Dúvida: Pitch Shifter da Zoom G2

Autor Mensagem
Adriano_LP
Veterano
# jan/08


e ai galera, bom pesquisei no forum e nao achei nenhum topico relacionado com a minha duvida.. entao to postando ake:

é o seguinte, to querendo comprar uma pedaleira que tenha Pitch Shifter, e vi que a Zoom G2 poderia ser uma boa opçao, e q ela possui esse efeito..

mas eu quero utilizar o Pitch Shifter para abaixar a afinaçao para tocar KoRn, sera q é possivel fazer isso com a Zoom G2? da para mudar afinaçoes com esse efeito específicamente na G2??

se a resposta for não, quais pedaleiras com um preço igual a da G2, da pra fazer isso que to querendo? se é q é possível...

conto com a ajuda de vcs! abraço.

andreRO
Veterano
# jan/08
· votar


Cara eu tenho uma Zoom G2!

Mas nunca entendi direito essa parada de pitch shifter!

Veio ela muda sim os tons, mas nao sei se é algo consideravel!

Eu nem mecho nisso...............

Uma vez tava tentando deixar a afinaçao meio tom abaixo, mas sei lá, nao me convencia muito nao!

Nao sei se estava exagertando tbm! Ate pq eu tava querendo fazer bases com essa afinaçao entende????

ahauhauahaa


So sei q em solos fica um legal..................

Adriano_LP
Veterano
# jan/08
· votar


to entendendo

é pq eu vi um comment de um video no youtube de um maluco dizendo q dava pra mudar afinaçao, eu fiquei na duvida, e resolvi perguntar quem entende mesmo, hehe.

e tipo, eu toco muito cover, entao pra mim se fosse verdade ia ser otimo pq esses guitarristas cada um afina de forma diferente uma certa música..

valeu ae pela resposta!

ah, vc acha q essa pedaleira pode fazer uma guitarra Groovin fraca soar bem??

andreRO
Veterano
# jan/08
· votar


Veio ela faz a minha Kashima Strato, modelo Lg 801 (vinho) soar legal!

hauahauahauha


To falando serio cara!


Agora voltando a sua pergunta, realmente e foda, essas bandas mudam muito a afinaçao dai fica foda!

Cara comigo foi assim: eu tava tocando de boa, fazendo solos, brincando com minha guita! Dai pensei q diabos é esse pitch? Dai vi q era uma parada pra mudar afinaçao!

Bom pensei caralho q doido! hauahaa............veio eu usei esse troço e deu uma diferença no som e tals! Fiz umas bases em powerchords e tava diferente!

Dai tirei o efeito e afinei meio tom abaixo, pra ver se ia ficar igual estava com o pitch, mas nao ficou nao......... deu uma diferença!

Mas sei la, espera o povo entrar aqui, pq talvez eu é q nao soube mecher nele entende????

Veio ja fucei tudo nessa pedaleira, mas sempre ha algo q agente nao sabe, ou nao descobriu ainda!!!

Como havia dito, essa parada de pitch nao me interessa muito, pelo menos nao agora! haahauahuha

Mas se vc quiser saber outras coisas pode perguntar!

Eu tava pensando em fazer um review sobre ela!

Sera q rola?

Ultra.Fuzz
Veterano
# jan/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


Adriano_LP
Em geral pra ter um efeito de pitch shifting com mais qualidade é necessário um pouco de atraso entre a nota tocada e a nota gerada pelo efeito. Quanto mais rápido for o efeito maior a probabilidade da qualidade sonora diminuir, principalmente se for usada alguma configuração extrema.

Apesar disto o primeiro pitch shifter (que é o efeito de pitch shifting presente na Zoom mais adequado pro que estás querendo) funciona consideravelmente bem. O mono pitch shifter tem um som um pouco mais encorpado, mas como o próprio nome diz é mono, portanto não seria o mais indicado.

Pra ter uma qualidade sonora melhor é interessante estar com cordas novas.

Na maioria dos multi-efeitos mudanças de até 1 tom (abaixo) não apresentam grandes mudanças no timbre, passando disto a coisa já fica mais complicada.

