Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Notas dissonantes (explicação)

      Autor Mensagem
      scar of guitar
      Veterano
      # fev/10


      oie me ajudem a entender um pouco sobre as notas dissonantes?




      brigaduuu!!!

      Power Band
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      scar of guitar
      entrei pensando que voce tivesse colocado uma explicação !!!
      usaihsuaishauiss

      Leo Zanon
      Veterano
      # fev/10 · Editado por: Leo Zanon
      · votar


      Um acorde dissonante seria, como o próprio nome diz, um acorde que dissona ou não soa bem. Acontece que muitas vezes acontece o contrario, ele soa extremamente bem.

      Formação e notação de acordes dissonantes

      Quando falamos de notação de acordes, dissemos que uma acorde maior é formado por 3 notas, 1a , 3a e 5a e os menores com a 3ab .Os acordes dissonantes são formados de 4 ou mais notas. Tomamos as notas normais do acorde, maior ou menor e adicionamos uma nota da escala cromática.

      Assim, existe por exemplo, um acorde de G com as notas normais mais um A. Ou um C com A#.

      Existem milhares de acordes dissonantes e se formos contar todas as inversões ainda mais. Para identificar um acorde dissonante, usamos a mesma notação dos acorde convencionais, mas adicionando à frente o número da nota da escala diatônica desse acorde. Um G com A escreveríamos G9 e leríamos sol com nona. Podemos também adicionar mais de um nota dissonante em um acorde, nesse caso separamos os números por uma barra. Ex.: Am com G e B à Am7/9. Se o acorde original for do tipo com arranjo no baixo escrevemos o acorde dissonante seguido de outra barra e o baixo. Ex.: Am7/9/G. (pouquíssimo uso)

      Quando queremos usar notas acidentadas fora da escala diatônica do acorde usamos na cifra os sinais de + e - para indicar que devemos aumentar (+) ou abaixar (-) meio tom na nota dissonante.

      Ex.: C/-5 lemos C com 5a menor. A 5a de C seria G menos 1/2 tom temos F#.

      Ex.: Bm5-/7, C7+

      Podemos colocar os sinais à frente ou atrás do número. Escolha o que ficar mais bonitinho.

      Atenção para um detalhe importante. Não existem os acordes dissonantes com 1a 3a e 5a já que eles formam o acorde normal.

      OBS. Como a barra (/) é usado tanto no arranjo no baixo como em dissonantes o que diferencia o acorde e uso de número ou letra após a barra.

      Os acordes dissonantes e suas aplicações

      Agora que já sabemos como fazer uma acorde dissonante passemos às aplicações. Lembre-se de que o que daremos aqui são apenas algumas aplicações práticas. Nada melhor do que a experiência para lhe dizer o que é melhor usar em determinados momentos.

      Acorde com 7

      Este é com certeza o mais manjado dos acordes dissonantes, mas o que muita gente não sabe é que esse acorde é uma exceção aos acordes dissonantes quanto à notação. Na verdade ele é um acorde de 7- mas por ser muito comum foi vulgarizado para só 7. Esse acorde sozinho é um pouco "brega", no entanto se você quiser usa-lo, faça-o acompanhado da nona ou com a quarta(7/9 ou 4/7) ou então se for a 4a do tom.

      * É muito usado como preparação da 1a para a 4a .
      Ex1.: C C7 F G
      Ex2.: C Gm7 C7/9 F G
      * Podemos colocar a 7 na 4a do tom para soar diferente.

      Ex.: E C#m F#m B7 E

      Acordes menores com 7

      Ao contrário do maior com 7a o menor não tem nada de brega.. Esses acordes assumem uma beleza especial para os acordes de Bm, Dm, C#m feitos com pestana e é ainda mais bonito e caraterístico na guitarra.

      * Uma caraterística interessante é que podemos usar os acordes menores e os menores com 7a indistintamente. Se em um lugar você ver Dm, você pode substituir por Dm7

      Ex. Dm7 Gm7 A

      * Outra característica interessante é que um acorde menor com 7 tem seu equivalente na notação com arranjo no baixo.(lembra quando dissemos que os acordes de arranjo no baixo são na verdade dissonantes? )
      Ex.: Bm7 = D/B Am7 = C/A F#m7 = A/F#

      Acorde com 9

      Este é sem dúvida o acorde dissonante mais bonito e mais útil. É capaz de "consertar" a mais baranga das melodias.

      o Pode ser utilizado no lugar de qualquer nota maior. Um detalhe porém, não use demais para não ficar enjoativo e meloso demais.
      Ex. A9 F#m7 Bm7 E4 E
      o Use a nona quando for construir acorde menores com sétima para ficar bem melodioso.
      Ex.: F#m7 = A/F# ficará mais bonito se você fizer A9/F#

      Acorde com 4

      Este é o acorde "cheguei" das dissonantes, mas se bem usado pode servir para completar um encadeamento ou fazer uma preparação.

      Ex1. Como "ataque" à E4 E D4 D

      Ex2. Como complementoà A9 F#m7 Bm7 E4 E

      Ex3. Como preparação à A A4 D E ou ainda G Em A7/4 A7 D

      Acorde com 7+

      Este acorde dá uma impressão de leveza, suavidade e continuidade.

      Ex. C7+ F7+ C7+ F7+

      Acordes diminutos

      Esses acordes são realmente interessantes. Representamos o acorde diminuto pela letra do acorde seguido de uma bolinha ( o ) ou da sigla µdim'. Ex. Fo. Sua formação é um tanto complicada e vamos dar aqui uma forma prática. Suponhamos que estamos querendo fazer D#O

      1. Ache o acorde 1/2 tom abaixo, no caso D
      1. Faça o acorde achado com 7a . D7
      1. Transforme o D7 para D7 com baixo em D#
      1. Temos que D#o = D7/D#
      Regra geral: É o acorde meio tom abaixo com sétima e com baixo na nota do acorde que queremos formar.

      Os acordes diminutos têm uma peculiaridade, com apenas 3 acordes podemos substituir qualquer acorde diminuto. Esses acordes são 3 diminutos seguidos tomados de 1/2 em 1/2 tom. Podemos escolher quaisquer semitons que quisermos! Funciona com se fosse uma círculo.

      Acorde "progressivo" de um tom

      O acorde progressivo nem pode ser considerado dissonante. É um acorde comum mas que foge do padrão das possíveis notas do tom. Devido a grande utilização, empreguei esse nome para generalizar, e provavelmente você não o encontrará em outro lugar. É sempre o 3o acorde maior do tom. Se for tom menor ache o 3o da relativa maior.

      O acorde progressivo dá uma idéia de progressão e é muito legal se você usar para passar da 1a para a 1a menor. É interessante também você usar em conjunto com um acorde de arranjo no baixo, o progressivo com baixo na 3a do mesmo.

      Ex.: Em D C B

      Ex.: C E E/G# Am

      Acorde "regressivo" de um tom

      É Parecido com o progressivo, só que dá uma idéia de regressão. É sempre o 7o acorde maior do tom.

      Ex.: G C G F D

      Socomegaton
      Veterano
      # fev/10 · Editado por: Socomegaton
      · votar


      Vou explicar de um jeito bem "marginal", e segundo a minha bagagem pessoal de conhecimento. Os puristas que me perdoem.

      Dissonância é a qualidade sonora atribuída a um intervalo, tríade, ou acorde.
      É uma questão de harmonia. Harmonia nada mais é do que o estudo das notas quando soam juntas, os efeitos e os porquês. A harmonia é o mais complexo dos três pilares que compõe a teoria musical (que são a hamonia, a melodia e o ritmo).

      Falando em termos de harmonia, quando temos duas notas soando juntas, temos o que chamamos de intervalo. Este intervalo pode ser consonante (quando as notas se combinam bem, se "entrosam") ou dissonantes (quando soam instáveis, como se entrassem em choque).

      Esse conceito é aplicável também para tríades (três notas misturadas, forma mais simples de acorde, sendo sua base) e acordes (três ou mais notas, somadas de eventuais repetições em diferentes oitavas).

      Espero ter ajudado.

      allansom
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      scar of guitar

      Tão complicando muito.

      Toda nota que é adicionada a triade, Tônica, Terça( maior ou menor) e quinta justa é chamada dissonância. Só isso.

      Tonanteador
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Leo Zanon
      Caramba, explicou oq é e como usar a dissonância, tá de parabéns!

      scar of guitar
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      como ficaria usando em power chords?

      stenyosullivan
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Leo Zanon
      cara, vc conhece algum material de 'aplicaçao de dissonancias' bem completo?

      MMI
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      Pessoal, o Arnold Schoenberg no livro Harmonia explica isso através de uma nota com seus harmônicos, e disso a formação de acordes, tríades e tétrades. No livro, ele prefere falar de notas mais distantes e não dissonancias.
      Quem quiser estudar a fundo a questão, recomendo esse livro e depois dessa teoria, a prática com o livro (1 e 2) Harmonia & Improvisação do Almir Chediak. Toda a "aplicação de dissonancias" está aí.

      scar of guitar
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      ñ conheço nada sobre dissonantes!!!

      Leo Zanon
      Veterano
      # fev/10
      · votar


      scar of guitar
      Ta brincando né?

      scar of guitar
      Veterano
      # jun/10
      · votar


      alguém me mande algumas triades de acordes dissonantes

      mrguitarblues
      Veterano
      # ago/11
      · votar


      Legal e esse tópico, mas é possivel tocar somente com acordes dissonantes? pois tem alguns guitarristas que nao utilizam acordes comuns, são dissonantes ou inversões?

      abraços amr

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Notas dissonantes (explicação)

      299.293 tópicos 7.768.345 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2016 Studio Sol Comunicação Digital