Loja ABC Musical em SP. Alguém conhece?

    Autor Mensagem
    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08


    Segundo o site deles:

    www.abcmusical.com.br

    eles ficam na Santa Cecilia em SP. Alguém conhece ou já ouviu falar? Foi a loja com maior variedade de rabecas e melhores preços que encontrei. Se for confiável, vai ser show de bola.

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    RafaelFac
    Foi a loja com maior variedade de rabecas e melhores preços que encontrei

    Essa Rabeca a qual você se refere, é aquele instrumento derivado do violino de origem Árabe, ou é um baixo acústico (gigante)?

    Caso seja a segunda opção, dá uma olhada na sessão de usados do Atelier Paulo Gomes aí em Sampa: http://www.paulogomes.com.br/usadobaixo.htm

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    chr19
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    Sem dúvida eu iria no Paulo gomes, ja que tu retiraria o contrabaixo regulado com cordas novas, na loja vc tem de regular, trocar cordas pq ñ sabe o tempo que ficou lá e fora o estado geral do contrabaixo. pelo menos no Paulo é mais confiável... pesquisa cara, que vc ñ vai ter problemas.

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass
    chr19

    É caras eu sei disso, mas já conversei com o Paulo e ele me disse que a proxima remessa dos baixos dele, dos chineses melhorados,por causa da importadora, já vão sair a R$3500. Eu pretendo tocar psychobilly, então para mim o mais importante é o som do slap que é, fundamentalmente, um estalo =) Encontrei nessa ABC Um parrot por R$ 1500,00. Sou iniciante, ainda vou ter que pegar as manhas do instrumento, comprar captação.. essa diferença de R$2000, apesar de siginifcar realmente qualidade, acaba sendo muito salgada. Minha dúvida é se essa loja ABC Musical realmente existe ou é um engodo. Foi a unica loja que vi disponibilizar mais de 5 fabricantes do acústico.. =)

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    RafaelFac

    OK, tudo bem que sua dúvida era sobre a existência ou não da tal loja, etc... mas, em se tratando de um fórum pra troca de informações, e por tocar o acústoc há mais de 10 anos, sinto-me na obrigação de te alertar para o seguinte:

    Esses baixos chineses que custam R$ 1.500,00 e são feitos a base de compensado puro, simplesmente não sai som disso! e não há captação que opere milagres. São instrumentos bem desonestos, que acabam tendo que levar o proprietário a gastar mais dinheiro pra colocá-lo num Luthier e deixá-lo com um mínimo aceitável de "qualidade" de som. E no dia que você decidir vender o baixo, mesmo tendo gasto uma fortuna com Luthier, ele vai continuar sendo um baixo chinês que vale no máximo R$ 1.500,00

    Como você mesmo disse, é iniciante no instrumento, cuidado pra não se empolgar achando que está comprando um acústico por um bom preço, e depois ficar com algo nas mãos que não dê o resultado que você espera!

    Nunca fui a favor da máxima de que pra iniciante qualquer coisa tá bom!

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    paulgilbert
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    2400 EM UMA K2 SPECIAL
    O.O
    não pago nem metade disso

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass

    Pois é cara, eu tenho ciência disso, mas é f*** hehehehe eu tô com uma banda quase saindo e com só 2 barões na mão. Provavelmente se eu esperar até fazer 3, 4 a banda já foi pro saco. Ou pior, daqui a pouco eu gasto 3, 4 pila e depois de alguns meses a banda, e minha principal motivação para comprar o gigante, vai pro saco. Para você que é experiente em contra-baixo acústico, você acha que mesmo para o slap, que é mais percursivo que sonoro, um baixo de baixa qualidade, seja parrot, michael ou cremona, influenciaria tão negativamente?

    Rafael do Baixo
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    RafaelFac

    Não conheço essa loja,mas quase cheguei a comprar o meu acústico com eles e eles tem alguns produtos que me interessam,então tô no aguardo de alguém que conheça essa loja pra poder nos falar se é boa ou não.

    Quanto ao baixo,sim um instrumento de baixa qualidade,influi diretamente no resultado sonoro,pois a madeira(ou compensado) não é de boa qualidade e sua construção é feita sem os padrões corretos,o que impede uma boa ressonância sonora.

    Pra quem vai tocar em psycho billy,que precisa usar cordas de nylon,que tem um sonoridade mais fechada e um som mais baixo,estilo que tem como característica o slap-back,onde você vai ficar batendo com a palma da mão contra o final do espelho,se você fizer isso em um parrot,ou um Michael você quebra o espelho em uns 2-3 meses no máximo.

    Tenho um Michael,que só vem me dando problemas,veio com o espelho levemente empenado,e agora ele está rachando no bojo que tem na sua lateral [nisso aqui ---> )_( ],acaba que com o que eu estou gastando,valeria mais a pena ter esperado e comprado um instrumento melhor.Um conhecido tem um Parrot que veio muito pior eu meu Michael,o baixo dele veio com a alma e a barra harmônica defeituosos (quebradas e empenadas).

    Um amigo meu recentemente comprou um baixo Blaver que é feito em madeira mesmo,e o baixo é bem legal até,ele pagou um pouco mais de 2300 reais,numa loja de São Paulo chamada RCF Scavonne,porém nesse valor já estava incluso o frete via transportadora para o RJ.Entra em contato com eles [procura no google] pra ver o valor real do instrumento.

    Apenas se lembre de que nenhum baixo chinês vem com cordas de verdade,as que vem não chegam na afinação e quebram,então assim que pegar o instrumento vai ter que comprar um jogo de cordas e pagar uma regulagem no luthier,pois os cavaletes vem empenados e bem altos,com as cordas com quase 5 dedos do espelho,e eles precisam de uma olhada na barra harmônica e na alma,pra ver se estão funcionando bem ou se precisam de algum pequeno ajuste(principalmente a alma),ele vem intocável mesmo.

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    e você fizer isso em um parrot,ou um Michael você quebra o espelho em uns 2-3 meses no máximo.

    Pronto. Desisti de vez. hauehuaehuaehuahe Sair com som ruim eu até aceitava, desde que fosse um ruim mas com a caracteristica principal. Mas torrar uma grana pro bicho dar pau em 2 meses, enquanto eu ainda estiver pagando, provavelmente, brochou total.

    chr19
    ClaudioBass
    Rafael do Baixo

    Valeu caras. Mas uma vez vou ter que segurar o impulso e juntar mais e mais grana. ARGH! hauehaueh

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    E, só por um acaso, tirar slap com som de slap mesmo em upright nem pensar né? Seria tão bom... huaehuae

    Rafael do Baixo
    Veterano
    # mar/08 · Editado por: Rafael do Baixo
    · votar


    RafaelFac

    Já toquei em um upright do Germano M. e em um do Eliezer de Lara,e em ambos dava pra fazer slap-back com um som legal,bem percussivo,só precisando de um equalizador de leve e de um reverb pra deixar o som mais redondo nessa técnica,mas tinham um porém,estavam com cordas de aço,e pra executar bem essa técnica o ideal é de nylon ou de tripas mesmo,pois danificam menos o espelho do instrumento,já que pra fazer o som percussivo além de bater com a palma da mão no espelho,ainda tem o rebote das cordas batendo contra ele.

    Quanto a captação não sei te responder se eram boas pra essa técnica,pois conheço muito poucas delas pra baixos upright e acústicos,mas a de ambos instrumentos responderam bem.

    Só não acho legal usar um upright elétrico pra isso,pois é fácil do som do slap parecer com o de um baixo elétrico,tem que trabalhar bem com a equalização.

    Fá Mendonça
    Veterano
    # mar/08 · Editado por: Fá Mendonça
    · votar


    RafaelFac

    Eu dei uma navegada no site deles. E minha opinião de profissional de TI é que você deve procurar uma outra loja, que já esteja consolidada no mercado, pois sua compra será de um valor relativamente alto para compras on-line.

    Não estou dizendo que seja um engodo, mas a loja não investiu em certificação digital própria, o que diz que o investimento financeiro deles não foi tão grande assim. O certificado digital tenta garantir segurança de seus dados pessoais através de um servidor seguro pelo protocolo https. A loja pode ser 100% confiável, mas eu, particularmente, não arriscaria.

    Parece que é uma escola de música, então vale a pena pesquisar sobre a escola e a posição da empresa no mercado de educação musical. O google sabe tudo, acredite... ele sabe!

    E como os amigos falaram, procurem um baixo acústico com mais qualidade. Quanto a loja, se quiser arriscar sem pesquisar, compre um produto mais barato e espere para ver o resultado. Confira tudo: qualidade da embalagem, nota fiscal, tempo de espera, estados de funcionamento e conservação do produto, acione o suporte técnico deles por telefone pra ver se é bom... Se todas essas etapas forem satisfatórias, aí você pode comprar mais. Ninguém está podendo perder dinheiro hoje em dia...

    Abraços

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    Rafael do Baixo

    Huuum... apesar da dificuldade de tirar o som certo, a possibilidade de ter um instrumento de qualidade, não me preocupar inicialmente com captação, grandes ajustes em luthier e facilidade de transporte são tentadores. Vou estudar sobre. Na verdade eu queria era achar um upright aqui em salvador pra testar ao vivo essa banana =).

