O que você acha do pastor da sua igreja, você diria que é ungido ?

    Autor Mensagem
    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77


    Olá,

    Boa noite a todos,

    Citação de manuscrito intitulado SPOTLIGHT: Como Enredar uma Onça Jurídica


    A desigualdade e o desrespeito à pessoa Humana é que quando se trata de arrecadar dinheiro por motivo bíblico, nesse momento a igreja são as pessoas, porém se o assunto refere-se a: perguntar às pessoas reunidas na localidade, se tem alguma pessoa que sofreu perdas ou precisa de ajuda, ou cadeirante, pra repassar-lhe 25% do arrecadado, de repente o que se chama de igreja deixa de ser os seres Humanos, e se torna uma ente jurídica fortemente blindada por leis que apoiam a escravidão instituída, pra que as riquezas não fiquem nos municípios, devido à idolatria de servir a homens.

    O que você acha do pastor da sua igreja? Que é um homem ungido? Se você estivesse arrecadando dinheiro de muitas pessoas, o que você faria? Empregaria ajudando as pessoas na sua comunidade, na região da sua cidade, ou enviaria pra um cofre na capital do outro Estado? Por isto aumenta a desigualdade entre os templos materialmente pobres das vicinais e regiões rurais, e os templos de regiões ricas, revestidos de mármore, cerâmica e vidro.


    O cordeiro já pediu dinheiro de alguém?


    Já que o cordeiro não pede dinheiro de ninguém, também não iria transferir o arrecadado nas múltiplas filiais das regiões dos municípios, onde sofrem com a escassez de recursos, pra alguma região mais rica, como agem os mercenários da área espiritual. É por isto que o deus dos pastores que são ricos não pode ser o Eterno que não depende do dinheiro do homem pra nada. E a obra que queira realizar, realiza.

    Alguém poderia dizer que 10 por cento do salário não pertence ao assalariado ou aposentado. E que se alguém não entregar 10 % pro pastor que já é rico, então a pessoa estará roubando ou deixando de devolver o que não lhe pertence.

    Mas você pode entregar esses 10% para os mais pobres da sua comunidade, ao invés de deixar o dinheiro na mão de quem vai transferir quase tudo o que arrecada, pra uma sede ou região mais rica, fazendo com que haja mais desigualdade e menos dinheiro circulando nos municípios do seu Estado.

    No Livro dos livros está dito que o Eterno retém todo o Poder no céu e na terra. Não iria ficar como cabeça de uma obra que só prospera se arrecadar dinheiro de muitas pessoas, e não seria conivente com quem tira das regiões rurais pra uma região mais rica ou capital do outro Estado.

    Constata-se, pelo que está no Livro dos livros, que o cordeiro - a Palavra viva – não iria depender de obra que só prospere se estiver arrecadando dinheiro de muitas pessoas, através de um sistema de enriquecimento de pastores que nunca se fartarão de serem servidos pelo povo, às custas do arrecadado dos assalariados e aposentados.

    Por isto fazem pouco caso do Legislativo, dizendo na televisão: “Quero ver quem é que vai impedir, já que isto é uma empresa, e está tudo em nome da empresa”, a que chamam de ente jurídica, blindada por lei que é conivente com a escravidão instituída.


    O cordeiro iria fazer casas do tesouro na terra? Ou iria ajuntar dinheiro para as lideranças ricas de alguma igreja, transferindo pra conta bancária de algum pastor?


    Os pastores quase sempre recebem ordens de lideranças que são homens ricos. Pelo que está no Livro, Não ajuntar tesouro na terra também significa Não fazer casas do tesouro onde o ladrão e estelionatário, o mercenário da área espiritual esteja, visto que o cordeiro jamais iria tirar das múltiplas filiais nas regiões pobres dos municípios da União, e transferir pra outro Estado, pra conta bancária de um pastor.

    Por isto, ( ao invés de deixar o dinheiro nas mãos de quem certamente vai transferir 75% do arrecadado pra longe das regiões rurais, e depois pra longe dos municípios do seu Estado ) não seria melhor as pessoas que querem ajudar, entregarem os 10% diretamente nas mãos das pessoas mais pobres, que realmente precisam?


