Violão pequeno 3/4

    Autor Mensagem
    Felipe.-.
    Veterano
    # 22/abr/19 10:48


    Bom dia a todos.

    Recentemente vi muita gente usando um violão menor, com um som muito top, pesquisei e achei q chama violão 3/4, mas nao consegui achar muita coisa a respeito acho q talvez não to sabendo procurar direito. Mas vcs tem informações a respeito? Sabem quais vantagens e desvantagens dele?

    The Man Who Sold The World
    Veterano
    # 22/abr/19 11:05
    · votar


    Mas vcs tem informações a respeito?
    é um violão, só que menor
    vantagens
    é menor
    desvantagens
    é menor

    simples assim cara, depende do que tu quer/precisa

    Buja
    Veterano
    # 22/abr/19 11:06
    · votar


    Cuidado que tem muito lugar por ai que vende violao infantil dizendo que é violao 3/4. Violao 3/4 nao é violao pra crianca.

    Will Bejar
    Veterano
    # 14/mai/19 23:40
    · votar


    Felipe.-.
    Comprei um Tagima Baby Mahogany esse final de semana e o violão é muito lindo e o som é bem bonito (apesar de ter sentido a falta dos graves, mas é bem legal.

    No geral, é como o The Man Who Sold The World falou, comprei ele por ser pequeno (afinal é apenas um violão para eu tocar em casa de boa e se rolar algum evento mais ou menos ele atende plugado), ele é bonito e tem um som lindo.
    Nesse meu caso, as tarraxas Tagima não tem se mostrado das melhores e tô achando que a afinação do rastilho não está preciso... ou seja, não vai afinar nas casas altas.

    Buja
    Cuidado que tem muito lugar por ai que vende violao infantil dizendo que é violao 3/4. Violao 3/4 nao é violao pra crianca.
    Verdade... senti isso na pele.

    Ainda vou dar uma geral no meu, e trarei novidades assim que houver.

    T-Rodman
    Veterano
    # 15/mai/19 00:39
    · votar


    começou como criança, virou 'travel guitar' e depois 3/4.
    Tem vários modelos, e acho que toda marca vende.
    No Brasil, acho que existia desde sempre. A Di Giorgio mesmo tinha um número que eles usavam como tamanho de violão, tipo Clássico 38, Clássico 28, Estudante 18, Signorama 16 (e acho que tem um menor até, que não lembro o número).

    problema do 'para criança' é que a maioria desse tipo de guitarra ou violão é de baixo custo e muitos problemas. Ora não afina, ora as cordas ficam muito moles. Mas existem instrumentos mais 'top' para crianças, tanto quanto existem hoje instrumentos 3/4 para qualquer um tocar.
    um canal que começou com uma mocinha tocando com 8 anos de idade e ela fala de instrumentos para pessoas pequenas é esse da FilippaQ:
    https://www.youtube.com/channel/UCCSjxH_Fi_F9_QHwy-wmDlA/videos

    das 3/4 mais novas e high-tech, aparentemente é essa Kloss de fibra de carbono:

    se acha no BR? acho que não, rs.


    amplexos

    T.

    Will Bejar
    Veterano
    # 17/mai/19 08:11 · Editado por: Will Bejar
    · votar


    T-Rodman
    Esse violãozinho parece muito bom!!! O problema são os U$600,00!!! =O

    Gosto desse canal do Darrel.

    T-Rodman
    Veterano
    # 17/mai/19 14:53
    · votar


    Will Bejar
    esse eu assino, tanto quanto agufish, know your gear, aquele cara que quebrou o braço esses dias atrás, tuesday talks, aqueles 2 que tem uma loja de instrumento na inglaterra, e o que anda aparecendo como recomendados, rs.
    ainda bem que vários deles curtem brincar de mudar pecinha, regular guitarra, 'afiar o machado', etc, porque ficar só na GAS é soda, rs. E tem aqueles monte de videos de guitarras da Harley Benton tb, que huh, dorga, vontade de ter uma tb, rs.

    amplexos

    t.

    Digotec
    Membro Novato
    # 24/jul/19 16:53
    · votar


    Olá amigo , estou com dois Tagima baby com problemas de afinação , ouvi um boato que tem um lote que veio com o cavalete colada errado , alguém sabe de alguma coisa? Ou tem alguma solução ?

    Silspiders
    Membro Novato
    # 24/jul/19 18:37
    · votar




    Depende de quem toca, né.

    acoustic-chris
    Membro Novato
    # 26/jul/19 09:37
    · votar


    Cara, se quer um violão menor, mas não exatamente um 3/4 um parceiro meu pegou um baby da marquês, tampo maciço, fishman, mow sonzão, achei o preço meio salgado, mas pelo que vi, vale a pena para quem quer um violão com som de verdade.

