Sobre o fator humano normalmente ignorado

Autor Mensagem
Jack Holland
Veterano
# jul/16


Este último mega assalto à Prosegur e outros do tipo me fizeram lembrar como eu sempre reparei em como as empresas e condomínios investem pesado em sistemas de segurança de última geração, mas normalmente colocam um operário mal pago e não muito inteligente para operá-lo, o que acaba se tornando a brecha para a ação de ladrões (vide Kevin Mitnick).

Outra coisa que me intriga são aqueles novos milionários que contratam uma equipe de segurança pessoal. Traduzindo: um bando de brutamontes de baixa ou nenhuma escolaridade, que o cara nunca viu na vida e nem sabe de onde vieram (podem muito bem ter origens suburbanas e amizade de infância com criminosos), aos quais são expostos todos os seus bens e toda a rotina dele e de sua família. Fico pensando o que um cabra destes, de repente puto com uma demissão que pra ele é injusta, é capaz de fazer com as informações que ele tem. Não seria maluquice minha inferir que a maioria dos assaltos e sequestros na classe A são bolados por alguém que já teve conhecimento da rotina destas pessoas.

Fico abismado como as pessoas conseguem confiar tanto em expor informações pessoais valiosas a completos desconhecidos e como o "investimento em segurança" pode muitas vezes gerar o efeito contrário.

Dissertem em modo low profile

Viciado em Guarana
Veterano
# jul/16 · Editado por: Viciado em Guarana
· votar


Jack Holland
Fico abismado como as pessoas conseguem confiar tanto em expor informações pessoais valiosas a completos desconhecidos e como o "investimento em segurança" pode muitas vezes gerar o efeito contrário.

Isso porque você ainda não conheceu a internet e suas redes sociais.

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


Viciado em Guarana

Também é uma bela fonte de informação pra mal intencionados, mas ainda passa longe de ter um desconhecido colado com você o dia todo acompanhando sua rotina.

sallqantay
Veterano
# jul/16
· votar


em empresa acho que nego tá pouco se fudendo, o seguro cobre e foda-se

agora, em segurança pessoal isso é problema, pois não é só dinheiro na reta (nao dá para fazer seguro). Mas aí dá para enfiar no mesmo saco a polícia, que também é meio suspeita

é muita treta

brunohardrocker
Veterano
# jul/16
· votar


Quem vive, ta na chuva para se molhar.

Classe A tem que sacar a malandrage também. Tem que ser Romário.

Pedro_Borges
Veterano
# jul/16
· votar


Jack Holland
um bando de brutamontes de baixa ou nenhuma escolaridade, que o cara nunca viu na vida e nem sabe de onde vieram (podem muito bem ter origens suburbanas e amizade de infância com criminosos)

Socorro, Maria do Rosário, Luiz Inácio Lula da Silva, Marilena Chaui e todos os demais imbecis. Socorro estão disseminando o preconceito contra os menos favorecidos.

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


Na boa? Tenho medo até do funcionário do banco que tem ali na telinha dele meu endereço, quanto eu ganho e quanto eu tenho investido, e pode fazer o que quiser com esta informação.

Essa moda de "saidinha de banco" também é outra coisa muito curiosa. A pessoa faz um saque e depois lá na rua é abordada por meliantes que milagrosamente sabem exatamente que ela fez um saque e qual o valor. Colocam tapume, proíbem celular na agência, e nada resolve. É óbvio pra qualquer um que é alguém de dentro que dá a letra, mas o banco continua fingindo que não é com ele e que todo mundo ali é santo.

sandroguiraldo
Veterano
# jul/16
· votar


Jack Holland
É óbvio pra qualquer um que é alguém de dentro que dá a letra, mas o banco continua fingindo que não é com ele e que todo mundo ali é santo.

Tenso né... sou do tipo que fica com tanto medo no banco que dá maior bandeira.