    Quem arrecada dinheiro de muitas pessoas, e transfere o que puder, do seu município pra uma região mais rica, é um homem santo?


    Segundo o testemunho que declaram pra explicar o motivo de precisar arrecadar mais dinheiro: A obra do deus de prosperidade só pode prosperar se muitas pessoas continuarem enviando dinheiro: isto implica tirar das economias, fruto de muito trabalho de milhares de pessoas que tem que andar de ônibus ou trens superlotados, rumo aos seus empregos, sonhando com a prosperidade que os ministros do deus exibem. Esses ministros do deus possuem carros como o Corolla e acumulam muitos bens, procedente das riquezas que transferem dos municípios da União, será que o cordeiro teria parte nisso?

    Pra justificar o motivo de precisarem arrecadar mais, os pastores e suas lideranças que são financeiramente ricos, deixam claro a situação em que ficaria a obra do deus da prosperidade deles, uma obra que se não arrecadar dinheiro de muitos, não prospera.

    Lamentável situação do deus da prosperidade, que pra não ficar com a obra parada e sem prosperar, usa os pastores dele pra transmitir a mensagem: que anda constantemente necessitado de que as pessoas lhe enviem mais recursos, por causa da situação difícil em que ficaria a obra ( do deus ), devendo portanto o pastor arrecadar mais dinheiro para a divindade, do contrário a obra do deus da prosperidade não teria como prosperar.

    Por isto o deus que precisa do dinheiro que o povo envia, se agrada que o povo envie mais dinheiro: pra dar continuidade à sua obra. Por isto continua a fazer a chantagem que passa despercebida pela população:

    Primeiro as pessoas têm que entregar o dinheiro e fazer prosperar a obra do deus dele , pra que a obra do deus da prosperidade dele não fique sem a prosperidade financeira. Depois que a pessoa entregou 10% e às vezes 20%, então o deus vai e libera a prosperidade às pessoas que não foram mão de vaca. E mesmo que fossem, uma mão ( de vaca ) lava a outra, porque a outra fez chantagem.

    A obra do deus que precisa de dinheiro sempre estará precisando do dinheiro que o povo envia. Se não, a obra do deus da prosperidade deles não prospera. O pastor terá que arrecadar mais pra que o deus dele não fique numa situação difícil com a obra parada.

    Onde houver pessoas a se reunir pelo motivo especificado de instrução bíblica, seja em um bairro ou região, essas pessoas têm o direito de escolher se haverá ou não transferência, da localidade onde vivem para outra, ou se os valores devem ser sistematicamente transferidos pra longe.

    Porque se renunciam ao direito de igualdade, só 2 % ( os que são sustentados pelas pessoas que congregam ) é que têm direito de escolher pra onde vai o dinheiro. Por esta razão, renunciar ao direito de igualdade é servir ao homem.


    Quem é a congregação de pessoas? Será apenas dois por cento das pessoas que congregam? Enquanto se diz pra repassar os valores pra que haja mantimento na casa, não se exclui a casa de maior valor onde há um coração: o corpo que é tabernáculo e templo não feito por mãos de homens. Quem compartilha com o próximo ajunta tesouro no céu, uma vez que a pessoa que dividir o que se tem, e não o que está sobrando, estará a ser ela mesma um tesouro ajuntado para o reino celeste.


    No Livro se constata que o ladrão, o mercenário da área espiritual, não tem cuidado das ovelhas porque é mercenário. E que onde estiver o teu tesouro, aí estará o teu coração. O corpo é o templo e tabernáculo, casa do tesouro onde há um coração.

    As pessoas não precisam de casas do tesouro na Terra onde o ladrão *mercenário da área espiritual esteja.

    Neste NOVO CONCERTO – No Concerto Eterno – a instrução é pra não ajuntar tesouro na Terra, onde os ladrões minam e roubam. E tiram 10 % da venda de um bem móvel ou imóvel, e 10 % dos aposentados e das malocas de origem indígena.


    Pelo que está no Livro dos livros: o conhecimento da verdade já está escrito no coração de quem não pratica a idolatria ( que é servir a homens por motivo de crença ). Quem serve a homens está sendo escravo, e não conhece a verdade que libertará: que a Palavra viva não iria depender de homem algum pra se fazer conhecer; e os que ouvem a sua voz, não necessitam de que homem algum os ensine. E no CONCERTO ETERNO: ‘Escreverei as minhas palavras no coração deste povo e eles me conhecerão e saberão que Eu Sou’.


    E para escrever as palavras no coração, não precisa de homens e nem de dinheiro pra fazer isto.


    A palavra ‘pastor’ ( no sentido de autoridade espiritual sobre as demais pessoas ) existe nos textos originais das Sagradas Escrituras?

    Nos textos originais está a palavra apascentador, e não pastor no sentido de autoridade espiritual sobre as demais pessoas que se reúnem. Apascentar é: pacificar e manter a paz numa região. É cuidar da segurança das ovelhas pra que não sejam agredidas por animais ferozes. Usar a palavra ‘pastor’ no sentido de autoridade espiritual só existe nas versões pessimamente revisadas e corrigidas. Qual é a tradução que combina com a realidade:

    ‘Não toqueis nos meus apascentadores’, ou ‘Não toqueis nos meus pastores’?

    Apascentar uma localidade é uma função em que a pessoa corre o risco de que alguém queira lhe tocar ou lhe agredir. E por esta razão constata-se que o texto original não tem nada a ver com ‘pastores’ no sentido de suposta autoridade espiritual sobre as demais pessoas que se reúnem para a instrução bíblica.

    Consta no Livro que só o cordeiro é autoridade legítima constituído por EU SOU, e que falou pra não servir a homens por motivo espiritual, e que por esta razão lavou os pés dos que lhe chamavam rabino ou mestre, pra clarear que não existe diferença entre pessoas de qualidade superior e inferior.

    Não consta que se deva chamar alguém de pastor no sentido de autoridade espiritual sobre os demais, porque isto seria acepção de pessoas, quando se faz distinção ou divisão entre pessoas de qualidade superior e inferior. As pessoas têm direito de congregar, garantido o direito à igualdade e à transparência pra não serem escravizados.


    Os irmãos deixam de conversar sobre o que estavam conversando, porque se aproximou deles um pastor, e mudam de assunto de repente, em sinal de reverência à suposta ‘autoridade’ de alguém que é sustentado por eles próprios. O pastor é servido à semelhança do fazendeiro diante dos serviçais que não sabem que são os legítimos herdeiros e têm direitos iguais de permanecer e de decidir se haverá ou não transferência de valores, da região onde vivem pra uma região mais rica. Lê-se no Livro, que o cordeiro rejeita o comportamento hipócrita de servir a homens por motivo espiritual.

    Porém uma parte prefere estar debaixo da idolatria de servir a homens por motivo de crença religiosa, estando debaixo do cabresto de um pastor, reverenciando e servindo ao ponto de não se importar com o fato de que transferem quase tudo pra fora da região do seu município; e julgam você pelo que você tem, dizendo: “teus negócios não vão bem, você não tem dinheiro ( prosperidade financeira ) porque você se desviou do deus que dá as riquezas”. E julgam você pela bebida e outras coisas, porque pagando a bebida e outras coisas, não sobra muito pra entregar pro deus do pastor.


    Pra representar juridicamente ... ... Quem ?


    A pessoa jurídica de uma respectiva congregação de pessoas foi originalmente criada pra representar as pessoas que congregam. No entanto o que se vê na vida real é o contrário: o representante da pessoa jurídica representando a imagem da própria doutrina relapsa. Trata-se de imagem representativa não do ser Humano, já que representa a coisa instituída em cartório: um estatuto de doutrina ou imagem doutrinária que age de modo contrário ao modo de agir do cordeiro.


