PESQUISA - encordoamento de Cello e/ou Violino

    Autor Mensagem
    Martte
    Veterano
    # ago/10


    Há muitas dúvidas por aqui com relação a encordoamento.
    Seria interessante ficarmos sabendo o que o pessoal daqui usa em seus instrumentos.
    Então, a pesquisa seria:
    Qual encordoamento ou combinação vc usa no Cello e/ou Violino?

    hpept
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    No violino agora uso Dominant: deixei as Mauro Calixto sem recriminação nenhuma.
    O cello é outra coisa.. troquei as que vem de fabrica com as Mauro Calixto (porque é a única marca que da para comprar sem ter que fazer um leasing) mas não estou nada satisfeito: elas são muito duras, muito mais que a da Eagle que já achava duras. Gostaria de experimentar algo tipo Jargar ou Spirocore, mas infelizmente para mim não vale a pena pois acabei de iniciar no instrumento.
    Se alguem sabe indicar alguma marca de cordas que sejam macias de se tocar e não muito caras (no máximo 150 R$), pode falar.

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    hpept

    Cara, basta vc importar que o preço não será abusivo. Essa loja tem um dos menores preços de corda e frete:

    www.concordmusic.com

    Compro nela há anos(cordas de contrabaixo, afinador eletrônico, resina, encordoamento de violino para amigos...muito boa). A Mauro Calixto de contrabaixo é fraca(apesar de ser a melhor nacional!!!)

    No contrabaixo acústico eu uso uma mistura de Pirastro obligato com Thomastik dominant, mas já usei Corelli, Spirocore, Helicore, entre outras...

    kishi
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Oi pessoal. Seria interessante cada um descrever o mais tecnicamente possível a qualidade das cordas que usam. Tipo, a tocabilidade (se é macia ou dura), e, quanto ao som (se morno ou estridente). Seria legal alguém que entenda do assunto postar o que seria um som estridente, morno, escuro e outras características do som dos instrumentos de corda, em especial do violino. Desde já agradeço a atenção de todos. Abraços.

    Martte
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Estou experimentando cordas no violino:
    1 - usei Mauro Calixto - deu pra arrancada (custoxbenefício)
    2. Atualmente uso D´Addário Helicore -só não estou gostando da mi- acho um pouco metálico, mas a sol e ré, têm um som excelente.

    No cello ainda estou nas Mauro Calixto - quero trocar - mas eta cordas caras.
    To pensando numa $Larsen$ ou outra boa, que o dindim permitir.

    makumbator
    Preço bom esse site que vc citou - pelo que tenho visto, o mais baixo, realmente.
    Posta aí as dicas de como comprar nele (sempre há alguma rss)
    Abraço!

    makumbator
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: makumbator
    · votar


    Martte
    Preço bom esse site que vc citou - pelo que tenho visto, o mais baixo, realmente.
    Posta aí as dicas de como comprar nele (sempre há alguma rss)
    Abraço!


    É bem fácil. Vc tem que criar uma conta com seus dados(não precisa deixar número de cartão gravado). Depois faz a compra normalmente.

    Caso não queira passar os dados de cartão pela internet, pode-se fazer a compra online e mandar os números por fax ou telefone. Pode-se comprar direto pelo telefone também.

    O site permite salvar o carrinho antes de sair(então vc pode escolher o que quer, colocar no carrinho e comprar outro dia, indo direto no carrinho novamente).

    Eles enviam muito rápido, e o correio é o mais barato dessas lojas que vendem cordas da família do violino(e não cobram o manuseio e embalagens, o chamado"handling", que algumas lojas cobram).

    Já me aconteceu uma vez de extraviar, e me mandaram outro pacote sem eu ter que ficar reclamando, bastou comunicar. Loja muito boa.

    Meus amigos cellistas gostam muito da Jargar, é uma opção para vc considerar em uma compra. Lembrando que é preciso ter atenção quanto à escolha da tensão(pois a maioria das fábricas tem de 2 a 3 tensões diferentes nos mesmos modelos de cordas).

    Mas para quem não pode ou não quer comprar no exterior, uma das menos caras no Brasil é a Musical Jacaré(Tatuí-SP)

    http://www.musicaljacare.com.br/

    Ótimo atendimento, e pode-se comprar por telefone também. Já comprei com eles, quando precisei de reposição imediata de uma corda rompida(e não podia esperar o envio internacional, que é mais demorado).

    Martte
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    makumbator
    Ótimas dicas. Fica mais fácil qdo nos sentimos mais seguras para estas aventuras.
    Boa dica do site do Jacaré tb. Já tinha lido por aqui alguém perguntar por este site... sem recomendação, não dá pra confiar num site com este nome rss...sem preconceito.
    Abraço!!!!

    wribas
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: wribas
    · votar


    makumbator


    você acha o site GOSTRINGS (www.gostrings.com) confiável???

    o preço é o mesmo do concordmusic, mas eu quero comprar além das cordas uma espaleira lá no gostrings.

    qual sua opniao???


    agradecido

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    wribas

    Nem conhecia esse site que vc citou. Parece bom, mas realmente nunca comprei com eles, e não me lembro de algum amigo ter comentado sobre ele.

    Vc procurou a espaleira na Concord? Tem vários acessórios lá também.

    Martte

    Realmente eu concordo que Musical Jacaré não é um nome que inspire lá muita confiança...hehehe! Mas a loja é muito boa, e com bons preços dentro do que se pratica em lojas brasileiras. É uma opção para quando se precisa de um item "para ontem" e não dá para esperar a encomenda internacional. No telefone vc fala direto com o dono.

    A Concord tem uma funcionária só para cuidar dos envios internacionais, e são muito eficientes. Fiz um pedido nessa madrugada de uma corda de contrabaixo extra(Pirastro obligato), para substituir a que arrebentou, e já me enviaram NO FINAL DO MESMO DIA!

    wribas
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: wribas
    · votar


    makumbator

    eu simulei uma compra na CONCORD. Mas tenho algumas duvidas...

    - quanto tempo demora, em média, para chegar a mercadoria?

    - paga algum imposto pra entrar aqui no Brasil?

    - como se deve preencher o endereço? não aparece os estados brasileiros...

    alguma dica??

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    wribas

    quanto tempo demora, em média, para chegar a mercadoria?

    Comigo demora de 30 a 45 dias, mas isso varia muito, pois depende além dos correios dos dois países, da liberação da receita federal(mesmo que não receba tributação). O tempo varia de acordo com o estado de recebimento(pois depende das unidades da receita no estado em questão). Portanto, não compre querendo receber logo, pois não vai acontecer, tem que ter paciência.

    - paga algum imposto pra entrar aqui no Brasil?

    É loteria, pode ser tributado ou não(poi a fiscalização é por amostragem). Mas além do fator randômico, quanto maior e mais pesado o pacote mais fácil ser taxado. Vale o mesmo para o valor, quanto mais alto, mais comum ser tributado. Prepare-se para pagar o imposto, caso não cobrem vc economiza ainda mais.

    Lembrando: tributo de 60% sobre frete + produto. Na maioria dos estados se cobra também ICMS sobre a importação(a taxa varia de cada estado, mas normalmente é de 18%).

    Itens abaixo de 50 dólares teoricamente são isentos de tributos, mas tem gente que já relatou ter sido tributado em valores menores que esse.

    Nesse tipo de loja eles não fraudam o envio(colocando valores menores ou mandando como presente), portanto nem adianta pedir(apenas alguns vendedores no Ebay fazem isso).

    Caso vc se recuse a pagar o tributo, pode entrar com recurso pedindo novo cálculo de tarifa, mudança de modalidade tributária, etc...mas se perder o recurso e mesmo assim se recusar a pagar, perde o produto. A mercadoria então é incorporada à união e vai a leilão para recuperar o valor do imposto.

    Caso seja tributado, vc recebe aviso em casa dos correios informando o prazo para retirada(se passar tem que pagar um valor de multa), local e valor dos impostos(que são pagos apenas em dinheiro na agência postal). O ICMS é pago com DARF que se retira nos correios.
    Caso sua compra passe sem tributação, recebe em casa como uma encomenda nacional comum.

    Além dos correios, há as empresas de transporte internacional(como FEDEX). São bem mais rápidas, mas é praticamente certeza ser tributo nesse caso, além do valor do frete também ser bem maior. Lá na Concord só a a partir de um certo valor fica disponível tal modalidade.

    Procure tópicos de compras internacionais no fórum de guitarra, tem muita coisa sobre o assunto.

    wribas
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: wribas
    · votar


    makumbator

    no site GOSTRINGS.COM eles enviam como presente....


    e ha opções de frete com entrega de 3 a 6 dias uteis.. não sei se chega tao rapido.

    em outro topico, ken himura indicou o GOSTRINGS.

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    wribas

    em outro topico, ken himura indicou o GOSTRINGS.

    Então pode confiar!

    Apenas lembre-se que quanto mais rápido(e caro) o frete, mais chance existe de ser tributado. E a Receita pode recusar a informação de presente e tributar assim mesmo(assim como podem recusar o valor informado e arbitrarem um maior). Mas se vc comprar apenas um encordoamento e coisas menores, é mais fácil passar.

    Esses fretes super caros as vezes ficam mais altos que o valor da compra...eu como sou paciente compro no mais barato mesmo!

    wribas
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: wribas
    · votar


    makumbator

    entao pra nao correr riscos, e nao ficar fazendo aventuras eu irei comprar na MUSICAL JACARÉ mesmo. Já que é confiável e você conhece.... tenho bastante pressa pois meu violino está muito ruim e eu quero pra ontem...


    e eu queira uma dica sua... eu tenho um violino razoável e quero colocar as cordas novas.. será que compensa por OBLIGATO, ou uma pirastro TONICA ou DOMINANT já é suficiente... tem alguma preferencia????

    valeu!

    makumbator
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    wribas

    A escolha depende muito do som que vc quer, e do som natural do seu violino(ter mais ou menos som, mais ou menos aberto e estridente, etc...).

    A Thomastik dominant é mais fechada que as de aço comum(pelo menos a de baixo é assim) Ela soa uma mistura de corda de tripa com corda de aço. Mas ela tem boa projeção, apesar de mais soturna. Eu gosto bastante. Caso seu violino tenha som de lata, é um possiblidade, pois equilibra a sonoridade final.

    A Obligato de baixo já é bem mais brilhante(mas não é excessiva, como uma Corelli que já usei), tem muito som(tanto que é indicada para quem toca muito pizz e arco no mesmo instrumento, pois responde bem a ambos).

    A Tonica alguns amigos violinistas já usaram, não amaram de paixão, mas também é muito boa.

    Caso seu violino tenha som fechado, é melhor pegar as cordas ultra brilhantes. Caso tenha pouco som, tem que se considerar aquelas de maior saída sonora.

    Recomendo que vc pergunte ao Ken, pois ele é violinista e pode te passar melhor, pois o que relatei é referente ao contrabaixo acústico. Mande uma MP no perfil dele.

    Mas diga a ele o som que vc procura e as características do seu violino, as cordas que usa atualmente(e o motivo de não gostar delas). Tudo isso vai ajudar.

    Ken Himura
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Pô, tinha um tópico sobre cordas aqui em algum lugar. Deixa eu ver se acho.

    Sobre a ConcordMusic e a GoStrings, ambas são excelentes. A Concord é a melhor loja que eu já vi, mas compro mais pela GoStrings por causa da flutuação de preço - geralmente a diferença entre elas duas é pouca ou nula, mas já consegui uma vez pegar quase 10 dólares de diferença.

    Ken Himura
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: Ken Himura
    · votar


    Pronto, achei na comunidade de Orkut de Violino:

    O que eles usam?


    Jascha Heifetz: Mi Goldbrokat (médio) , Lá e Ré de Tripa pura, Sol de núcleo composto (não se sabe a marca). Usou este combo até o fim de sua carreira de solista, julgando pelas fotos de álbuns do fim dos anos 60.

