Dicas 7: Como criar um timbre de Minimoog em teclados Roland compatíveis com GS

    Autor Mensagem
    mano_a_mano
    Veterano
    # mar/06


    Estou finalmente de volta com meus tópicos de dicas, e dessa vez é algo bem interessante: como "transformar" seu Roland compatível com GS ou Yamaha compatível com XG (sem ser Lite) em um perfeito sintetizador monofônico "analógico", tal qual um Minimoog. Para isto vamos precisar de um software externo, de preferência o SONAR (os procedimentos em outros programas podem ser um pouco diferentes).


    1) Abra o SONAR e, na tela principal, ajuste o canal de uma trilha qualquer para aquele que comporta a voz principal (no caso dos Roland, é o canal 4).

    2) Clique com o botão direito na trilha que você ajustou o canal, e lá selecione "Event List".

    3) Insira TODOS os seguintes eventos, NESTA ORDEM:
    - CC 126 = 1 (torna o teclado monofônico)
    - CC 65 = 127 (liga o Portamento)
    - CC 5 = xx (aqui você mesmo define o valor, pode ser entre 0 e 127 - eu recomendo em torno de 20 a 30)
    - CC 84 = 0 (faz o Portamento funcionar em todas as notas do teclado)
    - CC 0 = 0
    - CC 32 = 0 (seleciona o banco GM)
    - Program Change = 81 (Sawtooth Wave)
    - CC 93 = 20 (opcional, bom para dar uma maior profundidade ao timbre)

    4) Depois de tudo isso, adicione duas "notas" com velocity = 0, bem (mas BEM mesmo) distantes uma da outra. Eu fiz a experiência com uma distância de 10.000 compassos.

    5) Salve essa "música" em formato SMF-1 e coloque num disquete (ou, se o seu teclado tem memória flash, carregue para a mesma).

    6) Coloque o arquivo SMF para tocar no seu teclado, junto com ele toque qualquer coisa e... Agora você tem um synth analógico 8-)


    Eu cheguei a esse resultado depois de meses e meses de pesquisa, após olhar o MIDI Implementation Chart do meu teclado. Claro, não tem como comparar aos verdadeiros analógicos, mas eu acho que o efeito fica muito interessante, principalmente quando se vai tocar ao vivo (taí o porquê de tantos compassos de distância entre as "notas": nunca sabemos quanto vai durar um show, e depois que a "música" do disquete termina, o efeito é cancelado). Opcionalmente, você pode escolher outro canal para que esse "timbre" fique armazenado e usar um controller externo via MIDI, mas o som fica melhor quando tocado no próprio teclado - o Portamento fica mais expressivo e real.

    Qualquer dúvida é só me chamar...

    kevinmoore
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    Mas pra que fazer isso com o Sonar?
    Vc pode muito facilmente fazer tudo isso ao vivo no teclado ( digo sem intermédio do Sonar ) e salvar!

    Coloca em modo mono
    Liga o Portamento
    Seleciona o Portamento Time ( tempo em que uma nota demora para chegar na outra "cromaticamente" )
    Seleciona uma onda de Serra ( Saw ) ou Square ( ou qualquer outra )

    Seria mais ou menos isso em termos não de eventos MIDI!

    mano_a_mano
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    kevinmoore
    Nem todos os teclados têm controles em tempo real, acionamento de Portamento no painel e ajuste de modo monofônico. Esses passos servem para quem possui até os Roland mais simples, como o E-36 por exemplo.

    kevinmoore
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    mano_a_mano

    Tá certo! Achei que todos tinham, se atendem à mensagem midi, pq não ter o controle? É meio estranho!

    mano_a_mano
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    kevinmoore
    É estranho sim, mas funciona...

    Acho que em breve vou fazer um arquivo .mid com todos os passos acima e deixar disponível para download. Quem tiver um Roland pode baixar, testar e comprovar o resultado...

    fernando tecladista
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    kevinmoore

    isso é mais para os teclados da linha E ou o alpha que eu tinha, como é padrão GS/GM todos os modulos aceitam essas mensagens na sua placa de som, mas o teclado em si não tem a função no painel

    fernando tecladista
    Veterano
    # mar/06 · Editado por: fernando tecladista
    · votar


    aproveitando o tópico tem outros recursos com estes CC
    pra quem não tem manual, e geralmente quando tem não explica direito
    é só colocar na ordem que aparece nesta tabela
     
    
    vibrato rate:...CC99 = 1.... CC98 = 8.... CC6= **valor a escolha
    vibrato depth:..CC99 = 1.... CC98 = 9.... CC6 = **
    vibrato delay:..CC99 = 1.... CC98 = 10 ... CC6 **

    tvf cutoff .....CC99 = 1.... CC98 = 32 ... CC6 **
    tvf resonance...CC99 = 1.... CC98 = 33 ... CC6 **
    tva/tva attack..CC99 = 1.... CC98 = 99 ... CC6 **
    taa/tvf decay...CC99 = 1.... CC98 = 100 .. CC6 **
    tva/tvf release.CC99 = 1.... CC98 = 102... CC6 **


    se o valor do cc 6 for 64 éo centro fica não causa nemhuma alteração, abaixo disso diminui o valor original, acima aumenta


    isso eu nunca testei, dá pra mudar alguma coisa no som de cada instrumento de bateria no canal 10


    pitch = CC99 = 24.... CC98 = XX ... CC6 ** valor a escolha
    level = CC99 = 26.... CC98 = XX ... CC6 **
    pan ..= CC99 = 28.... CC98 = XX ... CC6 **
    reverb= CC99 = 29.... CC98 = XX ... CC6 **
    chorus= CC99 = 30.... CC98 = XX ... CC6 **


    o XX equivale ao instrumento do instrumento de bateria que você quer alterar
    tem que ver o numero no drum map do manual

    ThyagoAmaral
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    Tem alguem pra traduzir isso pro S03 ? kkkkkkk

    fernando tecladista
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    ThyagoAmaral
    Tem alguem pra traduzir isso pro S03

    não precisa, isso ajuda pra quem tem esses roland com ritmo linha E, EM.... e o teclado não tem nada de edição com todos os timbres em memoria ROM, olegal é que dá pra tirar agua da pedra destes teclados do nivel do e-38

    fica legal pra mexer nos arquivos midi, se lá tem um solo com algum lead, e você acha que ele está meio apagado, altera o cutoff ou a ressonance, ou se o strings é seco não tem nem um sustainzinho aumenta um pouco o release

    essas alterações na verdade não são feitas diretamente no timbre, são feitas na trilha, não sei se houver uma troca de timbre o proximo assume as mesmas alterações

    mano_a_mano
    Veterano
    # mar/06
    · votar


    ThyagoAmaral
    Todos os passos que eu descrevi no topo da página funcionam no seu S03 também, já que ele é compatível com XG e tanto este como o GS possuem muitas similaridades, inclusive nos controladores. Isso também funciona no GM2.

    mano_a_mano
    Veterano
    # abr/06
    · votar


    E aqui está um exemplo prático do "truque":

    http://rapidshare.de/files/16983982/Eliseu_e_seu___anal_gico__.wmv.htm l

    Eu fiz todos os passos acima, coloquei num disquete etc. e vejam o resultado...

      Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
       

      Tópicos relacionados a Dicas 7: Como criar um timbre de Minimoog em teclados Roland compatíveis com GS