Gravando em mp3 no SONAR

    Autor Mensagem
    Lod_SkaPunkratos
    Veterano
    # jan/07


    Tenho uma duvida simples, o sonar grava todas as seus "clipes" eu uma pasta chamada audio no diretorio em que o arquivo cwp for salvo (se estiver configurado para isso). Só que ele salva tudo em formato wav, isso é bom pois todos queremos qualidade em nossas gravações musicais, mas eu estava afim de gravar algumas coisas toscas só pra não esquecer, e queria que o sonar salvasse como mp3 pra ocupar menos espaço... tem como eu configurar isso no sonar ou ele só salva em wav e não tem conversa???

    peninha
    Veterano
    # jan/07
    · votar


    Voce pode exportar audio marcando as trilhas que quizer,tem opção de salvar em mp3.(Mas tem que marcar,não esqueça) Abraço bons sons.

    Lod_SkaPunkratos
    Veterano
    # set/08
    · votar


    peninha obrigado pela dica mas na verdade eu não quero exportar um audio mixado... quero que o sonar salve os arquivos que ele usa para carregar os clips do projeto como mp3 ou outro formato mais leve que wav...

    Não sei se consegui me expressar bem mas seria isso...

    Lod_SkaPunkratos
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Alguêm já precisou/tentou fazer isso?

    Essa "limitação" esta acabando com o espaço no meu HD e estou sendo forçado a migrar minhas gravações para o Audition apezar de gostar muito mais do bom e velho Sonar...

    Alguêm? =/

    AlexB
    Veterano
    # set/08
    · votar


    peninha obrigado pela dica mas na verdade eu não quero exportar um audio mixado... quero que o sonar salve os arquivos que ele usa para carregar os clips do projeto como mp3 ou outro formato mais leve que wav...

    Não sei se consegui me expressar bem mas seria isso...

    Não tem jeito o formato de trabalho nativo so Sonar é WAV.
    Abraço,
    Alex

    Lod_SkaPunkratos
    Veterano
    # set/08
    · votar


    AlexB

    que droga... Então acho que o jeito vai ser migrar para o audition de vez...

    Mas será que não da pra enjambrar alguma solução?

    makumbator
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Lod_SkaPunkratos

    Grave tudo em wave mesmo. Depois, ao terminar, copie toda a pasta da música em DVD ou CD. Depois disso vc pode apagar toda a pasta do HD, ou apenas os arquivos de audio contidos nela. Mas é claro que sempre que quiser abrir novamente a sessão, terá que copiar os arquivos de volta para a pasta.

    Lod_SkaPunkratos
    Veterano
    # set/08
    · votar


    makumbator

    Poisé, acho que vou acabar investindo um pouco de dinheiro e comprando um HD maior para poder continuar com as minhas gravações caseiras... Não consegui me adaptar com o Audition...

    abrigado pessoal

    Dr Jivago
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Lod_SkaPunkratos

    Estou com o mesmo problema e percebi que o SONAR mantem uma especie de backup de várias gravações em WAV e não apenas a última que você fez.

    Como posso resolver isso para não ocupar tanto espaço no HD?

    Dr Jivago
    Veterano
    # set/08
    · votar


    Não é que encontrei alguma coisa na internet, acho que a solução é reduzir o nº de backups desse File Versioning. Vou fuçar a noite,a cho que resolve boa parte dos problemas com espaço no HD.

    "File Versioning – Habilitando este recurso,
    o Sonar cria uma série de backups a
    cada vez que você salva o seu projeto. O
    número de backups é você quem determina
    e pode variar de 1 a 999. Em cada
    backup criado são inseridos a data, a hora e
    o tamanho do arquivo. A qualquer momento,
    você pode clicar no menu File,
    Revert e escolher a versão que quiser.
    Quando você salvar o projeto com um mesmo
    nome e ultrapassar o número estipulado,
    os mais antigos vão sendo descartados."

    heros benicio
    Membro Novato
    # out/14
    · votar


    Blza galera ,tenho uma pergunta para os mais entendidos.Assim tenho meu home,acho que já estou com um porte bom,tenho tudo como manda o figurino.Mixei a minha musica ,escutando no sonar mesmo para mim esta tudo perfeito .o problema é quando eu salvo para mp3 e vou escutar ela no windos media player, fica mais grave enfim muda totalmente a qualidade do som o que fazer ,nesta situação,se alguem puder me ajudar,agradeço.

    f14gomes
    Membro
    # out/14
    · votar


    heros benicio
    Imagino algumas situações:
    o conversor para mp3 ser ruim. (não sei como você faz, mas acho a mais difícil das hipóteses também).
    ou o media player está equalizado estranhamente. ( mas você deve escutar outras músicas nele, então também não deve ser essa opção, rs).

    ou as saídas do som são diferentes e logo a música vai soar diferente. Exemplo: se você está mixando em monitores, ou fone, e depois ouvindo o mp3 através das caixinhas tradicionais de pc o som vai soar diferente mesmo. (Uma boa mixagem busca normalizar isso também).
    ou, por último, mas não menos importante, a sua mixagem não está como manda o figurino. Ai é questão de continuar tentando.

    espero que eu tenha ajudado.
    Abs.

    Adler3x3
    Veterano
    # out/14
    · votar


    heros benício

    É como o f4gomes explicou..