    Nathan Milstein: Nos anos 50, o mesmo que o Heifetz - a única diferença era a Sol da Pirastro Eudoxa. Nos anos 60, mudou para Sol e Ré da Eudoxa, Lá de tripa pura e Mi da Goldbrokat. Dizem que ele trocou para a Lá da Eudoxa nos anos 70.

    Zino Francescatti: Anos 50 e 60, Sol da Pirastro Eudoxa, Ré de prata da Kaplan (acho que a Kaplan só fabrica Mi's hoje em dia), Lá da Pirastro Eudoxa e Mi da Goldbrokat (médio).

    David Oistrakh: Sol e Ré da Pirastro Eudoxa, Lá de aço da Prim (ou da Pirastro Chromecore) e Mi da Prim. *Observação história: a primeira pessoa a usar e recomendar o uso do Lá de aço com as duas cordas inferiores de núcleo composto (tripa + metal, como a Eudoxa) foi Carl Flesch.

    Arthur Grumiaux: Usava Sol, Ré e Lá da Eudoxa. Não dá pra saber a Mi. Nos anos 70, é visto num álbum usando a Eudoxa de aço no Lá e tripa nas duas inferiores.

    Henryk Szeryng: Usou Sol e Ré da Pirastro Eudoxa, Lá da Kaplan e Mi da Gold Label ou da Kaplan (são muito parecidas!). Também usou Sol e Ré da Pirastro Olive, Lá de tripa pura e Mi da Gold Label na sua última transmissão filmada, para a Radio-Canada.

    Isaac Stern: Usou Sol, Ré e Lá da Eudoxa e Mi médio da Goldbrokat. Mais tarde, manteve o Mi e trocou as outras para a Thomastik Dominant.

    Frank Peter Zimmerman: Usa Pirastro Olive na Sol, Ré e Lá, e Mi da Hill.

    Thomas Zehetmair: Se não mudou, usa o set completo de Pirastro Olive.

    Pinchas Zukerman: Usava Eudoxa até que a Thomastik Dominant apareceu, e as usa desde então (até a Mi, acredita-se). Foi o primeiro solista a mudar pra Dominant.

    Itzhak Perlman: Usava Eudoxa no início de carreira, mas depois mudou para o tradicional combo de Dominant com a Mi da Gold Label.

    Hilary Hahn: Dominant com Mi da Gold Label.

    Maxim Vengerov: Usava Dominant, mas há alguns anos trocou para o set completo de Pirastro Evah Pirazzi.

    Vadim Repin: Não se sabe o que usava antes, mas atualmente usa um set completo de Evah Pirazzi.

    Ilya Gringolts: Evah Pirazzi.

    Gil Shaham: Dominant com Mi da Jargar (não se sabe a tensão).

    Midori: Usou Dominantes com Mi da Pirastro Synoxa por um tempo. Mas pode ser a Mi da Jargar (forte), que se parece muito. (Eu acredito que seja Jargar porque a Synoxa é uma tentativa da Pirastro de copiar a Dominant)

    Stefan Jackiw: Dominant com Mi da Jargar (forte).

    Martte
    Veterano
    # ago/10 · Editado por: Martte
    · votar


    Ken Himura

    Pô, tinha um tópico sobre cordas aqui em algum lugar. Deixa eu ver se acho.

    Procurei esse tópico específico que vc fala que tem aqui mas não achei.
    Já li em diversos posts comentários sobre cordas e solicitação de opiniões.

    Pronto, achei na comunidade de Orkut de Violino:

    O que eles usam?...


    Esse seu post sobre os famosos e que corda usam já foi citado em alguma postagem por aqui, acho que inclusive sua tb.

    Bem, porque deste meu comentário:
    Eu abri esse tópico - PESQUISA - encordoamento de Cello e/ou Violino - exatamente para que cada cellista e/ou violinista colocasse que tipo de cordas ou combinação delas usa.
    Acho interessante saber o que nós(amadores ou estudantes - pois a maioria aqui se designa assim)estamos usando.
    Qto aos famosos, seria interessante tb sabermos o que estão usando hj e o porquê da escolha - já que muitos usam a dos patrocinadores. ( vc acha que esses dados estão por aí?)
    Abraço!