Tem um vídeo no youtube de um cara tocando Fear Factory usando o pitch shifter da G2 e tá legal. Pra tocar em casa funciona, só não sei como ficaria isto tocando numa banda com outros instrumentos.

Talvez seja mais interessante considerar a B2 porque ela tem um oitavador na primeira seção de efeitos que poderia ser usado em conjunto com o pitch shifter da segunda seção de efeitos. Corre o risco do som sair meio sintetizado, mas regulando bem pode ser uma alternativa melhor.

Outra coisa a considerar (em geral a alternativa mais fácil de todas) é deixar a guitarra com a afinação baixa e um capotraste pra voltar pra afinação normal.

Afinando como uma sete cordas é possível tocar várias músicas "pulando" a sexta corda (como se faz quando se toca certas músicas com sete cordas) e "esquecendo da primeira corda"- já que apesar de continuar sendo a primeira ela seria afinada como a segunda. Isto vai exigir uma certa adaptação na maneira de tocar no entanto.

---

Para usar o pitch da G2:

Usar o compressor pode ser útil, obviamente que o pitch shifter tem que estar regulado pra 100% de efeito (assim o som original some) e a equalização faz uma boa diferença (principalmente o segundo módulo de eq).

No caso daquela idéia de usar a B2, não seria necessário tirar todo o som original. Mas o resto (compressor/equalização) continua valendo.

Tendo algum cuidado o som não vai ficar tão "sintetizado" quanto se imagina.

andreRO
Veterano
# jan/08
· votar


Ultra.Fuzz


Nao sabia q precisa de delay tbm.............


E uma coisa q vc falou q eu concordo é q ela muda mesmo a afinaçao mas nao é algo taaaao consideravel....

OOO da um lida no meu post pra se falei certo ou errado!

Ultra.Fuzz
Veterano
# jan/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


andreRO
Cara, aqui tem uma explicação legal sobre efeitos de atraso, reverberação e modulação.

http://www.eca.usp.br/prof/iazzetta/tutor/audio/efeitos/effx.html#Pitc h

Falando nisto "o artigo me contradiz", não é?

Pois é, minha afirmação (pitch shifter é baseado em delay) pode não estar tecnicamente correta, mas a explicação continua valendo: como é um efeito que exige um poder de processamento grande, quanto "mais rápido" for o efeito maior a probabilidade da qualidade do som piorar.

Por isto em alguns multi-efeitos é oferecido um parâmetro pra regular quanto tempo demora pro efeito ser ativado (o lag - tempo de espera entre a nota tocada e a nota gerada pelo efeito).

Como disse, "baseado no delay" talvez não seja a coisa mais correta, mas o processo inicial se dá de forma parecida: tanto delay quanto pitch shifter dependem de uma amostra do sinal original.

Adriano_LP
Veterano
# jan/08
· votar


karaca mto bom teu post Ultra.Fuzz deu uma exclarecida legal!

mas o motivo de eu querer usar o Pitch Shifter é justamente para nao ter q afinar minha guitar como uma de 7 cordas..

eu tenho uma banda de new metal, fazemos alguns covers, nao só de KoRn, se eu fizesse isso, como vc mesmo falou, eu teria que me adaptar completamente, e seria desinteressante pra mim...

concluindo... entao é possível chegar nessa afinaçao baixa, mas vai ficar meio ruim o som?? sera q chega a valer apena fazer isso?

Ultra.Fuzz
Veterano
# jan/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


Adriano_LP
O vídeo que tem no youtube é um exemplo interessante mas o som (no geral, não do efeito) não está tão legal, é meio notório que os vídeos do youtube apresentam alguns problemas no som (por causa da conversão).

O melhor mesmo seria ir numa loja e testar, se isto for possível. Dá uma olhada no manual e lembra de desligar todos os outros módulos que não forem ser usados.

A um tempo tinha algumas amostras, gravadas pelo Rachmaninoff, do Pitch Shifter da GT-8. Claro que existem algumas diferenças em termos de parâmetros e tudo mais, mas a qualidade me pareceu ao menos similar.

