Por que algumas música de um determinado tom ( eu me refiro só a esse to específico) alguém toca

    Autor Mensagem
    Ana Soares
    Membro Novato
    # 30/jun/19 18:35


    Oi pessoal eu sou nova aqui no fórum. Estou aprendendo violão mais sozinha em casa aí às vezes me surgem algumas dúvidas... Eu estou aprendendo a tocar Era uma vez da Kelly Smith para isso eu vi uma vídeo aula da música no cifra club ( a aula em que o ensinamento da música não é Simplificada) mas a minha dúvida não está da batida ou no dedilhado, nada disso. mas sim nos acordes, mas especificamente na introdução da música que é os acordes C e C4. ok. Mas tem pessoas que fazem a introdução com C e F9/C ou apenas C e F (na introdução) Resumindo a minha dúvida gente, por que algumas músicas tocadas NO MESMO TOM e nem todo mundo às vezes tocam os acordes igual tá na cifra. Eu me refiro a muda totalmente o acorde como no exemplo dessa música e não uma mudança na dissonância de acordes.

    Por favor , porfvv. Gente eeh me ajudem please rs

    makumbator
    Veterano
    # 30/jun/19 19:09
    · votar


    Ana Soares
    por que algumas músicas tocadas NO MESMO TOM e nem todo mundo às vezes tocam os acordes igual tá na cifra.

    As pessoas são livres pra fazerem a intro ou mesmo a música toda do jeito que quiserem.

    As razões são muitas:

    1. Querer mudar por mudar
    2. Não gostar do original
    3. vontade de sofisticar ou simplificar um arranjo
    4. Fazer uma determinada música em estilo diferente do original, o que muitas vezes acarreta mudanças de harmonia
    5. Mudanças em decorrência de limitações ou possibilidades de uma nova instrumentação
    6. Qualquer outra razão.

    Você já ouviu falar em reharmonização? Pois então, procure sobre isso no youtube e verá o quanto isso pode ser legal.

    LeandroP
    Moderador
    # 30/jun/19 19:43
    · votar


    Ana Soares

    Este intervalo de 4a sobre o acorde C pode ser um efeito melódico adicionado ao acorde. Sobre o acorde C este intervalo de 4a justa é a nota Fá. E por isso pode sugerir o acorde Fá maior. E isso pode ficar a critério de quem está tocando, como citou o makumbator.

    E o acorde F9/C é o mesmo que um C4.

    Lelo Mig
    Membro
    # 30/jun/19 19:43 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Ana Soares

    Você disse que é iniciante, então não se apegue muito nas diferentes variações harmônicas que encontrar por aí.

    Como muito bem explicou nosso amigo makumbator há inúmeros motivos para tal (até mesmo alguém ter tirado errado).

    Só como exemplo, imagine uma canção com uma sequência D7M, Bm7, G9.... um iniciante poderia tocar D, Bm, G para facilitar; é igualzinho? Não. Mas não ficaria ruim.

    Procure tocar a forma mais fiel ao original que conseguir (no sentido de estudo e treino), mas não se acanhe em simplificar quando tiver dificuldades (é melhor tocar bem de forma simples do que executar mal algo dífícil) ou mesmo modificar e até mesmo complicar quando a criatividade pedir.

    Ana Soares
    Membro Novato
    # 30/jun/19 20:04 · Editado por: Ana Soares
    · votar


    Olha muito obrigado por que vcs estão me ajudando muito!
    Mas, eu me refiro assim, gente, se vcs forem pesquisar a cifra da música que eu citei acima ''era uma vez'' no tom de D# no cifra club vcs vão ver ver os acordes na terceira casa C e C4... Mas, eu vi em um vídeo essa mesma música neste mesmo tom que no lugar de C4 era colocado um F9/C é justamente isto eu não entendi.