    Ken Himura
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Martte
    É difícil precisar como eles conseguem as cordas, muitos são patrocinados sim, mas outros muitos não. Normalmente, dá pra identificar pela cor que a corda tem nas amarras (perto daonde ela é presa no estandarte), geralmente cada modelo é diferente de outro. Mas existem parecidos (tipo estes que falam no texto, como a Synoxa com a Jargar, por exemplo). Como a maioria de nós não tem acesso a estes caras pra perguntar, temos que descobrir no "olhômetro" em fotos e por ouvido em gravações boas.

    Mas mais que apenas seguir uma "cartilha", você tem que encontrar uma combinação que soe bem no seu instrumento e que seja boa pra você também (digo na questão de dedilhado e toque).

    Eu já saquei que no meu violino as cordas sintéticas ou de núcleo composto soam muito bem e o conjunto fica muito bom com uma mi de aço. Atualmente uso um set completo de Thomastik Vision orchestra, que comprei pra testar (dizem que a Vision orchestra era praticamente uma substituta à Dominant, e digo que pra mim serviu sim!). Não decidi meu próximo combo, mas devo tentar Dominant de novo com a Mi da Goldbrokat ou a Mi de ouro da Kaplan.

    Outra coisa legal a se observar é a tensão das cordas. Geralmente existem 3 tensões: média, fraca (thin) e forte (tight). A média é o padrão. A regra normal é: quanto mais tensão, mais pressão e mais som você ganha. Só que em alguns instrumentos pode soar mal ou ficar ruim para dedilhar, então você pega de tensão mais baixa. E tem também os lances de scordatura (afinações diferentes). Nestes casos, você talvez tenha que usar uma corda de menor tensão para afinar as cordas acima da afinação padrão, por exemplo.

    Ken Himura
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Martte
    Ah sim, esqueci de dizer o porquê da escolha por estes combos com os famosos.

    Carl Flesch, com citado lá em cima, percebeu que o timbre ficava muito potente e bonito com Lá de aço e as duas mais graves de núcleo composto. Realmente, é uma das melhores combinações! Até porque as cordas de tripa são as que tem o timbre mais "fiel", só que elas são muito temperamentais à mudanças de temperatura e umidade - acaba sendo meio custoso de manter. E as cordas de aço são mega brilhantes - frequentemente, um jogo completo de aço acaba fazendo o instrumento ser muito estridente.

    Por volta da década de 70, surgiu a Dominant, com a promessa de manter o timbre parecido com a tripa só que com a durabilidade e estabilidade do aço. Aí começava o reinado do núcleo sintético. E, de fato, elas soam muito bem. Tanto que as cordas mais usadas por solistas hoje são sintéticas e/ou compostas (Dominant, Vision, Obligato e Evah Pirazzi, por exemplo).

    Martte
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Olá,wribas!
    E então, já decidiu sobre o seu encordoamento e onde comprá-lo?

    Voltando à pesquisa...
    Cadê o povo do violino e cello?
    Só pra lembrar...coloquem aqui suas preferências.
    Abraço!

    hpept
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Voltando à pesquisa...
    Cadê o povo do violino e cello?
    Só pra lembrar...coloquem aqui suas preferências.



    É isso ai.. cadê o povo? Aguardamos comentários!!!

    wribas
    Veterano
    # ago/10
    · votar


    Martte

    Já decidi sim...

    pensei tanto e acabei comprando a Pirastro Tonica. Gostei, tem um som muito bom... agora pra ficar bom mesmo eu tenho que ter um violino profissional... que talvez eu compre o ano que vem..

    valeu!

    cellolover
    Veterano
    # set/10 · Editado por: cellolover
    · votar


    Oi Martte!!!