Como disse antes, quanto mais tons abaixo maior a chance de soar sintetizado, por isto seria melhor testar. De qualquer forma usando alguns macetes é possível chegar num resultado decente.

Se tiver outro guitarrista na banda (que use a guitarra já na afinação desejada) talvez fique um pouco mais fácil pra "esconder" um pouco o efeito.

---

Que é possível é, só que o como varia de acordo com o poder de processamento do equipamento em questão e das configurações feitas.

Das opções disponíveis, esta (comprar um multi-efeito) é definitivamente a mais barata.

Adriano_LP
Veterano
# jan/08
· votar


valeu mesmo Ultra.Fuzz!

é essa pedaleira mesmo que vou pegar.

Ultra.Fuzz
Veterano
# jan/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


Adriano_LP
Só uma coisa, estás usando qual afinação na guitarra?

---

E só lembrando que falei que está é a opção mais barata e pode dar um resultado decente. Existem outras opções na faixa de preço abaixo de 1000 que podem ser interessantes (RP150, G100 Utopia, ME-20), assim como outras alternativas mais caras (Variax, captador GK + Guitar Synths da Roland) que podem dar resultados melhores.

Ultra.Fuzz
Veterano
# jan/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


andreRO
Como tens a G2 podes testar aí:

Desliga todos os módulos que não serão usados;
Seleciona o pitch shifter (é o quarto efeito da seção MOD/SFX);
Ajusta o parâmetro shift pra -2, tone deve ficar melhor perto de 10 e mix em 1.0.

Pra ajudar podes usar o compressor: tem que testar como o sense fica melhor (provavelmente mais perto do 0), ajustar attack pra FS (rápido) e o level pode deixar por volta de 50 ou 60.

Depois é equalizar, se achar necessário, e pode jogar com um pouco de delay no mínimo (1) com um pouco de feedback e com o mix por volta do 20.

---

O parâmetro shift (do pitch shifter) em -2 é igual a uma mudança de um tom, pelo que vi -5 seria igual ao que o Adriano_LP pretende usar.

Adriano_LP
Veterano
# jan/08
· votar


uso afinação padrao..

Ultra.Fuzz
Veterano
# fev/08 · Editado por: Ultra.Fuzz
· votar


Adriano_LP
Pois é, daí já pode ser muito trabalho pro pitch shifter.

É mais fácil e útil deixar a guitarra afinada em D padrão neste caso.

De E pra A: E Eb D Db C Cb Bb A - 7 semi-tons abaixo.

De D pra A: D Db C Cb Bb A - 5 semi-tons abaixo.

Sendo que 5 semi-tons já está forçando um pouco a barra, 2 ou 3 semi-tons é até tranqüilo...

http://forum.cifraclub.com.br/forum/7/147763/ - neste tópico tem samples da GT-8 com 1 e 2 semi-tons abaixo, G2 e GT-8 não são a mesma coisa mas serve como exemplo.

Tinha um outro tópico deste mesmo usuário com um sample de 5 semi-tons abaixo também. Na gravação ficou legal também, mas já existe alguma modificação no timbre.

O melhor mesmo seria testar pra ter a real noção de qual é a diferença e o que se pode fazer pra melhorar o som e tal.

---

Difícil mesmo é treinar com pitch shifter, porque sai um som das cordas e outro do amplificador/dos fones.

Adriano_LP
Veterano
# fev/08
· votar


valeu mesmo pela ajuda Ultra.Fuzz, deu pra esclarecer bastante minha dúvida..

o problema de eu afinar em D é q uso cordas 0.09 e fica meio frouxa a 6a corda, mas eu ja cheguei a tocar ah algum tempo nessa afinaçao, talvez nao seje problema.. agora é juntar $$ pra pegar essa pedaleira.

valeu!

SpartanForce
Veterano
# dez/12
· votar


desculpa ae desenterrar mas...
têm como usar isso pra deixar em Drop-A? Tenho uma guitarra em barítono mas não dá pra colocar p/ Drop-A devido ao floyd

Finus_SuperBarulhento
Veterano
# dez/12
· votar


Tem...mas pra ficar bom tem que ser o Pitch inteligente e secar o som original.
Mas a melhor aplicação é em solos e em trechos específicos...ai fica legal pra caramba!!

Mas vou falar que a G2 rouba sinal da guita!

GuiPassos
Membro Novato
# 03/mai/18 15:42
· votar


Boa tarde estou querendo pegar uma zoom g2, porem tenho uma duvida , ela tem volume geral "master"? e compensa abrir mão de um v-amp2 para pegar uma g2?

acabaramosnicks
Membro Novato
# 09/ago/19 09:26 · Editado por: acabaramosnicks
· votar


Bom dia.

Estou em um momento onde cairia muito bem um daqueles digitech drop, mas estou totalmente falido.
To pensando em passar pra frente meu pedal MXR GT-OD e tentar fazer algum rolo, mas também não posso ficar sem boost. A primeira coisa a se considerar é que o valor desse MXR é o mesmo do Digitech, mas como não posso ficar sem boost, não rola trocar um pelo outro simplesmente.

Outra solução que pensei é pegar uma dessas zoom G1 novas, mas será que o pitch shifter delas é bom? Se compara ao digitech? Nâo quero algo simplesmente convincente, quero algo bom, algo que não foda o timbre da guitarra.
Outras opções a se considerar são: o da Mooer, o da Caline, e a linha PS da Boss, mas esses Boss também são caros. Alguém aqui conhece qualquer um desses pedais?

Eu sou meio cético em relação a overdrives, eu acho que qualquer merda que vc monta direitinho pode acabar soando bem, ja tive cada pedal barato que soava tão bem quanto esse MXR aqui, coisa de louco. Então não vejo problemas em pegar um OD baratinho tipo um Nux Od-3 (custa tipo 150 real). Mas de preferência essa verba tem que vir do MXR que eu já tenho, daí não sei se sobraria suficiente pra pegar algum pitch shifter decente.

Idéias?

tito lemos
Veterano
# 09/ago/19 11:57
· votar


acabaramosnicks
Estou em um momento onde cairia muito bem um daqueles digitech drop, mas estou totalmente falido.
Aproveite que os distribuidores Digitech aqui no BR estão fazendo mágica, e o Drop está barato!

]https://lista.mercadolivre.com.br/digitech-drop#D[A:digitech%20drop]

acabaramosnicks
Membro Novato
# 09/ago/19 12:42
· votar


O Drop custa 150 dólares, x4 = R$600, x1.6 = R$960
Realmente, por 500 pila tá bem razoável o preço. Mas como eu disse, eu estou totalmente falido.
O meu MXR são 100 dólares, fazendo as contas acima, chega nos 650 reais. Não sei se acho quem compre por 500 pila, mas vale a tentativa, até porque o meu pedal tá zeradinho, sem nenhum risco.
Mas como eu também disse, não quero ficar sem nenhum boost, então não pretendo só trocar um pelo outro.

Buja
Veterano
# 09/ago/19 12:46 · Editado por: Buja
· votar


Qual a diferença entre um Digitech Drop e um pitch de pedaleira?

Que eu saiba qualquer pitcher que pitcha até 1 tom e meio abaixo no maximo, fica bom, e qualquer um que pitcher que pitcha abaixo de 2 tons fica artificial.

Tem algum muito melhor do que outro?

acabaramosnicks
Membro Novato
# 09/ago/19 13:03
· votar


Buja
Isso é feito por processamento digital, então diferentes algoritmos, bitrate e taxa de amostragem acabam trazendo resultados diferentes.

Dei uma pesquisada mais a fundo no ML e encontrei importação direto da china (25 dias) em um tal de Caline (Link) e um tal de Cuvave (link). Só deus sabe se presta ou não, mas que é barato, é mesmo. menos de 200 mangos. Certeza que a mão de obra é escrava hahahahaha

Buja
Veterano
# 09/ago/19 17:27 · Editado por: Buja
· votar


Nao sei nao. nao sei se um pitch por ser de pedal ou ser mais caro, presta mais pra fazer grandes drops.

Ta certo que TODO pitcher que ja testei na vida eram de processamento digital, e barato rsrs.
Nao sei um analogico ou mais caro.

Mas nao te assusta ver que um pedalzinho desses consegue voltar 1 oitava inteirinha?
Duvido-ó-dó que o som presta.

1 tom, 2, acho ok. Por exemplos, nos pitchers que ja tive, era otimo voltar "meio tom", pra nao voltar na tarracha. O som nao deteriorava tanto. O mais que perdia era um pouco de sustain, o que eu compensava com um dedinho de ganho, e so.

Mas com 1 tom ou mais, principalmente abaixo de 2 tons, começava aquele timbre de robô. Muito estranho. Tanto que quando gostava muito de guitarras graves, na epoca, peguei uma 7 cordas.

Se o cara quer tocar em drop B ou drop A, serio, tem que partir pra uma 7 cordas, nao vejo outro jeito de ficar bom.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 12/ago/19 07:32
· votar


Buja
O meu objetivo é só voltar meio tom ou um tom na afinação pra não ter que afinar a guitarra (e consequentemente ela não estar regulada pra essa afinação). Meio que não tem como algum processamento (qualquer um) voltar um monte de tons e ficar bom.

O que vc já usou que ficava bom pra voltar no máixmo um tom?

Buja
Veterano
# 12/ago/19 11:49
· votar


acabaramosnicks
O que vc já usou que ficava bom pra voltar no máixmo um tom?


Sim ja usei. Pitch shifter de pedal (digital) e de pedaleira.

Pra voltar 1 tom, é otimo. "Quase" nao se sente diferença. So sente que perde um coisa de sustentação, que voce equilibra com mais drive, e vcoe meio que sente que em solos rapidos, desafina um pouco.
Tambem bends expressivos, desafina.

Mas pra tocar metallica em E e depois vai tocar outra deles em Eb, ou D. De boaça mesmo.

Por isso nao vejo o porque de um pedal de detune custar 450 mangos. É muita grana so pra voltar 1 tom.

Pra mim, so vale se ele voltasse 3, 4 tons, sem desafinar e sem robotizar, o que eu duvido, até num pedal boutique de grande porte.

tito lemos
Veterano
# 12/ago/19 19:01
· votar


Buja

O Digitech Drop "pitcha" até 7 semitons de forma perfeita, e é polifônico. Ou seja, tu desce 7 semitons (3 tons e meio) e pode tocar acordes que o som vai estar lá, perfeito. Já ouvi um cara dizer (o Silas Fernandes) que nesses pitches mais baixos, a guita perde um tiquinho de graves, mas nada que um equalizer não compense.

Ele também oitava, mas ai me parece que é de forma monofônica.

tito lemos
Veterano
# 12/ago/19 19:11
· votar


Buja

Qual a diferença entre um Digitech Drop e um pitch de pedaleira?

A diferença é MONSTRUOSA.

DarkMakerX
Veterano
# 27/ago/19 14:41
· votar


acabaramosnicks
Cara, já usei pitch shifter de -1 tom na G1 antiga e deu pro gasto (era para tocar com distorção pesada, então acaba disfarçando).

Comprei essa semana a G1 Four que é mais recente e posso testar para você.

acabaramosnicks
Membro Novato
# 01/set/19 18:09
· votar


DarkMakerX

Eu peguei uma G1 emprestada por uns dias e testei o pitch shifter. Como bem dito aí, dá pro gasto, é convincente no contexto da banda. Mas sei lá, parece que há algo errado o tempo todo, saca? Não sei dizer exatamente o que, mas o timbre não ficou foda igual antes. O que eu achei bem interessante é que essa qualidade razoavelmente boa, aceitável, se manteve não somente na mudança de um meio tom, mas até em 4 meio tons pra baixo e dois pra cima a qualidade se manteve "ok".
A conclusão que cheguei é que, se for assim, eu prefiro comprar um pedal afinador e mudar a afinação on the fly, dá pra fazer em um minuto e a entonação não fica tão fora assim, ou melhor ainda, usar um capo mesmo. Mais pra frente quero testar umas dessas zoom mais novas, pelos relatos deve cumprir essa função bem melhor que a G1.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Dúvida: Pitch Shifter da Zoom G2