    Fá Mendonça

    Valeu pela consultoria man! Eu já estava meio sem confiança, agora não vou por lá mesmo...

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    RafaelFac
    Para você que é experiente em contra-baixo acústico, você acha que mesmo para o slap, que é mais percursivo que sonoro (...)

    Sobre os demais assuntos no tema, o Rafael mandou bem...

    Sobre Slap no acústico, me perdoe mas acho isso aberração. Baixo acústico não foi feito pra isso. Depois que o Brian Bromberg apareceu no Youtube fazendo slap, two hands e tapping no acústico, isso virou febre. Slab em baixo acústico detona o espelho e o cavalete, além de dar uma sonoridade muito estranha. Se algum indivíduo arriscar um slap no meu baixo acústico ou no vertical, eu sento a mão nas fuças sem pena :-) quer tocar slap? então compre um baixo elétrico!!!!

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    makumbator
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass

    Vou discordar de vc mestre! No Rockabilly e Psychobilly se usa o slap no acústico como ferramenta básica há muito tempo, muito antes do Bromberg(é uma das grandes identidades desses estilos). Lembrando que os caras usam cordas específicas para slap no acústico(que são mais macias e leves, não arrebentam fácil e danificam em menor grau a escala), além disso, a captação também no espelho(além do ponto no cavalete), gera o som característico sem que se precise sentar tanto a mão no instrumento. Já toquei uma vez em um baixo muito bem regulado para Rockabilly, e ao contrário do que parece, era bem macio, e se conseguia o efeito do slap sem grande esforço ou trauma no instrumento.

    Vai dizer que isso aqui não é legal:

    http://www.youtube.com/watch?v=u0iicnBBy8k

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    makumbator
    Vai dizer que isso aqui não é legal:

    Aqui da empresa eu não consigo assistir...

    O problema é que eu tenho uma visão diferente da aplicação do acústico, aceito até quando dizem que sou "ortodoxo" em relação a esse assunto... Já assisti alguns vídeos de uns tempos pra cá com a gelera tocando slap e outras coisas percussivas no acústico, e honestamente, não consigo gostar... mas, como a palavra mesmo diz, é apenas uma questão de gosto, nada contra a quem curta!

    Meus conhecimentos em Rockabilly são parcos, e Psycobilly eu nem sabia que existia (só escutei falar nisso aqui no FCC). Talvez, se eu fosse fã desses gêneros, poderia ter até uma aceitação melhor do emprego do acústico em técnicas como o slap!

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    makumbator
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass

    Aqui da empresa eu não consigo assistir...

    dá uma olhada em casa depois...eu acho muito legal de se ouvir(apesar de não tocar esse estilo), quando entra a guitarra então, fica divino!

    O problema é que eu tenho uma visão diferente da aplicação do acústico, aceito até quando dizem que sou "ortodoxo" em relação a esse assunto

    Pior que eu também sou um pouco assim, mas isso acontece mais comigo no ato de tocar do que no de escutar e apreciar coisas que eu não tocaria(ou seja, para tocar sou mais conservador, mas para escutar sou bem liberal).

    Já assisti alguns vídeos de uns tempos pra cá com a gelera tocando slap e outras coisas percussivas no acústico, e honestamente, não consigo gostar... mas, como a palavra mesmo diz, é apenas uma questão de gosto, nada contra a quem curta!

    Claro, claro! Mas o tipo de slap no acústico que eu gosto mesmo é o do Rockabilly e Psychobilly, que a meu ver são muito diferentes do slap "normal" do baixo elétrico. Acho essa técnica muito mais interessante e musical que a mera aplicação dos mesmos conceitos do slap do elétrico no acústico(a la Bromberg). Aí sim concordo contigo, que para isso o elétrico seria o mais indicado. Mas a técnica do Rockabilly não se aplica no elétrico, ou seja, a sonoridade e a intenção é bem diferente.

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    makumbator
    ClaudioBass
    Rafael do Baixo

    Aproveitando a oportunidade ter pessoas que conhecem bem o acústico, já que eu não conheço patavinas, vou tirar algumas dúvidas:. =)

    Encontrei a RCF Scavone indicada pelo Rafael do Baixo e eles realmente tem uma variedade legal e disponivbilizam alguns Blaver a venda.

    O tampo de um baixo ser, teoricamente de pinho, é indicio de alguma coisa, seja boa ou ruim, ou só esta informação não serve de absolutamente nada?

