New Sonar e agora

Autor Mensagem
Edson Caetano
Veterano
# jan/15


Seguidor do Cakewalk Sonar a uma década... Literalmente, hoje recebi o newsletter com as novidades da empresa

Vamos esquecer neste momento as novidades do software em si, e ir ao que interessa a nova modalidade da empresa

A numeração mudou, vamos esquecer este papo de 7, 8, 8.5, X1, X2, X3 ... agora o Sonar simplesmente tem 3 versões Artist, Professional e Platinum, e você agora é obrigado a virar um Membership

Pelo que entendi a partir de agora, você é um assinante da empresa (já acontecia com outras empresas como a Adobe) e a Cakewalk vai renovar seu produto Flagship anualmente e o cliente terá direito as atualizaçoes e presentes da empresa pelo período de 12 meses

E aí, como funciona o principal $$$$
você paga pelo mebership uma taxa fixa total para uma das 3 versões escolhidas, uma única vez ou escolhe pagar mensalmente

Vamos ao meu caso específico dono da já antiga versão X3 Producer...

Precisei migrar minha account para a nova versão, foi fácil, todos os meus produtos préviamente estavam lá intactos com os seriais e links para novo download, separados por categoria, e o novo Cakewalk Command Center, instalando agora

Agora preciso decidir o que fazer...

me cobraram 149,90 dolares para migrar para o Sonar Platinum, pagos em 12 parcelas de 14,90 ou de uma vez só, lembrando que independente disso você fica membro por 12 meses e tem direito a tudo neste tempo

Acabou 1 ano, se prepare, provavelmente mais 149,99 para o novo Sonar e ser membro por mais 12 meses ... e é esta a nova pegadinha, para se manter fiel a empresa e atualizado com seus produtos a partir de agora mensalmente ou anualmente para o resto da vida deverá ser feito aportes de dolares kkk

ps... a empresa deixa claro, a partir de 12 meses e/ou pagamento unico e você não quiser mais fazer parte do clubinho Sonar, o programa é seu, só para de receber as atualizações e a certeza que logo no inicio de ano será lançado novo programa kkk

E aí a pergunta... e agora?? o que acham disso

posteriormente vou colocando as novidades da treta aqui, mas infelizmente quase 450 reais mais pobre

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


Cakewalk Command Center ... está novidade é agradável para quem usa ou quer usar seu programa em mais de uma máquina, ao invés de ter que comprar uma licensa para cada máquina que for usar, você simplesmente conecta seus produtos ao CCC e instala nas máquinas que quiser, ai simplesmente escolhe aonde e quando quer usar o que quiser

Seria algo como os dongles da Steinberg, mas a validação aqui é com a instalação do soft e senha simples, mais fácil

Esta história de licensas sempre foi um saco para mim, que uso 3 computadores, dois no Home e um Notebook, a cakewalk antes deixava instalar sem frescuras, mas as empresas que trabalhavam para ela não como o Melodyne que só funciona em um unico computador, o Notion, então precisar escolher em que maquina deixar a licensa ativa era um saco

Isso foi bacana

JJJ
Veterano
# jan/15 · Editado por: JJJ
· votar


Vi ontem. Pelo que eu entendi (li muito rápido) acho que tem duas formas: uso mensal ou comprado (tipo a Microsoft está fazendo com o Office).

Dei uma olhada no Steam pra ver se tem alguma promoção de upgrade, mas, até agora, nada.

Se tiver que pagar todo ano, fico do jeito que estou (mas acho que não é isso não).

Quanto às licenças... acho que pelo Steam dá pra usar em mais de uma máquina.

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


JJJ
Então comprando o Sonar a vista ou parcelando mensal (12 parcelas) você é dono do software e tem direito a atualizaçoes pelo período de 01 ano, parou de pagar, não é mais membership e fica com a versão antiga do programa

Mas acredito que a intenção agora seja de renovar anualmente os programas, te forçando para ficar atualizado com as novidades da empresa pagar novamente a vista ou as 12 parcelas do upgrade previsto

não é que nem a Microsoft (a qual sou assinante) o valor é muito pequeno pelo que se recebe (20 reais / mes pelo Office completo incluindo o Publisher, 1Tb no One Drive, 60 Minutos de Skipe) se parar de pagar acabou, porem 60 minutos se fosse no celular me custariam muito mais do que 20 reais, então vale muuuito a pena

a Cakewalk esta cobrando bem mais caro, mas você está levando um produto que tem vida de 1 ano kkk ( Claro que vai ser funcional por muito mais tempo se assim o usario quiser, mas sem suporte fica ruim )

mas nem chega ser tao caro quanto Adobe vem cobrando 99/mes pelo seu pacote de arte grafica

--- Preços para quem está pensando em entrar no mundo do Sonar

Versão artista... faz muita coisa 99U$ ou 9,90 mensais
Versão Profissional... um meio termo 199U$ ou 19,90 mensais
Versão Platinum... milhares de coisas por 499U$ ou 49,90 mensais

A Cakewalk vai continuar com o tradicional pacote de upgrades com preços que variam de qual Sonar você tem e de que versão ela é no meu caso ficou 149,90US ou 14,90 mensais

Fez o upgrade, virou membership, comprou o soft no pacote que você quiz, pronto a partir de agora, você começa a pagar anualmente a renovação

Versão Artista 49$ ou 12 de 4,90
Versao profissional 99 ou 12 de 9,90
Versao Platinum 199 ou 12 de 19,90

Sem choro, sem vela kkkkk
Ou faz como você diz "fica do jeito que está"

Porem imagino eu, no momento que quiser voltar a plataforma vai ter que comprar o software do ano atual, ou com os preços compativeis com os anos que deixaram de ser contados

Por exemplo hoje muitos que são donos de versoes Sonar 6, 7, 8 até a X2 (penultima versão) pagam 399,00 pela versão platinum atual

Escrevendo muito né, porque ainda não me caiu a ficha direito kkk será que sou tão caxias com o Sonar que a partir do ano que vem eu passe a deixar 200 doletas anuais para ela ? (fora as promocoes de third parties que eu acabo comprando tambem)

JJJ
Veterano
# jan/15
· votar


Edson Caetano

Cara, se for assim, eu fico com o X3 até encher o saco (ou enquanto funcionar).

Mas a coisa ainda está meio nebulosa (tanto que ainda vendem o X3 no Steam).

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Edson Caetano
Pelo que entendi a partir de agora, você é um assinante da empresa

Eu odeio esse método. A Steinberg tem sondado os usuários do Cubase sobre o mesmo assunto no fórum (e com pesquisas para usuários registrados). A resposta do público foi péssima. A maioria esmagadora foi contrária.

A Avid meio que embarcou nisso também (mas o motivo deles é claramente fazer muito caixa bem rápido, ainda mais agora que voltaram a ter ações na bolsa após ficarem 1 ano banidos pela justiça). No caso do Pro tools a pegadinha é comprar a assinatura de suporte e atualização (acho que 199 por ano...cara pra carai). A sacanagem é que se o camarada resolve não atualizar de um ano pra outro parece que ele vai ter que comprar a licença do zero se quiser atualizar no futuro!!! Uma licença sem assinatura ficaria perpetuada na versão em que parou, e não serviria para dar nenhum desconto ao recomprar o software. Achei meio extremo...e tenho medo que os idiotas da Avid façam isso com o meu amado Sibelius.

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


JJJ
Não está nada nebuloso não, já corri atrás dos gringos, a verdade é que o New Sonar ainda não foi oficialmente lançado pela empresa então obviamente, ainda tem lugares vendendo a licensa do X3, na Store oficial da Cakewalk quem comprar o Sonar, entra em uma pre-order apenas... ainda diz que para os usuários existentes aguarde o e-mail com o link de upgrade ( e é o que eu estou fazendo agora)

É para qualquer momento o lançamento do New Sonar, neste momento o seu, o meu, o nosso X3 para de receber atualizações e suporte da empresa, o programa é de cada um, usar até esgotar as possibilidades, que são muitas mas sem contar com a ajuda da Cakewalk, seu Fórum e novidades, ou infelizmente entrar no jogo do clubinho ou pular fora da plataforma

makumbator
Durante 2014 foram me enviadas duas pequisas da Cakewalk e era abordado este novo meio de cobrança, mas não achava que iriam em frente não, ainda mais já para 2015

A Avid está cobrando pelo protools então 199, mesmo preço da Cakewalk, 199 pela anuidade do Platinum, (depois que pagar os 500 dolares do primeiro ano) caro pra caramba, mas a primeira manda o Protools mundialmente reconhecida... será que a Cakewalk está assim com a plataforma tão poderosa?

Pior que eu acho que a moda de cobrança por assinatura vai pegar, já é muita gente distribuindo o formato

JJJ
Veterano
# jan/15
· votar


Edson Caetano
sem contar com a ajuda da Cakewalk, seu Fórum e novidades, ou infelizmente entrar no jogo do clubinho ou pular fora da plataforma

Muita hora nessa calma... rs

Primeiro: os nossos X3 estão aí, funcionando na boa. O fórum continuará cobrindo as dúvidas, certamente. Os bugs que aparecerem devem ser consertados (espero!) através de algum "patch" ou coisa assim. Só não vai ter mesmo "novidades"... Sinceramente, no meu caso, não faço questão. Eu não vou entrar nesse esquema anual.

Slash_1989
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
Queeee???? Explica melhor esse lance do Pro Tools, por favor!!!! Que merd@!

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


JJJ
Você ainda não entendeu kkk

Se não for sócio da Cakewalk não tem direito a mais nenhum patch, não tem mais dereito a usar o fórum, não vai ter correção de bug, não vai ter mais nada, acabou, ou é sócio ou tem um programa abandonado nas mãos, do jeito que está

Isso não sou eu que esta dizendo e sim o FAQ da empresa sobre as novidades

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Slash_1989

Pô, achei que você estava sabendo! Eu acompanho de perto da Avid por causa do Sibelius, então fico bem por dentro dos planos deles pro Pro Tools também.

Aqui um tópico que discute o lance:

https://www.gearslutz.com/board/pro-tools-11/971075-confused-about-new -pro-tools-licensing.html

Tinh outro tópico imenso sobre isso lá, mas não achei agora.

Na página da Avid você já pode ver a oferta de compra da assinatura:

http://www.avid.com/br/products/pro-tools-software#licensing

O esquema do Sonar parece um pouquinho melhor. O foda do sistema da Avid é se você não pagar a atualização todo ano (e deixar expirar) vai ter que comprar outra licença se quiser (ou precisar) fazer upgrade. E será tratado como um "cliente novo", pagando o preço cheio. Achei isso um tanto extorsivo, mesmo para a Avid.

E você precisa ficar esperto, pois tem uma data limite em que se pode atualizar sem travar a licença. Veja logo isso pra você ter tempo de pensar sobre o que fazer (se é melhor deixar expirar mesmo ou se vai comprar ao menos a primeira atualização).

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
Isso acontece tambêm com a Cakewalk, se você parar de pagar a comunidade quando quiser voltar vai ter que comprar o programa novamente, pelo menos o upgrade

No caso atual da Cakewalk 299,00 para quem fica atrasado uma versão, 399,00 para quem fica mais de duas versoes atrasados, certeza que os preços serão outros, tipo, mas para voltar a ser membro, não será suficiente apenas começar a pagar a mensalidade

A microsoft neste caso não se importa, pagou usou, não pagou não usou, mas você sempre tem a versao mais atual pelo mesmo preco sempre, sem ter que comprar a licensa inicial

JJJ
Veterano
# jan/15 · Editado por: JJJ
· votar


Edson Caetano
Se não for sócio da Cakewalk não tem direito a mais nenhum patch, não tem mais dereito a usar o fórum, não vai ter correção de bug, não vai ter mais nada, acabou, ou é sócio ou tem um programa abandonado nas mãos, do jeito que está

Eita... aí é radical demais... Vou olhar com mais atenção.

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Edson Caetano

Mas na Avid o cara tem que comprar o PT novo, por U$ 899 se falhar um ano sequer. E logo no ano seguinte, volta a pagar os 199.

O problema principal desse método é que muitos estúdios preferem não atualizar logo (o que é prudente), em vista de bugs e todo o trabalho pra ficar reconfigurando e reaprendendo coisas que mudam de uma versão para outra. Será que um grande estúdio não vai preferir travar a licença e só atualizar muitos anos depois mesmo?

Outro problema desse método é para quem gosta de vender (e comprar) licença usada. Uma licença do PT já travada vai valer muito, muito menos, além de que com certeza muito safado vai tentar vender uma licença travada como ainda estando ativa no plano de suporte e atualização.

Outra dúvida dos usuários é que atualmente a Avid não consegue lançar updates corretivos todo ano. Será que com a assinatura farão isso? Tem gente com receio de pagar a taxa e ficar o ano todo sem nenhuma correção de bugs e ter que pagar no ano seguinte.

Um possível consequência disso é que vão passar a lançar versões mais bugadas só por lançar e justificar a assinatura. Pode ficar uma merda.

A Steinberg tem hoje uma solução de meio termo. É quase uma assinatura para quem quer seguir atualizando, mas se o cara quer ficar mais tempo não é penalizado.

A Steinberg desde o 6 (2012) cobra por versões 0.5 (então o 6.5, 7.5 foram pagos). Mas o valor é baixo, 49 euros para quem estiver na versão anterior. Obviamente o valor vai ficando mais alto quanto mais afastado a licença estiver da atual.

Quem não quiser comprar pode seguir com a outra licença e atualizar mais a frente se desejar (mesmo que várias versões a frente) e sempre terá algum desconto.

Outra vantagem da Steinberg é que desde o SX a gente pode rodar QUALQUER versão do software que esteja abaixo da licença que temos. Então eu posso instalar e rodar com minha licença do 8 Pro o Cubase 7, 7.5, 6, 6.5, 5, 4, SX3, SX 2 e SX. E todas podem ser instaladas na mesma máquina (eu mesmo tenho a 6.5.5 e 8.05 atualmente). Também posso rodar versões "capadas" sem problemas. Então com minha licença posso abrir qualquer Cubase AI, Elements, os antigos 5 Studio e qualquer coisa "menor".

Oura coisa que a Steinberg faz (e nem todos os fabricantes fazem igual) é lançar um update final DEPOIS que uma nova versão é lançada. A versão 6.0.4 saiu depois da 6.5. A versão 6.5.5 foi lançada depois que lançaram a 7, e já estão para lançar a última versão do 7.5 mesmo depois do 8. Isso é bem legal, pois quem não fez o upgrade não se sente abandonado e ainda consegue ter sem pagar mais por isso uma última correção de bugs e melhorias.

JJJ
Veterano
# jan/15 · Editado por: JJJ
· votar


A página da Cakewalk, sobre o novo Sonar:

http://www.cakewalk.com/Products/SONAR

Como funciona o "membership":

http://www.cakewalk.com/Products/SONAR/Membership

Slash_1989
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
Eu tinha lido alguma coisa bem por cima, mas achei que era só referente ao suporte, não aos updates...

Li agora no Pro Tools Expert isso aqui:

Q: I purchased an older Academic version of Pro Tools with 4-years of no cost upgrades, what happens now?
A: If you fall within the 4-year free upgrade window, you will continue to receive upgrades at no cost until your 4-year period is over


Dei sorte! Tenho pelo menos mais uns 2 anos pra pensar nisso.

Mas esse lance é só pra atualizações tipo 11 pro 12? Ou se depois que o plano de surporte expirar não posso nem pegar as atualizações 11.xxxxx?

JJJ
Veterano
# jan/15
· votar


Bom... eu li o faq todo deles... minha conclusão inicial é de que vou ficar com o meu X3 Studio, já bem estável e cheio de cacarecos, por um loooooooongo tempo... kkkkkk

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Slash_1989
Dei sorte! Tenho pelo menos mais uns 2 anos pra pensar nisso.

Legal! Você é daqueles sortudos que estão na maior janela para poder pensar sobre o que fazer.

Mas esse lance é só pra atualizações tipo 11 pro 12? Ou se depois que o plano de surporte expirar não posso nem pegar as atualizações 11.xxxxx?

Não vai poder pegar. Pelo menos foi o que eu entendi. Você não terá acesso a uma correção de bugs (por exemplo) se seu suporte estiver expirado. E o mais grave: não vai poder reativar o suporte se ele expirou. Vai ter que comprar uma licença nova, sem desconto. Isso eu achei sacanagem.

Slash_1989
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
Entendi... Mas levando em consideração que o plano custa $199 é até uma vantagem, certo? Eu paguei $249 pelo Pro Tools full, versão acadêmica, e antes imagino que uma atualização comum de 10 pra 11 devia ser até mais caro que isso. Se lançarem uma versão nova todo ano, pode ser que valha a pena.

E nesse caso, eu posso renovar o suporte, ganha a nova atualização, mas nada me impede de não instalar/registrar ela e continuar usando o 11.... Ou estou enganado?

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Slash_1989
Mas levando em consideração que o plano custa $199 é até uma vantagem, certo?

Depende do que lançarem durante o ano que você pagou. Pode valer muito (se lançarem uma versão nova legal ou corrigirem muitos bugs e fizerem grandes melhorias) , ou quase nada (digamos que lancem uma única correção pro forma corrigindo uns 8 bugs menores e que afetem poucos usuários, ou a nova versão cause mais bugs ainda). Não tem como saber antes.

E nesse caso, eu posso renovar o suporte, ganha a nova atualização, mas nada me impede de não instalar/registrar ela e continuar usando o 11.... Ou estou enganado?

Sim, você pode deixar expirar e continuar usando o software forever and ever sem problemas (reativando, reinstalando, etc...). Mas não vai pode usar ele como ponto de partida para atualizar no futuro. Digamos que você fique 3 anos sem atualizar e depois resolva que está pronto para um upgrade. Vai ter que comprar a licença nova. Pra um estúdio que faça upgrade a cada 8 ou 10 anos até que não tem problema (o desconto seria baixo mesmo, e o fato de não ter pago suporte por anos foi economia).

Mas se um estúdio gosta de atualizar a cada 2 ou 3 anos vai ficar caro. Pois ele terá que pagar os suportes se quiser desconto na frente (a licença nova ficaria mais cara).

Edson Caetano
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
O Sonar veio com uma feature interessante, através do Comand Center, você instala a nova versão do software, se por algum problema seu computador seguir imcompatível existe a função Rollback, que volta para a instalação funcional anterior

Ou seja, com os backups na mão, pode instalar sem medo, se der treta retorna

Mas as mesmas preocupaçoes do pessoal da Avid passam a ser as minhas, será que vai ter bons lançamentos e correçoes do soft principal todo ano, ou vão lançar um monte de coisa na pressa para garantir as mensalidades, mas que na verdade são desnecessárias

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Edson Caetano
Mas as mesmas preocupaçoes do pessoal da Avid passam a ser as minhas, será que vai ter bons lançamentos e correçoes do soft principal todo ano, ou vão lançar um monte de coisa na pressa para garantir as mensalidades, mas que na verdade são desnecessárias

Esse é um ponto importante. Outra coisa são aqueles bugs que americanos chamam de "show-stoppers", que te impedem de usar o software de maneira importante (ou seja, um bug importante no todo ou em uma função primordial).

Pois bem, e se tiver um bug desses na versão final do ano e o cara não quiser pagar uma atualização? Não seria o que legalmente se chama de vício oculto? O camarada ficaria no sal? Teria que pagar para obter uso normal em uma versão que ele já teria pago pela atualização anterior?

Slash_1989
Veterano
# jan/15
· votar


makumbator
Digamos que você fique 3 anos sem atualizar e depois resolva que está pronto para um upgrade. Vai ter que comprar a licença nova.

Sim, mas me referi a renovar o suporte mas não fazer uso da versão nova. É que você tinha comentado lá que muita gente vai ter medo de atualizar por causa dos bugs, mas renovar o suporte obrigatoriamente significa atualizar o software?

makumbator
Veterano
# jan/15 · Editado por: makumbator
· votar


Slash_1989
mas renovar o suporte obrigatoriamente significa atualizar o software?

Acho que não necessariamente. Se for aí esse sistema vai ser mais burro que tudo!

Minha dúvida é saber se você vai pode abrir um PT 12 (por exemplo) se tiver uma licença de um futuro PT 13 (por ter renovado a assinatura e terem lançado outra versão nesse período). Se não puder vai ser um tiro no pé. Se puder pelo menos o lance os bugs fica minimizado, mas ainda continua a questão do custo anual muito elevado.

shoyoninja
Veterano
# jan/15
· votar


Eu entendo que depois de construir o seu workflow ao redor de uma determinada plataforma, é complicado trocar assim.

Mas eu experimentaria outras opções para fazer o trabalho, meio absurdo cortar o suporte ao usuário se você não assinar o serviço (depois de ter pago pelo software).

makumbator
Veterano
# jan/15
· votar


shoyoninja
Eu entendo que depois de construir o seu workflow ao redor de uma determinada plataforma, é complicado trocar assim.

E os fabricantes contam com isso. Eles esperam que o costume fale mais alto e o cara prefira pagar contrariado a ter que reaprender outro software do zero (que convenhamos é bem chato).

Slash_1989
Veterano
# jan/15
· votar


shoyoninja
Mas parece que todos estão começando a fazer isso... Ninguém ia começar sozinho, se não os clientes mudavam pra concorrência.

makumbator
Se seguir o esquema atual da Avida, acho que não. Só o 11 que permite usar o 10, mas são DUAS licenças diferentes.

makumbator
Veterano
# jan/15
· votar


Slash_1989
Se seguir o esquema atual da Avida, acho que não. Só o 11 que permite usar o 10, mas são DUAS licenças diferentes.

Exato. E o lance das duas licenças até onde entendi foi muito em vista do formato AAX, que ainda tem (ou ao menos tinha) poucos plugins e instrumentos virtuais compatíveis. Então me parece que fizeram isso de dar duas licenças para o usuário poder ter acesso ao formato novo e também ao antigo na licença anterior. Não foi isso?

Adler3x3
Veterano
# jan/15
· votar


Edson Caetano

Também recebi o e-mail da Cakewalk.
E confesso que li umas duas ou três vezes e não entendi nada direito.
Lendo o que você escreveu, também não entendi.
Eta!
Confusão.

Eu também por enquanto to fora desta estória de assinatura anual.
A coisa parece que esta mudando para pior.
A Adobe foi uma das primeiras a fazer isto e não topei a parada deles.

Outra coisa que me causa ojeriza são estes tipos pendrives para controlar as licenças.
Se ficar tudo assim com licença mensal/anaul vou ter que repensar todo o meu setup.

E volto seriamente a pensar em me concentrar no linux, só usar os Vsts.
Já tenho até uns três ou quatro programas pagos que rodam bem no Linux.
Pois:
DAW:
- Reaper que roda bem, e tem um custo relativamente baixo;
- Mixbus - que comprei o direito de uso versão linux;
- Podium - que comprei o direito de uso versão linux;
- Ardour - DAW nativa do linux, que serviu de base do Mixbus;
- Muse - Nativa do linux (do mesmo produtor que mantém o MuseScore);
- e mais uma dezena de outras.

E vou poder rodar VSTs sem problemas.

Editores de Partitura;
- Rosengarden - nativa do linux, bem poderosa;
- Muse Score;
- outros - tem mais variações
Editores de Áudio
- Audacity;
- Wavosaur;

Quando ao Windows não vou assinar de jeito nenhum.
Só uso porque o meu trabalho profissional assim exige, por conta deste nefasto monopólio que tanto tem atrasado a informática.
E agora esta palhaçada de pular do windows 8 para o windows 10, e tão louquinhos para cobrar mensalidades, não vou me submeter a isto, vou fazer mil e um malabarismos no linux, mas não aceito esta imposição.

JJJ
Veterano
# jan/15
· votar


Adler3x3

Eles dizem lá que é diferente da Adobe, porque você fica com o software depois de pagar as mensalidades.

Pra mim, não muda muito. Eu nunca fui de ficar atualizando software toda hora. Até pouco tempo atrás ainda usava Windows Vista! Se estiver funcionando, tá tudo certo... vou levando. Aliás, se tem uma coisa que eu detesto é software que todo dia tem uma porcaria de atualização que tem que baixar antes de rodar...

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a New Sonar e agora