Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Pro Tools | First : Grátis!

      Autor Mensagem
      Del-Rei
      Veterano
      # jan/15


      Pra galera que curte um Pro Tools de grátis, rs.

      Foi lançada a versão Pro Tools | First .

      http://www.avid.com/US/products/pro-tools-software-comparison-table

      Tem algumas limitações, claro... rsrs.
      Vou ver se baixo pra dar uma testada!

      Um aceno de longe!!!

      makumbator
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: makumbator
      · votar


      É grátis até a "página 2"...heheh!

      Além de várias restrições (que toda versão capada de DAW possui, como menor quantidade de canais, menor quantidade de canais gravados ao mesmo tempo, menos efeitos, sem suporte a arquivos de vídeo, etc...) ele é todo na "nuvem" e só pode se ter até no máximo 3 sessões. Ou seja, a cada 3 você precisa apagar outra pra pode criar novos projetos.

      Aí que vem a pegadinha, a Avid vai vender espaço na nuvem (pra se poder ter mais de 3 projetos) e os plugins (que vão ser pagos).

      Na verdade ele ainda não está disponível, mas é basicamente isso:

      http://apps.avid.com/protoolsfirst/

      Casper
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Boa notícia. Pretendo experimentar.

      Rachmaninoff
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Não curti, pra mim é pegadinha... mas quem usar, favor fazer um review.

      Jabijirous
      Veterano
      # jan/15
      · votar


      Ainda não está liberado!

      makumbator
      Veterano
      # jan/15 · Editado por: makumbator
      · votar


      Jabijirous
      Ainda não está liberado!

      Sim, ainda não saiu. Além do problema de limite de projetos (e o fato deles ficarem guardados na nuvem da Avid, e não localmente no disco do usuário) tem também o lance de só funcionar com plugins AAX, então nada de VST nele (assim como o PT 11), apesar de ser possível carregar plugins AAX que por sua vez carregam outros VSTs (como o Vienna ensemble e o Maschine da Native).

      Casper
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Caro makumbator:

      O que tem nativo nesse pro tools é muito mais
      do que eu preciso:

      http://www.avidblogs.com/namm-2015-pro-tools-first-is-free/

      Na verdade só o EQ Dynamics Bundle é suficiente,
      para o meu tipo de uso.

      Slash_1989
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Eu não entendi esse lance do PT grátis... Não tinha há um tempo atrás uma versão "starter" que era praticamente a mesma coisa? Você ia comprando os recursos adicionais que queria ter, etc...

      makumbator
      Veterano
      # fev/15 · Editado por: makumbator
      · votar


      Slash_1989

      O lance é que agora a Avid quer tudo na "nuvem" (incluindo os projetos do usuário). É uma proposta bem diferente, que visa basicamente pescar o usuário que acha que é "quase a versão full, mas grátis" e tentar vender a ele espaço de nuvem (para mais projetos) e quem sabe até uma licença do PT full no futuro.

      Para o Sibelius eles já estão em vias de lançar um sucessor do scorch (que é um visualizador web muito usados em dezenas de lojas de partitura digitalizada) e que também terá esses esquemas de nuvem. Mas pelo menos ainda deixaram intocado o Sibelius completo.

      Prevejo que em um futuro próximo eles adotem a péssima política de venda de "suporte e upgrade" de licença para o Sibelius (nos moldes do PT) e talvez no futuro até tentar forçar essa questão de dados na nuvem.

      Casper
      O que tem nativo nesse pro tools é muito mais
      do que eu preciso:


      Sim, pra muita gente é até muito (apesar que pra mim a falta de editor de partitura integrado é algo que me afastaria totalmente dele). Só não me desce esse lance do limite de projetos e deles terem que ficar hospedados nos servidores da empresa(então não se pode trabalhar offline em outro projeto além do último que se acessou, fazer backup, etc...). Isso pra mim é inaceitável.

      Outro ponto negativo é que qualquer plugin (mesmo AAX) ficará incessível no PT grátis, pois apenas as versões compradas na loja da Avid, e designadas a ele poderão rodar (então mesmo que o usuário tenha algum plugin em versão AAX instalada no computador não poderá usar)

      Jabijirous
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Sim, pra muita gente é até muito (apesar que pra mim a falta de editor de partitura integrado é algo que me afastaria totalmente dele). Só não me desce esse lance do limite de projetos e deles terem que ficar hospedados nos servidores da empresa(então não se pode trabalhar offline em outro projeto além do último que se acessou, fazer backup, etc...). Isso pra mim é inaceitável.

