Dúvida em harmonia.

    Autor Mensagem
    matheusfrs1
    Membro Novato
    # 12/nov/21 14:13


    Boa tarde, pessoal!...

    Estou com uma dúvida a respeito da funcionalidade de um acorde em específico dentro da harmonia.

    A música está na tonalidade de A maior e em determinado momento aparece o acorde F#7, que poderia ser um V7/II, mas não resolve em Bm. Que função tem esse acorde ou de que modo ele está vindo?

    Progressão: D E/D C#m7 F#m7 Bm7 E7 F#7
    D E/D C#m7 F#m7 Bm7 E7 A

    Obg pela ajuda, galera!

    Juquinhaa
    Membro Novato
    # 12/nov/21 14:22
    · votar


    Pode estar vindo de um ciclo de terças maiores que não se conclui, depois dele poderia tocar um g#7 pra depois resolver no lá maior, claro que posso estar errado tbm. Abraço

    Schelb
    Veterano
    # 12/nov/21 18:18 · Editado por: Schelb
    · votar


    Curioso em .. vamos ver se alguém aparece aqui com uma resposta.

    Mas vou falar o que me parece aqui: tocando e olhando a cadência, primeiro fica claro que o F#7 ali esta substituindo a resolução que seria esperada, o Lá Maior. Afinal de contas, tem um II V de lá só que entra esse F#7. Cria uma expectativa de resolução e entra um acorde que me gera uma sensação de suspensão. Por outro lado, a sonoridade me lembra demais o que acontece em cadência menores, quando você toca o VI, VII e aí toca o primeiro grau maior ao invés do menor sabe? Esqueci o nome disso. Esse acorde maior no lugar do menor gera uma sensação de final feliz né.. e é bem isso que esse acorde aí me remete (já que é um acorde maior no lugar do sexto grau, que seria justamente o relativo menor), só que por ser um acorde Maior 7 ele não resolve tanto, da esse sensação de suspensão. Bom .. não sei se me fiz entender, mas essa é minha sensação/leitura frente ao acorde, sem conhecer alguma explicação teórica mais específica.

    Edit: Inclusive, explorando mais aqui, faça o teste de fazer essa mesma cadência até o F#7 ali, mas tocando o F#m7, que seria o acorde dentro do campo harmônico, e não só isso, seria o relativo menor. Quando você faz essa cadência, ela dá uma sensação de resolução, até porque o relativo menor é também um acorde de função tônica e seria basicamente um A6, com a sexta no baixo. O que me parece que acontece é que acaba acontecendo isso, como se a música quisesse resolver no relativo menor, só que coloca um acorde maior no lugar, fazendo o movimento que falei ali em cima das cadências menores que fecham no primeiro grau maior (empréstimo do campo homônimo maior), dando essa sensação esperança meio forçada .. sei la.. haha. Daí a sétima menor me parece um capricho, me remete um pouco aos acordes dominantes de função tônica do blues, que resolvem mais deixam uma sensação meio em aberto, meio suspensa.

    Enfim, viajei aqui

    mgustavo72
    Membro Novato
    # 13/nov/21 09:01
    · votar


    Lendo a resposta do Schelb resolvi tocar a progressão e sinto que o F#7 resolve em D, pois este é relativo de Bm7 (ambos têm função de subdominante).

    Schelb
    Veterano
    # 13/nov/21 09:19
    · votar


    Tenho um pouco de dificuldade de sentir o F#7 resolvendo no D, acho que por conta do ré não ter a nota Si, mas dependendo do voice, quem sabe. Na real seria bom saber que música é essa, pq a gente pode estar interpretando errado a cadência sem saber o tempo de cada acorde e o que está rolando na melodia. Ela me parece bastante com lanterna dos afogados, daí estou influenciado por essa música e vendo uma pausa, um fim de estrofe nesse F#7, o que ajuda a me dar essa sensação de finalização em suspensão nele e dificulta ver ele como um acorde de preparação.

      Você não pode enviar mensagens, pois este tópico está fechado.
       

      Tópicos relacionados a Dúvida em harmonia.