Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Análise harmônica: como descobrir o tom de uma música?

      Autor Mensagem
      pucci
      Veterano
      # set/06


      e ai rapazeada!!!!!galera tom com uma dúvida que pode ser meio idiota mas não estou conseguindo resolver!!!!

      o velho problema do tom da música!!!

      procurei em vários tópicos..mas nenhum com uma abordagem profunda....

      que diabos eu faço pra descobrir o tom de uma música!!!

      procurei em varios sites mas não encontrei nada abordando esse assusto!(se souberem de algum me avisem!!)

      clássico exemplo vocÊ está tocando em um bar e ai vc ta solando!!!e toda hora vem uma música diferente

      ok.é vou pelo campo harmônico!!!

      por exemplo

      caso de C

      C MAIOR Dm Em F G Am B meio diminuto e C

      OK!!ATÉ ENTÃO TUDO BEM!!!

      SÓ QUE Dm também tem no campo harmonico de F

      Em tem no compo harmonico de G

      G TEM NO CAMPO HARMONICO de D

      Am tem no campo harmonico de G NO DE F


      ai então rapazeada como é que eu faço pra descobrir o tom da música?sendo q as mesmas notas tem em varios outros campos!!!

      ai sempre q vcs explicarem seria legal da um exemplo pois é nos exeplos q as coisas ficam mais claras.

      galera muito obrigado.

      LuizFB
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Siga sempre o contexto... Vamos fazer 2 exemplos de progressões:
      C - G - Am - Em - F - G - C

      C - D - Bm - Em

      A primeira progressão está no Tom de Dó maior, e a segunda está no Tom de Mi menor (ou pensando em modos gregos, Dó Lídio). Bom, por enquanto eskeça os modos gregos, tentando analisar apenas como modo Maior ou menor naturais. Apesar de na 2 músicas terem os acordes C e Em, elas não são do mesmo tom! Isso tudo devido ao contexto da música! Quando vc vai analisar uma harmonia, ao pé da letra, vc não leva em conta apenas um acorde (você pode até pensar quando quiser dar uma intenção diferente na música, mas isso é uma coisa mais avançada e não interessa agora), mas sim todos os acordes da música! O campo harmônico maior é formado da seguinte forma : I(7M) - IIm(7) - IIIm (7) - IV (7M) - V (7) - VIm (7) - VIImb5 (7) --> Isso quer dizer que os acordes do grau I IV e V são maiores, e os outros considerados menores. Quando vc analisa tríades (acordes de 3 notas, ou seja, os acordes sem a sétima, ex: C, Dm, F, Fm...), vc deve encaixar esses acordes nesse contexto. A dica é, comece sempre pelos acordes maiores! Os 3 acordes maiores q existem são o C F e G no primeiro exemplo. Se o C fosse o IV grau, o D deveria ser o V grau, ou seja, não dá pra fazer! Já se o F for o IV grau, o G é o V grau, ou seja, é isso mesmo! Logo, o C só pode ser do I grau, mostrando que o tom da musica é Dó maior! Já no segundo caso, vc tem os acordes maiores: C e D; e agora??? Cade o 3º acorde maior??? Não precisamos dela na verdade. Tente analisar da mesma forma. Se C for do I grau, o II grau deve ser Dm (ou seja, não dá); Se C for do IV grau, D deve ser o V grau. É isso aí, descobrimos que C nesse caso é do IV grau. Agora é só jogar na regra de tons e semi-tons que formam a escala maior, e vc vai descobrir que o Campo Harmonico maior que tem o acorde de C no IV grau é o Campo de Sol Maior! Nesse caso, considere como Em menor (que é relativo de Sol maior), pois é nesse acorde que sentimos a "resolução" da música! É complicado, mas é assim mesmo! Leia mais artigos por aí, que vc vai aprendendo aos poucos! Abraços!

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      me chamaram? hehe
      perai q eu já leio

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pucci
      tche, tem algumas maneiras:
      1. vai testando hehe
      2. pergunta pra alguem
      3. achar os acordes do IV e o V graus!!!!

      bom, inevitavelmente tu terás q saber sobre harmonia funcional, e isso se a música em questão for construída baseada nisso. Bom, a maioria das músicas mais comuns de escutarmos são baseadas em harmonia funcional.
      Essa harmonia faz a relaçao entre os acordes pelas funçoes deles, a saber: função tonica, funçao subdominante e funçao dominante.
      Por que achar os acordes do IV e do V graus? bem, pq o IV é subdominante e o V é dominante... o acorde de função ou estrutura dominante é facil tu perceber q é ele, mas quem nao tem um ouvido ainda apurado a gente procura entre os acordes da musica dois q estejam distanciados por um tom e ambos maiores (T 3M 5)
      Essa é a forma mais genérica...

      testa ae, me diz qual é o tom dessa:
      | Em | A | D | G | Gm |

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Mas tem o seguinte...
      em tonalidades maiores esse raciocinio funciona beleza... mas em tonalidades menores nao. PQ?
      porque o IV e o V graus de uma menor harmonica, por exemplo, sao IVm7 e V7, ou seja, nao tem dois acordes maiores distantes por um tom!
      Entao, o metodo mais eficaz é sempre achar os acordes X7... q normalmente serao V7 de qualquer tonalidade.

      Mesmo quando a base da musica nao está composta de acordes de 4 notas, nós percebemos o repouso, q é caracterizado pelo movimento do acorde V para o I... dai tem q achar o tom pelo ouvido mesmo, mas o importante é sempre tu relacionar dois acordes, de preferencia o V e o I

      qualquer duvida, posta ae

      pucci
      Veterano
      # set/06
      · votar


      LuizFB
      Veterano

      cara to começando a entender!!!se não for pedir muito da mais uns exemplos ai!!!!eu vi uma video aula de guitarrista chama CLAUDIO CELSO!!em que ele dizia q pra descobrir o tom da mÚsica era só procurar o quinto GRAU!@!mas tem músicas q não tem o quinto grau!!!mas com a sua explicação deu pra enteder melhor!!!só pediria q desse mais alguns exemplos e se conhecer algum site me indique""""

      vc disse q no segundo caso tom era de Em e depois disse q é de sol q é sua relativa,mas caso de C lidio eu não entendi!!!

      pensando nessa progressão.

      C - D - Bm - Em

      eu posso improvisar em G em Em..e no caso de C lidio eu também posso improvisar em cima dessa progressã usando o C lidio!!!estou na dúvida pois não estou com meu instrumento aqui senão eu ja ia ver!!!!

      valeu.

      pucci
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Extrapolation
      Membro

      e ai extrapolation!!!não sei se vc se lembra de mim, mas vc me enviou uma apostila em inglês....muito boa!!!


      testa ae, me diz qual é o tom dessa:
      | Em | A | D | G | Gm |


      mas ae extrapolation essas notas não se encaixam em nenheum campo harmonico!!


      C Dm Em F G Am Bº C

      D Em F#m G A Bm C#º D

      E F#m G#m A B C#m D#º E

      F Gm Am A# C Dm Eº F

      G Am Bm C D Em F#º G

      A Bm C#m D E F#m G#º A

      B C#m D#m E F# G#m A#º B

      LuizFB
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pucci

      Ae fera, blz? Então, é isso aí que vc disse, nessa progressao vc pode improvisar dessa forma mesmo! Já que vc quer mais exemplos, vo tentar fazer uns práticos aki!
      Descubra qual escala usar:
      - Am - G - F (fácil)
      - E - F# (quase fácil, hehe)
      - C - Am - F - Fm (mais ou menos)
      - C - G - Bb - Am (mais ou menos)

      Obs: o segredo do que o q o Extrapolation passou nessa progressão citada na sua msg, é que tem um acorde q sai fora do campo harmonico, sendo que é o q a gente chama de emprestimo modal! Dps eu respondo, qdo tiver um tempo! Vlwz! Quebre a cabeça enquanto isso, só assim para aprender. Abraços!

      The Blue Special Guitar
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Pensa nos acordes que é mais fácil do que ficar preso à escala do tom (coisa de cabaço).

      fgr
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Olha só, pensar em q tom está uma musica seguindo as notas utilizadas eh meio furada pq eh muito comum vc ver musicas atonais poraí.. dificilmente vc achara o tom de uma MPB assim..

      O grande lance eh vc sentir a nota tocada, cada grau de cada escala proporciona uma sonoridade diferente.
      Mas existe um metodo bem simples que eh quando vc ouve uma nota que dá a impressão de final na musica entende? aquele acorda que termina uma musica? esse acorde q desperta a sensação de fim eh o acorde que da nome ao tom!

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Extrapolation
      putz eu acho q ta em D ta certo???

      LuizFB
      Am - G - F -> C ou Am;
      E - F# -> B ou Abm;
      C - Am - F - Fm -> pensei em colocar C tb mas a 3ª do Fm me confundiu (la bemol);
      C - G - Bb - Am -> C mixolidio , pensei nesse por causa do si bemol, tomando cuidado soh na hora do acorde G.
      *** n sei c ta certo c vcs puderem comentar as respostas por favor :)

      pucci
      po cara desculpa invadi sua pergunta heheh eh q sou muito interessado nesse assunto hauahua e como tb fiquei com duvida aproveitei o bonde da madruga hauha |||0|||====[]

      Rei Arthur Pendragon
      Veterano
      # set/06
      · votar


      | Em | A | D | G | Gm |
      Digamos q fique girando em torno de mi menor.... vc tem os mesmos acordes da escala de ré (ou E dórico) até o sol... depois tem Gm que seria então um empréstimo modal(uma nota de outro modo). Sola usando E F# G A B C# D E em Em A D G ... em Gm vc usa o modo E lócrio ( E F G A Bb C D E ) ou arpejos de Gm, por ex. As notas do arpejo de Em7(5b) fica do kct em cima do Gm nesse caso.

      Jabijirous
      Veterano
      # set/06
      · votar


      existe um tipo de modulação por acorde comum!!!

      exemplo C F Bb C Dm Gm C Am Dm G C



      fiz as seguintes modulações:

      C: I de dó e V de Fá ou só primeiro de só tb serve eu posso fazer a modulação ai ou no fá
      F IV de dó ou I de fá, vou modular ai.
      Bb muita gente iria dizer AEM, mas nao, ele é IV de fá
      C V de fá
      Dm VI de fá
      Gm II de fá
      C V de fá
      Am III de fá e VI de dó, voltei pra dó maior
      Dm II
      G V de dó
      C I


      existem varios tipos de modulação, essa é a mais facil, essa é bem antiga tb quem fazia muito isso era a galera do barroco que foi o inicio do tonalismo!! mas existem outros tipos de modulação!!

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Rei Arthur Pendragon
      massa mas d onde vc tiro esse Em7(b5), po reparei aki q a unica nota diferente entre esses 2 acordes eh o mi, soara intaum ( n sei c eh correto dizer isso heheh) tipo um acorde com 6ª???

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pucci
      hehe
      eu só me lembro de ter te respondido algo já, nao me lembrava sobre apostila

      bom... todos os acordes nao estao mesmo em um só campo harmonico, e foi proposital, pq nao era pra tu descobrir o tom verificando isso, era só pra verificar a existencia do IV e V grau...

      marcelgtvcbx
      isso mesmo, ta em D maior

      massa mas d onde vc tiro esse Em7(b5), po reparei aki q a unica nota diferente entre esses 2 acordes eh o mi, soara intaum ( n sei c eh correto dizer isso heheh) tipo um acorde com 6ª???
      é isso ae
      tocar o arpejo Em7(5b) em cima do Gm é a mesma coisa q tocar Gm6 só q começando pela nota mi

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pucci
      outra coisa, quando eu achava q pra descobrir o tom da musica tinha q se verificar todos os acordes e ver se eles pertencem a um CH eu tinha mais dificuldade do q hj. Agora eu procuro pelo V grau sempre, e pode ter mais de um acorde dominante dentro de uma harmonia, assim havendo modulações dentro dela
      faz assim q é melhor, ache o V7 de algum outro acorde na progressao e verifique os outros acordes de acordo com o tom q tu achou, pra saberes se todos os outros acordes sao diatonicos ou AEM

      a dica: em tonalidades maiores vai haver IV7M e V7... por isso procurar dois acordes maiores distanciados por 1 tom
      já em tonalidades menores nao dá pra fazer isso sempre...
      Menor Harmonica: IVm7 V7
      Menor Melodica: IV7 V7
      só q o IV7 da MM nao é comum se encontrar numa progressao menor

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Extrapolation
      vlw.. pod por favor comentar minha resposta sobre os exercicios do luizfb ???

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      pucci
      e mais (agora eu vo te encher de informaçoes hehe)
      temos substituições para esse acorde V7...
      *ele pode ser substituido pelo bII7, tambem usado como bII7(11#)
      *acordes diminutos ( Xdim ) servem como substituições do V7 tb
      VIIdim, IIdim, IVdim, bVIdim por exemplo (veja q todos eles tem as mesmas notas e os mesmo tritonos e um dos trintonos é igual ao do V7)
      *alterações no proprio V7
      V7(5#), V7(13b) e lá vai pedrada
      *acordes Xm6 possuem o tritono tb...
      exemplo: Abm6 tem o mesmo tritono de G7, q resolve no C ou Cm
      sendo ainda q esse Abm6 é um acorde de emprestimo modal se a tonalidade for maior
      *ainda tem, mais comum em tonalidades menores mas q tb pode aparecer em maiores, acordes VII7(5b) tambem grafados como VIIalt
      pq? pq esse VII sai de uma das possibilidades de acordes montados com a menor melodica... em tonalidade menor seria um acorde de emprestimo modal, mas e dai? tem o mesmo tritono do V7! entao serve como tal tb

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      marcelgtvcbx
      Am - G - F -> C ou Am;
      E - F# -> B ou Abm;
      C - Am - F - Fm -> pensei em colocar C tb mas a 3ª do Fm me confundiu (la bemol);
      C - G - Bb - Am -> C mixolidio , pensei nesse por causa do si bemol, tomando cuidado soh na hora do acorde G.

      vamo ver entao...

      o primeiro ta certo
      o segundo tb... nao tanto, pq isso já nao é harmonia funcional, é modal, mas dá pra pensar nela como funcional, apesar de nao ter resolvido o tritono (q na verdade nem tem ali haha)
      a terceira é C maior sim, o acorde Fm é só um emprestimo modal da tonalidade menor do C
      o quarto, na verdade pode ser qualquer merda q qualquer um possa pensar... eu por exemplo, pensei nela como sendo:
      C G7 B7(11#) Am7
      agora sim posso analisar ela melhor dentro da harmonia funcional
      dessa forma o tom é A menor, e nao C maior... mas tu pode pensar em C maior nos dois primeiros acordes
      o B7(11#) na minha analise é um subV7, q substitui o V7, no caso, de Lá menor

      nao há analise perfeita se a progressao estiver com acordes de 3 notas apenas, a terça da a caracteristica do acordes (maior ou menor) mas a sétima da a função dele (tonica, dominante, sub...). por isso q uma progressao em triades pode ser analisada de varias formas

      Jimi Halen Benitz
      Veterano
      # set/06 · Editado por: Jimi Halen Benitz
      · votar


      ai então rapazeada como é que eu faço pra descobrir o tom da música?sendo q as mesmas notas tem em varios outros campos!!!


      Talvez já tenham dito isso, mas talvez não tenham...

      Tudo está na nota que tu acentuar, e para onde a tensão te leva. Vamos falar de escalas, tu sabe o que é menor relativa? Bom, o menor relativo de C é Am (sexto grau); experimente agora tocar a escala de C, acentuando o C, depois faça isso acentuando o sexto grau (Am), verá que soará totalmente diferente; dentro da escala de C está a escala de Am, assim como a escala pentatônica de G é a mesma de Em, e mesmo assim elas soam totalmente diferentes. Portanto, não adianta analisar todas possibiladades do mundo, procure o acorde de repouso, onde a música acaba por exemplo. Só tenha cuidado que muitos compositores, os mais geniais, gostam de ousar e mudam de tonalidade durante a música...

      Jimi Halen Benitz
      Veterano
      # set/06
      · votar


      2. pergunta pra alguem

      Sim, ele perguntou para nós.

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Extrapolation
      poxa muito obrigado cara pela sua boa vontade :) ... agora entendi a setima q caracterisa a função neh... no segundo exemplo vc poderia me mostrar qual modo vc usaria... vlw

      A TODOS OS OUTROS
      putz entrei no forum a poucas semanas e ja aprendi muito aqui com vcs muito obrigado mesmo, gostaria de sugerir um topico falando sobre harmonia ao qual os frequentadores do forum pudessem discutir sobre esse assunto (tipo uma mesa de boteco hauahua zuera), pq sou muito interessado nisso e as vzs acho meio confusos os topicos procurados na busca, sem falar nas perguntas redundantes... nesse forum o poderiam ser discutidas essas analises e sugestoes de estudo bla bla bla q q vcs acham da ideia???

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06 · Editado por: Extrapolation
      · votar


      marcelgtvcbx
      E - F#
      olha cara, eu nao tenho conhecimento suficiente de harmonia modal nao, mas vou tentar dar uma pincelada sobre
      eu nao consegui identificar qual o modo mais apropriado, se E lidio ou F#mixo, pq nos dois acordes há a nota caracteristica do outro...
      primeiro, E seria lidio, e F# mixolidio.
      assim: a nota caracteristica do modo lidio é a 4#, q esta na terça maior do acorde de F#...
      e a nota caracteristica do mixolidio é a 7m, q esta na tonica do acorde de E

      entao temos duas alternativas! transformar a progressao em Mi lidio ou em Fá# mixolidio. Como? pela tua abordagem na melodia. Se a harmonia te dá oportunidades, com a aplicação da melodia tu escolhe uma delas.

      Entao, se tu quer uma sonoridade mais suave, q se consegue com o Lidio, use-o. A dica é enfatizar o uso da sua 4#, a 6 tb, a 3M e a 7M, mas de preferencia a 4#

      se tu quiser uma suspense, tensao, use o mixolidio. a dica no mixo é enfatizar a 7m, 3M

      se tu quiser saber direitinho sobre harmonia modal, como dar mesma a intenção estude tb motivos melodicos e contraponto. confeso q eu nao estudei isso, por isso a certa dificuldade em resolver problemas do genero.
      Meu esquema é mesmo harmonia funcional, AEM, outside e politonalismo.

      é por ae, falou cara
      procura os topicos "confirmados" aqui: http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/124871/

      marcelgtvcbx
      Veterano
      # set/06
      · votar


      Extrapolation
      muito obrigado :)

      Extrapolation
      Veterano
      # set/06
      · votar


      marcelgtvcbx
      é só passar no caixa hehehe

      pucci
      Veterano
      # out/06
      · votar


      fgr
      Veterano

      Olha só, pensar em q tom está uma musica seguindo as notas utilizadas eh meio furada pq eh muito comum vc ver musicas atonais poraí.. dificilmente vc achara o tom de uma MPB assim..

      O grande lance eh vc sentir a nota tocada, cada grau de cada escala proporciona uma sonoridade diferente.
      Mas existe um metodo bem simples que eh quando vc ouve uma nota que dá a impressão de final na musica entende? aquele acorda que termina uma musica? esse acorde q desperta a sensação de fim eh o acorde que da nome ao tom!



      beleza!!!da até pra raciocinar nesse sentido.........mas se a música estiver assim!!!!

      Am Dm G Em ta no campo harmônico de C.....mas não tem o acorde C,QUE NO CASO QUE VC FALOU IRIA SER O ACORDE QUE FECHA A MÚSICA.....MAS AI NÃO TEM ELE?como é q se faz?

      Jabijirous
      Veterano
      # out/06
      · votar


      Am Dm G Em ta no campo harmônico de C.....mas não tem o acorde C,QUE NO CASO QUE VC FALOU IRIA SER O ACORDE QUE FECHA A MÚSICA.....MAS AI NÃO TEM ELE?como é q se faz?


      isso pra mim ta em la menor e nao em dó

      Am I
      Dm IV
      G VII escala natural ou eolio
      Em V

      silverchairfan
      Veterano
      # out/06
      · votar


      aproveitando o embalo ....hehe
      alguem sabe dizer o tom desse exemplo: Cadd9 Fadd9???????

      pq tipo, eu nao entendi NADA mesmo !

      algume poderia explicar melhor como q faz ?

      pucci
      Veterano
      # out/06
      · votar


      aÊ rapazeada responde ai!!!!!!!

      Extrapolation
      Veterano
      # out/06
      · votar


      Jabijirous
      Am I
      Dm IV
      G VII escala natural ou eolio
      Em V

      isso pra mim ta em C maior sim, só pq nao tem o C nao quer dizer q nao esteja
      o Am é relativo de C, ou seja, tem a mesma função, q é funçao tonica

      na real, essa progressao nao é nada pra mim, ta tudo em triades
      pra se fazer uma harmonia com eolio só em harmonia modal mesmo, e ae eu nao sei hehe com harmonia tonal só dá pra fazer com menor harmonica e melodica

      pra deixar de balela, a minha analise:

      Am VIm tonica meia fraca
      Dm IIm subdominante
      G V dominante
      Em IIIm tonica fraca (ou anti relativa tb)

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Análise harmônica: como descobrir o tom de uma música?

      299.944 tópicos 7.781.545 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2016 Studio Sol Comunicação Digital