    Onça jurídica

    Uma onça sob a camuflagem de pessoa jurídica


    Quem representa doutrina camuflada de pessoa jurídica de uma congregação de pessoas, não representa as pessoas que congregam. Está a ceder seu fôlego de vida pra representar o que não é um ser Humano, e que age de forma oposta ao modo de agir do cordeiro. Está a dar vida a uma imagem de doutrina semelhante ao leopardo, que não divide o que tem com as pessoas. Como citado anteriormente que se cumpriria:

    E foi concedido que desse fôlego de vida à imagem da besta para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem *mortos ( *excluídos da doutrina; são tidos como mortos ou não-salvos ) todos os que não reverenciam a imagem da besta.

    O citado fragmento afirma que toda a terra se maravilhou após a besta ( doutrina semelhante ao leopardo ) e que os governos, as prefeituras, e as pessoas haveriam de entregar seus bens e os seus recursos à besta, e reverenciar a sua imagem doutrinária.

    Se uma pessoa fica com 90 % e entrega apenas 10 %, então por que vai mexer naqueles dez por cento ?


    Direito à igualdade significa que a igreja verdadeira são as pessoas: Porque os valores são entregues primeiro pra uma congregação de pessoas, e só depois coloca-se em nome de pessoa jurídica. Se você faz parte de uma igreja onde a pessoa que é o ser Humano vale mais do que a jurídica que só existe no papel, você tem direito a uma parte dos valores que você entregou.

    Se um irmão ou irmã passou a metade da sua vida colaborando, entregando os 10 %, e, além disso, oferecendo uma parte das suas economias, e um dia a mesma pessoa sofreu grande perda e precisou de ajuda para as despesas com tratamento ou mantimento, e o representante da pessoa jurídica, que se chama de pastor, foi atender a essa pessoa como se estivesse fazendo um favor, então aquilo que se chama estatuto registrado em cartório está a dar mais importância ao dinheiro do que ao ser Humano.

    Se alguém sofrer uma perda, ou ficar sem moradia por causa dos gastos e o desemprego, tendo direitos iguais, você tem direito à metade do que você entregou. E se você preferir que não deve mexer nunca naqueles 5%, esta Lei não vai lhe obrigar a usar do que você já sabe que tem direitos iguais. Mas não há razão pra que você renuncie a esse direito de igualdade, porque os bens e valores estão em nome da congregação de pessoas da qual você faz parte. Se você sabe que a pessoa jurídica não é um ser Humano então por que você não usa desse direito?

    Pelo que está no Livro dos livros, há sete coisas que o cordeiro não fez e não falou dizendo que era pra fazer:

    - usar a palavra comum e genérica 'deus’ ou ‘elohim' pra se referir ao celestial;

    - arrecadar dinheiro de muitas pessoas, 10% de um salário fixo, 10% da aposentadoria, 10% da venda de bem móvel ou imóvel, ou do repasse às malocas de origem indígena;

    - instituir a construção de templo pra realização de culto religioso ou ritualístico;

    - realizar um culto religioso ou ritualístico;

    - dizer às pessoas que elas devem orar em público, nas praças, ou de uma forma não secreta, sem privacidade, onde uma pessoa possa ser vista pelos homens;

    - referir-se ao Eterno usando a palavra “senhor” que em Hebraico é “baal”;

    - fazer oração ritualística ou de entonação repetitiva, e vãs repetições, dizendo: “ouve ...” que dá a entender que para ser atendido é preciso dizer “ouve...” com mais veemência, ou que os ouvidos do deus andam falhando e precisa escutar direito.

    A palavra ‘baal’ é uma palavra Hebraica, que traduzido significa: ‘senhor’.

    O que opera sinais em nome de ‘senhor’, não está operando no nome que Eu Sou.

    Sabendo que o cordeiro não iria transferir dinheiro das regiões dos municípios do seu Estado pra que pudesse tocar a sua obra, tirando o que puder das múltiplas filiais pra uma região mais rica em outro Estado, constata-se que essa forma de agir, de arrecadar dizendo que é para o cordeiro, mostra que não é santidade.

    O sistema da idolatria faz as pessoas acreditarem que o deus ( do pastor ) ouviu a oração pra ter dinheiro ( prosperidade financeira ). Em poucos dias os endividados que acreditam conseguem pagar as dívidas. E os que buscam financiamento pra um negócio próprio, em pouco tempo são encontrados por um ancião-laranja, usado pelo deus que tem milhões de reais nos grandes bancos, e o ancião avisa que o capital está disponível.

    O suposto deus estaria ajudando a pagar as dívidas das pessoas que são mostradas na televisão. Ele envia o ancião-laranja que oferece um emprego bem remunerado, fazendo mais pessoas acreditarem que o deus ( dele ) ouviu a oração pelo dinheiro ou prosperidade. Ao pagar a dívida de 10, consegue-se convencer pra arrecadar os valores que virão de mais de um milhão de pessoas, que acreditarem na prosperidade mostrada na televisão.

    O que tem milhões de reais nos grandes bancos do país, dá ordem pra financiar as pessoas que acreditarem que o deus ( dele ) está operando. E ao financiar muitas pessoas acrescenta cada vez mais milhões de reais às suas contas, já que a potestade ficará com 10% de tudo que o banco emprestar ou financiar, através do retorno dos 10% garantidos, porque faz acreditar que o deus ouviu a oração pra ter dinheiro ( prosperidade financeira ).


    *******

    Gourmet Erótico
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    celestial77
    O que você acha do pastor da sua igreja, você diria que é ungido ?

    no mínimo, uma pergunta capciosa

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    Gourmet,

    Admiro que você faça uso de palavras clássicas como: capciosa

    Demonstra que você tem classe e o teu vocabulário é rico em palavras distintas, faz até eu me sentir importante.


    *

    Black Fire
    Gato OT 2011
    # ago/15
    · votar


    Acho que todo protestante deveria ler os escritos dos reformadores do Século XVI pra não acreditar nessas mongolices.

    Gourmet Erótico
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    celestial77
    Gourmet,

    Admiro que você faça uso de palavras clássicas como: capciosa


    ahhh dessa missa vc nao viu nem a metade
    aqui nesse forum o que mais tem são pedantes

    e eu nao sou um deles! para vc ver como que tá o nivel

    @topic
    gostaria de saber qual o sua posição sobre tudo isso ai que escreveu

    nevasca
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: nevasca
    · votar


    Black Fire
    Concordo.

    Fiquei feliz em ver nenhum "Nenly &Nenlerey" :D

    Gourmet Erótico
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    nevasca
    Fiquei feliz em ver nenhum "Nenly &Nenlerey" :D

    foram só 5 comentários, tem muito retardado nesse mundo ainda

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    *
    Citação de SPOTLIGHT: Como Enredar uma Onça Jurídica


    Uma “pessoa” jurídica representaria as pessoas que congregam, mas por ela ser uma onça jurídica é o contrário: não representa pessoas. As pessoas é que a servem e a sustentam entregando seus recursos, e a reverenciam representando a imagem da sua doutrina e renunciando ao Art. 5º do direito à igualdade, estabelecido na Constituição Federal.


    As pessoas podem ser seduzidas e convencidas a entregar os seus valores?


    Sim. Escravo também é aquele que se encontra dominado por qualquer força moral. Alguém poderá dizer que a pessoa só entrega os seus valores porque quer, ou que no seu município não existe a escravidão por força moral, mas demonstra não saber a Definição de escravo que encontramos nos Dicionários da Língua Portuguesa.


    Quando a pessoa está com a sua saúde debilitada e recorre à crença religiosa, a sua consciência está mais vulnerável, é o momento mais fácil de tornar-se um escravo que estará servindo a homens, os que prevalecem de uma situação de fraqueza.

    Por que não pode curar os enfermos no ambiente do mundo real? E nas enfermarias e Hospitais onde tem cadeirante que realmente não pode andar, e pessoas na UTI que também precisam de um milagre? O cordeiro não faria acepção de pessoas.

    Será que só as pessoas que buscam fazer parte daquele seguimento religioso é que podem ser beneficiadas com as curas e milagres?


    Escravidão instituída é a privação de direitos, em uma congregação de pessoas, por motivo de crença religiosa, o que fere a Constituição. Se um deputado não reconhece isto, acredita que as pessoas não podem ser seduzidas e convencidas a servir a homens, e pensa que essa escravidão não existe, segue alegando que as pessoas entregam seus valores só porque elas querem, sem terem sido persuadidas de que se trata de um dever.

    A força moral da crença escraviza porque se sobrepõe à vontade pessoal dos que entregam seus valores. Os Deputados tendem a não enxergar a escravidão instituída alegando que já existe Lei. Mas o cidadão poderá explicar: que a pessoa jurídica da crença religiosa está juridicamente blindada pra não haver transparência, e que por falta de Legislação específica, é usada para o enriquecimento de mercenários da área espiritual.


    Ninguém obriga. O que as Leis têm a ver com isso? - Ninguém pode ser privado de direitos – à igualdade e à transparência – por motivo de crença ou por estar entregando valores pra religião, como se religião por si só justificasse a ausência de Leis que impeçam a escravidão instituída, porque misturam a verdade com a mentira: diz que não obriga, mas ao mesmo tempo coloca como obrigação devolver os 10 %. Diz tratar-se de doação, porém a ação motivada por incitação à prosperidade através dos 10 %, ou pela exposição pública de que alguém não devolveu os 10 %, não é o mesmo que doação espontânea.


    *

    quaresma2
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    nevasca
    Fiquei feliz em ver nenhum "Nenly &Nenlerey"

    Deveria ficar triste por darem trela pra multi renascido.

    nevasca
    Membro Novato
    # ago/15
    · votar


    quaresma2
    Mas não é disso que vive o OT? Estou confuso agora D:

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    *

    Uma coisa que não está de acordo com a Palavra do cordeiro, é o sistema da miserabilidade, quando o tesoureiro e o pastor recomendam a todos: que a pessoa que entrega 10% do seu salário só deve recorrer à tesouraria em último caso, depois que tiver passado pelas filas do sistema previdenciário em decadência ou quando a pessoa estiver já próxima da morte.

    O problema é que utiliza a palavra ‘igreja’ como se a igreja na localidade fosse eles dois: o tesoureiro e o pastor, e não 51 % (cinqüenta e um por cento) no mínimo das pessoas que congregam e sustentam esses funcionários.

    Portanto, cabe à igreja verdadeira ( 51% das pessoas que congregam ) decidir se querem recorrer à tesouraria ou ao sistema previdenciário em decadência. Essa decisão não cabe ao tesoureiro e nem a pastor, porque o dono da casa não é o caseiro que se chama de pastor ( funcionário mantido pelas pessoas que pagam 10% ). Reverenciar ou servir a criatura só se aplica onde 51% não queiram exercer Igualdade e Transparência, porque esses direitos estariam acima da distinção ou divisão que fazem, a qual se chama acepção de pessoas ou divisão entre pessoas de qualidade superior e inferior.

    *

    ju.nito
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    Fiquei feliz em ver nenhum "Nenly &Nenlerey

    http://2.bp.blogspot.com/-ZNAvhHnpuwI/UGpbw6Fv-UI/AAAAAAAAELs/Qcwiu9Pe Tdk/s1600/nemly.jpg

    landlord
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    você diria que é ungido ?

    Diria.

    nevasca
    Membro Novato
    # ago/15
    · votar


    ju.nito
    :C

    sallqantay
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    Nao sei, nunca vi o pipi dele para saber

    Insufferable Bear
    Membro
    # ago/15
    · votar


    considerando isso aí, eu diria que VOCÊ é um gido

    Black Smoke
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: Black Smoke
    · votar


    muito tryhardismo da parte desse Celestial77
    pior q ele ta fazendo uma mistura de CTRL+C e CTRL+V que nao tá nem fazendo muito sentido, acho q ele nem lê o que escreve

    Thiago Livgren que toca mais ou menos
    Membro Novato
    # ago/15
    · votar


    celestial77
    Xi, Jão... tá falando sozinho? Essa é da boa? Põe dessa pra mim!

    FELIZ NATAL
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    VENDO Astra 2001 FODAO
    12.500 COMPLETO

    ASTRA FODAO

    Sabe o que e isto na frente de seus olhos seus filhos da puta? ‘Isto’ e um fodendo astra Astra 2001/2001com super pintura fosca ( eu disse pintura! e não esses papel surrados nao! ) cara de caveirao, um carro criado pelo martelo de Thor para ser um verdadeiro destruidor de bucetas!!!!!

    Uma máquina que foi reformulada para caçar vaginas como se caça cardume piranha com rede de pesca!!!! Sim, esse carro é desleal!!!

    Carro completo e bem cuidado, sou o segundo dono.
    Vistoriado 2015
    Carro com GNV de 16 e aro Ferraro de 16″.

    *Com esse puta GNV você pode ir ate o inferno e voltar com essa maquina do mal e NUNCA precisará de gasosa, e se precisar ele pega bem nela!!!

    Manutenção toda OK, quase tudo nele é novo, pintura rodas pneus step, coisa pra caralho do motor tudo novinho e com nota fiscal.. somente pegar e andar. E o carro ta andando pra caralhoooo vai tomar no cu!

    Aaaaaa porra, esse carro está foda demais para esta minha vida de punheteiro andador de fiat..

    +AI E QUE VOCE SE ENGANA SEU DESGRAÇADO!!!!

    esta fodendo maquina toda prontinha pra comer altos cus esta saindo a ridículos 12.500!!!!!!!!

    Eu disse, 12.500!!!!!!!!!

    Aaaaiiii meu deussss ta barato pra caralhoooo vai tomar co cuuu tem treta nessa merda Ferri num fode!

    Não tem seu filho da puta! Estou com esse caralhudo veloz e um Pólo 2009 e como eu ando mais que taxista preferi ficar com o pólo com cara de coroa pois este carro e um imã de vaginas forte demais para mim.. Outro dia fui limpar o vidro e o carro expeliu fluidos vaginais, isso me assustou em demasia kkkkk esse carro tá bugado demais para chamar a atenção, ta foda demais!

    Contatos: 964253308, 24820533

    Rednef2
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    FELIZ NATAL
    Não! Você não é engraçado. Desiste.

    sandroguiraldo
    Veterano
    # ago/15 · Editado por: sandroguiraldo
    · votar


    celestial77
    Nemly&Nemlerey

    Edit: atendendo a pedidos kkkkkkkkkk

    Wade
    Membro Novato
    # ago/15
    · votar


    FELIZ NATAL
    Eu ri. Publicitário nato.

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    Black Smoke,

    O que lhe aflige? De acordo com as regras uma pessoa pode citar utilizando CTRL+C e CTRL+V à vontade, desde que seja dos seus próprios textos autorais. Neste caso não é plagiarismo, uma vez que todo o conteúdo da redação está registrado em meu nome.

    Landlord, você diria que ele é ungido .. Ungido por quem ?

    Quem é que seria conivente com esse tipo de estelionato; obtenção de vantagem ilícita. Enriquecimento sem causa transparente.
    Transgressão de direitos com agravante: Acepção de pessoas (divisão entre pessoas de qualidade superior e inferior).
    assembléias sigilosas; salários exorbitantes entre outras coisas.

    Se alguém que está lendo isto, é um pastor consagrado ou diplomado na faculdade de falso profeta, ou é um tesoureiro, dos que transferem o arrecadado das regiões dos municípios pra uma sede ou pra capital de uma região mais rica, ligue o seu receptor porque eu tenho uma mensagem pra você;

    Ouça bem, eu não quero que você se esqueça do que eu vou lhe dizer,
    e eu não vou perder meu tempo dizendo tudo outra vez:

    Sai desse lugar por favor. Você não é apto para liderar.
    Você crê com veemência que está a LIDERAR
    Você está simplesmente a NEGAR o direito de outrem.
    porque você se nega a sair.


    *

    Viciado em Guarana
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    FELIZ NATAL
    Por que você não faz que nem o Teru e só plagia piada que ninguém conhece?

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    Como você interpreta a Constituição ?

    Enquanto se diz 'ninguém', é ninguém mesmo.

    Portanto, a Constituição não foi escrita pra favorecer grupo religioso em especial, e sim para garantia dos direitos de todos, inclusive das pessoas que são enganadas e entregam parte do seu salário pra um ladrão da área espiritual.

    Não se pode usar religião como meio de enriquecimento, às custas da ignorância dos que praticam a idolatria religiosa de servir a homens, os que se intitulam de suposta autoridade espiritual.


    Art. 5º, VIII, da CF: Ninguém será privado de direitos por motivo de crença


    Significado:

    1. Os fins, os propósitos de religião, não justificam os meios; não são motivo que autorize levar a efeito estatutos de crença religiosa que venham a privar uma pessoa do direito à igualdade

    2. Ninguém será privado de direitos, igualdade e transparência, estando em uma congregação.


    Citação de SPOTLIGHT,

    Saiba o que força passagem na contramão,
    contra a vontade do povo e da Constituição.
    Uma Nova Lei da Transparência poderá clarear essas coisas muito estranhas:

    Escravidão instituída ocorre no Brasil onde CONTRÁRIO À CONSTITUIÇÃO,
    Os fins, e os propósitos de religião, justificam os meios de privar pessoas do direito à igualdade e tirar tudo que puder dos municípios, com transferências partindo de múltiplas filiais, municípios da União, sem existir orçamento que comprove a necessidade de se tirar de uma região, onde há escassez de recursos, pra um cofre nas grandes capitais de regiões ricas. O estatuto também autoriza salários exorbitantes e enriquecimento sem causa transparente.

    *

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15
    · votar


    *

    Quando a pessoa está com a sua saúde debilitada e recorre à crença religiosa, a sua consciência está mais vulnerável, é o momento mais fácil de tornar-se um escravo que estará servindo a homens, os que prevalecem de uma situação de fraqueza.

    Por que não pode curar os enfermos no ambiente do mundo real? E nas enfermarias e Hospitais onde tem cadeirante que realmente não pode andar, e pessoas na UTI que também precisam de um milagre? O cordeiro não faria acepção de pessoas.

    *

    alexandrecoppo
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    O que você acha do pastor da sua igreja, você diria que é ungido ?
    Não frequento igrejas, quanto aos pastores eu acho que eles somente se aproveitam da lei e da ignorância das pessoas para arrecadar dinheiro.

    Shredder_De_Cavaquinho
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    meu pai de santo é mestre em fisica nuclear

    makumbator
    Veterano
    # ago/15
    · votar


    aplicativo oficial do tópico:

    http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/08/1670154-aplicativo-para-p agar-dizimo-e-nova-peca-da-tecnologia-evangelica.shtml

    celestial77
    Membro Novato
    # ago/15 · Editado por: celestial77
    · votar


    *

    A igreja, originalmente somos nós: as pessoas, seres Humanos,

    Não uma entidade, instituição ou ente jurídica ( comércio religioso )


    O que dizer para um ente querido que freqüenta um comércio religioso ao qual erroneamente tem sido chamado de 'igreja'

    Olha, não fique dando dinheiro pra ladrão ..


    Não tem homem santo ou ungido. São todos pecadores.

    Não dê dinheiro pro estelionatário da área espiritual,

    porque eles se chamam de grandes coisas ( pastores, ministros, apóstolo ... ) porém você sabe que o sistema é o da onça, o sistema em que agem 100% ILÍCITO;

    é arrecadar o máximo que puderem e depois transferir o arrecadado para as lideranças deles, para as suas sedes na Região Sudeste do país,

    Não dê dinheiro porque as lideranças deles são ricos, têm carro importado, e nunca vão se fartar de serem servidos pelo povo.


    *

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a O que você acha do pastor da sua igreja, você diria que é ungido ?