    Pontos de atenção:
    Recomendo imprimir e ler com calma:

    01- O média player do windows não lá estas grandes coisas (mas é bom testar nele ), instale outros players, como o winamp. por exemplo, quanto mais players de boa qualidade tiver melhor (para fazer testes), pois você quer atingir um bom nível de qualidade para os seus ouvintes, que vão usar diferentes players;
    02- Escutando o som na DAW sempre vai soar melhor, depois que se exporta para wav ou outro formato se perde qualidade.
    Se exporta para mp3 ocorre uma perda ainda maior.
    03- Problema do tratamento acústico de seu home e qualidade dos monitores ou sistemas de som, que não são adequados;
    04- Na verdade o que você faz não é uma boa mixagem/ masterização e sim uma otimização para escutar o melhor som possível no seu sistema, mas depois que exporta os defeitos aparecem, entre os quais o excesso de graves.
    Por isto que na DAW parece tudo beleza.

    Solução:
    Todo o processo de mixagem/masterização é bem complexo.
    Cada música é um caso a parte.
    Não existe milagre, mas tente fazer o seguinte:
    05- Na DAW insira uma track de áudio de uma música bem mixada/masterizada no estilo da que esta produzindo, vai ser uma referência, de preferência para anexar um arquivo no formato wav. (evite mp3).
    Quando for escutar na DAW desligue os efeitos contidos na track "master geral". E quando for voltar ao processo de mixagem ligue novamente.
    Não que vai ficar igual mas é um caminho para aproximar ao som ideal que você quer produzir.
    E vá ouvindo e comparando com a música que esta mixando e fazendo os ajustes.
    06- Use na Master Geral ou na track individual de cada instrumento um visualizador de espectro das frequências, e vá comparando com a música de referência, aqui você vai visualizar as frequências indesejáveis.
    Este é um plugin que não afeta o áudio, só demonstra o comportamento das frequências. (e pode ficar ligado o tempo todo)
    07- Use um EQ paramétrico de boa qualidade para fazer os ajustes nas frequências que estão com problemas track por track (nem todas são necessárias).
    Durante o processo de mixagem, muitas vezes é mais importante cortar frequências, do que aumentar.
    Esta é uma fase de correção do processo de mixagem.
    Claro em algumas tracks pode ser necessário reforçar algumas frequências (e você vai poder observar no visualizador).
    O mais difícil é controlar os graves.
    Leia e pesquise mais sobre este tema. (corte de baixa e alta frequência).
    No you tube existem inúmeros exemplos.
    E desta forma você vai estar ajustando a EQ para soar bem.
    08- Efeitos
    Normalmente usamos plugins de efeitos nas tracks conforme a necessidade, e na Master Track, usamos um conjunto de plugins, ou uma suite integrada (com vários plugins) configurada de acordo com o estilo musical.
    Cuidado, use os efeitos de forma moderada.
    Se nas tracks individuais e na Master Track tem que usar efeitos em demasia, é um sinal que aponta que as gravações dos instrumentos reais não foi bem feita, o que o uso dos instrumentos virtuais foi inadequado.
    Se usar instrumentos virtuais, tente configurar primeiro o EQ do próprio instrumento. (assim como para outros efeitos)
    09- Problema da acústica/limitações do home estúdio.
    Todo home studio (caseiro) tem problemas e suas limitações impedem obter um bom resultado final, pois o som que ouvimos fica mascarado (conforme descrito no item 1 inicial).
    No meu caso ocorrem os mesmos problemas que os seus, o que faço?
    Na master track geral, na parte de EQ diminuo os graves numa média de 20% (isto no geral, pois cada música é um caso a parte), e salvo o projeto com um nome adequado contendo a configuração. (até encontrar a configuração ideal, e salvar a versão final.)
    No geral não tenho tantos problemas com os médios e agudos, só tenho que aumentar um pouco os agudos (lembre cada caso é um caso, depende da música e do seu sistema de som).
    Além de escutar no seu sistema de som ligado a DAW escute em fones de ouvido que permitem avaliar melhor o peso dos graves).
    Exporto para WAV ou para mp3 conforme os testes que vou fazer.
    E salvo num pendrive ou mídia que dê para escutar num outro sistema, tipo microsystem, som de carro etc. (levando junto a música de referência e outras no mesmo estilo).
    E vou escutar e observo os problemas, e volto para a DAW e faço os ajustes, variando o EQ (de 10% em 10%) repetindo o processo até encontrar o nível ideal. (ou ajustes mais finos conforme vai se aproximando do ideal).
    É o velho é conhecido método de tentativa e erro. (depois com o tempo você vai conhecer melhor o seu sistema, e vai adequar mais facilmente), seja pela observação das frequências seja pelo ajuste do EQ na master.

    10- Master num editor externo que aceite inserir efeitos de qualidade (ou plugin especializado)
    Optando por não fazer a master dentro da DAW exporte o áudio em wav e abra num bom editor de áudio externo.
    Mas quando for fazer isto, diminua o nível de volume na DAW para deixar uma margem de manobra para a aplicação de plugins no Editor de Áudio externo. (se o áudio exportado ficar com um volume muito alto compromete o trabalho na fase seguinte)
    Trabalhe no editor externo e exporte no formato que vai ouvir nas mídias e faça os teste conforme descrito nos passos anteriores, até conseguir um bom resultado. (e aqui cuidado com o graves também).
    Outros aspectos estão envolvidos não só a EQ, mas o volume e cuidado com o excesso de reverb.
    No geral é mais fácil acertar os agudos e médios, os graves são o principal problema, mas cuidado com o excesso de médios, pois isto deixa a música irritante, e cansa o ouvido dos ouvintes.
    E sempre usando a música de referência e fazendo comparações.
    É mais ou menos assim, claro cada usuário com o tempo vai
    desenvolvendo a sua própria técnica de fazer todo o processo, e o que escrevi é somente uma pequena parte, muitos outros detalhes existem, que não cabe aqui comentar.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Gravando em mp3 no SONAR