Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      The Blues: American History in the Present Day (Documentário na íntegra)

      Autor Mensagem
      nichendrix
      Veterano
      # set/09
      · votar


      Powerslave158
      MauricioBahia

      Finalmente pude ver este documentário inteiro no ultimo feriado, eu já tinha baixado eles, e vi com uma amiga, que foi pra Sampa esta semana e disse que gostou tanto que comprou pra me dar de presente.

      Bom a legenda do que eu baixei é uma bosta, mas o documentário é show.

      Pra mim os melhores são o primeiro e o terceiro.

      O primeiro chamado Feel Like Going Home traça as origens do Blues até a Africa, mas logo nos primeiros minutos eu cai pra trás, pois mostra um video com 2 das origens americanas do Blues, a musica de tambor do Noroeste do Mississipi e as musicas de trabalho dos negros do sul.

      Eu fiquei realmente besta, não pelo video, mas de constatar algo que há muito eu desconfiava que é o parentesco do Blues com a musica nordestina. Antes eu achava que era pelas escalas e pela harmonia, já que ambas as musicas usam o Modo Mixolídio, mas ao ver a Musica de Tambor, eu fiquei impressionado pois pra mim, aquilo não é blues, é Côco, Baião, Cavalo Piancó, Reizado e diversos outros estilos de musica puramente nordestinos, que obviamente tem as mesmas influências africanas que o Blues. Da mesma forma é emocionante ver que a musica de trabalho dos negros é cantada de uma forma muito semelhante ao repente e à musica das romarias e dos corais de vaqueiros aqui do Nordeste. Até as semitonações e microtonações nas vozes são muito semelhantes. Outra coisa que me impressionou neste documentário foi ver que numa fase anterior à geração do Robert Johnson a sonoridade do Blues era muito próxima da sonoridade usada na viola nordestina pra tocar repente. Enfim, são musicas muito próximas, tanto na sonoridade quanto na temática.

      O terceiro documentário, The Road to Menphis, é sensacional ver os musicos da geração do B.B. King voltando a Menphis pra tocar, não conseguindo reconhecer a Bailey Street, e mostrando o que foi feito dos musicos da época que não ficaram famosos, de como ainda assim eles persistiram. Ver a emoção do B.B. King olhando a Rua que lhe deu seu nickname (B.B. vem de Blues Boy of Bailey Street seu apelido quando era radialista), ver a emoção dele ao contar como começou, como era dura a vida e ver ele contando como foi o primeiro show que ele fez pra brancos no Filmore West, e como foi a emoção de finalmente ser reconhecido (já com quase 40 anos), a emoção dele ao falar que neste show, onde milhares de pessoas o aplaudiram de pé 5x foi tão grande que ele começou a chorar, porque agora podia ser simplesmente um artista e não mais só mais um musico negro.

      Também é emocionante ver aqueles que não ficaram tão famosos, e de como até hoje eles esperam por uma oportunidade de ser como B.B. King e Buddy Guy e apesar de não terem alcançado o sucesso comercial, continuaram na luta. Ver a decepção do Rosco Gordon ao ver que nas lojas de disco da Bailey Street não tinha nenhum disco seu para vender, ao passo que são fáceis de achar nas sessões de blues das lojas européias, mesmo depois de passados mais de 30 anos de sua ultima gravação. E de como ele ficou decepcionado de ver como a rua ficou, de como acabaram com aquela que foi a meca sagrada da musica negra de seu tempo.

      Também é interessante ver eles dizendo que o Blues hoje não é mais o que era, que todos tocam alto demais, com distorção demais, rapido demais, e esquecem que o Blues é sobre sentimentos e não sobre tocar "just for fun". Isso sem contar o show de requebrado que uma gordinha dá no final que é digno de fazer inveja à qualquer dançarina de axé.

      Enfim, como diria o Clapton:
      I knew all the time but now I'm gonna let you know:
      I'm gonna keep on rocking, no matter if its fast or slow.
      Ain't gonna stop until the twenty-fifth hour,
      cause now I'm living on blues power.

      Enfim muito show, todos os outros documentários são fora de série também, mas esses dois pra mim são verdadeiras obras de arte, não foram poucas as vezes que me emocionei vendo esses dois.

      Konrad
      Veterano
      # set/09
      · votar


      nichendrix
      vi com uma amiga,

      Faltaram aspas no "amiga". hehehe

      Bom, onde ela comprou?

      nichendrix
      Veterano
      # set/09
      · votar


      brunoliam
      Bom, onde ela comprou?

      Na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, quase 200 paus. Ela pensou em trazer pra mim um outro documentário similar, só que da BBC com 4 dvds contando a história do jazz, mas quando viu que era 500 reais desistiu... hehehehehe

      dgmbob
      Veterano
      # set/09
      · votar


      caracaaa poooo to na malhacaooo aewww

      nichendrix
      Veterano
      # set/09
      · votar


      dgmbob
      caracaaa poooo to na malhacaooo aewww

      ????

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a The Blues: American History in the Present Day (Documentário na íntegra)

      306.454 tópicos 7.907.976 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital