Violoncelo chinês bom?

Autor Mensagem
makumbator
Veterano
# out/11
· votar


cellolover

Legal, agradeço! Tentei ouvir em streaming mas a página que abriu só ofereceu opção de download, então acho que preciso configurar alguma coisa....o que seria? Assim posso ouvir outros posts em streaming tb. :)

Não precisa configurar nada, é que vc colocou apenas o link para a pasta de compartilhamento do arquivo, e não o link direto do tocador. Quando fizer um upload no 4shared, vc pode usar as várias opções(seja de streaming ou download). Mas todo arquivo lá permite várias formas de acesso.

Acho mais prático colocar o link do streaming, pois assim a pessoa pode ouvir direto ou baixar no mesmo link, através do botão próprio.


Na realidade, como comentei em outro post, parei justamente porque perdi a possibilidade de manter o nível das performances. Do contrário, continuaria sendo músico profissional até hoje, com certeza. Lesionei meu braço esquerdo num acidente e isso comprometeu minha performance.

Ah, que pena! Não tinha visto esse post. lamentável realmente, pois seu nível naquela gravação estava ótimo, e ainda na faculdade! Mas se por um lado o acidente te impediu de ficar em nível de virtuose, pelo visto não ceifou totalmente sua capacidade motora para tocar, afinal vc fez uma gravação recente do teste do cello.

Mas de toda forma, nem sei o que faria caso algo assim me acontecesse. A gente nem percebe, mas coloca o corpo em risco em várias situações do dia a dia.

Um tempo atrás aqui no fórum, um usuário comentou que perdeu parte de um dedo em uma serra de marcenaria(ele se aventurava de luthier, além de tocar). Sem contar os problemas de LER, comuns em instrumentistas.

Die Kunst der Fuge
Veterano
# out/11
· votar


makumbator
Acho mais prático colocar o link do streaming, pois assim a pessoa pode ouvir direto ou baixar no mesmo link, através do botão próprio.


Só uma observação: Dá pra ouvir direto do link que ele mandou sim, tem um botão "play" do lado da caixinha pra selecionar o arquivo, aí toca a música por streaming. E pra baixar direto dali é só clicar no botão do download na extremidade direita.

cellolover
Veterano
# out/11
· votar


OláDie Kunst der Fuge


Por mp3 você acha fácil na internet, eu vou procurar uns links e te passar.

Legal. Vou procurar tb. Obrigado!


Valeu mesmo, fico feliz que tu tenha gostado.
Sim, realmente ficou muito bonito. E sua integração com o makumbator é realmente impressionante! Mais uma vez, parabéns!


Pode citar algumas peças em que você já foi solista? E quais você mais gostou de tocar com orquestra?
Concertos com orquestra, como solista: Concerto para cello de Haydn em Dó Maior, muito gostoso de tocar, tb. o Concerto de Dvorak que é difícil mas muito bonito e o de Saint Saens, que dos três é o que menos gostei de tocar, embora goste de ouvir rsssss....Mas gostava mesmo do repertório de Câmara. As sonatas de Beethoven e Brahms, minhas preferidas.

Tocando na orquestra, gostava muito de tocar a Sinf n. 9 de Dvorak, tb. a 5 e 9 de Beethoven, a 2 de Mahler , a 5....(o Adagietto é delicioso para os cellos)....os românticos em geral são sempre bons de tocar. Mozart tb. é muito bom, principalmente pela energia que exige. Tocar Mozart é ser feliz num concerto...rssss.. Mas acima de todos, Brahms. Ele sempre dá oportunidades para todos os naipes da orquestra. Não conheço um músico de orquestra que não goste de tocar Brahms...rssss.

Muito bom!!Adorei, achei muito lindo!
Muito obrigado pelos comentários. Legal vc. ter gostado! Fico lisongeado mesmo. Mas procure gravações dessa mesma obra feitas por gdes. cellistas. Vale a pena ouvir...elas são fenomenais. Tente encontrar a do Starker, muito sutil, linda mesmo!

Tem mais aí? Essa do Popper tem uns temas que o Liszt também usou, bem legal quando eu identifiquei.
Tenho mais alguma coisa. Vou postar mais uma, essa eu realmente gosto. Uma sonata de Beethoven. Acho que nela eu já era um intérprete mais formado....(foi gravada 2 anos depois dessa do Popper). A interpretação é mais minha, não tem tanta influência de meu professor como a do Popper.