      Pra isso tem o rewire no sibelius!

      Slash_1989
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Do jeito que as coisas estão indo, da vontade de quebrar meu ilok e voltar a hastear a bandeira pirata!

      makumbator
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Jabijirous
      Pra isso tem o rewire no sibelius!

      O rewire é bom, mas não serve para editar midi no programa de gravação (uma vez que as opções midi no Sibelius não são tão extensas). Não sei você, mas na verdade em termos de midi não troco o Cubase por nada, por conta dos inúmeros editores (mais que qualquer DAW), os filtros, plugins midi, VST expression , sem contar o editor lógico, etc...

      Mas no fundo eu não usaria uma DAW sem editor de partitura, mesmo podendo abrir rewire. É o que me afasta totalmente do Reaper (por exemplo).

      Slash_1989

      Calma...hsahsah! Vamos ver se esse modelo de negócio se sustenta. Mas realmente se eu fosse usuário de PT (ou de Sonar, que recentemente entrou nessa onda) eu estaria preocupado.

      JJJ
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Galera... Esse negócio de nuvem pra textos, fotos e tal até vai.

      Mas se eu estiver gravando uma Echoes da vida com 20 tracks de 20 minutos cada uma a, digamos, 24/96... isso ai vai ficar complicado, né não??? Haja banda larga pra trabalhar com essas coisas na "nuvem"! Ou eu entendi errado a parada?

      Jabijirous
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      makumbator

      Entendo teu ponto de vista! Eu faço ao contrário, escrevo tudo e depois vou sequenciar!

      O bom do rewire é que eu não precisaria passar pra PDF hehehehehe E quando houver mudança, mudo logo no programa!

      Ismah
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      É uma bilada Cino!!!

      Adler3x3
      Veterano
      # fev/15 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Eu uso várias Daws em um projeto, e a maioria tem este recurso.
      E até hoje não me dei por satisfeito em usar o rewire.
      Primeiro porque exige muito da máquina,
      Segundo porque complica o processo de edição, é melhor importar e exportar os mids e fazer os ajustes e gerar o áudio.
      Claro em algumas situações o rewire pode ser útil, mas este processo esta longe de ser uma boa ligação entre softwares, fica complicado em fazer a edição.
      Quem criou isto foi o desenvolvedor do Reason, que é uma DAW que tem boas características de edição e bons instrumentos e sintetizadores, mas num modo fechado, não aceita Vsts, e isto foi feito para numa outra DAW você poder acessar os instrumentos.
      Na relação de ponte entre outras DAWs o negócio não funciona tão bem, e em alguns casos não é nada prático.
      É muito mais seguro e estável criar uma track num software e depois exportar para a outra DAW.
      É só importar e exportar sucessivamente, deletando e substituindo os arquivos ultrapassados.
      No caso de ponte no Linux usa-se o Jack Control, que oferece melhores opções de ligações entre diferentes softwares de áudio, tem até versão para o Windows, mas não recomendo porque ainda esta instável.

      E este negócio de nuvem é relativo, a Internet no Brasil todos sabem é uma calamidade, cada vez que viajo e uso a 3G fica muito lento, nem roda o 2G, quem dirá o 4G.
      Se nem no 2G o negócio funciona direito como podem falar em 4G.
      É uma piada, você só vai ter uma Internet rápida se pagar bem pesado num pacote especial para isto, e desde que esteja plenamente disponível no seu bairro, no mais é tudo ilusão , e desperdício de grana, na Internet mais cara do mundo.
      A internet móvel só funciona direito em alguns bairros, de alto poder aquisitivo, e olha lá, no mais é pior que uma internet discada nos antigos modens.
      E se você trabalha com áudio criando tracks você sabe que os arquivos são pesados.
      É muito melhor trabalhar off-line desligando até a internet e antivírus, o computador fica mais rápido, e como uso softwares legalizados, não tem problemas com vírus.
      E você pode se concentrar no projeto, na música, pois a Internet é uma boa fonte de informação, mas dispersa a atenção, e começamos a navegar e nunca sabemos aonde vamos parar, é contraprodutivo.
      E isto de estar tudo nas nuvens vai criar uma dependência indesejável, você vai ficar amarrado, e vai ter que pagar pelo resto da vida, fora que por estar on-line sempre vai estar suscetível a propagandas e outras mensagens que vão te atrapalhar.
      Eu acompanhei num passado recente algumas DAWs On-line, com tudo nas nuvens, nada de muito sofisticado, e a maioria destas Daws simplesmente desapareceu, isto é não conseguiram sobreviver, e se você tinha alguma coisa lá em cima, perdeu tudo.
      Isto vai ficar na mão de meia dúzia de grandes empresas, e novamente corremos o risco do surgimento de mais monopólios.