    Ana Soares
    Membro Novato
    # 30/jun/19 20:13 · Editado por: Ana Soares
    · votar


    Olha muito obrigado por que vcs estão me ajudando muito!
    Mas, eu me refiro assim, gente, se vcs forem pesquisar a cifra da música que eu citei acima ''era uma vez'' no tom de D# no cifra club vcs vão ver ver os acordes na terceira casa C e C4... Mas, eu vi em um vídeo essa mesma música neste mesmo tom, que, no lugar de C4 era colocado um F9/C é justamente isto eu não entendi.

    makumbator
    Veterano
    # 30/jun/19 20:53
    · votar


    Ana Soares
    Mas, eu vi em um vídeo essa mesma música neste mesmo tom que no lugar de C4 era colocado um F9/C é justamente isto eu não entendi.


    São variações harmônicas. A pessoa fez porque achou que ficaria bom. Sem contar que você não pode confiar em cifras de internet como se elas fossem a coisa mais perfeita do mundo. Muitas vezes tem coisa errada, simplificada, dificultada, depende da versão sobre a qual a pessoa fez, etc...trocentas razões.

    Ana Soares
    Membro Novato
    # 01/jul/19 09:20
    · votar


    Mas eu tô aprendendo maior parte sozinha, será como eu posso saber se a cifra tá correta? algumas dicas por favor

    LeandroP
    Moderador
    # 01/jul/19 09:21
    · votar


    Ana Soares

    Tenha um bom livro de teoria como apoio.
    Recomento Harmonia & Improvisação, volume I, do Almir Chediak.

    Lelo Mig
    Membro
    # 01/jul/19 10:17 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    Ana Soares

    Se você não têm um professor, além do apoio de um bom material, como indicado pelo amigo LeandroP, você terá de "confiar/apurar/seguir" seu ouvido e intuição, porque haverá um limite inicial natural do que você possa compreender da teoria.

    A ajuda/dicas de amigos músicos de nível acima do seu será bem vinda também.

    Não existe "almoço grátis" o preço de ser autodidata é não entender algumas coisas, ou pior, achar que aprendeu mas na verdade aprendeu errado; além de vícios de execução difíceis de sanar depois.

    Obs: falo por experiência, sou autodidata.

    Ismah
    Veterano
    # 02/jul/19 02:34
    · votar


    Ana Soares

    Mas não existe bem o certo, ou o errado...
    Cada um pinta o seu sol, com a cor que tem...!
    Dentro da música popular, mesmo partitura, a obra é relativamente simples, e dá abertura para o intérprete dar o seu toque - pelo sim, pelo não, de uma certa forma é improviso...
    É diferente de tocar uma peça erudita, onde tudo é muito sequencial, e geralmente complexo ao ponto de não haver divisão entre harmonia e melodia. Praticamente, é quase impossível improvisar, pois as coisas não são tão lineares, e sim progressivas, com variações de harmonia, ritmo e demais...

    LeandroP
    Moderador
    # 02/jul/19 17:53
    · votar


    dá abertura para o intérprete dar o seu toque - pelo sim, pelo não, de uma certa forma é improviso

    Não seria necessariamente improviso. Improvisação é outra coisa.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 03/jul/19 10:45
    · votar


    Ana Soares
    Tudo que o pessoal falou aí tá certo, mas quero colocar mais duas coisas (sou autodidata também, ok?):

    1) às vezes uma cifra bota acordes diferentes dos que estão na música original porque a ideia de quem transcreveu é que o teu violão sozinho evoque a harmonia de todos os instrumentos da banda. Ou seja, se você está tocando sem baixista, às vezes dá pra colocar um baixo no acorde pra preencher melhor; ou uma música que é toda com power chords é transcrita com acordes "cheios" pra soar melhor numa batida de violão;

    2) quando você está começando, o importante é treinar o ouvido e ter a autocrítica de saber se aquilo soa bem ou não. Talvez você não esteja tocando a música exatamente igual à original, mas o teu aprendizado está progredindo. Quando você tiver 10 anos de guitarra, não vai fazer diferença se você colocou a extensão errada num acorde da intro da primeira música que você aprendeu a tocar: o importante é que você aprendeu e seguiu em frente.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Por que algumas música de um determinado tom ( eu me refiro só a esse to específico) alguém toca