Pegar duas melodias no mesmo tom é contraponto?

    Autor Mensagem
    TendTudo
    Membro Novato
    # 21/mai/19 14:35


    Assim...no rock isto dá certo?

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 14:41 · Editado por: makumbator
    · votar


    Não é. Contraponto, dito de maneira simples, é a combinação de duas ou mais melodias independentes mas que se complementam e se relacionam, formando uma trama ao mesmo tempo harmônica mas melódica.

    TendTudo
    Membro Novato
    # 21/mai/19 16:39
    · votar


    makumbator
    Somente Beethoven?
    Quantas melodias?

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:29
    · votar


    TendTudo
    Somente Beethoven?

    Hã? Óbvio que ele não era o único a usar esse recurso. É algo muito mais antigo que o Beethoven.

    Quantas melodias?

    Quantas melodias precisam ter? No mínimo 2 (obviamente).

    Aqui a única fuga do Bach em duas vozes do cravo bem temperado (todas as outras fugas da coleção tem 3, 4 ou 5 vozes) .Obviamente é uma peça totalmente contrapontística:

    https://www.youtube.com/watch?v=qHyPle3CLvk



    Buja
    Veterano
    # 21/mai/19 17:42
    · votar


    TendTudo
    Assim...no rock isto dá certo?


    Acho que a maior parte das musicas de rock que conheco tem são contrapontísticas em uma hora ou outra, ou na musica inteira.

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:45
    · votar


    Buja
    são contrapontísticas em uma hora ou outra, ou na musica inteira.

    Nem fodendo.

    Buja
    Veterano
    # 21/mai/19 17:46
    · votar


    Entao to entendendo errado

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:47 · Editado por: makumbator
    · votar


    Buja

    Claro que está. Ter duas linhas meramente jogadas em uma harmonia não é contraponto. Ter linhas complementares também não é contraponto.

    Buja
    Veterano
    # 21/mai/19 17:47
    · votar


    Mas normalmente elas se complementam e muito bem ainda.

    O que seria entao, serio?

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:48
    · votar


    Buja
    Mas normalmente elas se complementam e muito bem ainda.

    Mas não são independentes.

    Buja
    Veterano
    # 21/mai/19 17:49
    · votar


    Voce quer dizer, tipo, uma guitarra toca uma linha la em G.
    E a outra toca outra em B. Linhas completamente diferentes.

    Elas estariam tocando, em terças, e nao seriam linhas indenpendentes?

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:54
    · votar


    Buja

    Isso que você descreve é homofonia, e não música polifônica. Obviamente pode-se até ter momentos breves de polifonia no rock aqui e ali, mas uma música inteira realmente não tem. Música inteiramente polifônica é fuga, peças canônicas, etc...

    Buja
    Veterano
    # 21/mai/19 17:56
    · votar


    To aproveitando sua boa vontade e pegando aula de graça rsrs.
    Valeu pelo esclarecimento!

    makumbator
    Veterano
    # 21/mai/19 17:56 · Editado por: makumbator
    · votar


    Buja
    Elas estariam tocando, em terças, e nao seriam linhas indenpendentes?

    Não são independentes. Há uma linha e a outra está em intervalo de terça da primeira. Fica claro que nisso há uma relação de dependência entre elas. Não são vozes realmente destacadas uma da outra.

    Mesma coisa quando temos uma melodia claramente principal e outras melodias acessórias que podem aparecer. Nesse caso tamb[em não há independência, e sim submissão de outras vozes a uma voz principal.

    No contraponto não tem uma melodia principal. Tudo é principal e tudo é acompanhamento (e ao mesmo tempo).

    Felipe Stathopoulos
    Membro Novato
    # 22/mai/19 10:12
    · votar


    makumbator

    Aproveitando o tópico, e me desculpe pela ignorância, mas algumas coisas de fusion e jazz então são contraponto? Porque direto escuto músicas desses estilos em que o baixo faz uma coisa, o sopro outra, a guitarra outra, e assim por diante.

    Mauro Lacerda
    Veterano
    # 22/mai/19 10:21
    · votar


    makumbator

    Fiquei na dúvida, tenho uma música minha antiga, seria mais ou menos isso o contraponto? https://som13.com.br/mauro-zaidan/conversa

    JJJ
    Veterano
    # 22/mai/19 10:49
    · votar


    makumbator

    Isso que você descreve é homofonia

    Homofonia é crime! Opa, não... pera...

    ---

    Se souber algum, dá um exemplo de um rock que tenha essa técnica... fica mais fácil pro pessoal entender. King Crimson, talvez? ELP? Yes? Roundabout tem um trechinho claramente de duas melodias entrelaçadas, só não sei se os tons são diferentes...

    Insufferable Bear
    Membro
    # 22/mai/19 13:25
    · votar


    JJJ
    KC acho que não. ELP tem uma fuga com harmonia quartal. Yes não sei.
    Mas Gentle Giant é a banda de rock mais polifônica que tem.


    vinibassplayer
    Veterano
    # 22/mai/19 13:33
    · votar


    Claro que está. Ter duas linhas meramente jogadas em uma harmonia não é contraponto. Ter linhas complementares também não é contraponto.


    entao o contraponto é tipo pergunta e resposta? ou dobrar a linha em terças tipo iron maiden?

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 22/mai/19 13:46
    · votar


    vinibassplayer
    obrar a linha em terças tipo iron maiden não é contraponto. Quando vc tem duas linhas e as duas tem uma relação de dependência, como o este caso, fica claro que não é um contraponto. Uma das condições que define o contraponto é justamente a independência das duas linhas. No contraponto as melodias se complementam sem depender uma da outra.
    Ps: quem tá falando isso é um cara que não é nenhum mestre no assunto, aguardem os especialistas

    TendTudo
    Membro Novato
    # 22/mai/19 15:00
    · votar


    Acho que estou confundido rock com música erudita de vanguarda sei lá rock art

    JJJ
    Veterano
    # 22/mai/19 16:27
    · votar


    Insufferable Bear
    Gentle Giant

    Ah, sim, esses são bem capazes. Banda sensacional.

    gpeddino
    Veterano
    # 23/mai/19 07:07
    · votar


    Até onde sei, usar a técnica de contraponto é uma maneira muito específica de você fazer duas ou mais linhas melódicas interagirem. É algo que envolve uma porção de regras e é um produto de sua época (principalmente música barroca e renascentista. Praticamente toda a música pop segue padrões que vão numa direção bem diferente.

    Lelo Mig
    Membro
    # 23/mai/19 15:22 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    JJJ

    "Homofonia é crime!"

    Nada a ver, Homofonia é uma Orquestra de Homossexuais!

    Makumba tocou em uma muito tempo, depois parou.

    makumbator
    Veterano
    # 23/mai/19 15:55 · Editado por: makumbator
    · votar


    Mauro Lacerda

    Achei a peça bem legal. Em geral me parece que você tem o tempo todo uma melodia principal sobre uma base homofônica (o piano) que faz melodias complementares, arpejos e outros recursos de variação e embelezamento. É importante dizer que não ter contraponto não é demérito nenhum pra qualquer música, e ter contraponto também não torna uma peça necessariamente melhor que outras.


    Lelo Mig
    Makumba tocou em uma muito tempo, depois parou.

    Fiquei broxa. Nem toco mais tanto...atualmente me contento em ser apenas um urso desejado pela comunidade gay. Eles que fiquem querendo me ter.

    gpeddino

    Contraponto pode ser sim visto como uma técnica especial da combinação de melodias independentes. Mas não é algo restrito a música barroca e renascentista. Música do Gamelão (Balinesa, javanesa) por exemplo é prodigiosa em contrapontos. E a técnica continuou a ser usada mesmo depois do barroco (tem contraponto no período clássico, romântico, moderno, etc...o que ficou um tanto fora de moda é escrever fugas, cânones, etc...).

    vinibassplayer
    entao o contraponto é tipo pergunta e resposta? ou dobrar a linha em terças tipo iron maiden?

    Pergunta e resposta não é necessariamente contraponto (pode ser uma pergunta e resposta de 2 vozes que em conjunto formam uma melodia principal única, sem que a outra voz faça polifonia enquanto a outra toca). E obviamente dobrar terças, quintas, sétimas, oitavas, e quaisquer intervalos fixos está longe de ser contraponto. Aliás. isso é claramente uma relação de dependência (uma linha está subordinada a outra, e a espelha em determinado intervalo).

    Lelo Mig
    Membro
    # 23/mai/19 15:59
    · votar


    makumbator

    "Fiquei broxa. Nem toco mais tanto..."

    Broxa na frente. E o verso? Pensei que você era "ambidestro"..kkkk

    makumbator
    Veterano
    # 23/mai/19 16:03
    · votar


    Lelo Mig
    Broxa na frente. E o verso? Pensei que você era "ambidestro"..kkkk

    Complementei a resposta enquanto você escrevia:

    "atualmente me contento em ser apenas um urso desejado pela comunidade gay. Eles que fiquem querendo me ter."

    Lelo Mig
    Membro
    # 23/mai/19 16:16 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    vinibassplayer

    "terças tipo iron maiden?"

    Não. Contraponto no rock é isso aqui:

    Melodias independentes que se "entrelaçam" tipo cadeia de DNA.




    makumbator

    É isso aí... tem que preservar esse corpinho!

    TendTudo
    Membro Novato
    # 24/mai/19 14:08
    · votar


    Lelo Mig
    Mastigou crack com alface?

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Pegar duas melodias no mesmo tom é contraponto?