Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Plugins de Orquestra Completa

      Autor Mensagem
      Kallau
      Veterano
      # 17/jul/17 08:15 · Editado por: Kallau
      · votar


      Estou com uma dificuldade de entender o que é o MIR, o Komplete, etc. São considerados DAWs?

      Minha experiência é na maior parte com o pacote de orquestra do Reason que eu exportava pro DAW e alguns VSTI's usados em conjunto com DAW.

      Adler3x3
      Veterano
      # 17/jul/17 10:13 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      O MIR do Vienna é um aplicativo que facilita o uso do reverb e distribui os instrumentos de orquestra dentro de um palco virtual.
      Aqui no fórum quem pode explicar melhor sobre o MIR é o Makumbator.

      O Komplete é um conjunto de softwares VSTI e de efeitos da Native Instruments, com destaque especial para o Kontakt Player, não é uma DAW (Digital Audio Workstation, isto é não é uma estação de trabalho de audio digital.

      O refill original do Reason é antigo tem um tamanho pequeno comparado com as bibiliotecas atuais de outros players de VSTi como o Kontakt, Sampler Tank 3, UVI Workstation, ARIA Player e outros.
      Mas existem outros refills que tem bibliotecas maiores e melhores na questão das orquestras.
      Tinha até um Reffil do Vienna, com muitos gigabytes, só para ter um ideia comparativa, só um instrumento do Vienna pode ser maior que toda a biblioteca orquestral nativa do Reason, então a diferença é enorme.
      A biblioteca nativa do Reason serve para pequenos acompanhamentos da música eletrônica que é o foco principal desta DAW, já para trabalhos puramente orquestrais é necessário outros refills mais poderosos, e até usar melhor outra DAW em conjunto com editores de partitura.

      O Reason é uma DAW completa independente até pouco tempo atrás, que usava e usa o formato próprio de refill para os instrumentos virtuais, e na última versão incorporou o uso de VSTs.
      O Reason é uma baita de uma DAW, vem com muitos sintetizadores e aplicativos nativos que só funcionam bem dentro dele mesmo.
      No custo benefício é a DAW que mais oferece instrumentos virtuais que vem junto, mas como foi dito na forma de refill, que só é lida pelo Reason,com poucas exceções como os arquivos Rex que algumas DAWs conseguem ler.
      O Reason é muito bom, mas na questão de efeitos e aplicação de masterização, tem ferramentas em demasia, o que é uma grande vantagem, mas por outro lado o excesso de boas ferramentas, por incrível que pareça faz com que a pessoa se disperse e não consiga mixar e masterizar bem, e o som final fica não soando tão bem como deveria.
      Não é nada fácil masterizar no Reason, por isto que você não conseguiu um bom resultado na orquestra, biblioteca pequena e mal uso dos plugins de efeito/masterização.
      Aqui tem que aplicar aquela regra de ouro o menos pode ser mais.

      E os instrumentos montados pela comunidade do Reason exageram na aplicação de efeitos, como é muito fácil conectar os componentes pelos cabos virtuais, o pessoal exagera, e os instrumentos em geral pecam por ficar com muitos reverbs e outros efeitos, que no solo soam bem, mas no conjunto das tracks o excesso de efeitos acaba embolando tudo, então tem que ter um cuidado especial aqui de saber remover o excesso.

      O que o pessoal faz é usar o Reason em conjunto com outras DAWs através da tecnologia "Rewire", que conecta diferentes softwares, e agora com a possibilidade de usar VSTS ficou melhor ainda.
      A própria tecnologia Rewire foi desenvolvida pelo fabricante do Reason, e funciona melhor nele, já que a Propellerhead (empresa sueca desenvolvedora do Reason) criou esta ferramenta.

      E na Internet existem milhares e milhares de refills para todos os estilos musicais, uma grande vantagem desta DAW.

      Quanto ao Vienna o foco é mais para os VSTS para tocar em outras DAWS, muito embora tenha o Vienna Ensenble Pro, que chega perto de ser uma DAW (e em parte assim pode ser chamada, é acima de tudo um bom host), e possibilita o uso de diversos computadores interligados para pode carregar as imensas bibliotecas e ter uma boa perfomance para editar e gravar extensas músicas com dezenas e centenas de instrumentos.
      E o foco principal do Vienna é a música orquestral.

      https://www.vsl.co.at/en/Vienna_Software_Package/Vienna_Ensemble_PRO




      Soundstage

      http://www.parallax-audio.com

      Similar ao MIR, mas com uma razoável qualidade tem o Virtual Sound Stage que faz o mesmo trabalho, você deslizando na tela e coloca os instrumentos no palco ao seu gosto, e produz uma melhor integração entre os instrumentos na questão do reverb, mas ele tem uma certa coloração que afeta o som final, mas não deixa de ser uma boa opção, eu uso as vezes na forma de software demo mesmo, como no demo não dá para salvar aplico em trabalhos mais rápidos (faço printscreen das imagens, para poder recuperar as configurações, na medida que faço um trabalho mais longo.
      O foco é na orquestra mas já experimentei em outros estilos, e pode dar uma coloração especial no trato do reverb que você pode estar procurando.
      As vezes uso o Cubase Le, o Sonar, o Podium, o Reason, o Magix, a RealBand e outras.

      Agora na questão de DAWs temos muitas opções, para trabalhar com MIDI o top é o cubase.
      O Protools é mais para trabalhar em conjunto com grandes estúdios, mas não é muito forte no midi.

      Outras tops do momento são: Sonar, Reason, Ableton, Motu Digital Performer e mais.

      Intermediárias: Studio One (muito boa e surpreendente, mas ainda faltam recursos midi), Mixcraft, FL Studio, Reaper (a com o melhor custo benefício), Bitwig studio;

      Mais simples: Podium, Energy XT, RealBand, Magix e muitas outras...