      JJJ
      Veterano
      # fev/15
      · votar


      Adler3x3
      se você trabalha com áudio criando tracks você sabe que os arquivos são pesados.
      É muito melhor trabalhar off-line desligando até a internet e antivírus, o computador fica mais rápido, e como uso softwares legalizados, não tem problemas com vírus.


      Isso aí.

      Casper
      Veterano
      # mai/15
      · votar


      E esse bagulho, sai ou não sai?

      Casper
      Veterano
      # mai/15
      · votar


      Quase lá:

      Pro Tools | First

      Your copy is coming soon

      Pro Tools | First is almost here! Due to massive demand, we’re sending out download invitations in phases to ensure the most stable music creation experience. The first invites have already been sent, and your download is coming soon—stay tuned.
      In the meantime, here’s what you can look forward to with
      Pro Tools | First:

      Make music with the same software the pros use and rely on
      Quickly turn your musical ideas into fully realized, professional-quality songs
      Create everything from urban beats and synth sounds, to driving guitars and more
      Collaborate worldwide with friends, bandmates, producers, and more

      Share the news with your fellow musicians and friends!

      Casper
      Veterano
      # jun/15
      · votar


      https://vimeo.com/128537805

      Adler3x3
      Veterano
      # jun/15 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Makumbator

      Eu também estou acostumado com o uso de partituras dentro da DAW, este é um dos motivos que uso o Mixcraft por ter um editor interno, mais simplificado é claro, mas funcional.
      Só com o piano roll não me sinto bem, gosto de observar as notas na pauta, para conferir se fazem sentido e tem uma certa estética.
      No Reaper fizeram uma tentativa de incluir a partitura tem até uma versão um pouco mais antiga (não tão velha) que tem o editor, mas parece que não deu muito certo, e o projeto foi suspenso até segunda ordem.

      Adler3x3
      Veterano
      # jun/15 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Bem a hora que liberarem de verdade você avisa.
      Só testando para poder emitir uma opinião bem embasada.

      Como será que é este instrumento virtual xpand 2, será que tem uma boa biblioteca.?
      Agora esta questão de ficar tudo nas nuvens traz muitas limitações e dependências.
      Se você vai para o interior remoto, num sítio ou numa fazenda não tem acesso a internet, e se tiver acesso mal vai dar para ler os e-mails.
      No litoral do Paraná parece que a Internet é parceira do projeto de preservação das tartarugas, que também aqui deixam os seus ovos na praia.
      É o projeto Tamar (tá mal) das operadoras, em prol da lentidão, pois tem que preservar as tartarugas das conexões.
      E você busca uma paz numa espécie de recolhimento, e vai querer produzir música, então tem que ter tudo dentro do micro, e levar muitos DVDs, hd externos e pendrives.

      inExperienced
      Veterano
      # ago/15
      · votar


      Recebi o e-mail pra instalar o programa hoje e... surpresa meu pc é 32 bits, o Pro Tools First é compatível com 64 bits.
      Aff.

      makumbator
      Veterano
      # ago/15
      · votar


      inExperienced
      Recebi o e-mail pra instalar o programa hoje e... surpresa meu pc é 32 bits,

      Ah, mas sistema de 32 bits nem vale mais a pena para as empresas ficarem dando suporte. Acho correto não lançarem com versão para 32 bits.

      inExperienced
      Veterano
      # ago/15 · Editado por: inExperienced
      · votar


      Ah, mas sistema de 32 bits nem vale mais a pena para as empresas ficarem dando suporte. Acho correto não lançarem com versão para 32 bits.

      Blz, mas existem muitas pessoas qeu ainda tem PCs com este sistema. Particularmente nem faço planos de trocar o meu, pro meu uso atende super bem.

      + Por curiosidade tentei instalar no PC do meu trabalho que é 64 bits, mas não funcionou por ser apenas 2 GB de RAM.

