickr
      https://flic.kr/p/p2fHL8

      SOM
      https://soundcloud.com/abixibarraba/holy-diver-custom-ii

      edit.. fotos!

      JJJ
      Veterano
      # set/14
      · votar


      Abixibarraba

      Interessante... P90 + Single + HB... dá pra tirar qualquer som! kkkkk

      Aliás, não é bem P90, né? Tá mais pra P94...

      Ela ficou "relicada" pelo uso ou você forçou a barra aí?

      Abixibarraba
      Veterano
      # set/14
      · votar


      JJJ
      Essa guitarra já caiu comigo dentro de uma piscina (aquelas de batizar crente) qnd fui fazer um "bico" em uma igreja. Um carro já passou por cima do braço dela, a bag rasgou e ela caiu no meio da rua, e já passou por um incêndio em que perdi mta coisa. 75% dos "relics" dela são "naturais".

      JJJ
      Veterano
      # set/14
      · votar


      Abixibarraba

      Eita...

      Lord-g
      Veterano
      # set/14
      · votar


      Squier Relic Baptized Edition :)

      Brincadeirinha cara, achei muito louco o som da sua guita!!!!

      Baita versatilidade, parabéns!

      SkyHawk
      Membro
      # mar/15 · Editado por: SkyHawk
      · votar


      Dando uma upada no tópico para comentar da conclusão dos upgrades da Ibanez Gio... Vamos lá: Eu queria uma superstrato com 24 trastes e comecei a pesquisar nas lojas testando um monte de Ibanez de todos os preços, resultado... Não gostei de nenhuma abaixo de 3.500,00. Quando já ia desistir vi um anúncio na internet de um cara que estava aceitando troca em uma Ibanez GIO, eu tinha um PlayStation 3 parado a séculos e rolou um bom negócio para ambos.

      Peguei a guitarra novinha toda original, primeiro desmontei toda e regulei ela inteira. Já começou a melhorar e serviu para priorizar as modificações. De tudo nela o nut é o pior, plástico vagabundo, todo irregular e cheio de rebarbas.

      A sequência foi a seguinte:
      1) Nut de TUSQ
      2) Cordas Ernie Ball .010
      3) 5 molas Fender
      4) Captadores Malagoli HH777 na Ponte e Braço, e Malagoli EVO no meio

      Com isso instalado e tudo reguladíssimo e lubrificado, parei para avaliar. A guitarra já estava bem bacana mas a ponte apesar de estável ainda dava uma sutil desafinada em alavancadas fortes e bends com double stops.

      Foi quando pensei em travar a ponte, mas gosto de alavanca e a proposta de uma superstrato com 24 trastes passa bem por aí. A solução foi um Mag-Lok da Super-Vee, produto porreta !!!! Recomendo fortemente !!! Retirei uma das 5 molas e instalei peça... Sensacional !!! Tenho uma ponte fixa que flutua, parece estranho mas é isso mesmo. A ponte fica fixa e acabaram-se as desafinadas em bends duplos e a ponte volta para o ponto zero perfeitamente no uso da alavanca.

      Finalmente troquei as tarraxas por um set com trava genérico recomendadas pelo mestre Bertola, lindas por sinal. Ontem terminei o projeto com uma blindagem da cavidade dos controles com fita de cobre e refiz todas as soldas da parte elétrica. Com o novo nut, tarraxas e melhorias da ponte uso a alavanca como se fosse uma floyd e a afinação está impecável.

      Ufa !!! Para quem leu até aqui... Meu veredito é que a guitarra ficou muito melhor do que todas as Ibanez que testei até a faixa de preço citada acima, e melhor que uma RG 370 DX FMZ que quase comprei. Quanto a tão mal falada ponte Fat-10, com as molas novas e o mag-lok ficou excelente !!!!

      Quanto ao custo não somei, mas foi um upgrade muito barato e a guitarra ainda saiu de um escambo a custo zero. Já a diversão do DIY, essa não tem preço. Destaque para os caps da Malagoli, excepcionais.

      ogner
      Veterano
      # mar/15 · Editado por: ogner
      · votar


      SkyHawk
      1) Nut de TUSQ
      Cara, esse nut é aquele que é "oco" por dentro né?? Um material sintetico?
      Dizem que é bem bacana! Oq vc achou dele?? Alguma coisa a considerar ou é só um nut comum?? Melhor que o de plastico??

      SkyHawk
      Membro
      # mar/15 · Editado por: SkyHawk
      · votar


      ogner
      TUSQ é uma material sintético uma espécie de cerâmica que tem grafite na sua constituição. É o material da Graphtec por motivos óbvios (grafite). A que instalei é genérica mas é tudo igual !!!! Tem um vídeo da PRS que mostra bem a diferença desse nut. Reduz significativamente o atrito das cordas no nut, mas até nuts de TUSQ devem ser lubrificados. Já vi testes que afirmam que o TUSQ é significativamente superior ao osso e hoje é o melhor material disponível para nuts.