Como não movimento horrores de dinheiro, sei que a probabilidade de ser assaltado é menor do que a do tiozinho sukita que chegou com 30 mil outro dia dentro de um saco de pão.

makumbator
Veterano
# jul/16 · Editado por: makumbator
· votar


Jack Holland

Muitas vezes o ponto fraco de segurança em condomínios são os próprios moradores. Eles não gostam de serem parados para verificação, não gostam que pessoas que os visitam regularmente sejam tratadas como todo os outros (esperam que a segurança se lembre deles e sejam mais flexíveis e os dispensem de verificações rotineiras).

Todos os condomínios em que morei era esse o problema, e não o pessoal contratado. Em um caso houve morador que reclamou de ter que esperar do lado de fora do portão e ter que abrir a janela do carro e ligar a luz interna para identificação. O cara quer segurança, mas não quer ele mesmo ser submetido aos procedimentos que proporcionam o controle.

sallqantay
Veterano
# jul/16 · Editado por: sallqantay
· votar


makumbator
Todos os condomínios em que morei

cara, o tópico é sobre gente classe A (20k ou mais), você é um pobre desprezível

makumbator
Veterano
# jul/16 · Editado por: makumbator
· votar


sallqantay

A empregada do meu porteiro ganha 20k (em bitcoins). Parada aqui é high society manolo!

sallqantay
Veterano
# jul/16
· votar


makumbator

brincar é uma coisa, outra coisa é jogar sério

makumbator
Veterano
# jul/16
· votar


sallqantay
brincar é uma coisa, outra coisa é jogar sério

Usando cheater tanto faz!

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


makumbator

Muito bem lembrado, tem essa também.
O único condomínio que eu posso dizer que é realmente seguro neste aspecto é o do dono da empresa do meu cunhado. Segundo relatado por ele, a entrada dos carros tem dois portões consecutivos e todos os moradores que entram são obrigados a parar após o primeiro se fechar e permitir a visualização do interior (inclusive no porta-malas) por uma dupla de seguranças armados. Estando tudo OK, o segundo portão é aberto e o morador pode entrar.

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


sallqantay
o tópico é sobre gente classe A

Não man, foi só um exemplo =/

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


sandroguiraldo
Tenso né... sou do tipo que fica com tanto medo no banco que dá maior bandeira.

Minha sorte é que minha agência fica dentro do prédio em que trabalho, conheço os gerentes há um tempo razoável e faço tudo ali. Sacar em outra agência só em caso de vida ou morte.

makumbator
Veterano
# jul/16 · Editado por: makumbator
· votar


Jack Holland

Então, já morei em um condomínio com dois portões nesse mesmo esquema. Mas vários moradores criavam problema e não aceitavam serem checados na entrada (queriam que a portaria lembrasse dos carros e não exigisse que baixassem as janelas com película escura).

Parentes que visitavam uma moradora idosa também enchiam o saco pra entrarem sem serem liberados. No fim não adiantou nada o esquema de dois portões. Um dos moradores queria demitir o funcionário que agia corretamente (a síndica que impediu). É o lance de querer tratamento especial e dar carteirada até em casa...

Lembro de uma matéria na Folha sobre condomínios em que os moradores são proibidos de manter contato e conversar com os seguranças, justamente para não criar amizade e proximidade que por fim acaba em afrouxamento dos controles. Nesses condomínios os moradores só mantém contato com os porteiros internos, os que ficam na guarita entre os dois portões não podem conversar com moradores e tem ordem de verificar todo mundo, mesmo que o morador tenha saído há 5 minutos e esteja retornando.

Wuju Wu Yi
Membro Novato
# jul/16
· votar


Nunca fui assaltado a vida inteira. Porque acho que os caras tem medo de eu roubar eles. Kkkk

Um tio meu tem umas 100 fazendas no mínimo. Dirige um Monza branco de uns 30 anos até hoje. E mora numa casa simples que se vcs verem acham que ele é classe B, ou um A muito humilde. Nunca precisou de segurança, só dá Pexeira.

O segredo deve ser a frugalidade. Ser metido e ostentador leva a se dar mal.

makumbator
Veterano
# jul/16
· votar


Wuju Wu Yi
Nunca fui assaltado a vida inteira. Porque acho que os caras tem medo de eu roubar eles. Kkkk

É que você deve conhecer todos os manos da sua quebrada, aí não vale...tá usando cheater pra não ser assaltado.

