Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

Dicas de Cantar Bem.

Autor Mensagem
Déniel
Veterano
# set/05


Algumas Dicas

para uma boa voz
Aqui estão selecionadas algumas pequenas dicas, a serem colocadas em prática , antes, durante e após a apresentação vocal. Talvez algumas delas, não retratem o ponto de vista de outros colegas, e podem também, divergirem de pessoa para pessoa, de acordo com o organismo de cada um. Entretanto, procurei adaptar aquilo que mais se enquadra no "cantar" bem, norteado por amigos profissionais experientes e também, claro, por mim mesmo. Muito bem, vamos a elas...




Procure cantar sempre em pé, com postura ereta. Evite roupas apertadas.

Postura ereta, neste caso, não significa rigidez, mas sim, prontidão. Prontidão à respostas imediatas do organismo, exigidas para uma boa vocalização.

Relaxe a musculatura do corpo, principalmente a do tronco.

Através de exercícios técnicos, um aquecimento vocal é sempre fundamental antes de cada apresentação.

Após a apresentação, faça repouso vocal.

No canto, a hidratação da mucosa é de fundamental importância. Procure tomar pelo menos dois litros de água por dia.

Procure ter ciência do que vai cantar. Isso evitará frustrações por medo, timidez, ansiedade, etc.. No caso de uma melodia nova, procure estudar o texto em "off ", (sem acompanhamento), isso lhe trará maior segurança posterior.

Com o microfone, é muito importante ouvir sua própria voz, one. Se sentir que o acompanhamento está lhe incomodando, não hesite em pedir para aumentar o volume, ou pedir para abaixar a "cozinha", (acompanhamento).

Aprenda a reconhecer sua voz, novos timbres, tessituras ( tons graves, médios e agudos), partes ressonantes da máscara facial. É importante você monitorar sua voz, constantemente.

Procure não comer em excesso momentos antes das aulas, e beba água sem gelo durante o aprendizado.

Atenção às comidas super-condimentadas e gordurosas. Não fazem bem para a mucosa e prejudicam o sistema respiratório.

É relevante o hábito de exercícios de relaxamento, procurando evitar uma apresentação sob tensão e esforço.

Não é bem vista a auto-medicação via nasal. Procure antes um especialista.

Abomine o uso de bebidas alcoólicas, drogas e fumo, dando ênfase especial à maconha, cuja aspiração provoca super-aquecimento no complexo vocal, tornando a voz mais grave.

Não exagere na ingestão de bebidas quentes em excesso, (chá, café, chocolate, etc..).

Cuidado com mudanças bruscas de temperatura, seja por ingestão de líquidos ou fatores climáticos. Fuja do contato próximo a ares-condicionados e ventiladores. Se não for possível, aumente a ingestão de água à temperatura ambiente.

Nada de esforços vocais desnecessários, como gritar e falar alto. Evite falar demais ao telefone.

Ao falar, não force sua tessitura vocal (tons agudos ou graves). Fale no seu tom normal de voz. Por falar nisso, exija de seu professor para acompanhar no seu tom de voz mais adequado. Ele que se vire se cair em bemóis ou sustenidos, (teclas pretas).

Mantenha a concentração durante as aulas. Lembre-se de que sua voz é um instrumento que toca através do seu metabolismo, do seu espírito, da sua alma.

Esqueça os problemas extra-aula. Certifique-se de que você necessita de total relaxamento e concentração durante esse período.

Procure, pelo menos uma vez ao ano, visitar um otorrino para uma avaliação médica.

Alimentos pesados antes de dormir irritam as pregas vocais.

Dormir bem é de fundamental importância.

Não cante estressado.

É extremamente prejudicial cantar exaustivamente em ambientes de muito barulho, ou sem tratamento acústico adequado.

Evite cantar se não estiver bem de saúde.

Até hoje, não ficou cientificamente provado o uso de sprays, gengibre, conhaque, pastilhas, alho na manteiga, cebola crua, limão com mel, rapadura do Egito, e outras misturas milagrosas, como prevenção aos distúrbios vocais. Respeito a opinião de colegas, mas na minha ótica, é tudo uma questão de auto-sugestão, ou seja, se você por na cabeça que essas poções lhe farão bem, vá em frente, mas deixe seu clínico geral de sobreaviso.

Adquira seu próprio microfone. Uma questão de higiene e identificação.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


profissionais da voz cantada

Ambientes secos - O ambiente seco significa a redução da umidade do ar. Esse fenômeno causa ressecamento no trato vocal, fazendo com que a pessoa comece a pigarrear com freqüência. e falada.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


Pigarro - significa um atrito entre as pregas vocais, provocando irritação e descamação do tecido. Geralmente quando aparece ardência ou secura na garganta, instintivamente pigarreamos, e quase sempre temos uma bala de hortelã escondida para tentar aliviar esses sinais, que já estão constantes no nosso dia-a-dia, pois adotamos essa conduta sempre que a ardência ou a secura na garganta volta a nos incomodar. Daí instala-se um círculo vicioso.

Orientação: ao sentir vontade de pigarrear, inspire pelo nariz - engula a saliva - e solte o ar pelo nariz.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


Imitações com a voz - especialmente para atores, algumas apresentações, as infantis, por exemplo, precisam de algumas imitações como vozes de animais, crianças, ou outros sons diferentes do habitual. É comum o ator se queixar depois da apresentação, sentindo ardência e irritação na garganta.

Orientação - Algumas vozes precisam de técnicas bem específicas e treino constante, sob orientação de um preparador vocal, o fonoaudiólogo, para facilitar as manobras, evitando, assim, maiores danos ao trato vocal.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


Cuidando da voz


A voz é produzida na laringe através da vibração das pregas vocais (popularmente conhecidas como cordas vocais), que realizam seu movimento graças ao fluxo de ar que vem dos pulmões na expiração e a ação dos músculos da laringe. Este som vai se modificando na faringe, cavidade bucal, nasal e seios da face. Por fim, é articulado transformando-se em fala.

Dicas para uma voz saudável:

hidratação do organismo: beber de 7 a 8 copos de água por dia, em temperatura ambiente;
em ambientes com ar condicionado, que resseca as mucosas, intensificar a hidratação;
tossir ou pigarrear excessivamente provoca atrito nas pregas vocais, podendo ferí-las. Como mecanismo de proteção, há um aumento do muco para protegê-las do impacto, isso se torna um ciclo vicioso, pois a secreção atrapalha a emissão da voz, forçando a pessoa a pigarrear de novo;
utilizar tom grave ou agudo demais é considerado um abuso. O tom mais apropriado para a fala é o médio;
falar excessivamente quando estiver gripado ou com crises alérgicas pode causar danos irreversíveis, pois os tecidos que revestem a laringe estão inchados e o atrito das pregas vocais durante a fala torna-se uma forte agressão;
praticar exercícios físicos falando pode gerar sobrecarga, pois durante o exercício físico ocorre aumento no fechamento das pregas vocais;
fumar ou falar muito em ambientes de fumantes: o cigarro é altamente irritante às mucosas do trato vocal, além de ressecá-las e dificultar sua vibração;
utilizar álcool em excesso: o álcool também é irritante às pregas vocais e tem um efeito anestésico que mascara a dor de garganta, propiciando abusos vocais;
cantar ou falar abusivamente em período pré-menstrual não é aconselhável, pois nesse período várias regiões do corpo sofrem inchaço, inclusive as pregas vocais;
falar demasiadamente causa sobrecarga vocal. As pregas vocais são músculos e também sofrem fadiga;
falar muito após ingerir grandes quantidades de Aspirina (ácido acetil salicílico), por que ela provoca aumento da circulação sangüínea na periferia das pregas vocais. Com o atrito de uma prega contra a outra há um aumento da fragilidade capilar;
alimentação com excesso de condimentos provoca azia, má digestão e refluxo das secreções gástricas, que podem banhar as pregas vocais causando irritação.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


Dicas de Higiene Vocal

Esses são cuidados para poupar a laringe de esforços desnecessários que muitas vezes são feitos e trazem prejuízo à voz e desconforto ao falante. A higiene vocal deve ser seguida por adultos e crianças, mas principalmente por profissionais que usam a voz como meio de trabalho. Hidratação do organismo é fundamental. Beba de 7 a 8 copos de água por dia, em temperatura ambiente. Pode ser substituído por suco cítrico natural e não açucarado. O refrigerante, por conter grande quantidade de gases pode prejudicar a movimentação do diafragma, por isso deve ser evitado.

Evite ambiente com ar condicionado, que resseca as mucosas. Neste caso, intensifique a hidratação.

Não grite sem suporte respiratório . O grito deve ser sempre evitado, mas em situações esporádicas em que ele é necessário (principalmente em certas profissões), o indivíduo deve gritar com técnica: corpo ereto, inspirar profundamente sentindo a expansão do abdomem e das costelas e falar em forte intensidade, com ataque vocal suave (item 4).

Ataque Vocal é o encontro das pregas vocais quando começamos a falar uma palavra ou frase. Se o ataque vocal for brusco, o atrito entre as pregas vocais será muito forte, podendo causar inchaço e nódulos. Assim, o mais aconselhável é o ataque vocal suave.

Tossir ou pigarrear excessivamente provoca um atrito intenso nas pregas vocais, podendo feri-las. Como mecanismo de proteção há um aumento do muco para protegê-las do impacto, isso se torna um ciclo vicioso, pois a secreção atrapalha a emissão vocal, forçando o indivíduo a pigarrear novamente! O melhor é controlar a vontade de pigarrear, aumentar a hidratação, fazer exercícios de vibração de língua. Quando for imprescindível eliminar o pigarro, sugere-se a realização voluntária e precoce do fechamento glótico, como se estivesse realizando um esforço físico, seguido de uma liberação repentina do fluxo de ar.

Falar em ambientes ruidosos ou abertos leva o falante a intensificar a emissão vocal, pois há competição sonora. Quando possível deve-se evitar tais ambientes, mas no caso de profissionais que trabalham e tais condições a voz deve ser projetada na máscara, os sons articulados com precisão e a voz deve ser levemente agudizada.

Utilizar tom grave ou agudo demais também é considerado um abuso. O tom mais apropriado para a fala é o tom médio ou de uma a duas notas acima deste. O tom levemente agudizado, apesar de não ser natural é o que exige menos esforço para ser produzido, Por isso é o ideal para profissionais que usam a voz o dia todo.

Falar excessivamente durante quadros gripais ou crises alérgicas pode causar danos irreversíveis, pois os tecidos que revestem a laringe estão inchados e o atrito das pregas vocais durante a fala passa a ser uma forte agressão. Deve-se falar o mínimo possível nessas ocasiões, e beber água em abundância.

Praticar exercícios físicos falando pode gerar sobrecarga pois durante o esforço físico ocorre um aumento no fechamento das pregas vocais.

Fumar ou falar muito em ambientes de fumantes. O cigarro é altamente irritante às mucosas do trato vocal, além de ressecá-las e dificultar sua vibração.

Utilizar álcool em excesso. O álcool também é irritante às pregas vocais e tem um efeito anestésico que mascara a dor de garganta, propiciando abusos vocais.

Cantar ou falar abusivamente em período pré-menstrual não é aconselhável pois nesse período várias regiões do corpo sofrem inchaço, inclusive as pregas vocais O uso de pílulas anticoncepcionais pode causar o mesmo efeito.

Falar demasiadamente logicamente causa sobrecarga vocal. As pregas vocais são músculos como qualquer outro, e também sofrem fatiga.

Falar muito após ingerir grandes quantidades de Aspirinas, calmantes ou diuréticos. A Aspirina causa aumento da circulação sangüínea na periferia das pregas vocais. Coma associação do atrito de uma prega contra a outra há um aumento da fragilidade capilar. Os diuréticos e calmantes ressecam as mucosas.

Cantar inadequada ou abusivamente e fazer parte de corais sem preparo vocal. Cantar é um ótimo exercício laríngeo, mas o indivíduo precisa ter preparo e técnicas vocais, caso contrário podem surgir sérios distúrbios orgânicos.

Alimentação com excesso de condimentos trazem azia, má digestão e refluxo de secreções gástricas, que podem banhar as pregas vocais causando irritações nas mesmas. A maçã e o salsão são recomendados pois são adstringentes, deixando a saliva mais fininha. Já os derivados do leite e chocolate engrossam a saliva e dificultam a articulação das palavras e a vibração das pregas vocais.

Déniel
Veterano
# set/05
· votar


De volta ao lírico

Edson Cordeiro lança novo CD com repertório de árias do período barroco

GRAZIELA SALOMÃO


Foto: Divulgação

Ecletismo musical e arrojamento para investir nos mais diferentes estilos. Essas são duas características marcantes na carreira de Edson Cordeiro. Do popular e erudito de seus primeiros trabalhos, passando pela música eletrônica nos últimos, a nova investida do cantor é no terreno erudito.

Contratenor, seu mais novo CD, é formado apenas de árias do período barroco. Assim como a classificação vocal de Edson, capaz de atingir 4 oitavas na escala musical (o que significa ter o mesmo alcance do soprano feminino), o título do álbum remete, também, à qualidade vocal dos meninos que cantavam óperas e eram castrados, na infância, para manterem suas vozes agudas quando adultos.

Em seu novo trabalho, Edson Cordeiro explora novos limites para sua voz, já elogiada no Brasil e no exterior. Com um número limitado de árias destinadas a seu timbre vocal, o repertório do novo CD engloba as mais emblemáticas, como 'Ombra Mai Fù', de Häendel.

O início da carreira foi marcado pelo ecletismo do repertório, misturando músicas de Mozart e Rolling Stones. Já fez musicais como Hair! e O Doente Imaginário, além de cantar, no início da carreira, na Rua Barão de Itapetininga, no centro de São Paulo. Segundo ele, foi a oportunidade de cantar o que bem que quisesse, uma vez que não era muito aceito em bandas por seu estilo pouco convencional de cantar. Em entrevista a ÉPOCA Online, Edson fala sobre sua carreira, sua admiração pelas cantoras e seus próximos projetos.

Déniel
Veterano
# out/05
· votar


http://sonhosdaniel.fotos.net.br/amigos

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
 

Tópicos relacionados a Dicas de Cantar Bem.

286.551 tópicos 7.484.407 posts
Fórum Cifra Club © 2001-2014 Studio Sol Comunicação Digital