Vc. identificou bem!! Popper se casou com uma aluna de Liszt e foi Liszt quem indicou Popper como cellista para algumas orquestras, então as Rapsódias dele tem tb. essa homenagem ao Liszt. Abraços!!!

makumbator
Veterano
# out/11
· votar


Die Kunst der Fuge

Nem sabia!

Então no fim dá tudo no mesmo, pois ambos permitem as duas coisas...hehehe!

Mas o link com o player grande é mais estiloso!

cellolover
Veterano
# out/11
· votar


makumbator
Die Kunst der Fuge

E eu, marquei bobeira e não pensei em nenhuma das duas possibilidades...eheheheh...Abraços!!

cellolover
Veterano
# out/11 · Editado por: cellolover
· votar


makumbator
Mas se por um lado o acidente te impediu de ficar em nível de virtuose, pelo visto não ceifou totalmente sua capacidade motora para tocar, afinal vc fez uma gravação recente do teste do cello

Sim, verdade. Meu caso na realidade, foi tb. minha culpa. Sofri um acidente automobilístico e luxei o ombro. Estava indo para um concerto de uma amiga (a pianista que me acompanhava) e depois de ter o ombro "colocado no lugar" me recusei a ficar no hospital. Passei o dia seguinte tomando analgésicos e me senti bem. No terceiro dia não tinha mais dor, sem analgésico. Fiquei contente....MAS aí senti um formigamento, depois não sentia mais o braço e nem conseguia levantá-lo mais. Voltei ao hospital e novos exames constataram lesão em nervos do braço. Como sequela, tenho "força reduzida" na mão esquerda e nos dedos, com perda de sensibilidade também. Então consigo tocar, mas pouco tempo (uns 3 ou 4 minutos a cada vez) e sem a capacidade motora necessária para alta performance. No começo foi difícil aceitar. (tb. não sabia o que fazer, como vc. colocou). Com o tempo, refleti e vi que tive sorte. Ainda tenho o braço e posso usá-lo para tocar, mesmo limitado. E o amor pelo cello acho que até aumentou... sem o compromisso com uma carreira. Coisas da vida... : ) Abraços!!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# out/11 · Editado por: Die Kunst der Fuge
· votar


cellolover
Sim, realmente ficou muito bonito. E sua integração com o makumbator é realmente impressionante! Mais uma vez, parabéns!


Agradeço novamente!

Concertos com orquestra, como solista: Concerto para cello de Haydn em Dó Maior, muito gostoso de tocar, tb. o Concerto de Dvorak que é difícil mas muito bonito e o de Saint Saens, que dos três é o que menos gostei de tocar, embora goste de ouvir rsssss....Mas gostava mesmo do repertório de Câmara. As sonatas de Beethoven e Brahms, minhas preferidas.


Bastante coisa! Eu adoro o concerto do Dvorák!
Uma coisa que eu sempre quis perguntar pra alguém profissional: Quanto tempo de treino e ensaio em média você levava pra dominar completamente um Concerto?

Tocando na orquestra, gostava muito de tocar a Sinf n. 9 de Dvorak, tb. a 5 e 9 de Beethoven, a 2 de Mahler , a 5....(o Adagietto é delicioso para os cellos)....os românticos em geral são sempre bons de tocar. Mozart tb. é muito bom, principalmente pela energia que exige. Tocar Mozart é ser feliz num concerto...rssss.. Mas acima de todos, Brahms. Ele sempre dá oportunidades para todos os naipes da orquestra. Não conheço um músico de orquestra que não goste de tocar Brahms...rssss.

Muito legais as suas preferências =]
E quando você tocava coisas que te desagrava? O que costumava ser?

Muito obrigado pelos comentários. Legal vc. ter gostado! Fico lisongeado mesmo. Mas procure gravações dessa mesma obra feitas por gdes. cellistas. Vale a pena ouvir...elas são fenomenais. Tente encontrar a do Starker, muito sutil, linda mesmo!

Ehehe se eu puesse teria aplaudido de pé e gritado "Bravo".
Vou baixar, valeu pela sugestão!

Tenho mais alguma coisa. Vou postar mais uma, essa eu realmente gosto. Uma sonata de Beethoven. Acho que nela eu já era um intérprete mais formado....(foi gravada 2 anos depois dessa do Popper). A interpretação é mais minha, não tem tanta influência de meu professor como a do Popper.


Ok, estou no aguardo!

Vc. identificou bem!! Popper se casou com uma aluna de Liszt e foi Liszt quem indicou Popper como cellista para algumas orquestras, então as Rapsódias dele tem tb. essa homenagem ao Liszt. Abraços!!!

Muito legal, gosto de ver estas integração entre os compositores.

makumbator
Então no fim dá tudo no mesmo, pois ambos permitem as duas coisas...hehehe!

Sim, mas nas situações onde você coloca mais de um arquivo, eu prefiro colocar o link da pasta, pois aí dá pra você ouvir todos os arquivos por streaming sem ter que trocar de página, fica mais prático.

Quando você coloca o link com o player pra múltiplos arquivos, ele automaticamente troca de página quando você dá o play.

Mas o link com o player grande é mais estiloso!

Ahahahahahahah

Ontem eu estava andando na rua e lembrei da sua frase do soco e comecei a rir sozinho no meio da rua ehuehuehuhu

cellolover
Veterano
# out/11 · Editado por: cellolover
· votar


Oi Die Kunst der Fuge

Eu adoro o concerto do Dvorák!Uma coisa que eu sempre quis perguntar pra alguém profissional: Quanto tempo de treino e ensaio em média você levava pra dominar completamente um Concerto?

Sim, ele é realmente lindo! Até Brahms gostava dele.
Bom, nâo dá prá ter regras aí. Isso varia de acordo com vários fatores: que tipo de apresentação vai ser, se a orquestra tem o concerto no repertório, quantos ensaios com a orquestra o solista vai fazer...., se o concerto já faz parte do repertório do solista....Para tocar Dvorak, preparei dois meses, mesmo já tendo tocado o concerto antes, acompanhado ao piano.

Muito legais as suas preferências =]E quando você tocava coisas que te desagrava? O que costumava ser?

Obrigado. Gostaria de ter tocado outras obras, claro. Bach teria sido fantástico, mas não tive oportunidade. Nunca toquei nada que me desagradasse, normalmente o que desagrada não é o repertório, mas fatores externos, ex.: viagem longa com concerto próximo da data de chegada, sem tempo para descansar, tocar com maestro que é muito impositivo, tocar sem ter ensaiado o suficiente, essas coisas...

Ehehe se eu puesse teria aplaudido de pé e gritado "Bravo".Vou baixar, valeu pela sugestão!
Nossa. Muito obrigado novamente! Se achar, baixe sim. É muito bonita e vale mesmo a pena.

Links para a Sonata em Sol menor Op. 5 de Beethoven. No piano toca Jean O´Fleannan. (a mesma pianista do Popper)

http://www.4shared.com/playlist/1gazuHqt/BEET.html

Die Kunst der Fuge
Veterano
# out/11
· votar


cellolover
Sim, ele é realmente lindo! Até Brahms gostava dele.

O Brahms era muito crítico?
Eu sei que o Tchaikovsky gostava do Dvorák, e o Tchai era um crítico muito chato, não gostava de ninguém, até falava que não achava que o Bach era tão gênio assim (que Heresia!!)

http://www.tchaikovsky-research.net/

Bom, nâo dá prá ter regras aí. Isso varia de acordo com vários fatores: que tipo de apresentação vai ser, se a orquestra tem o concerto no repertório, quantos ensaios com a orquestra o solista vai fazer...., se o concerto já faz parte do repertório do solista....Para tocar Dvorak, preparei dois meses, mesmo já tendo tocado o concerto antes, acompanhado ao piano.

Entendi! Esse por acaso você não teria a gravação não, né?

Gostaria de ter tocado outras obras, claro. Bach teria sido fantástico, mas não tive oportunidade. Nunca toquei nada que me desagradasse, normalmente o que desagrada não é o repertório, mas fatores externos, ex.: viagem longa com concerto próximo da data de chegada, sem tempo para descansar, tocar com maestro que é muito impositivo, tocar sem ter ensaiado o suficiente, essas coisas...

Legal, bom saber então que você gostava de tudo que tocava, deve ser um saco ter que estudar e treinar músicas que não gosta, tava falando sobre isso com o makumbator outro dia eheheh

Links para a Sonata em Sol menor Op. 5 de Beethoven. No piano toca Jean O´Fleannan.

Gostei muito da interpretação de vocês, sem dúvidas tocaram muito bem!
Mais uma que eu aplaudiria de pé e gritaria bravo eheheh
Bem empolgante o segundo e terceiro movimentos!

Tem mais gravações aí? :)

Abraço.

Flavio Jr.
Veterano
# out/11
· votar


Eu tenho um cello 4/4 Chines
é um Guarneri
Dei uma boa regulada e não posso reclamar não
acredito que os eagle são superiores sim até gostaria de um ce300
por ser todo solido e lindão
já toquei em michael gostei muito também
mas quebro o galho legal com o meu
to falando isso por pratica mesmo..

cellolover
Veterano
# out/11 · Editado por: cellolover
· votar


Olá Die Kunst der Fuge
O Brahms era muito crítico?
Não tanto quanto o Tchaikovsky, ou melhor, era uma crítica diferente. Ele não gostava de música sem muita estrutura, rapsódica e o concerto do Dvorak tem essa característica, de certa forma.

Esse por acaso você não teria a gravação não, né?
Não. Nem tudo é gravado né....muitas vezes era gravado na passagem de som, porque a gente pedia pro técnico na hora....por isso os "agradáveis" ruidos ao fundo das faixas do Beethoven ehehehe.......

Legal, bom saber então que você gostava de tudo que tocava
Depois que li teu post, lembrei de uma de que não gostava muito e que tocamos mais de uma vez: Amazing Grace - mais por causa do arranjo, que era ruim.

Mais uma que eu aplaudiria de pé e gritaria bravo ehehehBem empolgante o segundo e terceiro movimentos!Tem mais gravações aí? :)

Obrigado mesmo!!! Bom ter platéia mesmo depois da aposentadoria ehehhe.....Tenho mais algumas coisas. Estou revirando uns cds velhos mas acho que a qualidade de som tá tão ruim que nem vale a pena.....ABRAÇOS!!

cellolover
Veterano
# out/11
· votar


Oi Flavio Jr.

Acho que o mais importante é estar contente com o instrumento que a gente tem. Se ele não limita o que vc. quer fazer, está perfeito. Abraços!!

Die Kunst der Fuge
Veterano
# out/11
· votar


cellolover
Ele não gostava de música sem muita estrutura, rapsódica

Que classicista!
Isso explica parte das desavenças dele com o Liszt ehehe

Não. Nem tudo é gravado né....muitas vezes era gravado na passagem de som, porque a gente pedia pro técnico na hora....por isso os "agradáveis" ruidos ao fundo das faixas do Beethoven ehehehe.......

Que pena, eu queria ouvir =]

Depois que li teu post, lembrei de uma de que não gostava muito e que tocamos mais de uma vez: Amazing Grace - mais por causa do arranjo, que era ruim.

Entendi!

Obrigado mesmo!!! Bom ter platéia mesmo depois da aposentadoria ehehhe.....Tenho mais algumas coisas. Estou revirando uns cds velhos mas acho que a qualidade de som tá tão ruim que nem vale a pena.....ABRAÇOS!!

Por mim pode mandar, independente da qualidade sonora, eu consigo ignorar isso e apreciar só as coisas boas.

cellolover
Veterano
# out/11
· votar


Die Kunst der Fuge

Que classicista!Isso explica parte das desavenças dele com o Liszt ehehe

Sim, explica muito. Mas o Brahms é classicista porque o romantismo dele era muito grande....e acho que para domá-lo Brahms optou pelo rigor formal quando compunha. Mas reconhecia a beleza de certas composições mais rapsódicas, como o concerto do Dvorak. Sem falar que ele usava muito o folclore e tinha predileção pelas "ciganas", como no movimento final do seu Duplo Concerto para Cello e Violino e no seu concerto para violino.... E tem também o lance da época. Brahms lutou muito pela música sinfônica e camerística numa época em que Wagner e os wagnerianos (Liszt era um deles) defendiam que isso era coisa do passado, e o futuro da música seria o Drama Musical. E ele tb. foi o grande responsável pela revalorização do Barroco em seu tempo, inclusive usando Bach como modelo em algumas composições...

Que pena, eu queria ouvir =]
Por mim pode mandar, independente da qualidade sonora, eu consigo ignorar isso e apreciar só as coisas boas.

Eu queria ter essa gravada tb....Mas de qualquer forma, postei um Beethoven "fugato" no seu tópico sobre prelúdios e fugas. Já que o som ruim não atrapalha....rrssss.....Abraços!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Violoncelo chinês bom?