      Muito barato e um grande resultado na afinação, já comprei nas medidas certas, só tive que lixar um pouco a base do nut para acertar a altura, foi facílimo de instalar.

      Uma dica, descobri um excelente lubrificante para guitarras... Sabe aqueles ShapStick, aqueles bastões americanos para lábio rachados... Pois é, excelentes se misturados com grafite em pó !!! Não servem os nacionais, vi em um site que esse original tem algo na formulação que é especial para redução de atrito em pontos de contato da corda (nut e ponte) e para lubrificação do ponto de contato dos pivos com a faca da ponte.

      JJJ
      Veterano
      # mar/15
      · votar


      SkyHawk
      Não gostei de nenhuma abaixo de 3.500,00.

      Tá ficando caro esse nosso hobby... kkkkk

      Destaque para os caps da Malagoli, excepcionais.

      Pois é... estou com um projeto para uma Teleca (que devia ter colocado aqui, só coloquei no tópico de montagem porque a ideia inicial era fazer uma do zero, que o dólar "proibiu"...) que vou usar Malagolis "top" (o set mais caro de Telecaster deles). Estou esperando coisa boa, pelo que tenho lido por aí. Vamos ver...

      E as fotos, pô??? Sem foto, não dá, né? hehehe

      ogner
      Cara, esse nut é aquele que é "oco" por dentro né?? Um material sintetico?
      Dizem que é bem bacana! Oq vc achou dele?? Alguma coisa a considerar ou é só um nut comum?? Melhor que o de plastico??


      Cara, eu comprei um desses "tusk" genéricos. Barato, dá pra trabalhar bem com lixa e parece mais resistente que os vagabas de plástico. Quanto ao som, eu deixo para os morcegos de plantão (rs), mas, pelo resto, acho uma boa.

      SkyHawk
      Membro
      # mar/15 · Editado por: SkyHawk
      · votar


      JJJ
      Não instalei o nut de TUSQ pensando no timbre e sim na afinação, eles realmente diminuem muito o atrito e isso sim faz muita diferença em bends e alavanca.

      Os caps da Malagoli são excelentes, eu sempre investi em captadores de primeira linha Gibson, Fender, Dimarzio e Seymour e já tinha tido uma grata surpresa com os Dream 90 da GFS (muito baratos e muito bons). Confesso que era meio cético com os Malagoli, não por serem nacionais, e sim porque em termos de custo x benefício os GFS são muito bons e mais em conta (ao menos eram antes da subida do dólar, devia ter comprado uns 3 sets diferentes e guardado para uso futuro...rssss).

      Mas resolvi testar e para tal só fazia sentido se fosse a linha premium deles, o resultado foi sensacional !!! Me convenceram, realmente estão no mesmo nível ou, em alguns aspectos, até acima dos melhores, vou virar freguês.

      Quanto as fotos eu sempre esqueço...rsssssss. Vou tirar as tampas das molas e da cavidade dos controles, fotografo todas as peças novas e posto aqui em breve. Mas o legal é ver a bagunça com tudo desmontado, essa já foi.

      Estou acompanhando a sua tele no outro post, tmb gostei muito do corpo e do braço tem tudo para ficar uma excelente guitarra. Posso dar uma dica ? Eu trocaria a ponte toda (não só os saddles) pois o tipo de metal da ponte tele interage muito com o magnetismo do captador da ponte com grande diferença de sonoridade. Tem uns posts no site do Paulo May que detalham bem isso, o metal da sua ponte me pareceu no vídeo muito brilhoso com excesso de cromo, prefira metais mais crús e de melhor qualidade.

      ogner
      Veterano
      # mar/15 · Editado por: ogner
      · votar


      SkyHawk
      JJJ
      Opa, valeu pelas infos!! Acho que vou pegar um pra colocar na velha SX e ver oq acontece!! :))

      Valeu!!

      EDIT:
      Onde vcs compraram???

      JJJ
      Veterano
      # mar/15 · Editado por: JJJ
      · votar


      SkyHawk
      Eu trocaria a ponte toda (não só os saddles) pois o tipo de metal da ponte tele interage muito com o magnetismo do captador da ponte com grande diferença de sonoridade. Tem uns posts no site do Paulo May que detalham bem isso, o metal da sua ponte me pareceu no vídeo muito brilhoso com excesso de cromo, prefira metais mais crús e de melhor qualidade.

      Agora já foi... rs

      Comprei uma Wilkinson com os saddles compensados. Parece muito com a Calaham (certamente não da mesma qualidade). Já chegou. Mas eu acabei achando a base da velha um pouco mais "pesada" e acho que vou mantê-la, com os saddles novos. A perda em relação a uma ponte mais grossa ou mais crú, acho até que pode haver sim, mas deve ser mínima...

      ogner

      O meu foi no ML mesmo.

      SkyHawk
      Membro
      # mar/15
      · votar


      ogner
      Idem, tmb comprei no ML.

      ogner
      Veterano
      # mar/15
      · votar


      SkyHawk
      JJJ
      valeu.