LeandroP
Moderador
# jul/16
· votar


Fui assaltado e reagi. Quebrei um dedo e um dente.

makumbator
Veterano
# jul/16
· votar


LeandroP

E o meliante? Aonde você enterrou o corpo?

LeandroP
Moderador
# jul/16
· votar


makumbator

Que corpo? Eu não sei de nada!

sallqantay
Veterano
# jul/16
· votar


janelas com película escura

tá aí outro item que reduz segurança

Wade
Membro Novato
# jul/16
· votar


Muitas vezes o ponto fraco de segurança em condomínios são os próprios moradores. Eles não gostam de serem parados para verificação, não gostam que pessoas que os visitam regularmente sejam tratadas como todo os outros

Na mosca.

"Quem você pensa que é pra ficar revistando meu cunhado? Ele é da família, entra aqui a hora que quiser! Não pago condomínio pra passar essa vergonha!"

*assalto ou morte dentro do condomínio*

"Mas quem deixou esse marginal entrar aqui armado? Não revistam ninguém não? Pra que que eu pago o condomínio?"

O marginal era o cunhado de algum morador.

Jack Holland
Veterano
# jul/16 · Editado por: Jack Holland
· votar


Wuju Wu Yi
Um tio meu tem umas 100 fazendas no mínimo. Dirige um Monza branco de uns 30 anos até hoje. E mora numa casa simples que se vcs verem acham que ele é classe B, ou um A muito humilde. Nunca precisou de segurança, só dá Pexeira

Esse é o ponto. Tb não precisa exagerar tanto assim, mas a malandragem é por aí. Acho isso muito mais seguro do que andar ostentando e com medo.


makumbator
Então, já morei em um condomínio com dois portões nesse mesmo esquema. Mas vários moradores criavam problema e não aceitavam serem checados na entrada (queriam que a portaria lembrasse dos carros e não exigisse que baixassem as janelas com película escura).

Aí que tá, todo mundo que trabalha nessa área JÁ SABE que brasileiro é fdp, folgado e mula por natureza. O que falta nessas situações é um chefe de segurança irredutível e casca grossa, que tenha culhão de fazer a regra ser cumprida por todos sem ficar com medinho e tirando o seu da reta, mas que ao mesmo tempo tenha inteligência, paciência, jogo de cintura e saiba falar. Na maioria das vezes o morador/visitante que é meio impaciente é abordado por um segurança mais impaciente e cavalo ainda, e a coisa descamba, sendo que se o profissional soubesse ter jogo de cintura e falar de uma outra forma (o que faz toda a diferença) o morador até faria o procedimento numa boa. A maioria desses caras que trabalham com segurança/portaria é um brucutu sem escolaridade nenhuma, que só fez um curso meia boca de tiro e não sabe tratar com as pessoas.

Lembro de uma matéria na Folha sobre condomínios em que os moradores são proibidos de manter contato e conversar com os seguranças, justamente para não criar amizade e proximidade que por fim acaba em afrouxamento dos controles.

Ótima idéia.

sallqantay
Veterano
# jul/16
· votar


> acusa brasileiro é fdp, folgado e mula por natureza
> pede ter jogo de cintura

sallqantay
Veterano
# jul/16
· votar


não sabe tratar com as pessoas

nao tem que saber. Regra é regra e foda se você

Jack Holland
Veterano
# jul/16
· votar


sallqantay
nao tem que saber. Regra é regra e foda se você

Não digo isso no sentido de ser bonzinho ou se rebaixar pra pessoa, mas sim pra evitar encheção de saco pra ele mesmo. A malandragem está em deixar o outro achar que é o mais esperto.

Viciado em Guarana
Veterano
# jul/16
· votar


Sei lá! Acho que pra proteger a família de alguém antes deve se fazer um juramento ao seu Senhor.

sandroguiraldo
Veterano
# jul/16
· votar


Viciado em Guarana
Acho digno! Deus, família e propriedade privada!!!

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Sobre o fator humano normalmente ignorado