    Respondendo sua pesquisa no meu cello uso Larsen (A e D) e Spirocore Tungsten Solist C e Tungsten na G. Quando quero som mais suave, uso Eudoxa. No meu cello as Jargar não soam bem. Mas já ouvi cellos com som maravilhoso quando equipados com elas. Rostropovich costumava usar. Sobre compras, QuinnViolins é ótimo para comprar cordas. Preços muito bons. Aconselho como no caso dos cases. Ele inclusive vende várias combinações de cordas de marcas diferentes, usadas por vários cellistas como combos.


    hpept

    O cello é outra coisa.. troquei as que vem de fabrica com as Mauro Calixto (porque é a única marca que da para comprar sem ter que fazer um leasing) mas não estou nada satisfeito: elas são muito duras, muito mais que a da Eagle que já achava duras

    Oi hpept, Isso pode ser tb. porque suas cordas podem estar com ângulo (altura) incorreta....Já levou o cello num luthier para verificar?

    hpept
    Veterano
    # set/10
    · votar


    Oi hpept, Isso pode ser tb. porque suas cordas podem estar com ângulo (altura) incorreta....Já levou o cello num luthier para verificar?

    Ontem tive a primeira aula de violoncello, e a professora falou que o instrumento já está regulado de forma razoável, com a altura das cordas certa, exceto o Dó que parece-lhe um pouquinho alto, mas nada demais e nem merece modificar o cavalete (que regulei eu mesmo, com lixas e limas, através das medidas e das dicas que um luthier italiano me passou). Quanto à dureza de tocar, ela falou que também não acha muito duro, portanto deve ser minha impressão que estou acostumado com violino e viola com cordas sintéticas.

    cellolover
    Veterano
    # set/10
    · votar


    hpetp

    Oi, fico feliz em saber. Pode ser mesmo falta de costume com o cello e as cordas de metal....Não conheço as cordas Calixto mas estou curioso para experimentar. De qualquer jeito, quando puder estabeleça contato com um luthier aqui no Brasil. No futuro vc. vai perceber como isso é importante para nós cellistas. Abraços e felicidades com seu cello!

    kishi
    Veterano
    # out/10 · Editado por: kishi
    · votar


    Pessoal, olá!

    Troquei o encordoamento do meu violino. Coloquei Mauro Calixto. Vou descrever minhas impressões dividindo as categorias em durabilidade, sonoridade e tocabilidade, tentando avaliá-las por nota. Vamos lá:

    Durabilidade: Quanto à durabilidade, não é possível tirar conclusões ainda, pois acabei de colocá-las. Nota ?;

    Sonoridade: No meu violino o som ficou mais aveludado, sem perder a intensidade. Gostei muito. Nota 8,0;

    Tocabilidade: Ela é muito confortável. Devido ao seu núcleo de nylon, ela é macia e a crina não fica derrapando quando está deslizando sobre as cordas, ou seja, você consegue, sem esforço, tirar um som limpo. A minha corda anterior era de qualidade muito baixa. Por inexperiência, comprei cordas de 10 reais. É isso mesmo, 10 reais. Não tinha como ser de outro jeito, elas eram uma porcaria. A crina ficava derrapando nas cordas prejudicando o som. Para sanar essas falhas no som, eu colocava mais pressão com o arco nas cordas, tendo que, como consequência, segurar o violino com mais força com o queixo. Isso estava machucando meu maxilar e me deixou um calo no pescoço. Ou seja, aprendi que um jogo de corda boa não é luxo, é uma necessidade. Nota 8,0.

    A Mauro Calixto não é o melhor encordoamento que existe no mercado, porém, entre as nacionais, acredito que ela é a top. Sem contar que ela tem um ótimo custo/benefício e é acessível. Eu recomendo. Porém, ainda troco as MC por uma Pirastro Chromcor, ou D'addário Helicore ou infeld vermelha. Espero ter ajudado. Abraços.

    CELLOG
    Membro Novato
    # 18/jan/19 21:35
    · votar


    Ola! o q acham dessa corda? estou comecando e quero trocar as da Eagle!
    indicam alguma??? nao gosto do som alto agudo....prefiro grave aveludado.

    o q acham desse:
    jogo de Cordas Para Cello - DADDARIO PRELUDE - ** EM ESTOQUE **

    - Tensão: Média / Medium / Mittel

    - Tamanho: 4/4

    - Instrumento: Cello

    Ken Himura
    Veterano
    # 25/fev/19 19:36
    · votar


    Tenta a Infeld red, então. Agudos ok e graves bem quentes.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a PESQUISA - encordoamento de Cello e/ou Violino