    As regras de tamanho devem ser obedecidas fielmente, devo buscar um tamanho em que o "lá" fique aproximadamente em meu ombro,tenho 1,87 m, o que acabaria sendo um 4/4, ou é possivel tocar em um 3/4 ou até um 1/2, com um pino de suporte?

    Como funciona o pino de suporte?

    Valeu pela ajuda caras! =)

    makumbator
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    RafaelFac

    O tampo de um baixo ser, teoricamente de pinho, é indicio de alguma coisa

    Não quer dizer muita coisa, afinal como qualquer instrumento, como a madeira foi trabalhada(e como secou) é tão importante quanto. Não precisa ser necessariamente de pinho, há várias madeiras boas.



    As regras de tamanho devem ser obedecidas fielmente, devo buscar um tamanho em que o "lá" fique aproximadamente em meu ombro,tenho 1,87 m, o que acabaria sendo um 4/4, ou é possivel tocar em um 3/4 ou até um 1/2, com um pino de suporte?

    As regras de tamanho não são assim tão precisas, são mais parâmentros gerais(ou seja, dentro do que chamaria de 4/4, há diferentes medidas e shapes das partes do baixo). Mas te aconselho a comprar 3/4 ou 4/4. O 3/4 é mais confortável para tocar(abertura menor) e mais prático para carregar. Todos eles tem pino de suporte(chama-se de espigão). Eu prefiro o lá da corda sol na altura da linha dos olhos(eu tenho 1,80). Mas isso é pessoal, eu por exemplo gosto de tocar sentado com o instrumento bastante deitado(e por isso meu espigão fica bastante aberto), enquanto tem gente que gosta do instrumento mais de pé, e portanto com o espigão mais fechado.

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08 · Editado por: ClaudioBass
    · votar


    RafaelFac

    Como o Makumbator falou, não existe uma regra... eu por exemplo, tenho 1.72m, uso um 3/4, toco sempre em pé, e regulo o espigão (ou a estante no caso do vertical) pra que a nota sol da corda mi, fique na altura dos olhos, dessa forma, ao término de uma apresentação as dores nas costas são mínimas ou as vezes nenhuma :-) Mas, quando você começar a tocar o acústico, certamente vai encontrar a regulagem que ficará mais confortável pra você.

    O Stanley Clarke por exemplo, tenho um vídeo com ele tocando um 1/2, sentado, com a fá na altura do ombro!

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    RafaelFac
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass
    makumbator

    Valeu caras, mais uma vez deram uma grande ajuda.

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    makumbator
    Vai dizer que isso aqui não é legal:
    http://www.youtube.com/watch?v=u0iicnBBy8k


    Só hoje consegui ver o vídeo... pra quem curte o gênero, realmente parece ser bem legal. as coras dá pra ver que não são as mesmas utilizadas tradicionalmente... essas parecem ser feitas de nylon. Mas... cá pra nós... depois de uma apresentação de 2 horas tocando direto assim, o cavalete desse baixo deve ir pro espaço, não deve resistir no máximo a duas apresentações :-)

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    makumbator
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass

    as coras dá pra ver que não são as mesmas utilizadas tradicionalmente

    Pois é,são específicas, além da alma da corda diferente, são bem mais leves para que fiquem mais frouxas afinadas.

    cá pra nós... depois de uma apresentação de 2 horas tocando direto assim, o cavalete desse baixo deve ir pro espaço, não deve resistir no máximo a duas apresentações :-)

    hehehe...exagerado! Mas agora sério, com essas cordas pode passar o resto da vida dando slap que não danifica praticamente nada...

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    makumbator
    Mas agora sério, com essas cordas pode passar o resto da vida dando slap que não danifica praticamente nada...

    É isso... vivendo e aprendendo! obrigado pela informação!

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    makumbator
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    ClaudioBass

    É isso... vivendo e aprendendo! obrigado pela informação!

    heeheh...agora quem sabe vc não arruma o topete com bastante gel e encomenda um baixo acústico estilo sarcófago(ou modelo Zé do Caixão, fica a sua escolha) para mandar brasa no slap? hahsahas!!!

    ClaudioBass
    Veterano
    # mar/08
    · votar


    makumbator
    heeheh...agora quem sabe vc não arruma o topete com bastante gel e encomenda um (...)

    Ainda bem que meus poucos cabelos são cortados com máquina 1, longe de qualquer possibilidade de fazer topetes :-)

    [ ]s
    www.gravidadevertical.zip.net

    Caledonian
    Veterano
    # nov/08
    · votar


    Alguém mais conhece ou tem qualquer informação sobre essa loja?

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Loja ABC Musical em SP. Alguém conhece?