Rabecões Parrot e Michael

Autor Mensagem
RafaelFac
Veterano
# jan/08


Ae pessoal. Vendi um equipamento meu e pensei em investir a grana em um contra-baixo acústico. Encontrei modelos da Parrot e da Michael abaixo dos R$2000, mas será que vale a pena? Eu, obviamente, tenho certeza de que eles não são grande coisa, mas, fazendo um comparativo, seria algum deles ao menos o que é um Eagle ou um strinberg para o elétrico? Não quero gastar 2 barões em um instrumento que assim que eu pegue a manha, me arrependa de ter comprado.

Rafael do Baixo
Veterano
# jan/08 · Editado por: Rafael do Baixo
· votar


RafaelFac

Eu tenho um acústico da Michael,modelo VB40,e acho ele bem legal pelo preço dele,o problema de todo o baixo acústico chinês é que eles precisam ir pro luthier pra serem regulados,logo que tirados da loja,o michael vem com o espelho um pouco empenado,o braço é grosso e as cordas são um lixo total,como as que vem em todo baixo chinês (arrebentam antes de chegar a afinação!!!).

O ideal pra quem quer comprar um Michael,ou qualquer outro baixo chinês, é trocar as cordas por alguma realmente boa (Thomastik,Pirastro entre outras),desempenar o espelho,regular o cavalete,afinar o braço (no caso do michael) e colocar um cavalete de qualidade maior,fazendo isso vai ter um baixo legal que dá pra estudar por algum tempo sem problemas.

Lembrando que só um jogo de cordas custa em média uns 450 reais,que somados ao que vai gastar em regulagem vai dar no total uns 650-750 reais,fora o valor do instrumento e de acessórios (arco,case de arco,resina etc),no final acaba saindo tudo por um pouco mais de 3 mil reais,é um investimento um pouco alto.

RafaelFac
Veterano
# jan/08
· votar


Rafael do Baixo

Valeu pela resposta, man. Felizmente você me desiludiu, para investir no acústico, não tem para onde correr, tem que estar disposto a investir MESMO. Vou começar a considerar um upright elétrico agora =).

makumbator
Veterano
# jan/08 · Editado por: makumbator
· votar


RafaelFac

Não desista tão fácil. Vc pode procurar usados em bons estado(que normalmente já estão melhor preparados, e as vezes não precisa nem levar no luthier). O problema será achar uma boa compra por até R$ 2.000, mas a sorte pode sorrir para vc...quem sabe.
Uma coisa te falo, tocar o acústico(seja com arco ou apenas no pizz) é uma maravilha, uma sensação única, que um upright não vai te dar(já toquei em uprights tops e outros nem tanto, e a sensação é diferente). Quem sabe vc não pode guardar esses R$ 2.000 e juntar mais? Com R$ 3.000 vc acha usados legais...

RafaelFac
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator

É, não havia pensado em usados, provavelmente porque aqui em salvador deve beirar o impossível achar uma rabeca usada, mas é uma bonissima opção realmente. Eu só toquei o gigante uma vez, na loja, só para ter o gostinho. Desde lá fico sonhando em comprar um hehehe

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


RafaelFac

Na federal da Bahia tem curso de contrabaixo? Se tiver, basta vc entrar em contato com os professores, sempre tem alguém desesperado por dinheiro vendendo instrumento bom e barato...quem sabe???

Tenta isso!!!

RafaelFac
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator

Mais uma boa ideia man. Tem CB aqui sim, vou dar uma pesquisada.

ClaudioBass
Veterano
# jan/08
· votar


RafaelFac
Vou começar a considerar um upright elétrico agora =).

Ano passado fiz um Upright com o Luthier Germano M, e estou bastante satisfeito com o resultado. Eu tenho um acústico da Nhureson e um Upright, e em termos de braço e espelho os dois tem a mesma pegada, não sinto tanto essa diferença que o makumbator citou. Mas, tome cuidado, existem alguns Uprights no mercado que mais parecem um braço de fretless adaptado na vertical. Outro detalhe é que um Upright de boa qualidade pode sair mais caro do que um Acústico. Um Nhureson Acústico e um Germano Upright estão pau-a-pau no preço, mas os dois são instrumentos maravilhosos!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


Rafael do Baixo
cara, michael se não me engano é fabricdo no Brasil mesmo, aqui em BH por sinal

Rafael do Baixo
Veterano
# jan/08
· votar


eomer

Ele é montado em BH mesmo,mas todos os componentes (madeiras,cavalete,espigão,cravelhas,estandarte,cordas etc) vem da China,é mais fácil assim pra eles importarem porque o baixo vem numa caixa com um pouco mais de 2 metros,e seria muito caro pra eles importarem alguns baixos desse tamanho e com segurança.

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


Rafael do Baixo
entendi

po, eu tinha pensando em comprar um rabecão da michel pra mim, mas depois desse topico perdi a vontade

acho que vou tentar roubar o violina Stradivarius de uns 80 anos (inteiro por sinal) que um amigo meu tem

Dpaulo
Veterano
# jan/08
· votar


Já toquei num michael é achei uma porcaria.
De fabricação nacional o melhor sem dúvida é o Nhureson, mas não tenho idéia de preço.

Rafael do Baixo
Veterano
# jan/08
· votar


eomer

É como eu falei cara,o Michael é um baixo legal pra aprender,assim como o Parrot e o Blaver,o problema é que todos tem que ser regulados e encordoados pra poder serem tocados,uma opção de cordas baratas,pra quem não tem 400 contos para as cordas boas,são as Mauro Calixto que custam uns 200 reais e quebram um galho até.

O lance é tentar procurar um baixo usado mesmo,porque ele já passou por essa fase de regulagens específicas e compra de cordas e acessórios,já vem pronto pra tocar,é bem mais jogo.

O lance é não desistir do acústico,é ótimo você tocar o instrumento e sentir ele vibrar a cada nota tocada,é uma sensação única.

ClaudioBass
Veterano
# jan/08
· votar


Dpaulo
De fabricação nacional o melhor sem dúvida é o Nhureson, mas não tenho idéia de preço.

Você compra um Nhureson zerado hoje na faixa de 5 Mil Reais, é instrumento top de linha. Mas, na minha opinião, aqui no Brasil a melhor opção de compra, venda e fabricação de acústicos é o Athelier Paulo Gomes em São Paulo. ele compra uns baixos europeus e reforma todos no Athelier, e coloca pra vender numa faixa de 2 a 3 Mil, os instrumentos ficam com a qualidade Paulo Gomes, vale a pena dar uma olhada: http://www.paulogomes.com.br/

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


EITA
a mão ta coçando ja pra comprar um rabecão, mas a grabna ta curta, nem um cinco cordas bom eu to conseguindo comprar....
mas vou juntar dinheiro durante o ano, quem sabe ano que vem... mja até to vendo a cara da minha velha me xingando todo por causa do tamanho do baixo

ah, uma coisa, eu tenho 1,70 de altura, medida legal seria o 3/4 ou pode ser o 4/4 mesmo

makumbator
Veterano
# jan/08 · Editado por: makumbator
· votar


eomer

3/4 normalmente é mais confortável, acho os 4/4 muito grandes, e se vc tiver o instrumento regulado e com boas cordas, a diferença de potência sonora não é tão grande. Mas lembre que essas medidas 3/4, 4/4, 2/4, etc... não são seguidas como um padrão imutável em todo o instrumento, há variações DENTRO dessas medidas gerais, aalém do que, instrumentos reformados e mexidos podem ter algumas de suas características alteradas para gerar mais conforto(a relação comprimento de corda X tamanho da posição é o principal a ser levado em conta).

ClaudioBass
Mas, tome cuidado, existem alguns Uprights no mercado que mais parecem um braço de fretless adaptado na vertical.

A maioria parece ser assim, acho que também para atrair os baixistas elétricos e tornar o instrumento mais fácil para quem nunca tocou um acústico. Em muitos uprights é quase impossível usar o arco, por causa da pouca curvatura e distância entre as cordas pequena(como em um elétrico). Concordo contigo, acho péssimo dessa maneira, pois se o cidadão vai usar um desses, é melhor pegar logo um elétrico fretless com cordas flat, que vai dar praticamente o mesmo som sem o incoveniente do tamanho. Se for para usar upright, ele tem que ter o braço e espelho(e curvatura) em conformidade com um acústico. Um luthier daqui já fez um upright para um colega na mesma medida do acústico que o cara já tinha e tocava, então a abertura, tensão, e curvatura eram as mesmas nos dois instrumentos, facilitando a técnica.

Dpaulo
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator
qual luthier?

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


Dpaulo

Caio Caravelli, oriundo de BH, mas que reside e trabalha em Juiz de Fora-MG há alguns anos. Ele faz ótimos baixos elétricos(principalmente fretless), mas já fez alguns uprights. Ele é especializado em baixo(tanto que nem gosta de fazer guitarra, violão, e outros), ele se concentra nos contrabaixos mesmo.

ClaudioBass
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator

Eu sou do Rio, e o único Luthier que encontrei que faz um vertical com as exatas medidas e características do acústico, e execução confortável com arco, foi o Germano M de São Paulo. Os outros que pesquisei ficavam entre aqueles modelos híbridos, uma espécie e "Up-Fretless".

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


ClaudioBass

Mas ele já faz nessa linha de características de acústico, ou o que ele fez para vc foi assim porque vc pediu?
Outro problema nos uprights(ao menos para mim) é a questão do apoio do corpo do instrumentista no corpo do baixo, que no acústico é perfeito(e pode-se soltar as mãos do instrumento sem que ele se mova ou caia). As soluções para simular isso nos uprights nunca me agradou totalmente, o instrumento parece sempre solto e disconfortável no corpo...ao menos para mim...como é o seu nesse ponto?

Dpaulo
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator
Caio Caravelli
Ele tem site?

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


Dpaulo

Não, até teve uma época(com outra pessoa cuidando), mas como ele não saca nada de computador, acabou fechando o site.

Quer o telefone dele?

Aqui uma matéria de um portal da região sobre ele:

http://www.acessa.com/nossagente/arquivo/artistas/2006/12/12-caio/

ClaudioBass
Veterano
# jan/08
· votar


makumbator
Mas ele já faz nessa linha de características de acústico, ou o que ele fez para vc foi assim porque vc pediu?

Ele já faz neste padrão mesmo, toma como base um modelo 3/4.

Outro problema nos uprights(ao menos para mim) é a questão do apoio do corpo do instrumentista no corpo do baixo, que no acústico é perfeito(e pode-se soltar as mãos do instrumento sem que ele se mova ou caia).

Problema nenhum, super tranquilo... o baixo fica adaptado numa estante, você não faz força alguma e nem corre o risco do instrumento se mover ou cair. Isso ajuda demais na execução com arco.

Pra quem tiver curiosidade de ver, coloquei no Fotolog 26 fotos do processo de construção desse instrumento, desde a seleção das madeiras até o instrumento pronto pra execução, passando também pelos detalhes do hard case... pra quem quiser conferir e opinar, o endereço é: http://gravidadevertical.nafoto.net/lastPeriod.html

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


tem upright com fret?
eu ainda num tenho a manha de tocar um baixo fretless sem marcação

ClaudioBass
Veterano
# jan/08
· votar


eomer
tem upright com fret?
eu ainda num tenho a manha de tocar um baixo fretless sem marcação


Sim, existe upright com marcações Fretlines, mas se você não "arriscar" e persistir em tocar sem as marcações, aí não vai opegar a "manha" nunca!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


eomer


mas se você não "arriscar" e persistir em tocar sem as marcações, aí não vai opegar a "manha" nunca! (2)

Exato. É o dilema Tostines: É gostoso porque vende mais ou vende mais porque é mais gostoso? Se vc não estudar sem as marcas(ou sem olhar para elas, caso o instrumento já as tenha) nunca vai conseguir tocar sem elas como "muleta"
Com treino e prática o seu cérebro vai aprender aonde estão as notas(a chamada memória muscular) sem precisar olhar antes, e após tocar, seus ouvidos confirmarão que a afinação está correta. Mas tem que ter paciência no começo, e manter o contato diário com o instrumento para não perder o "mapa" mental das notas.

ClaudioBass

Problema nenhum, super tranquilo... o baixo fica adaptado numa estante

Legal o instrumento(gostei do estojo também!). É uma estante de bateria que o segura, não?Falo do problema de sustentação porque alguns que também usam o esquema de estante (as vezes com uma curvinha simulando o corpo do acústico na lateral), não ficam firmes, balançam um pouco. O seu é firme MESMO?

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


ClaudioBass
makumbator
entendi
tava querendo transformar o meu bass em fretless com os fretlines quase na cor da escala

ClaudioBass
quanto fica um upright bonitão desse que vc tem?

ClaudioBass
Veterano
# jan/08 · Editado por: ClaudioBass
· votar


makumbator
não ficam firmes, balançam um pouco. O seu é firme MESMO?

Sim, é uma estante de bateria e quanto mais você abrir a base da estante, mais firme ele fica. No final do corpo desse baixo, tem um par de tirantes que vão até a base do pedestal e funcionam como uma espécie de "cabresto", dando mais estabilidade ainda.

eomer
tava querendo transformar o meu bass em fretless com os fretlines quase na cor da escala

Em particular, acho que não vale a pena, assino em baixo do que o makumbator falou. Se estás a fim de enveredar pelo mundo das escalas não-temperadas pra futuramente chegar ao gigante, então comece com um fretless sem linhas.


quanto fica um upright

O valor total desse instrumento, incluindo o hard case, e mais os R$ 120,00 de seguro de transporte da Varig Log de SP pro Rio, saiu por 4 mil reais, levou 63 dia pra ficar pronto!

[ ]s
www.gravidadevertical.zip.net

makumbator
Veterano
# jan/08
· votar


eomer

tava querendo transformar o meu bass em fretless com os fretlines quase na cor da escala

Se puder gastar um pouco mais, vc pode mudar a escala toda(assim não haverá linhas dos fretes). É claro que apenas retirar os fretes e preencher fica mais barato(e funciona da mesma forma), mas para fundamentar de maneira segura sua memória muscular no baixo sem trastes, se não houver nenhuma marcação, é o melhor.

eomer
Veterano
# jan/08
· votar


olha so galera
eu achei esse Stagg aqui http://www.musicalgrellmann.com.br/loja/produto.php?loja=54103&IdProd= 1447

aqui em BH ele custa uns r$470,00

será que compensa?

o problema é que a grana aperta um tiquinho pq to precisando comprar um 5 cordas
ai tinha pensando em comprar o 5 cordas e transformar o meu em fretless, bom, mas a opnião de vcs aqui vai ser fundamental pra eu decidir

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Rabecões Parrot e Michael