      EduJazz
      Veterano
      # mai/15
      · votar


      E aí seus fuçadores!

      Seguinte, até o momento eu só acompanhava de longe as experiências de vocês. Acho muito legal, mas não tenho jeito/coragem pra modificações extremas. Meu máximo foi trocar tarraxas e captadores. Porém isso mudará a partir de agora, e conto com a ajuda de vocês.

      Tenho praticamente todos os modelos de guitarra que sinto necessidade (LP, strato, super strat, full hollow e telecaster), mas algumas de menor qualidade que as outras. Era o caso da tele, que, até pouco tempo atrás, era uma Condor CT10.

      Essa guitarra é bonitinha, corpo em "mogno", tampo em spalted maple, braço em maple, etc. Só que não afinava direito, aí a primeira saída foi trocar as tarraxas. Coloquei umas Gotoh com trava, o que melhorou, mas não resolveu.

      Depois, resolvi trocar os captadores: coloquei um par de Malagoli que soam muito bem.

      Mas mesmo assim não era "A" tele. Surgiu a oportunidade e abracei uma Nash T52, que, está em um patamar muuuuuito superior ao da irmã pobre. Resultado: a Condorzinha ficou pra escanteio.

      Surgiu então a ideia: por que não me iniciar no mundo do DIY? E o plano é fazer de forma bem drástica, aproveitando praticamente só o corpo. Segue o "projeto":

      1) Braço: honestamente, o braço original é ruim. É aqui que mora a principal dúvida: quero colocar um braço com escala escura, e head de strato. A preferência é pegar sem importar, vocês tem alguma dica? Vi alguns no ML, mas não sei se são legais. Outra coisa: costuma dar muito trabalho a troca? Regulagem etc?

      2) Ponte: a original (3 saddles) é bem fraquinha, não afina bem de foram alguma, então vou trocar por uma wilkinson ou similar de 6 saddles. Até aqui sem segredo.

      3) Captadores: vou radicalizar: já tenho uma tele tradicional, então vou meter um par de P90, a princípio Malagoli.

      4) Elétrica: refazer tudo, com componentes que prestem.

      5) Tarraxas: mantenho as Gotoh, que são boas.

      E aí turma, alguma sugestão!?

      Abraço.

      JJJ
      Veterano
      # mai/15 · Editado por: JJJ
      · votar


      EduJazz

      Bem-vindo ao clube dos fuçadores armadores de encrenca!

      Vamos às respostas (pelo menos a minha opinião):

      1) Braço aqui tá complicado! Corpo até acha. Acabei de comprar um para uma Teleca de restos (RestoCaster... detalhes em breve... rs), mas braço é difícil. Na minha cabeça é o seguinte: tendo uma madeira e uma máquina (ou muito saco), "qualquer um" faz corpo. Agora... braço é outra história... envolve medidas muito mais precisas, colagem de escala, colocação perfeita de trastes, etc, etc, etc... O buraco é bem mais embaixo! Eu tenho preferido China mesmo. Já importei uma vez e estou importando outro. O preço é baixo e a qualidade (se der um pouco de sorte...) pode ser bem legal. Uma alternativa é achar guitarra de segunda mão com braço bom...

      2) A ponte de Tele completa da Wilkinson com 3 saddles "acertados" para a afinação é interessante. Mas só os saddles... A base é bem xing-ling, leve, cheia de rebarbas (pelo menos a minha veio assim). No projeto de up na minha Tele, fiquei com a base da ponte original Tagima e só troquei os carrinhos (estes sim, achei legais).

      3) Eu tenho uma Tele P90. É bem interessante (mas só indico pra quem já tem uma Tele tradicional, senão é heresia!!! kkkkk).

      4) Fundamental.

      5) Tá bom, não precisa mais que isso. Algumas tarraxas da própria Condor (que eu desconfio serem só rebatizadas de Condor...) são bem boas. Aliás, a Condor tinha muita coisa de boa qualidade na sua linha. Atualmente não sei, não acompanho.

      Uma sugestão é quanto ao alinhamento do braço com o corpo. Acho que é a pior parte pra quem vai montar uma guitarra com partes distintas prontas. Todo cuidado é pouco!!! Dá pra ajustar depois se ficar torto? Até dá, mas a custa de desgastar mais o corpo, na junção, com o risco de ficar um buracão... aconteceu exatamente isso comigo, na minha RestoCaster (mas não foi só culpa minha; depois eu explico melhor).

      JJJ
      Veterano
      # fev/16
      · votar




      morais.sc
      Membro Novato
      # fev/16
      · votar


      Depois da estourada do dóllar o negócio ficou parado por aqui. rsrs

      marcelosz
      Membro Novato
      # fev/16
      · votar


      JJJ
      Muito fera a guita com hardware dourado, parabéns!
      Também sou fã de partes douradas. Na verdade sou tão fã que to com uns trastes EVO Gold comprados pra botar num braço de maple! :-)

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a O Tópico Supremo dos Upgrades, Tunagens e Mods

      306.119 tópicos 7.902.861 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital