Qual é a melhor corda nacional?

    Autor Mensagem
    GlauberSp
    Veterano
    # 27/out/20 12:54


    Visto a alta do dólar encarecendo as importadas estou estudando a possibilidade de usar nacionais por enquanto, gostaria de saber na opinião de vcs qual seria a melhor entre as nacionais, Obrigado

    Drinho
    Veterano
    # 27/out/20 20:09 · Editado por: Drinho
    · votar


    Das que eu usei, sem dúvida giannini.

    A diferença dela para a daddario foi praticamente imperceptível em termos de sensibilidade na mão e som, doa a quem doer.

    E falo com convicção porque comprei gianninis, daddarios e ernie balls de porrada e fiquei alternando.


    Durabilidade nenhuma das duas tem porque corda de guitarra não é pra durar, é pra custar 5 dólares e o americano jogar fora em 3 dias. (Não se apegue a isso).

    E para violão também, pode usar giannini cobra para aço e giannini clássico para nylon sem medo de ser feliz.

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 27/out/20 20:53
    · votar


    Cara, corda boa é aquela que não está muito velha.
    Eu compro de "baciada" a que for mais barata. Geralmente é NIG. É boa? Quando está nova, sim, e quando fica velha, não; e isso é verdade pra qualquer corda. O mais importante de tudo é vc passar um paninho depois de tocar, daí ela não fica que nem um arame farpado depois de oxidar.

    Só pra constar; muitos fabricantes naiconais usam material importado, daí o preço pode subir bastante também.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 27/out/20 21:57
    · votar


    GlauberSp
    Giannini e Solez
    Abç

    Lelo Mig
    Membro
    # 27/out/20 21:59
    · votar


    GlauberSp

    Realmente, até outro dia, a gente achava opções importadas (as mais populares) praticamente pelo mesmo preço das nacionais. Agora tá osso, qualquer D´addario meia boca tá o dobro do preço e têm encordoamentos por 150 Reais, que é jogar dinheiro no lixo, até se você for o Steve Vai da quebrada.

    Em tempo atuais (apesar de eu não ter mais guitarra) iria de Giannini ou Nig.

    LeandroP
    Moderador
    # 28/out/20 09:05
    · votar


    Eu estou utilizando a Marba.... A Marbarata!

    Não sendo a São Gonçalo 0,009" com a Sol encapada, tá valendo rs

    acabaramosnicks
    Membro Novato
    # 28/out/20 09:29
    · votar


    Encordoamento Giannini pra guitarra não é nada mal também. Mas vou te falar, o de violão, chamado canário, é bem ruim. Não sei como se compara ao São Gonçalo, mas é bem paia.

    Lelo Mig
    Membro
    # 28/out/20 09:36
    · votar


    acabaramosnicks

    "o de violão, chamado canário, é bem ruim."

    Canário é a série mais "reba" da Giannini... é bem lixão. Mas aquelas séries "Clássico" ou "MPB" são boas.

    ejames
    Membro Novato
    # 28/out/20 09:45
    · votar


    Gianinni, Solez, NIG, SG... Acho que no final dá tudo no mesmo.

    Lelo Mig
    têm encordoamentos por 150 Reais, que é jogar dinheiro no lixo

    Depende... Moro em área litorânea e mesmo limpando, guardando no case, passando produtos que prometem proteger e etc, cordas "comuns" não duram mais do que uma semana e meia antes oxidarem e ficarem ásperas (que além de ficar muito ruim para tocar ainda acaba com os trastes). A única que realmente segura é Elixir, ela só começa a oxidar nos pontos em que faz contato com os trastes após a camada protetora se desgastar, mas isso só acontece depois de 2 a 3 meses de uso.

    No meu caso, faz muito mais sentido (e $entido) pagar R$150 num jogo de Elixir que vai durar 3 meses do que pagar R$30 a cada duas semanas.

    lrelia
    Membro Novato
    # 28/out/20 09:50
    · votar


    Como eu uso cordas de bitola personalizada, eu compro um monte de jogos Fender pelo wish (E me parecem originais, se não forem, são cópias muito bem feitas) e misturo as cordas pra conseguir o jogo personalizado que eu quero.

    Corda boa é corda nova, se você toca várias horas todos os dias não importa que marca você compre, a vida útil da corda será pequena e o som vai embora rapidinho, então marca é a última coisa que voce tem q se preocupar

    Lelo Mig
    Membro
    # 28/out/20 10:02 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    ejames

    Cara, a gente que toca em casa, a realidade é outra. Hoje posso ter cordas que "ficam" 4 a 6 meses no instrumento, dando "manutenção" nelas.

    Mas, quando tocava direto, tocava na noite, de segunda a segunda, era um encordoamento por semana, no mínimo.

    Nas épocas de dólar baixo, comprava caixas com 25 jogos de cordas cada, a preço "quase" de nacionais, em épocas de dólar alto, usava cordas nacionais e guardava importadas apenas para gravações.

    Dependendo do uso, tem que trocar muito, e quando há muita troca, o custo benefício de um encordoamento caro é zero.

    Assim como a Irelia, eu também gosto de um intervalo de cordas que não é padrão, então por muito tempo usei cordas avulsas até que saiu um encordoamento GHS, que é quase os intervalos que eu montava, mas não dá prá trocar toda hora.

    Como agora só toco como hobbista, tudo bem, duram 6 meses, até mais, dando manutenção.

    Mas, não era a realidade de quando eu "vivia de música". E fosse hoje, com dólar na estratosfera, estaria usando a mais barata, sem dúvida, não ia nem olhar a marca prá não ficar triste.

    LeandroP
    Moderador
    # 28/out/20 15:43
    · votar


    Lelo Mig
    Mas, quando tocava direto, tocava na noite, de segunda a segunda, era um encordoamento por semana, no mínimo.


    É por aí mesmo!

    felipe bento pereira
    Membro Novato
    # 28/out/20 16:13
    · votar


    nossa!!!
    a guitarra que eu comprei, usada, a quase dois anos ainda está com as mesmas cordas!! kkkkkkk
    parecem ser boas porque elas não escurecem e tem um som bacana, ruim mesmo é a guita!...
    no inicio de 2018 eu coloquei dadario numa que eu tinha, achei caro mais de 40 conto, ai já no inicio desse ano levei outra minha pra arrumar, queria colocar gianini, mas acabei levando ernie ball, acho que elas custaram pouco mais de 60 reais, peguei a guitarra no inicio do mês passado, já endoidei o cabeção!!!
    as cordas uma fortuna com partes em cor de cobre!!!

    ejames
    Membro Novato
    # 28/out/20 16:54
    · votar


    Lelo Mig
    Pois é, tem situações que realmente não tem jeito. Toco por hobbie na noite (ou ao menos tocava, já que nesses tempos tá difícil) - coisa de 4, 6 shows por mês, então dá para levar tranquilo um encordoamento nesse ritmo. Para quem tem a música como trabalho e toca mais, o caminho é ir nas mais baratas e trocar toda semana mesmo.

    O que pega no meu caso é realmente a questão da oxidação. Já testei de tudo, nenhuma com exceção da Elixir passa de uma semana e meia. Ela tá longe de ter o melhor timbre, mas em comparação com Ernie Ball por exemplo que é minha preferida nesse quesito, não chegam nem a cinco dias.

    Lelo Mig
    Membro
    # 28/out/20 19:26 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    ejames

    "Ernie Ball por exemplo que é minha preferida"

    Ernie Ball é foda. Durante muito tempo usei a Regular Slinky (do pacotinho amarelo), gostava da tocabilidade e timbre... mas enferrujavam bagaray mesmo.

    Drinho
    Veterano
    # 28/out/20 21:45
    · votar


    Lelo Mig

    Você não era baixista?

    Lelo Mig
    Membro
    # 28/out/20 22:05
    · votar


    Lelo Mig

    Não, guitarrista.

    Antes fosse baixista... o mercado de trabalho é bem menos concorrido. Guitarrista tu chuta uma árvore cai uns cinco.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Qual é a melhor corda nacional?