    Will Bejar
    Veterano
    # 06/ago/19 22:56
    · votar


    Comprei um Baby Tagima Mahogany, baixei o rastilho, reencordoei (com as originais mesmo) e ele tá segurando bem a afinação, a captação não é uma maravilha mas é honesta e a tocabilidade é ótima.
    Comprei pra levar pra cima e pra baixo nos eventos que me aparecem, mas, no final das contas, tô tocando mais em casa mesmo, de noite...
    O som dele (acústico) é bem alto, graves fracos e som (de maneira geral) anasalado.
    Eu curti. Talvez, tocando a captação por uma de melhor, acho que fica bem bonito.

    Will Bejar
    Veterano
    # 18/out/19 23:41
    · votar


    Mini depoimento: Tagiminha violãozinho porreta pra shows pequenos!!! Ligado na mesa ficou muito bom o timbre, afinação é razoável... de resto, só alegria.

    Siruiz
    Membro Novato
    # 22/out/19 14:05 · Editado por: Siruiz
    · votar


    Tenho um Signorina da Di Giorgio 2001 e é um bom violão, faz glissando muito bem, é em geral bem estável e delicado para tocar.

    Ps: o Signorina não é tão pequeno, mas já acho mais prático do que um violão maior.

    Will Bejar
    Veterano
    # 24/out/19 14:45
    · votar


    Siruiz
    Signorina da Di Giorgio 2001
    Eu tinha um 18 estudante que regulei e ficou muito massa!!!

    Fili
    Membro Novato
    # 10/mar/20 16:38
    · votar


    Sabem quais vantagens e desvantagens dele?
    Eu tenho um Strinberg Sr200. É um mini folk, comprei no mercado livre e primeira coisa que fiz foi regular. Ele me atende perfeitamente pois é muito leve e confortável, além de ter uma saída Xlr (bakanceada) que dá um som com muito mais qualidade. Pra mim que faço barzinho é excelente, mas segue alguns prós e contras:

    Vantagens:

    - Conforto, leveza, fácil transporte, tocabilidade (se estiver bem regulado).


    Desvantagens:

    - Possui menos grave que o resto dos violões, menos sustain. Se o foco é um som acústico mais "gordo" com muitos graves e peso, não indico.

    Basicamente se vc gosta de um timbre com mais médios e agudos é bem legal, e muito confortável, ótimo para tocar plugado. Para um som acústico com mais profundidade, um violão folk normal é melhor.

    Um detalhe legal tbm desse tipo de violão é que para compensar a falta de grave você pode e e é até recomendável usar calibre de cordas mais grossas. Como a escala é menor tem menos tensão no braço, consequentemente fica mais macio para tocar. Se vc tocar com 0.10 num violao 3/4 e num violão padrão, o 3/4 vai ser mais macio (claro ambos com boa regulagem). Eu particularmente uso 012 em violões folk, no mini folk eu uso 012 fósforo bronze, assim vc consegue descontar um pouco a falta de grave e mantem uma tensão boa pra tirar um som potente de um violão pequeno. Já vi pessoas usando até 013 em violão 3/4, mas aí recomendo "parafusar" o cavalete no tampo só por segurança.

    Will Bejar
    Veterano
    # 20/abr/20 22:42
    · votar


    Tenho tocado muito Jethro Tull... fica lindo!!!

    caioqc
    Membro Novato
    # 10/mai/20 01:36
    · votar


    Fala Pessoal. Toquei num GS Mini da Taylor e decidi pegar um violão menor, principalmente pelo conforto que senti. Fui na loja de um amigo e toquei num Strinberg SM200, mesmo corpo do Taylor mencionado, mas não curti o acabamento, o som não é ruim, mas peca nos detalhes, tarraxas de plástico... Estou disposto a gastar até 2000. Vi muitos modelos na internet, Crafter Mino, Takamine GX18, Washburn, Fender... Todos esses acima de R$2000,00.

    Como só toco em casa, decidi por pegar um mais barato. Estou na dúvida entre o Marquês VAEQ-3 (Tampo sólido pinho alemão, captador fishman, laterais e fundos sapele) e o Rozini RX120 (Tampo sólido spruce, captador fishman, laterais e fundo loiro preto).

    Também vi uns Seizi Kyoto, parecem ser bons instrumentos, mas o tampo é laminado.

    Alguma recomendação??

    Obrigado!!

    Will Bejar
    Veterano
    # 10/mai/20 11:14 · Editado por: Will Bejar
    · votar


    Tagima Baby, caioqc.
    O Walnut tem captação Fishman, custa uma R$1000.00.
    Já que vc (assim como eu) só toca em casa, também tem o Mahogany que fica na casa dos R$700.00 e tem captação mais simples.

    caioqc
    Membro Novato
    # 10/mai/20 17:33
    · votar


    Não curto muito esse estilo "mini folk". Tipo Tagima Baby, Taylor baby... Acho o som desses que citei mais cheio e mais completo. Além do que, o Tagima Baby é ainda menor com aproximadamente 8 cm a menos em tamanho total que esses citados e 1" menor em escala. Mesmo que só toque em casa, queria um instrumento melhorzinho.

    Will Bejar
    Veterano
    # 10/mai/20 22:01
    · votar


    GS mini tem 23 1/2 polegadas e o Baby tem 23 de escala...
    GS mini tem 45 de corpo e o Baby 41.

    O corpo realmente tem mais curva que o Baby, mas de resto, na boa? Não sei se faz toda essa diferença no som.

    caioqc
    Membro Novato
    # 11/mai/20 07:33
    · votar


    Cara, procura depois os Review do GS Mini com o Baby Taylor no YouTube e vê a diferença do som... São dois Taylor, claro! Mas comparando dois violões de modelos parecidos a diferença deve ser equivalente.

    Renann
    Veterano
    # 10/jun/20 14:41
    · votar


    Conheci o tagima baby mahogany em um das lojas da Teodoro Sampaio, em SP.
    Na ocasião, eu estava com pressa e não cheguei a "tocar" o violão, apenas o vi nas mãos do vendedor, que rapidamente fez alguns acordes e confesso que o som dele me impressionou (realmente tinha uma projeção muito boa e um som até que encorpado, me agradou bastante).

    Dias depois, acabei comprando o violão pelo Mercado Livre, através de uma anúncio da loja que existe fisicamente, também de SP.

    O Violão chegou e realmente tinha um som muito bom, o braço era confortável (porém estreito demais na distância entre as cordas, pelo menos para a minha mão esquerda, e senti um pouco de dificuldade de encaixar os acordes mas imaginei que com o tempo eu ira me acostumar com isso).

    Passei a tocar o violão esporadicamente (diria que uns 30min por dia, umas 4x por semana) e então comecei a me incomodar com a dificuldade de afinação (perdia a afinação com uma frequência muito maior do que o normal) e as oitavas passaram e me incomodar muito quando tocava algumas músicas usando capotraste, até que ele completou cerca de 3 meses comigo.

    Aqui alguns vão dizer: e porquê não mandou um Luthier regular essa m... logo que chegou? E foi essa mesma pergunta que me fiz nesta ocasião (após 3 meses) quando eu já estava bem irritado e as oitavas estavam tão fora que eu não tinha nem mais vontade de chegar perto daquele violão.

    Então, comprei cordas elixir, tarraxas Gotoh, um novo nut e um novo rastilho de latão e mandei tudo pra um Luthier muito bem renomado em SP dar uma geral nele e avisei sobre meu incomodo com as oitavas.

    Quando voltou, o violão tinha melhorado, mas ainda ao executar acordes da terceira casa em diante, ainda sentia um incomodo de oitavas.

    Mandei o violão de volta, o Luthier fez novos ajustes no ratilho, aumentou o calibre das cordas e me devolveu. E disse que para ficar 100%, seria necessário mover o cavalete, serviço que seria mais caro do que o próprio violão então ele mesmo me disse não valeria a pena fazer mais nada, pois isso era um defeito de fabricação e consertar isso não valeria a pena em um instrumento de baixo custo (R$800,00)

    Recebi o violão pela segunda vez, senti que tinha melhorado mais uma vez, mas mesmo assim, ainda não estava 100%.

    Então acabei passando o violão pra frente.

    Sobre o Luthier: ele é muito renomado, e o conheço à 20 anos. Nunca nenhum instrumento meu teve problemas desse tipo, e todos os instrumentos que levei à ele, sempre tiveram 100% a minha satisfação, logo, entendo que ele foi totalmente honesto comigo.

    Sobre a Tagima: enviei minha reclamação mas não tive resposta.

    Sobre o Violão Tagima Baby Mahogany: é bonito, é confortável, tem um som bonito, tem projeção, mas tudo isso não compensa a irritação de ter oitavas que não afinam. Posteriormente à minha compra, ouvi outros relatos de que esse modelo possui um defeito de fabricação no cavalete (coincidindo com o problema que tive). Enfim, eu já tinha uma certa relutância em comprar instrumentos da Tagima (e esse foi o primeiro que comprei), e agora mais do que nunca, não voltarei a comprar mais nada dessa marca. Não sei se esse defeito é em um lote específico ou se repete em todas as unidades do baby mahogany, mas minha avaliação final é: tocar um instrumento deve ser prazeroso, e não irritante como foi com esse tagima baby mahogany.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Violão pequeno 3/4