      Ai não da, eles não observaram estes detalhes que em meu ponto de vista está de certa forma queimando o filme deles.

      Fiquei em uma expectativa danada, pra no final me frustrar.

      makumbator
      Veterano
      # ago/15
      · votar


      inExperienced
      Ai não da, eles não observaram estes detalhes que em meu ponto de vista está de certa forma queimando o filme deles.

      Nem é isso que queima o filme deles (e sim gestão da empresa como um todo, que é patética). Mas isso é outra discussão...heheh!

      Eu entendo que muita gente não pode ter o sistema em 64 bits, mas ele já está presente na informática desde o começo do século XXI. Tem um momento que as empresas precisam abandonar o passado, pois isso trava o desenvolvimento de software destinado a sistemas mais modernos. Eles pensam o sistema para um computador "médio", mas atualmente mesmo nos mais básicos recentes o sistema é em 64 bits

      Te dou um exemplo, os próprios programadores da Steinberg relataram que manter suporte ao windows 7 32 bits no Cubase 8 Pro trouxe diversos problemas para ambas as versões. No próximo eles dizem que vão abandonar a versão 32 bits por conta disso.

      As empresas pensam na otimização na programação e no suporte, pois isso do ponto de vista delas faz sentido abandonar a versão 32 bits. Mesmo que á custa de uma parcela de possíveis usuários com sistemas mais antigos.

      JJJ
      Veterano
      # 17/dez/17 20:52
      · votar


      Ressuscitando...

      Depois de morte trágica do Sonar, estou experimentando tudo, então...

      Acabei de baixar saporra. Está instalando. Depois vou postando as impressões.

      Tem que se cadastrar na Avid e tem que ter o iLok. Já abri o iLok aqui, pra ver a licença (isso é feito até antes do download).

      De cara, tem algo estranho... baixei o instalador pra windows (2 giga e tal), unzipei numa pasta aqui e parece que já está tudo lá (tipo fosse "portable"), em vez de um arquivo único de setup. O que não bate com a documentação, que parecia indicar um arquivo específico pra clicar...

      OK... já estou acostumado com documentação não bater mesmo... rs

      Como, no meio da bagunça, tem um "setup.exe", fui nele. Vamos ver no que dá...

      Nesse momento, está instalando um monte de "pré-condições".

      Agora instalou tudo e pediu pra fazer restart do computador. Então, vou parar por aqui, depois continuo quando tiver novidades...

      JJJ
      Veterano
      # 17/dez/17 21:08 · Editado por: JJJ
      · votar


      Restartei.

      Começou a entrar, brigou com minha interface Presonus (buffer size) e fechou sozinho...

      hummmm... mau começo... kkkkkkkkkkkkk

      Vamos continuar tentando...

      JJJ
      Veterano
      # 17/dez/17 21:27
      · votar


      Nada feito com a Presonus... Tive que usar o ASIO da Creative da minha anciã Audigy 2 Zs (tudo funciona com essa plaquinha, até hoje... impressionante...).

      Abri um template de funk aqui... Interessante.

      Engraçado que, durante a inicialização ele achou alguma coisa fora dele (plugins waves, no caso) mas não estou encontrando, não sei se por algum problema ou por bloqueio mesmo.

      Bom... Agora é fuçar....

      JJJ
      Veterano
      # 17/dez/17 21:51 · Editado por: JJJ
      · votar


      Hummm... ele "achou" o rewire do reaper e o melodyne... talvez essa coisa da limitação de plugins não exista.

      O fato é que eu nunca instalo AAX aqui (sempre desmarquei a opção), então teria que reinstalar alguma coisa, pra ver se tem ou não essa limitação de usar plugins "de fora". Já vi que eles vendem pelo programa (marketplace), mas não me interessa, já tenho plugin pra tudo aqui, não vou comprar nada.

      Ou seja: se der pra usar os plugins (os que tem AAX), é uma opção bem interessante (desde que você não tenha apenas uma Presonus igual à minha, como interface...). Se ficar limitado aos plugins internos, pra mim, é meio inútil.

      Quanto ao tal limite de 3 projetos que foi falado em cima, ainda não sei.

      Particularmente, não achei a interface lá muito atraente (a expectativa talvez fosse alta demais, por se tratar do todo-poderoso pro tools), mas o workflow básico foi muito fácil, peguei rápido.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pro Tools | First : Grátis!

      306.433 tópicos 7.907.670 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital