Compassos Diferentes

    Autor Mensagem
    JB God
    Veterano
    # out/05


    algupem poderia me indicar umas músicas em compassos diferenters como 5/4, 7/4, pode ser qualquer estilo. obrigado aos que ajudarem

    heathcliff
    Veterano
    # out/05
    · votar


    O "4" no denominador representa uma semimínima, e o 5 no numerador indica que o compasso tem 5 semimínimas. Você marca o beat a cada semimínima, 1, 2, 3, 4, 5 | 1, 2, 3... e por ae vai.

    Se no denominador for 8, já complica um pouco, pq o beat vai ser a cada colcheia.

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    heathcliff
    eu sei

    heathcliff
    Veterano
    # out/05
    · votar


    JB God

    Erotomania do DT.

    heathcliff
    Veterano
    # out/05
    · votar


    JB God

    Desculpa cara...eu nem li direito o seu post, entendi tudo errado.

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    heathcliff
    ok cara, valeu. Erotomania é em que compasso?

    ServeTheServants
    Melhor arranjo
    Prêmio FCC violão 2008
    # out/05
    · votar


    Ouve The Becoming do Nine Inch Nails, é e 6/8 se nao me engano

    PagoderoSatanico
    Veterano
    # out/05 · Editado por: PagoderoSatanico
    · votar


    [Editado pra consertar o nome da música do Stereolab...]
    Putz, aí vc falou do meu ponto fraco em música. Poderia ficar aqui três dias falando sobre isso, mas só alguns exemplos:

    Gentle Giant - Cogs in Cogs. Só na introdução tem trechos em 3/4, 4/4, 5/4 e 7/4, o resto da música tem outras mudanças e, como se não bastasse, tem uma parte B no meio em que a base está em 3/4 e tem um vocal em 15/8, um ritmo em cima do outro.

    Rush - Subdivisions: tem um 7/8 muito interessante, que é contado na verdade como 3 semínimas e 1 colcheia, ou seja, seria algo como um "3 e meio/4", muito usado pelos caras. Já vi uma partitura do Rush com a fórmula do compasso escrita desse jeito (3+1/2 / 4).

    Stereolab - Parsec: a música toda é em 5/8, e o interessante é que eles usam um riff de órgão pra marcar o ritmo, e a bateria é bem "free". Ou eles usaram loops ou o baterista dos caras é um monstro, pra não perder o ritmo em momento nenhum. Essa música é do disco Dots And Loops, que tem algumas outras músicas em 5 tb, e algumas em 3.

    Beatles - Happiness Is A Warm Gun: a música que eu toco pra bateristas metaleirinhos de 15 anos que acham que "o Ringo não toca nada". Nenhum baterista que eu conheço consegue levar essa música de primeira. Aí eu mostro a partitura e o cara "aah, entendi", e AÍ ele toca sem problemas. O lance é que o Ringo não lê partitura, e teve que dar conta do recado usando só ouvidos e cérebro. Não é pouca merda não. Ah, sim, a dificuldade é que a música muda de compasso o tempo todo, de 8/8 pra 3/8, depois de volta pra um 8/8 que alterna com um 6/8 de forma aparentemente ilógica e sem aviso. Tendo a partitura pra usar de mapa fica fácil. Sem ela, nem tanto.

    Radiohead - The Morning Bell: o mais impressionante aqui é ver uma banda de rock alternativo, idolatrada pelos indieotas, fazendo música em 10/8. Recomendo tb Radiohead - In Limbo, do mesmo disco, em que a introdução é um 6/4 tocada toda em tercinas, enquanto a bateria está em 4/4. Essa última foi a música que me fez respeitar o Radiohead e acreditar que até as bandinhas incensadas pelos indies podem fazer música de verdade, o que me lembra tb o

    Mew - Eight Flew Over, One Was Destroyed: outra banda de rock alternativo. Essa música mesmo é uma baladinha calma, acessível, pop, com a ressalva de que é COMPLETAMENTE TORTA. Nem sei dizer quantas fórmulas de compasso diferentes os caras usam nessa aí, pegue e ouça.

    E, claro, não poderia faltar King Crimson - Discipline: sem comentários. Tem um trecho em que as duas guitarras se alternam, quando uma tá em 13/8 a outra tá em 14/8 e vice-versa. Essa só acompanhando com a partitura, absurdo total.

    Tem muitas outras tb, essas são as que eu lembrei agora. Mas parabéns pelo interesse, essas questões de ritmo são muito interessantes e deveriam ser mais estudadas por aí.

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    PagoderoSatanico
    valeuu cara, to baxando todas já

    John Elf
    Veterano
    # out/05
    · votar


    PagoderoSatanico
    Beatles - Happiness Is A Warm Gun: a música que eu toco pra bateristas metaleirinhos de 15 anos que acham que "o Ringo não toca nada".
    Aí o metaleirinho te mostra alguma coisa do Liquid Tension Experiment e vc fica babando. 8)

    JB God
    Quebra de tempo? Dream Theater e Liquid Tension é o que vc procura.

    heathcliff
    Veterano
    # out/05
    · votar


    JB God

    Na tab do GP, tem 1/4, 2/4, 3/4, 4/4, 5/4, 6/4 5/8, 9/8, 10/8 e 11/8

    (erotomania)

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    falem uns jazz ou jazz rock com uma batera quebrada, alguém conhece?

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    1/4
    isso deve ser estranho

    PagoderoSatanico
    Veterano
    # out/05
    · votar


    Beatles - Happiness Is A Warm Gun: a música que eu toco pra bateristas metaleirinhos de 15 anos que acham que "o Ringo não toca nada".
    Aí o metaleirinho te mostra alguma coisa do Liquid Tension Experiment e vc fica babando. 8)


    Cara, é bem provável que aconteça isso mesmo, hehe. Na verdade a minha bronca com esse tipo de banda, tb o Dream Theater e tais, é mais num nível "macroestrutural", na hora de juntar as partes pra formar um todo que faça sentido. No aspecto microestrutural sem dúvida os caras merecem respeito, Meshuggah é outra banda que me vem à mente.

    Pro JB God: no jazz, tem um disco inteiro em que o "tema" são esses compassos diferentes, é o Time Out do Dave Brubeck Quartet. Foi bom vc ter perguntado, esqueci de citar esse cd e ele é excelente tanto nessa parte de ritmo quanto em termos de melodia e harmonia! Recomendo tb.

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    daqui a umas semanas eu upo uma banda de jazz aqui de Santos, o batera faz umas coisas impossiveis

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    o nome dele é Wilcox

    John Elf
    Veterano
    # out/05
    · votar


    JB God
    Jazz é um dos estilos mais foda em se tratando da parte rítmica.

    John Elf
    Veterano
    # out/05
    · votar


    Inclusive os caras do DT tem uma puta influência de Jazz..

    JB God
    Veterano
    # out/05
    · votar


    John Elf
    é foda demais jazz, pena que eu conheço pouco e é diícil de achar.Alias tem uns que são puta mela cueca, tipo Pastorius, ele toca pra caralho, mas as músicas são chatinhas

    rhoadsvsvai
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    ---------------------------------------------------------------------- ----------------------------------
    como organizar frases que duram 3 tempos e meio?

    TG Aoshi
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    rhoadsvsvai
    Frases?

    Depende de um monte de coisa, só com isso não dá pra ajudar muito...

    rhoadsvsvai
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    TG Aoshi
    pequenas melodias , tipo como se eu precisasse que o compasso caisse em um numero impar como 7 tempos

    TG Aoshi
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    Então, como disse antes, depende.

    Depende do ritmo, dos acentos, das frases, etc...
    Eu não tenho muita experiência com isso, mas presumo que o caminho mais fácil é ir encaixando com os tempos fortes no compasso (considerando o ritmo), de acordo com os acentos na frase.

    Se for só uma linha melódica sem nenhum acompanhamento, nada te impede de fazer o compasso com 7 tempos.

    TG Aoshi
    Veterano
    # jul/13 · Editado por: TG Aoshi
    · votar


    rhoadsvsvai
    Aliás, não sei vc sabe, mas se ajudar, uma música famosa (predominantemente) em 7 tempos é a Money do Pink Floyd.

    makumbator
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    rhoadsvsvai
    como organizar frases que duram 3 tempos e meio?

    Não se se compreendi muito bem sua pergunta. Mas talvez você esteja querendo escrever em 7/8, não é?

    Considerando que você disse 3 tempos e meio, e tendo como referência os compassos simples como 4/4 imagino que sua frase isoladamente poderia caber em um compasso de 7/8.

    Mas é difícil dizer sem ouvir. Toca só ela e mostra pra gente.

    waltercruz
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    Milton Nascimento:
    - Saudade dos aviões da Panair
    - Lília

    Ken Himura
    Veterano
    # jul/13
    · votar


    rhoadsvsvai
    como organizar frases que duram 3 tempos e meio?

    Vou te dar uma dica sobre este tema que me fez pensar naturalmente em tempos mais diferentes, como 15/16, 10/8, 5/2 etc. Como você, com 100% de certeza, não é de outra cultura musical (como os hindus ou polinésios), muito menos deve estar pensando em padrões rítmicos muito intrincados (como os polirritmos africanos de quiáltera sobre quiáltera), então basta dominar um conceito que todos conhecem, ou ouviram falar, mas é muito mal aprofundado: unidades de tempo e unidades de compasso. Sim, vai precisar entender de partitura e, não, não acredito que você possa dominar isso sem dominar o pensamento rítmico, e a partitura é uma excelente ferramenta para visualizar isto.

    Pra começar, você só deve pensar em tempo como divisão (macro) e subdivisão (micro), nunca como "espaços fixos". Só existem 2 tipos de tempo: binário (2) e ternário (3). O resto é agrupamento de divisões e subdivisões. Eu poderia me estender aqui nesta parte, mas entraria num lance de retórica que mexe com medievalismo que não seria interessante no momento. E, também, estas explicações só vão fazer sentido se você contar a métrica, que é a parte da música que estuda as acentuações e suas marcações.

    Partindo do básico, usando a semínima como referência de tempo (denominador 4), se você dividir o tempo em 2, terá 2/4 - binário simples (tempos: Forte - piano); em 3, 3/4 - ternário simples (tempos: F - p - p ). A partir daí, construímos todo o resto.

    Unidade de tempo: Nota que sozinha preenche 1 tempo.
    Unidade de compasso: Nota que sozinha preenche 1 compasso.

    Em 2/4 - UT: semínima, UC: mínima;
    Em 3/4 - UT: semínima, UC: mínima pontuada.

    Por razões reversas e difusas, criamos o tempo quaternário, que acabou virando o nosso padrão atual mais comum. Neste nosso exemplo, seria 4/4 (tempos: F - p - p - p *). É nada mais nada menos que um agrupamento de 2 binários simples, mudando levemente a acentuação.
    4/4 - UT: semínima, UC: semibreve.

    Simples = subdivisão binária
    Composto = subdivisão ternária


    Pra achar o composto, macetão: multiplica o numerador por 3 e o denominador por 2. Por quê? Porque você vai subdividir os tempos em 3 (numerador), e a referência de tempo (denominador) vai andar para a próxima (que vale a metade), porque não tem como colocar "meia nota" pras figuras.

    2*3/4*2 - 6/8 - UT: semínima pontuada, UC: semínima pontuada;
    3*3/4*2 - 9/8 - UT: semínima pontuada, UC: não tem **;
    4*3/4*2 - 12/8 - UT: semínima pontuada, UC: semibreve pontuada.

    Exemplo: 1 compasso em 9/8
    F - p - p | p*** - p - p | p*** - p - p
    1 | 2 | 3


    Os outros compassos com numeradores que não se encaixem nos que já apareceram acima, são chamados de mistos. Ou seja, são compassos que agrupam divisões diferentes de tempo, mas mantém a mesma subdivisão. Por que mantém a mesma subdivisão? Porque é ela quem faz o elo entre as partes agrupadas.

    5 = 2 + 3 (mais comum, muitos chamam-no de "manco") ou 3 + 2
    7 = 2 + 2 + 3, 2 + 3 + 2, 3 + 2 + 2;
    10 = 5 + 5, 7 + 3, 2 + 2 + 2 + 2 + 2 etc;

    Como notar estes compassos? Soma o agrupamento de tempo (numerador) e usa o denominador que represente a subdivisão bem, geralmente é 8 ou 16 por causa disso. E mostre na partitura no início da música o agrupamento das divisões, para ficar mais clara a acentuação.

    Exemplo: quero 5 tempos. +2 / 4 (vou manter a referência como a semínima porque não tem tanta nota aqui) = 5/4.
    F - p - p | F - p

    (se você prestar bem atenção, vira uma espécie de binário desigual hehehe)

    Voltando agora à sua pergunta:
    como organizar frases que duram 3 tempos e meio?
    Você tem que ter uma referência para 1 tempo. Supondo que seja a semínima, 3 tempos e meio duram 3 semínimas e 1 colcheia; ou 7 colcheias****. Aqui seria um 7/8, mas para descobrir como foi criada o agrupamento das divisões, só ouvindo o que você tem em mente.

    Caso tenha mais alguma dúvida, vale à pena ficar lendo de tempos em tempos este artigo da wikipédia: Compasso



    P.S.:
    * - há divergência na literatura aqui. Alguns dizem que o 3o tempo é mp, mas na prática ele é p. Essa diferenciação é só para evidenciar que o 3o tempo é uma espécie de "segundo ponto de apoio" do compasso - por causa da junção dos 2 grupos binários - mas não é nada que nos faça realmente dar uma "pressão extra" neste tempo. Fazendo isso, podemos transformar um quaternário novamente em binário;

    ** - não existe uma única figura que preencha este compasso. Existe, no lugar, uma Unidade de Som, que é uma mínima pontuada ligada a uma semínima pontuada;

    *** - mesma explicação que *;

    **** - aqui demonstra bem porque o denominador deve ser escolhido com uma referência que mostre bem a subdivisão e a quantidade de notas que vão "caber" em um compasso, afim de facilitar o entendimento do pulso básico.

    gpeddino
    Veterano
    # jul/13 · Editado por: gpeddino
    · votar


    Lembrando um caso clássico... "Pyramid Song", do Radiohead, na verdade é em 4 por 4, mas os acentos são sempre sincopados. Então à primeira ouvida fica a impressão de que a música não tem tempo definido:



      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Compassos Diferentes