Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      O Brasil vai quebrar em breve?

      Autor Mensagem
      Dindu
      Membro Novato
      # 05/dez/17 01:32


      Estou ouvindo muito por aí o pessoal falando que o Brasil está caminhando para uma crise fortíssima e inevitável, podendo ser intensificada e/ou adiantada caso a China quebre.

      O que vocês acham?


      Achei um vídeo desse rapaz relacionado.


      Não gosto muito do Raphaël, mas...

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # 05/dez/17 02:15
      · votar




      makumbator
      Veterano
      # 05/dez/17 04:01
      · votar


      Dindu

      Vai quebrar tão forte, mas tão forte que vai faltar corda para as pessoas se suicidarem. Vão fazer filas nos telhados para as pessoas saltarem. Só milionários em bunkers de segurança sobreviverão.

      Insufferable Bear
      Membro
      # 05/dez/17 04:59
      · votar


      Achei um vídeo desse rapaz
      É do BF? Não? Então não me importa.

      sallqantay
      Veterano
      # 05/dez/17 05:32
      · votar


      o último calote foi em 1999. Aí teve os de 1970's e 1980's.

      realmente tá chegando a hora, eu posso sentir a tensão no ar

      Adler3x3
      Veterano
      # 05/dez/17 08:24 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Uma evidência de uma outra crise mais forte gerada dentro da própria crise atual.

      É o contínuo aumento do déficit das contas públicas, não dá para seguir eternamente com déficit, e com manipulação das informações para dizer que esta tudo bem e melhorando.
      Uma hora vem a conta, a situação é bem complexa, temos o lado interno e o lado das contas externas.
      Nas contas externas não sei dizer, mas não vejo risco imediato de quebra.
      Por outro lado nas contas internas a situação esta piorando, estados e municípios assim como o governo federal não estão cuidando direito das contas, só pensam em aumentos da carga tributária, que já se esgotou.
      E a crise na previdência esta nas aposentadorias e pensões do setor público.
      Ano que vem é ano de eleições o que complica mais ainda a situação.

      Synth-Men
      Veterano
      # 05/dez/17 08:28
      · votar


      Falam isto desde a proclamação da república. Vai quebrar, vai quebrar... Já está quebrado desde antes. Um cenário que nunca mudou.

      E não é por falta de dinheiro. É pelo roubo, isolamento e cartelização dele.

      E as pessoas ficam dizendo: - Direita para cá, esquerda para lá....

      Hum... Roubam e abusam do poder concedido igualmente. Grande tolice, retrógrado e brega discutir esquerdismo, direitismo, centrismo. E os crimes cometidos por estes, são tolerados por este tipo de discursões e opiniões formadas. São esquecidos iguais às notícias velhas.

      De quebra temos um judiciário que nos condena passivamente todos os dias.

      Se pensam que o país melhorou, por que consegui comprar a sua guitarra e sua placa de som, seu iPhone ou outro qualquer, por que conseguiu andar de avião, conseguiu o primeiro emprego no Jovem Aprendiz ou passou no Enem, te enganaram direitinho mesmo.

      Apenas te encentivaram a gastar mais. Somente isto. Fizeram você gastar, sem ter o sistema e ciclo necessário, para que você reponha o que você gastou.

      A falta deste ciclo e ciclo econômico é que caracteriza um país quebrado. País quebrado é aquele que o povo não tem dinheiro e não o governo. Não existe governo pobre e sem dinheiro em país nenhum do mundo.

      Vai quebrar não. Sempre esteve quebrado!

      brunohardrocker
      Veterano
      # 05/dez/17 10:02
      · votar


      Se quebrar, basta o banco vir confiscar e fica tudo certo.

      Fidel Castro
      Veterano
      # 05/dez/17 11:00 · Editado por: Fidel Castro
      · votar


      vai todo o mundo quebrar em uns 20 anos, lol

      Adler3x3
      Veterano
      # 05/dez/17 11:26 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Synth-Men
      Concordo com as suas colocações.

      Só que os números da crise atual, e das futuras crises é algo inimaginável, e o tamanho do rombo é algo sem precedentes na nossa história.
      Exige mais seriedade e determinação, não dá para continuar levando deste jeito, e nem dá para comparar com as crises do passado, onde foram encontradas soluções temporárias e não duradouras e foi se levando sem corrigir os pontos essenciais.

      A situação é muito grave.

      Se os governantes não caírem na realidade, não sei como vamos poder enfrentar a situação.

      makumbator
      Veterano
      # 05/dez/17 11:45
      · votar


      Eu quebrei em 1929 e até hoje não me recuperei.

      Buja
      Veterano
      # 05/dez/17 12:21
      · votar


      Eu sabia que era um vovô

      st.efferding
      Membro
      # 05/dez/17 12:36
      · votar


      vai quebrar porque vocês vagabundos ficam postando no OT ao invés de trabalhar

      +_+

      Adler3x3
      Veterano
      # 05/dez/17 12:40 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      O Brasil tem uma crise permanente em vários setores:

      - educação, com os níveis caindo ano a ano, o que pode ser percebido facilmente, como por exemplo nas redes sociais;
      - sucateamento da infra estrutura;
      - destruição da indústria nacional, lenta e gradual;
      - quebra e falência de empresas em geral, se acentuou nas últimas décadas;
      - baixo nível de investimentos em pesquisa e desenvolvimento (sempre foi), com queda acentuada nos últimos anos;
      - aumento constante da burocracia e de outras inutilidades estatais;
      - aumento constante da manutenção dos órgãos públicos, ou seja o estado cresce e se expande onde não deveria;
      - saúde pública no caos, onde até doenças erradicadas no passado estão voltando, mais as novas doenças, além de que com o aumento da população a rede de saúde não dá conta;
      - corrupção crescente do modelo político;
      - estatais ineficientes, que geram mais déficits que depois o tesouro nacional tem que cobrir;
      - desvirtuamento constante do processo de terceirização, o que levou a baixar os salários;
      - os cargos comissionados do setor público que foram crescendo ano a ano, já demitiram muitos, mas não o suficiente, em todas as esferas da federação;
      - envelhecimento da população, que vai levar a quebra da previdência, isto vem vindo devagarinho, e que vai afetar mais fortemente a saúde;
      - fundos de pensão acumulando déficits, e quebrados pela corrupção;
      - aumento da criminalidade geral, apesar das manipulações das estatísticas, a violência geral não para de se expandir;
      - concentração e nascimento de muitos outros monopólios;
      - justiça, a lei não é igual para todos, muito morosa e ineficiente, protege e mantém muitos privilégios do setor público, que não param de aumentar;
      - imoralidades de todo tipo em crescimento constante, que levam a perda da moral e dos bons costumes;
      - manipulação das estatísticas em geral, e mascaramento das contas, este superávit primário é uma ilusão;
      - desemprego dos últimos anos, e os dados sempre foram manipulados, pois depois de certo tempo desempregado, simplesmente a pessoa some das estatísticas, o que reforçou o número de autônomos, que são uma grande parcela de desempregados fazendo bicos sem direito algum;
      - destruíram pouco a pouco o FGTS, que de garantia não tem mais sentido;
      - desvirtuaram o PIS Programa de Integração Social, virou uma mera ajuda aos que ganham menos;
      - banalização da religião em geral, com os espertos se aproveitando da fé cega;
      - déficit público constante e crescente, muito embora todos os anos a carga tributária tenha aumentado, e neste fim de ano não vai ser diferente, mais aumentos de impostos vem aí;
      - dívida pública na estratosfera;
      - endividamento da população;
      - ideologias estranhas se infiltrando na imprensa e universidades;
      - falta de competitividade das empresas brasileiras;
      - auto estima do brasileiro em queda;
      - intermináveis greves, todo ano a mesma coisa, grevismo exacerbado;
      - a imprensa livre e independente esta desaparecendo;
      - meio ambiente sendo destruído, aumento das calamidades de toda a natureza;
      - ciclos viciosos de erros;
      - imobilismo frente a necessidade de inovações;
      - e nos últimos anos muita desordem, onde o patrimônio público e privado é depredado, e o direito de ir e vir esta sendo prejudicado, em constantes violações;
      - o custo de fazer eleições vem aumentando eleição a eleição, não param de inventar;
      - o poder legislativo, pouco a pouco se transformou num parlamentarismo, onde qualquer membro se julga no direito de intervir no poder executivo, tipos de vários ministros, onde muita gente manda ao mesmo tempo, e o loteamento dos cargos é feito sem o menor pudor;
      - o mérito deixou de existir para premiar os bons funcionários públicos;
      - e muito mais, é mole, como vamos sair desta?

      Aí de tempos em tempos vem outras crises econômica/financeiras e setoriais, muitas por influências de outras crises internacionais mas com um agravamento da crise permanente.

      O que pode levar a pior das crises a injustiça social.

      Pedro_Borges
      Veterano
      # 05/dez/17 12:59
      · votar


      O Brasil vai quebrar em breve?

      Sim e tudo vai se transformar em energia

      E = M x C^2

      Felipe Stathopoulos
      Membro Novato
      # 05/dez/17 13:53
      · votar


      Quando a quebradeira começar (e não vai nem começar aqui) vai ser tão lindo que a crise de 1929 vai ficar parecendo que foi uma discussão de namorados...

      Vai falir tudo: China Comuna, Tio Sam, Europa (essa já tá praticamente falida), Japão, Índia, tudo. De quebra vão os árabes e os latrino-americanos, uns por terem um monte de reservas em dinheiro fajuto (dólar, euro, yuan, yen) e outros por serem apenas vagabundos mesmo.

      Vão se salvar Suíça, Israel, Nova Zelândia, Austrália e mais meia dúzia de paisecos. Da América Latrina talvez se salvem Chile e Colômbia, o resto vai pro buraco mais profundo...

      Quanto a nós, kkkkkkk, a gente já tá pré-falido, mas a coisa vai piorar muito pra quem depende do Estado. O Estado vai ou acabar ou se reduzir à necessária insignificância.

      O que no final das contas vai ser ótimo. Talvez até role uns separatismos, o que seria melhor ainda pra todo mundo.

      Quem tiver algum $, compre Bitcoin...

      Snakepit
      Veterano
      # 05/dez/17 13:59 · Editado por: Snakepit
      · votar


      O Brasil já quebrou. A Dilma quebrou o país. Só faltou o default.

      Dindu
      Membro Novato
      # 05/dez/17 20:37
      · votar


      sallqantay
      realmente tá chegando a hora, eu posso sentir o tesão no ar


      Synth-Men
      Mas tenho ouvido que agora o negócio é "pra valer"...
      Recebi esse PDF, é basicamente o que o Adler3x3 disse...


      Felipe Stathopoulos
      Você parece exatamente como o rapaz do vídeo. Aliás, bitcoin ainda vale a pena?

      Quais serão as consequências práticas desse cenário?

      Synth-Men
      Veterano
      # 05/dez/17 23:55 · Editado por: Synth-Men
      · votar


      Felipe

      A China é o país que tem a maior reserva de dólar do planeta. Tinha a de ouro também. Porém dinheiro nunca foi para mão do povo, logo é um país quebrado. Eles estão mudando um pouco está mentalidade, incentivando a população a gastar de acordo com o tal ciclo que citei lá em cima. Eles estão tentando criar um ciclo econômico saudável, coisa que a Europa já perdeu e aqui não temos.

      Tem gente que acha que os EUA querem combater o regime político da China, mas a verdade é que eles sabem do risco de ficarem atrás da China comercialmente, devido às fortes investimentos em guerra pós anos 50 e 60, que não trouxeram retorno nenhum para eles.

      Ao contrário que a imprensa e alguns contadores de histórias informam, falando que a China mudou nos anos 90, estão enganados. Isto é coisa antiga e contínua.

      Um pequeno exemplo do poder econômico da China, é a estação espacial chinesa, as pesquisas espaciais independentes. Servicos de lançamentos de satélites. Muitas pesquisas científicas. E a engenharia industrial em mega escala. Além disto os Chineses fazem questão de 0,01 centavo de dólar de qualquer parte do mundo e seus confins. Eles não estão nem aí se isto é ou não ético. Podem ter um pequeno exemplo, nas plataformas de compras chinesas. Tudo gerando lucro em dólar.

      Hoje a tabela de preços mundiais de bens, serviços e mão de obra é chinesa. Queiram ou não queiram. Eles fazem de tudo o que os outros fazem em todas as áreas. De educação a saúde.

      Pelo mesmo motivo os EUA não respeitam a Rússia, pois sabem que eles não têm dinheiro. Quando o país brada, mas tem dinheiro é uma coisa. Quando não tem para investir o que brada é outra. Quando não fala nada e tem dinheiro, ainda é uma outra situação e estado.

      Temos um político aqui no Brasil que cita isto, mas de forma bem resumida. Ele resume dizendo que a China está comprando o Brasil. Isto já basta para bom entendedor.

      A China é um país que não faz acordo com ninguém, não entra em guerra, não toma partido, não empresta e nem toma emprestado. Mas quando diz que vai comprar, compra e paga. Isto é mais assustador que muitas bombas e armas.



      Dindu e Adler

      Vou ler o PDF e as notícias sobre estas previsões.

      Desculpem os erros.
      Abraços.

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # 06/dez/17 01:25 · Editado por: Viciado em Guarana
      · votar


      Isto é mais assustador que muitas bombas e armas.

      Porra nenhuma, para com essa viajem! São as armas que definem o rolê todo.
      Nego tem medo da China porque aquela porra é sim uma potencia militar com um belo arsenal nuclear, se não fosse seria uma putinha do ocidente que nem é Taiwan.


      Pelo mesmo motivo os EUA não respeitam a Rússia, pois sabem que eles não têm dinheiro.

      Não respeitam a Rússia é? Ninguém viu os yankes tirando onda dos russos depois que eles meteram o loco na Ucrânia e botaram o pau na mesa na Síria.

      sallqantay
      Veterano
      # 06/dez/17 04:40
      · votar


      viajem
      viajem
      viajem
      viajem
      viajem
      viajem
      viajem
      viajem

      Black Fire
      Gato OT 2011
      # 06/dez/17 07:45
      · votar


      Vão se salvar Suíça, Israel, Nova Zelândia, Austrália e mais meia dúzia de paisecos. Da América Latrina talvez se salvem Chile e Colômbia, o resto vai pro buraco mais profundo...

      Eu gosto da noção de causa e efeito deste rapaz, as maiores economias vão quebrar, mas se salvarão (sic) economias menores que são altamente dependentes do comércio com as maiores que vão quebrar. Provavelmente passarão a fazer negócios com Júpiter.

      Adler3x3
      Veterano
      # 06/dez/17 07:57 · Editado por: Adler3x3
      · votar


      Uma nação nunca quebra de verdade.

      Pode ficar super endividada, mas juridicamente nunca quebra.
      Só se for invadida e destruída completamente em seus fundamentos.

      O mesmo acontece com os estados e municípios, mesmo com uma profunda crise sobrevivem, e as contas simplesmente não são pagas.
      Perdem o crédito, mas não é o fim do mundo.
      Mas depois mesmo com um forte encolhimento do PIB e limitações de importações, vão aos poucos se renovando, pois o mercado interno de um jeito ou de outro forçosamente com trabalho volta a sustentar o governo.

      A qualidade de vida cai, e os mais fortes sobrevivem.
      Muitos dos serviços precários prestados simplesmente deixam de ser feitos, e a população tem que se virar sozinha.
      Exemplo:
      http://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/funcionarios-do-h c-cruzam-os-bracos-e-suspendem-agendamentos/

      E neste ponto é verdade afirmar que já esta quebrado.

      Por isto que podemos dizer que muitos dos nossos governantes não passam de uns Tiranos.
      Olhamos para a história da humanidade e muitos tiranos são citados e demonizados, e os nossos tiranos atuais?

      E continuando...

      Mas sempre sobra uma certa parte da economia que continua operando, isto é comercializando, e de um jeito ou de outro se relacionando com os outros.
      Nunca fica tudo paralisado.
      E os particulares que deram crédito e emprestaram dinheiro aos governos é que podem quebrar.

      Ao contrário das empresas que vão a falência e desaparecem, os estados continuam a existir.

      Depois de alguns anos da quebra financeira podem se forem bem administradas retomar a vida normal.
      Talvez para podermos aprender tenhamos que chegar ao fundo do poço, se é que isto existe no setor público.

      Bem ou mal continuam, isto já esta acontecendo com muitos municípios e estados brasileiros já faz décadas.
      No Brasil tudo que é público tem a tendência de apresentar déficits, e a vida contínua.

      No Brasil a nossa dívida social é enorme, se for considerar os recursos necessários para pagar isto, sempre estamos quebrados.

      JJJ
      Veterano
      # 06/dez/17 10:35 · Editado por: JJJ
      · votar


      Estamos quebrados desde que Deus fez esse buraco e disse a famosa frase ao assessor que reclamava dEle não ter colocado nenhuma turbulência climática importante no nosso território e nos cercado de riquezas naturais:

      "Calma... Espera pra ver o povinho que Eu vou colocar lá..."

      brunohardrocker
      Veterano
      # 06/dez/17 10:39
      · votar


      st.efferding
      vai quebrar porque vocês vagabundos ficam postando no OT ao invés de trabalhar

      Aqui só tem vagabundo tetudo comedor de salgadinho que ganha 1 conto por mês para atualizar o PCgamer e paga de cult nas interwebs.

      st.efferding
      Membro
      # 06/dez/17 10:41
      · votar


      brunohardrocker

      eh toiss o/

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # 06/dez/17 11:24
      · votar


      viajem
      viaje
      via
      viadagem
      viada
      criança


      Adler3x3
      Veterano
      # 06/dez/17 11:51
      · votar


      Devaneios...

      Felipe Stathopoulos
      Membro Novato
      # 06/dez/17 12:40 · Editado por: Felipe Stathopoulos
      · votar


      Dindu

      Aliás, bitcoin ainda vale a pena? Quais serão as consequências práticas desse cenário?

      As cryptomoedas, e a Bitcoin em particular, vieram para ficar. Quando as moedas estatais sem lastro e de livre impressão pelos governos estiverem todas desvalorizando brutalmente por conta da impressão desenfreada pra rolagem das dívidas públicas (vide Venezuela e Zimbábue), a única coisa que não vai desvalorizar é o ouro (que é difícil de comprar, armazenar e comercializar no dia-a-dia) e as cryptomoedas fortes, como o Bitcoin, que tem emissão controlada (por mineração regrada).

      Em países com a economia destruída pelo Estado, como os mencionados Zimbábue e Venezuela, o Bitcoin salva VIDAS: gente que passaria fome está viva porque investiu em Bitcoin.

      Não sei se entendi bem a que cenário você se referiu e a que modalidade de consequências práticas. Mas basicamente tudo que for estatal, todos os serviços públicos (previdência, saúde, educação, segurança interna e externa, etc.), TUDO que depender do Estado pra funcionar, aí incluídas estatais deficitárias (Correios, etc.) num cenário de default vão parar de funcionar.

      O que no longo prazo vai ser excelente...

      Synth-Men

      A China é o país que tem a maior reserva de dólar do planeta.

      Verdade. E é precisamente essa sua fraqueza: se o dólar perder seu poder de moeda-forte (já não tem faz tempo, mas essa é outra conversa...) por conta da impressão desenfreada, ela perde sua preciosa reserva.

      Tinha a de ouro também.

      Temos que tomar muito cuidado com dados da PRC. Por motivos óbvios, eles não são confiáveis.

      Porém dinheiro nunca foi para mão do povo, logo é um país quebrado.

      É mais do que isso: a recente "prosperidade" chinesa está lastreada totalmente em dívida pública, num socialismo/keynesianismo louco e desenfreado pra produzir tudo a custo baixíssimo, tanto para consumo interno como externo. Quando a crise fiscal bater nas portas, o governo tirânico da PRC não terá outra alternativa para pagar sua conta a não ser emitir moeda que nem louco, criando hiperinflação.

      Eles estão mudando um pouco está mentalidade, incentivando a população a gastar de acordo com o tal ciclo que citei lá em cima. Eles estão tentando criar um ciclo econômico saudável

      O problema do planejamento econômico centralizado é que os mercados interno e externo não necessariamente respondem aos desejos do planejador (aliás, na esmagadora maioria das vezes fazem justamente o contrário). A economia da China é uma completa confusão de preços (oferta/demanda), e mesmo que seus governantes quisessem (e não querem) iria demorar décadas de livre mercado e livre concorrência para ajustar.

      Um pequeno exemplo do poder econômico da China

      Ser poderoso militarmente e tecnologicamente à base de dívida (emissão de títulos) e não de aumento de produtividade é o problema chinês, americano e de todas as grandes nações do mundo, Brasil incluso.

      A China é um país que não entra em guerra

      Isso não é verdade. Quando interessa eles entram em guerra sem o menor pudor, que o digam Tibete, Taiwan, Coreia do Norte, etc.

      Black Fire

      as maiores economias vão quebrar, mas se salvarão (sic) economias menores que são altamente dependentes do comércio com as maiores que vão quebrar.

      São economias de livre mercado cujos Estados estão em maior ou menor grau ausentes das relações econômicas. Exemplo: o Estado (?) suíço pode quebrar à vontade, o país vai continuar fazendo e produzindo o que faz (bem) há mil anos. Mesmo no cenário de catástrofe econômica mundial que se desenha estas economias - evidentemente - sofrerão, porém bem menos que as demais. Quanto menor o nível de intervenção estatal na economia, quanto maior o índice de liberdade econômica (real), mais uma determinada nação está "vacinada" contra turbulências externas.

      Quanto ao comércio, ele vai continuar existindo, com os necessários ajustes. As pessoas na PRC, USA, Europa, Brasil, não vão parar de consumir (comer, beber, vestir, andar de carro, etc.) porque seus Estados foram à bancarrota. Só irão encontrar outro jeito de negociar, como com cryptomoedas, ou contrabando, por exemplo (vide Venezuela).

      Se a Nova Zelândia não puder mais exportar leite pra Europa e lã pro USA, ela vai exportar pra outros, enquanto sua economia se ajusta para produzir outros bens de maior demanda/lucro.

      Adler3x3


      Uma nação nunca quebra de verdade.


      Ah sim, claro. O que quebra é o Estado, o país continua existindo. Só que quando Estados quebram (ficam "fracos") países são conquistados, divididos/se dividem, etc.

      o mercado interno de um jeito ou de outro forçosamente com trabalho volta a sustentar o governo.


      Tem sido assim nos últimos dois séculos. Mas será que será assim para sempre? Será que um Estado monopolizando o crime é realmente necessário para que um determinado povo prospere?

      Ao contrário das empresas que vão a falência e desaparecem, os estados continuam a existir.

      Não necessariamente, ou ao menos não como eram anteriormente, como disse acima... Países sobrevivem. Estados, nem sempre.

      De resto, concordo com tudo que vc disse.

      Abçs

      rodsom
      Veterano
      # 06/dez/17 13:03
      · votar


      espingarda

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a O Brasil vai quebrar em breve?

      303.880 tópicos 7.863.323 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital