Tonante retorna ao mercado de instrumentos musicais

Autor Mensagem
HortaRates
Membro
# 27/ago/21 15:58


Conforme o título, segundo essa matéria: https://guitarload.com.br/2021/08/27/tonante-retorno

Parece que vão voltar com alguns modelos, aparentemente genéricos, de guitarras e violões. Já ouvi falar muito de tonante, mas só toquei em um violão tonante uma vez, um muito antigo do meu tio. E aí, será que vai emplacar?

Juquinhaa
Membro Novato
# 27/ago/21 16:04
· votar


Brasil voltando no tempo, só falta voltar a jovem guarda, bossa nova. Se botarem madeira de qualidade nos instrumentos eu boto fé.

anderson_gesteira
Membro Novato
# 27/ago/21 16:37
· votar


A mais ou menos umas duas semanas apareceu no meu feed do face isso, a pagina da Tonante divulgando que eles voltaram. Provavelmente seja com uma linha importada da China. Li no Wikipedia a um tempo atrás q tinham comprado o nome e q estavam com uma linha de importados com nome de Tag. Aparentemente resolveram voltar com a marca original. E pra quem ñ sabe, a antiga fabrica do Brasil deles foram compradas pelos ex funcionarios que é hoje a Clave.

fernando tecladista
Veterano
# 27/ago/21 19:10 · Editado por: fernando tecladista
· votar


mesmo eu não tocando nada de guitarra, nem pestana eu consigo fazer, eu tenho vontade de ter uma coleção de tonantes, que eu precisaria garimpar para encontrar as mais toscas que deram fama a marca na época

já tive uma normal lá na decada de 90 e após uma semana com ela perdi o encanto por notar que não era minha praia
-------------------------------------------------------------------------------

Provavelmente seja com uma linha importada da China
só lembro de uma conversa minha com um representante de uma marca nacional comentando: que hoje não se consegue ter uma linha iniciante de guitarra ou violão fabricados no brasil para competir com os preços que vem da china


---------------------------------------------------------------------

claro que as piadinhas com a marca vão continuar,
por exemplo a fiat até hoje tem piadinhas devido o 147

Lelo Mig
Membro
# 27/ago/21 21:12 · Editado por: Lelo Mig
· votar


HortaRates

Sinceramente não sei o que dizer... não sei o que a Tonante trará, qual será a qualidade, qual o custo x benefício.

Se for prá fazer merda melhor nem voltar... mas não vou julgar sem conhecer o produto antes.

No meu tempo de jovem guitarra barata era braço empenado, nut de metal, ação com 5 cm de altura, tulipas de tarraxas que apodreciam e esfarelavam, potenciômetros que chiavam, chave de captador que fazia barulho, trastes mal acabados que arrancavam bife dos dedos e etc... e, isso era o que a Tonante fazia.

Hoje no mercado de guitarras "baratas" têm infinitamente mais e melhores opções do que quando eu era jovem, hoje é possível comprar uma guitarrinha bem honesta, nacional ou chinesinha.

Então é um mercado complicado... desejo boa sorte.

macaco veio
Veterano
# 27/ago/21 22:02
· votar


Ou vai ser apenas importação de produto chines com uma plaquinha made in Brasil, assim como as Michael brasileiras, Michael é nome do dono da loja Serenata de instrumentos musicais, certa vez apareceu por lá um coreano vendendo guitarras prontas para serem montadas (os funcionarios da loja é que parafusavam as peças), ou se fabricar no Brasil não tem como competir com o chines. A única maneira de competir com chines é fazer como os americanos fazem, instrumentos caro pra burro e beirando a perfeição que só Deus tem, pois o chines precisa de velocidade e a velocidade é inimiga da perfeição. Assim não adianta fazer 100 porcarias porque o chines vai vencer todas, faz uma so (a cada 100 do chines) mas uma só que o chines não consegue fazer, uma obra de arte perfeita pra durar pra sempre.

macaco veio
Veterano
# 27/ago/21 22:03
· votar


Ou vai ser apenas importação de produto chines com uma plaquinha made in Brasil, assim como as Michael brasileiras, Michael é nome do dono da loja Serenata de instrumentos musicais, certa vez apareceu por lá um coreano vendendo guitarras prontas para serem montadas (os funcionarios da loja é que parafusavam as peças), ou se fabricar no Brasil não tem como competir com o chines. A única maneira de competir com chines é fazer como os americanos fazem, instrumentos caro pra burro e beirando a perfeição que só Deus tem, pois o chines precisa de velocidade e a velocidade é inimiga da perfeição. Assim não adianta fazer 100 porcarias porque o chines vai vencer todas, faz uma so (a cada 100 do chines) mas uma só que o chines não consegue fazer, uma obra de arte perfeita pra durar pra sempre.

macaco veio
Veterano
# 27/ago/21 22:04
· votar


que ku hein! saiu duas vezes.

LeandroP
Moderador
# 27/ago/21 22:40
· votar


Que barato rs

Juquinhaa
Membro Novato
# 28/ago/21 11:45
· votar


Ou vai ser apenas importação de produto chines com uma plaquinha made in Brasil, assim como as Michael brasileiras, Michael é nome do dono da loja Serenata de instrumentos musicais, certa vez apareceu por lá um coreano vendendo guitarras prontas para serem montadas (os funcionarios da loja é que parafusavam as peças), ou se fabricar no Brasil não tem como competir com o chines. A única maneira de competir com chines é fazer como os americanos fazem, instrumentos caro pra burro e beirando a perfeição que só Deus tem, pois o chines precisa de velocidade e a velocidade é inimiga da perfeição. Assim não adianta fazer 100 porcarias porque o chines vai vencer todas, faz uma so (a cada 100 do chines) mas uma só que o chines não consegue fazer, uma obra de arte perfeita pra durar pra sempre.
a diogiorgio e gianini estão fabricando tudo na china tbm, até modelo famoso tipo autor 3 ta vindo da china

anderson_gesteira
Membro Novato
# 28/ago/21 15:18
· votar


Juquinhaa A Giannini recentemente voltou a fazer aqui, mas só os modelos topo de linha, que seria Violão de Aço, nylon e cavaco, e c bem me lembro era mais de R$ 3000,00. São instrumentos ao menos na teoria pra bater de frente com o melhores msm, mas ñ sei ao certo. Acho q as Craviolas sempre foram feitas aqui. E os encordoamentos da Giannini tbm sempre foram nacionais. De outra fabricantes tbm, a Tagima tem uma linha de guitarra nacional e a Rozzini fabrica todos os instrumentos aqui no Brasil

warto
Membro Novato
# 28/ago/21 20:28 · Editado por: warto
· votar


A Giannini recentemente voltou a fazer aqui, mas só os modelos topo de linha, que seria Violão de Aço, nylon e cavaco,
Faz 10 meses que comprei um violão de nylon da Giannini, série Brasil, com tampo sólido. Violão na faixa dos 1200 reais, porém achei a construção inferior a violões de nylon e inclusive com tampo laminado dos que vem da China a preços de 800 reais. Inclusive esse meu Giannini tem um erro grave na escala, próximo a boca do violão, que dificulta a regulagem (mesmo com tensor). Lógico que não vou generalizar a marca nem modelo, deve ter sido um defeito na unidade que adquiri, mas ainda sim fiquei com instrumento, pois apesar da dificuldade da regulagem, ainda tem uma boa sonoridade. Fiz apenas esse comentário, que apesar de marcas nacionais e alguns instrumentos fabricados (em série) aqui, nem sempre saem 100%.
Sobre o retorno da marca Tonante, nos anos 90/2000 (época em que eu era moleque / adolescente e fazia aulas e tinha tempo pra praticar por horas), os instrumentos dessa marca eram muito sofríveis, será que esse retorno mudará a imagem que essa marca tinha anos atrás?
O canal Violão Sincero, publicou um vídeo de um Tonante novo, aparentemente pelo acabamento é um instrumento bonito, será que ele se compara aos Michael, Eagle da faixa de 1100/1200 (não curto os Tagima dessa faixa de preço) que normalmente são violões de entrada legais?
Segue o link do vídeo: https://youtu.be/ZuuDtd4W0Mk

Delson
Veterano
# 30/ago/21 10:45 · Editado por: Delson
· votar


É capaz de eu comprar só pra sentir a nostalgia, e ter um instrumento novo da marca.

EDIT: Custa MIL REÁU. Não terei.
https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1986677362-guitarra-eletrica-s trato-muriels-red-tonante-lancamento-_JM?searchVariation=94999966865#s earchVariation=94999966865&position=1&search_layout=grid&type=item&tra cking_id=26979ff0-d1fe-42d4-9288-05039f09c64c

LeandroP
Moderador
# 30/ago/21 10:49
· votar


Delson

Perdeu a identidade "tonântica" rs

6Strings
Membro Novato
# 30/ago/21 11:02
· votar


Meu primeiro violão foi um tonante usado, lá no final dos anos 90. Tampo cor de laranja bem feio e o braço era uma tora, mas gostava, aprendi a tocar com ele.

Um dia saí para trabalhar, meu priminho entrou no meu quarto e destruiu o violão...rs

tenho uma certa nostalgia, mas não investiria dinheiro num trem desses antes de muitas opiniões serem registradas.

Delson
Veterano
# 30/ago/21 14:36
· votar


LeandroP
Perdeu a identidade "tonântica" rs

Totalmente kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Juquinhaa
Membro Novato
# 30/ago/21 17:53
· votar


LeandroP
Perdeu a identidade "tonântica" rs

Totalmente kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

mds botaram linden no corpo dessa guitarra, madeira fraquinha pra violão laminado

ejames
Membro Novato
# 30/ago/21 18:51
· votar


Juquinhaa
mds botaram linden no corpo dessa guitarra, madeira fraquinha pra violão laminado

Linden = basswood. Não tem nada de errado, é bem comum em guitarras elétricas de entrada e é usada até por alguns modelos mais caros.

Juquinhaa
Membro Novato
# 30/ago/21 20:46
· votar


Juquinhaa
mds botaram linden no corpo dessa guitarra, madeira fraquinha pra violão laminado

Linden = basswood. Não tem nada de errado, é bem comum em guitarras elétricas de entrada e é usada até por alguns modelos mais caros.

então vai tocar de tonante kkkkkkk

Fugitivo
Veterano
# 03/set/21 19:22
· votar




GabriaTzzz
Membro Novato
# 03/set/21 22:42 · Editado por: GabriaTzzz
· votar


só pode ser lavagem de dinheiro isso kkkkk

felipe bento pereira
Membro Novato
# 04/set/21 10:57
· votar


só pode ser lavagem de dinheiro isso kkkkk

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
eu acho que a marca poderia voltar porem com instrumentos mais puxados para o custom, iria dar uma "apagada" na má fama que eles tiveram ao longo do tempo!!
só vai dar neguinho comprando essa guitarra pra colocar peças mais caras que ela! kkkkkkkkkkkkkk
a proxima piadinha vai, "ser tonante com mala..."

JJJ
Veterano
# 04/set/21 21:32 · Editado por: JJJ
· votar


Perderam o timing! Tinha que ter começado um pouquinho mais cedo, a tempo das festas juninas... hehehe

Agora, sério: se me mandassem uma branquinha, daria um vídeo bacana...

warto
Membro Novato
# 05/set/21 11:59 · Editado por: warto
· votar


Fugitivo,

Muito show o vídeo. Obrigado por compartilhar.
Apesar do entrevistador (não conheço o canal), ser chato demais, mais da opinião do que pergunta, o pessoal soube passar a proposta deles.
2 anos de pesquisa, utilização de fábricas asiáticas (como quase todas as marcas fazem), e tentar trazer uma nova imagem a marca, de algo que possa ser diferente e confiável, apesar do histórico complexo da marca.
O entrevistador de novo (deve ser o dono do canal), ficou grande parte do vídeo falando a opinião dele (e inclusive eu tenho um pensamento negativo da marca pela experiência que tive, mas cansa ficar falando sobre isso quase todo o vídeo) mal da marca (apesar de tentar arrumar no final, falando sobre marketing), e achei que não deu muito espaço pro pessoal dar mais detalhes.
Legal o pessoal falar da Malagoli, será que sairá alguma edição mais intermediária / semi-profissional com Malagoli?
Tomara que eles (que também são distribuidores de instrumentos), saibam fazer um esquema legal de disponibilizar instrumentos para lojas de todas regiões do país e podermos ter acesso mais fácil aos instrumentos e tirar nossas próprias conclusões.
Vai trazer nostalgia, tomara que a empreitada de certo e traga instrumentos honestos.

macaco veio
Veterano
# 05/set/21 21:28
· votar


As tonantes originais parece que eles tentaram na época copiar as Teisco americanas que eram os pau de corda americano da época.
Se a Tonante lançar uma com edição limitada com o nome do modelo "Tofora" eu compro uma.

Fugitivo
Veterano
# 06/set/21 15:19
· votar


Estão começando a aparecer os primeiros reviews:


JJJ
Veterano
# 06/set/21 17:58
· votar


Alguém sabe porque chamar a guitarra de "Muriel"??? Nome mais esquisito pra um modelo de guitarra...

ejames
Membro Novato
# 07/set/21 00:53 · Editado por: ejames
· votar


Juquinhaa
então vai tocar de tonante kkkkkkk

Suhr, Music Man, Schecter, Tom Anderson e Ibanez usam basswood bastante, inclusive em instrumentos high-end. É uma madeira de fácil acesso, fácil manufatura e com as propriedades estruturais adequadas para a construção de corpos sólidos. Não tem nada de errado com isso.

Os instrumentos da Tonante não tinham os problemas que tinham simplesmente por sacanagem. Era uma época de limitações técnicas e financeiras e faziam o que dava para fazer. Pessoal que nunca tocou em instrumentos dessa época pegam a Tonante como piada, mas mal sabem que os concorrentes eram tão ruins quanto, alguns até piores. E não era só aqui no Brasil não, lá fora o que não faltava era porcaria também, como bem citou o macaco veio.

Não me entenda errado, não conheço o produto também. O que acontece é que, apesar do fórum estar longe dos seus tempos de glória, muita gente ainda entra aqui procurando as primeiras informações. Sair criticando assim simplesmente por causa de piadas velhas é bem bobo. É por causa desse tipo de besteira que corre no boca a boca que surgem aberrações como gente chamando Gianinni, Snake, Finch e semelhantes de "instrumento vintage" e cobrando 2, 3 mil em velharia surrada.

Juquinhaa
Membro Novato
# 07/set/21 14:28
· votar


Juquinhaa
então vai tocar de tonante kkkkkkk

Suhr, Music Man, Schecter, Tom Anderson e Ibanez usam basswood bastante, inclusive em instrumentos high-end. É uma madeira de fácil acesso, fácil manufatura e com as propriedades estruturais adequadas para a construção de corpos sólidos. Não tem nada de errado com isso.

Os instrumentos da Tonante não tinham os problemas que tinham simplesmente por sacanagem. Era uma época de limitações técnicas e financeiras e faziam o que dava para fazer. Pessoal que nunca tocou em instrumentos dessa época pegam a Tonante como piada, mas mal sabem que os concorrentes eram tão ruins quanto, alguns até piores. E não era só aqui no Brasil não, lá fora o que não faltava era porcaria também, como bem citou o macaco veio.

Não me entenda errado, não conheço o produto também. O que acontece é que, apesar do fórum estar longe dos seus tempos de glória, muita gente ainda entra aqui procurando as primeiras informações. Sair criticando assim simplesmente por causa de piadas velhas é bem bobo. É por causa desse tipo de besteira que corre no boca a boca que surgem aberrações como gente chamando Gianinni, Snake, Finch e semelhantes de "instrumento vintage" e cobrando 2, 3 mil em velharia surrada.

entendo, a melhor stratocaster que ja toquei é uma dolphin vermelha que pesa uns 25 kilos de tão pesada, fabricada na época de ouro da dolphin

Delson
Veterano
# 08/set/21 21:41
· votar


mas mal sabem que os concorrentes eram tão ruins quanto, alguns até piores.

Tinha a Innsbruck kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tonante retorna ao mercado de instrumentos musicais