      E tem outras gratuitas principalmente no ambiente operacional Linux, como o Ardour (excepcional) e outras.

      Fora que muitas DAWS rodam no Mac, e o Logic Pro é top e show, muito completa que considerando o que vem junto tem um custo benefício muito bom.

      Eu prefiro usar o Mixcraft Pro Studio que é uma DAW bem objetiva e prática e acima de tudo poderosa, consigo fazer bons trabalhos com menos tempo nela do que nas outras, mas sem perder qualidade, pois tem de tudo,principalmente uma biblioteca de loops de áudio bem extensa,uma DAW completa, que até partituras tem.
      Só a biblioteca de loops já vale a pena, instale gratuitamente,pois mesmo o software sendo pago, mesmo depois que expira o registro do programa, continua funcionando, e os loops podem ser lidos por outra DAW, só tem que ter cuidado para saber em que pasta fica no computador.
      E estes loops servem para aprender as técnicas de mixagem e masterização, não importa a DAW, são alguns gigabytes, que dá para ter um bom proveito.

      http://www.acoustica.com/mixcraft/

      A princípio com uma boa DAW com bons recursos dá para compor e gravar em qualquer estilo imaginável.
      Mas cada uma tem as suas particularidades, por exemplo o FL Studio é muito boa, dá para fazer de tudo um pouco, mas o foco esta mais para a música puramente eletrônica.
      Assim como o Ableton, Reason,Bitwig e outras mais voltadas a música eletrônica.
      Já o Cubase uma das melhores, se é que podemos assim falar, dá para fazer de tudo mesmo, e o conjunto Cubase mais um bom editor de partituras é o top dos tops para a música clássica, mas se dá bem em todos os estilos, inclusive num nível superior na música eletrônica.
      Quanto a editores de partitura o top é o Sibelius, mas tem o Finale e o Notion também, que dão uma boa conta do recado.
      Já nas gratuitas tem o Muse Score que também é muito bom.
      E a própria Steinberg criadora dos VSTS e Cubase tem um novo editor de partituras.

      Já o Audacity gratuito é muito bom., quase todas as DAWS vem acompanhadas de um bom editor de áudio, e quando isto não acontece é fácil acoplar nas configurações um editor externo.
      Então o editor de áudio é uma ferramenta adicional, não uma DAW.
      Tem o Wavosaur que também é gratuito, o soundforge que é um dos melhores editores pagos (mas infelizmente foi comprada pela Magix, e acredito que a qualidade vai cair, vão começar a querer lançar várias versões do mesmo produto).

      Assim como outros softwares e VSTs que são ferramentas complementares, filtros e até o que você na imagina existe.
      Na questão de VSTS, temos os VSTIS (o I designa instrumento) e os VSTS de efeitos (equalização, reverb, compressores, limiters etc..)

      Agora isto é uma classificação minha circunscrita a minha opinião particular, a melhor DAW é aquela em que a pessoa melhor se adapta.
      Eu uso sempre mais de uma DAW ao mesmo tempo, procuro o que cada uma tem de melhor, e faço exportações e importações e no geral finalizo no Mixcraft, que também usa tecnologia rewire e posso facilmente acoplar outras DAWS.
      Tem até um editor de partituras mais simples, mas funcional.
      E vem com bons instrumentos e uma boa cadeia de efeitos.
      E existem outras dezenas de DAW que podem ser usadas, o que descrevi aqui é apenas uma pequena parte.

      Não tem esta de melhor e maior e mais completa, tem de tudo e conforme o estilo musical algumas podem se destacar mais.
      Claro tem DAWS que tem recursos exclusivos que só existem nela.
      Então por isto que a diversidade é boa, e devemos procurar nas diferentes DAWs, outros recursos.
      Tem DAW que vem com excelentes instrumentos, que podemos usar em conjunto com a nossa DAW favorita, e por aí o caminho.

      Tem que fazer downloads e ir experimentando.

      Mas para tudo funcionar bem tem que ter um bom computador e principalmente uma boa interface de áudio que é o coração de todo o sistema.
      Tem que buscar o equilíbrio entre as partes de hardware e software.
      É uma busca contínua que não tem fim.

      Kallau
      Veterano
      # 17/jul/17 10:41
      · votar


      Obrigado pela resposta Adler3x3.

      Tenho um computador médio com uma M-Audio Fast Track Pro.
      Pro meu objetivo está ótimo e me atende perfeitamente.
      Por meu conhecimento ser baixo, tenho um pouco de dificuldades de identificar um software bom ou não. Normalmente vou pelo resultado final que consigo do software, pegando referências como trilhas de filmes, jogos, etc.

      Infelizmente não tenho condições de comprar softwares, então fico a mercê da disponibilidade do que encontro pra baixar pirata e que eu considero confiável em termos de vírus e etc.

      Adler3x3
      Veterano
      # 17/jul/17 12:06 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Tem estas bibliotecas do Kirk.

      É incrível como ele conseguiu montar tantas bibliotecas com uma boa qualidade custo/benefício.
      Ele é muito bom na criação de scripts (programação) para Kontakt.
      E se percebe o poder deste Player, que funciona como VST dentro da DAW.


      https://www.kirkhunterstudios.com

      edit:
      Um detalhe eu gosto muito de ouvir as demos dos instrumentos VST.
      E este do Kirk tem bons exemplos, como passatempo, tanto em áudio como em bons vídeos.
      Claro e óbvio que o som final é processado por outros plugins e DAWs, mas que é legal é legal.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Plugins de Orquestra Completa

      302.814 tópicos 7.837.683 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital