Mateus Asato larga (temporariamente?) a música

    Autor Mensagem
    Del-Rei
    Veterano
    # 08/fev/21 02:10


    Ele estava sem tocar há 3 semanas... Realmente, sem shows é difícil manter a empolgação com a música. Pra quem vive disso, ter que largar os palcos e ficar só no quarto deve ser foda. Fechou até o Instagram.

    Mas... se fosse alguém daqui do FCC naqueles clássicos tópicos de “vou largar a guitarra”, provavelmente alguém diria: até semana que vem. Haha.

    De repente é só marketing... rs.

    https://guitar.com/news/music-news/mateus-asato-shuts-down-instagram-a ccount/?utm_source=hootsuite&utm_medium&utm_term&utm_content&utm_campa ign&fbclid=IwAR0KopX6Jgy6nLllpyR-Dig7hlYsNsD-Yii14-kjaaLvd9xBDQPgimS1X Uw

    Um aceno de longe!!!

    Lelo Mig
    Membro
    # 08/fev/21 02:59
    · votar


    Del-Rei

    Todo profissional já deu ou pensou em dar "uma pausa", rever sua profissão, mudar de rumo, começar de novo, largar tudo e começar do zero.... é muito comum em todas as áreas, é humano.

    As vezes um período de renovação, um desânimo, novas oportunidades, um momento depressivo... muitas variáveis.

    Alguns dão um tempo, respiram outros ares e voltam. Poucos (como eu) perdem o tesão, se desinteressam totalmente... (hoje se eu pegar no violão a cada dois dias e tocar meia hora é muito).

    Mas, ele é um virtuoso, é um profissional, não falta trabalho e opções... Tenho certeza que volta.

    Drinho
    Veterano
    # 08/fev/21 08:21
    · votar


    Del-Rei

    Com certeza temporariamente, até porque guitarra é a profissão do cara, profissão que aparentemente o remunera muito bem, imagine o custo de tempo e formação para ele ir para outra área.
    E não é para babar ovo, mas esse garoto é absolutamente acima da média como músico e instrumentista, isso é uma prova que ele passou boa parte da vida dele com a guitarra na mão, é impossível tocar daquele jeito sem ser desta forma. Tirar umas férias prolongadas é absolutamente aceitável no caso dele.

    Eu sempre fui viciado em guitarra e com pandemia ou sem pandemia não mudou nada para mim, continuo praticando na frente do meu computador nas horas antes de dormir, agora, essas caras aí que vivem de shows e composições devem estar todos em depressão.

    Delson
    Veterano
    # 08/fev/21 09:40
    · votar


    Uma pena. Esse é um cara que eu realmente gosto de ouvir (geralmente outros do mesmo estilo não me agradam).

    até semana que vem. ;-)

    megiddo
    Membro
    # 08/fev/21 18:15
    · votar


    ué, eu entendi que ele tá largando as redes sociais, não a música.

    Ningen
    Veterano
    # 08/fev/21 19:00
    · votar


    Lelo Mig

    Concordo.

    fernando tecladista
    Veterano
    # 09/fev/21 09:55
    · votar


    nem conhecia já que não era da minha área, mas não vem ao caso o que comento

    geralmente o modo operante dessas coisas:
    a pessoa se enche de rede social, faz um balanço no que agrega ou só é perda de tempo
    colocar as ideias em ordem e lança um álbum novo daqui alguns meses
    ----------------------------------
    instagram talvez agregaria para divulgar shows, mas não esta tendo mais isso no mundo todo, tirando essa função volta-se a curtir fotos de bichinhos, florzinhas e fotos com duck face

    porem instagram as pessoas que emporcalharam o facebook e twitter, não se contentaram e querem levar a causa das brigas sociais para o instagram, está começando ficar chato aquilo também

    conta do youtube dele está ativa...

    Ken Himura
    Veterano
    # 09/fev/21 17:25
    · votar


    Drinho
    agora, essas caras aí que vivem de shows e composições devem estar todos em depressão.
    Só quem nunca pensou que algo pudesse ocorrer e não se preparou para um provável período de vacas magras. Ser um profissional liberal - sobretudo nas artes - exige uma forma extremamente pragmática de lidar com dinheiro e recursos, porque uma pode (e provavelmente irá) faltar.

    Quem se preparou tá aproveitando a pausa forçada para descansar, férias e preparar mais material profissional. Exceto quem morreu ou teve tragédia familiar com a covid, claro.

    fernando tecladista
    Totalmente de acordo. As redes viraram um palco pra discussões infinitas e polarizadas sobre qualquer pauta imbecil da moda.

    Luiz Almeida
    Veterano
    # 09/fev/21 18:11
    · votar


    O cara só está dando um tempo... acho.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 09/fev/21 23:31 · Editado por: Mauricio Luiz Bertola
    · votar


    Ken Himura
    Concordo com você.
    Mas nossa Sociedade já estava em crise econômica (et alli) antes da pandemia, e ficava difícil perceber nesse caso que a coisa ficaria ainda pior...
    De qualquer forma, essa situação toda foi uma bela advertência - principalmente para quem tem menos de 50 anos - que a vida não é um "passeio", e que a gente pode muito pouco, e que nossas vidinhas confortáveis podem, de uma hora para outra, acabar ou tornar-se sem sentido, sem saída e miserável...
    E que teremos que recomeçar do zero...
    Abç

    Rebuke
    Membro Novato
    # 10/fev/21 07:52
    · votar


    Só quem nunca pensou que algo pudesse ocorrer e não se preparou para um provável período de vacas magras.

    Ninguém estava preparado para o que aconteceu ano passado e continua acontecendo no presente.

    Lelo Mig
    Membro
    # 10/fev/21 10:36 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Ken Himura

    Esse se "preparar" é bastante relativo e individual.

    A grande maioria dos brasileiros mal consegue pagar suas contas básicas, quanto mais se preparar para algum eventual problema futuro. A grande maioria esta vendendo o almoço prá pagar a janta.

    Quem esta fora dessa condição costuma achar que é mais prudente, inteligente ou mais preparado, e isso dá um certa frieza confortável em relação a algumas tragédias alheias.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 10/fev/21 10:46
    · votar


    Rebuke
    Lelo Mig
    Exatamente...
    Abçs

    Del-Rei
    Veterano
    # 11/fev/21 23:13
    · votar


    Achar que alguém está preparado pra ficar um ano parado, profissionalmente, é inocência. Uma minúscula parcela da população teria condições disso. O restante, mesmo que tenha um pé de meia pra uma eventual emergência, não passa dos 6 meses, e olhe lá.

    Não tenho certeza, mas acho que esse lance de dinheiro e recurso não tem relação com a pausa do Mateus. Duvido que ele esteja fazendo isso porque está sem dinheiro.

    Rede social pode ser um porre. E quem tem exposição acaba tendo muito mais demanda. O cara é músico, usou Instagram por questões profissionais... Está há quase 1 ano longe dos palcos e está de saco cheio, é melhor sair fora mesmo.

    Um aceno de longe!!!

    Ken Himura
    Veterano
    # 12/fev/21 18:16
    · votar


    Rebuke
    Ninguém estava preparado para o que aconteceu ano passado e continua acontecendo no presente.
    Falta de olhar pessimista-pragmático quanto ao futuro e péssima educação financeira.

    Independência e segurança financeira deveriam ser a prioridade número 1 de quem é profissional liberal. Mesmo no Brasil.

    Lelo Mig
    A grande maioria dos brasileiros mal consegue pagar suas contas básicas, quanto mais se preparar para algum eventual problema futuro. A grande maioria esta vendendo o almoço prá pagar a janta.
    Isso também é um problema, muito ligado à acesso a serviços básicos e educação. Mas no caso de músicos profissionais (uma parcela bem pequena da população), guardar dinheiro deveria ser imperativo - mas vejo muitos pela internet e pessoalmente só torrando em equipamentos não necessários no momento e/ou farra. Quem faz isso na mídia é geralmente quem ganha dinheiro pra caralho (e boa parte dessas pessoas, além de ganhar dinheiro com essas exposições, têm múltiplas fontes de renda pra segurar a barra), mas a cultura da ostentação viralizou e até quem ganha(va) 200 conto pra tocar em bar é adepto agora.

    Conclusão: na primeira porrada (2016-17), a casa cai. Na segunda porrada séria (2020), miséria.

    Del-Rei
    Achar que alguém está preparado pra ficar um ano parado, profissionalmente, é inocência. Uma minúscula parcela da população teria condições disso. O restante, mesmo que tenha um pé de meia pra uma eventual emergência, não passa dos 6 meses, e olhe lá.

    Depende. Depende muito do nível de conforto e qualidade de vida que queira manter sem entrada maior de dinheiro. Um dos movimentos que andou forte nos últimos 5-10 anos (aqui no Brasil um pouco mais tímido) foi o da "aposentadoria precoce" - profissionais que num período de médio prazo (mais ou menos 5 anos após a formação básica para atuar em um campo ou posto de trabalho) juntariam tanto dinheiro para manter um padrão de vida específico, o suficiente para viver sem problemas e poder, depois disso, trabalhar no que quiser e se quiser. Geralmente é associado a uma vida bem frugal. Eu comecei a entrar nessa e consegui segurar 2020 mais ou menos na mesma, mas ainda com alguma ajuda externa

    Uma boa publicação sobre o movimento é o Early Retirement Extreme (http://earlyretirementextreme.com/), um blog que virou livro.

    renatocaster
    Moderador
    # 13/fev/21 12:37
    · votar


    O cara deve tá tirando um período sabático pra refletir, descansar, etc...Apesar de o anúncio ter sido feito num tom meio de frustração e desânimo, não acho que seja um cenário de terra arrasada que significa o encerramento de sua carreira em definitivo.

    Já que estamos todos especulando aqui, então vou mais nessa linha aí. Acho bem difícil que ele não retorne às atividades em algum momento.

    warto
    Membro Novato
    # 13/fev/21 15:23
    · votar


    Assim como o renatocaster e outros colegas mencionaram, ele deve estar tirando um "descanso".
    Ele tem uma carreira feita, já tocou com Jessie J, Tori Kelly, mas aonde ele se popularizou mesmo foi nas redes sociais, com seus vídeos curtos.
    Grana não faltará, mora em LA há anos, onde praticamente se fez como músico de alta qualidade.
    Acho que o aspecto é a saudades do mundo real, de sair por aí tocar e não apenas ficar preso no mundo virtual das redes.
    Mas se ele desejar ficar em evidência POPULAR, em algum momento ira voltar às redes, pois foi lá onde conseguiu aparecer de fato, ganhar evidência.

    Del-Rei
    Veterano
    # 13/fev/21 16:30
    · votar


    Ken Himura
    Cara, acho que você está se referindo a uma parcela ínfima da população. No geral, as pessoas não conseguem pagar as contas nem ao mês seguinte, imagine 1 ano. Essa tendência mais atual de investimentos é recente e mesmo assim, é preciso sobrar algo do orçamento pra colocar em investimento.

    De toda forma, continuo achando que a questão não tem relação com grana. Até porque se estivesse faltando, aí mesmo que ele não sairia das redes. Acredito que ele esteja numa situação confortável pra poder se desligar temporariamente dessa loucura de rede social.

    Um aceno de longe!!!

    Ken Himura
    Veterano
    # 13/fev/21 21:55
    · votar


    Del-Rei
    Sim, no caso do Asato dinheiro não é, provavelmente é um período sabático (que eu sou doido pra tirar, mas não tenho tempo $$$). Mas no geral, o lance do dinheiro é preponderante.

    acho que você está se referindo a uma parcela ínfima da população
    Mas uma parcela ínfima da população também é profissional da música diretamente. Saber lidar com o dinheiro é importantíssimo pra quem tá nessa onda. Vide os músicos que ganhavam na casa dos 8-10 mil/mês (que é uma parcela ainda mais ínfima da população) que tão passando necessidade por não ter guardado nada. Aqui no Rio, já cansei de ver choro em rede social assim, principalmente do pessoal do samba/pagode.

    Del-Rei
    Veterano
    # 14/fev/21 00:08
    · votar


    Ken Himura
    De fato, aqui a gente não tem cultura de poupar, muito menos investir. Depois de pagar as contas, o que sobrar vai sendo torrado. Não só pra fins de fazer um pé de meia pra essas eventuais necessidades, mas também pra evitar pagar juros e aproveitar melhor o próprio dinheiro. A maior parte da galera faz conta por valor de parcela, e não pelo valor integral que será pago. Juntar alguns meses pra comprar depois à vista, nem pensar. Pegar o dindin que sobrou no mês e antecipar parcelas do financiamento, nem pensar.... Aí realmente complica.

    Um aceno de longe!!!

    Rebuke
    Membro Novato
    # 14/fev/21 11:48
    · votar


    Independência e segurança financeira deveriam ser a prioridade número 1 de quem é profissional liberal. Mesmo no Brasil.


    São justamente os liberais que mais choramingam aqui.

    Anyway, dei uma sacada no som desse cara. Toca bem e tal, mas, o som dele parece toque de celular. Sinceramente, fica um saco de 4 ou 5 sons.

    Ken Himura
    Veterano
    # 16/fev/21 10:21
    · votar


    Rebuke
    São justamente os liberais que mais choramingam aqui.
    Cara, edita essa porra que dá tempo.

    Profissional liberal e liberalismo (filosófico, social, político e econômico) são coisas bem distintas. Profissional liberal é um trabalhador autônomo com grife.

    Lelo Mig
    Membro
    # 16/fev/21 12:36
    · votar


    Rebuke

    Tá confundindo as coisas mano!

    Profissional liberal é quem trabalha por conta. Tá cheio de comunista profissional liberal.

    Rebuke
    Membro Novato
    # 16/fev/21 12:54
    · votar


    Ken Himura
    Lelo Mig

    Eu disse algo diferente?

    Lelo Mig
    Membro
    # 16/fev/21 12:58
    · votar


    Rebuke

    "Eu disse algo diferente?"

    Achei que tivesse se referido a liberal no sentido político. Foi mal.

    Ken Himura
    Veterano
    # 16/fev/21 13:03
    · votar


    Rebuke
    Eu disse algo diferente?

    Sim.

    São justamente os liberais que mais choramingam aqui
    Aqui.

    Del-Rei
    Veterano
    # 16/fev/21 14:02
    · votar


    Engraçado como a gente fica absorvido por essa porra de política. O termo liberal passa a ser associado automaticamente ao liberalismo político. Eu também interpretei dessa forma, mas evitei entrar no mérito.

    Um aceno de longe!!!

    Juquinhaa
    Membro Novato
    # 16/fev/21 14:36
    · votar


    oque o matheus falou pro frentista? isso é um asato (em sutaque japa) huhHUAHUHUAHUAUHUHA

    Lelo Mig
    Membro
    # 16/fev/21 14:38
    · votar


    Del-Rei

    É que na verdade o adjetivo isolado, geralmente, se refere a doutrina do liberalismo. Quando nos referimos a "não ser empregado" frisamos o termo profissional liberal.

    Mas, não deixa de ser interpretativo e eu não quis polemizar a questão.

    Del-Rei
    Veterano
    # 20/fev/21 03:22
    · votar


    Não parou... Qualquer hora volta.



    Um aceno de longe!!!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Mateus Asato larga (temporariamente?) a música