Enrijecimento e dores na mandíbula ao tocar frases rápidas e complexas [editado pela moderação]

    Autor Mensagem
    Alzariel
    Membro Novato
    # 19/abr/20 22:05


    Galera, como estão?

    Eu toco guitarra há alguns bons anos já e, ultimamente, tenho praticado mais de que nunca, já que desde que aprendi a tocar, sempre houveram vários hiatos de procrastinação e regresso na habilidade guitarrística.

    O fato é: agora que pratico mais do que costumava, uma característica minha começou a me incomodar. Sempre que estou fazendo um riff mais rápido ou mais complexo, eu tenho o hábito de enrijecer a mandíbula e estou sentindo dores com isso.

    Como tenho consciência do problema, tento simplesmente não ficar travando ela enquanto toco, mas a cabeça está atenta ao que estou tocando, e quando percebo já estou fazendo de novo.

    Alguém que tenha algum problema parecido ou alguma dica pra acabar com isso?

    Agradeço a atenção.

    Ismah
    Veterano
    # 19/abr/20 23:18
    · votar


    Talvez o problema seja mais amplo, apenas você não percebe.
    Eu tenho bruxismo. Se fico tenso, por qualquer coisa, entro no modo roedor. Mesmo se ir dormir preocupado, ou até tranquilo, isso acontece.
    No meu caso, é um fato amarrado ao TDAH - que me deixa atucanado com qualquer coisa aleatória. Como consequência do bruxismo, vem a dor de cabeça que me acompanhava a 13 anos...

    Infelizmente não tem cura o bruxismo. Tem paliativos, que é auto-policiamento com auto-controle do TDAH, e protetores para os dentes, para quando a coisa foge do controle.

    ejames
    Membro Novato
    # 19/abr/20 23:38
    · votar


    Cara, sem querer ser chato - mas não dá para entender exatamente o que você espera como ajuda perguntando isso. Você já sabe qual é o problema e em quais circunstâncias ele aparece. Cabe apenas a você trabalhar nisso. Comece treinando mais devagar, atentando nesse hábito. Sempre que perceber que começou, volte e refaça o fraseado/exercício.

    Mas no final isso geralmente tem muito a ver com ansiedade, então o melhor caminho talvez seja você procurar tratar a causa, em vez do sintoma. Como fazer isso já entra numa questão bem pessoal, então não dá para apontar um caminho milagroso.

    Siruiz
    Membro Novato
    # 19/abr/20 23:49
    · votar


    E se você colocar alguma tipo de espuma na boca (não tóxica e não ingerivel, olha lá o que vai fazer) para se tornar mais consciente?
    Instrumentos de sopro envolvem muito treino da boca para a embocadura, infelizmente a literatura de cordas é pobre neste assunto.

    Alzariel
    Membro Novato
    # 20/abr/20 00:32
    · votar


    Não pensei em abrir esse tópico no fórum para achar uma solução absoluta para o meu problema, é claro. Mas acho que é um assunto importante discutir e disponibilizar no fórum pq tenho certeza que não sou o único com problemas desse tipo.

    Com certeza sofro de ansiedade, mais voltada pra fobia social, e tento me policiar em relação a isso, por isso vejo esse tópico como um apoio pra galera, acho importante isso.

    Já a parada da espuma ou outro objeto que pedo ajudar nesse meu problema eu nunca pensei sobre. Vou dar uma pesquisada.

    Vlw, glr!

    Drinho
    Veterano
    # 20/abr/20 20:13 · Editado por: Drinho
    · votar


    Alguém que tenha algum problema parecido ou alguma dica pra acabar com isso?

    Acho que eu posso te ajudar, eu nunca vi isso na vida e não sei se existe alguma questão neurológica por trás disso, se tiver, não é aqui que você vai encontrar a resposta e sim com um médico.

    tenho praticado mais de que nunca

    Sempre que estou fazendo um riff mais rápido ou mais complexo, eu tenho o hábito de enrijecer a mandíbula e estou sentindo dores com isso.

    Isso chamou a atenção.

    Partindo do principio que você está com excesso de tensão, a dica seria a seguinte:

    ACREDITE NO QUE EU VOU TE FALAR E TE PROMETO QUE DAQUI 10 ANOS VAI LEMBRAR DE MIM E VAI ME AGRADECER.

    1 - O seu objetivo principal não pode ser tocar coisas complexas. NUNCA.
    2 - Você não tem a obrigação de tocar mais do que ninguém.
    3 - Seu objetivo tem que ser soar bem sem fazer esforço.

    Dito isto, complemento:

    O seu objetivo principal tem que ser tocar bem, soar bem e 90% dos guitarristas não estão preocupados com isso, inclusive muitos guitarristas de renome.

    A complexidade é algo relativo e ela não pode importar, assim sendo, quando você pegar qualquer música, seja ela smoke on the water do deep purple, a sua missão tem que ser soar tão bem, ou melhor que os guitarristas do deep purple e você faz isso em baixa velocidade, prestando atenção em como você está tocando e em como o instrumento está soando dependendo da forma que você toca.

    O mesmo vale para coisas complexas, você vai baixar a velocidade e fazer o mesmo trabalho, para que envie o som com a maior qualidade possível pelo alto-falante.

    Quando você, com seu senso crítico (que espero que seja tão grande quanto sua vontade de tocar coisas complexas) perceber que está legal, verá que não só está soando muito bem, como não está exigindo esforço para tocar.

    Portanto seu objetivo tem quer ser tocar bem, soar muito bem, sem fazer esforço e você só consegue fazer isso desencanando de tocar coisas complexas, se preocupando em tocar muito bem o que você já é capaz de tocar.

    Não tem coisa melhor que ouvir um guitarrista que toca bem, afinado, que toca com convicção e segurança, que manda um som grande e claro para o público, independente do quão "complexo" é o que ele toca.

    Se fizer isso e tiver a paciência que é necessária, vai tocar qualquer coisa soando maravilhosamente bem, com total facilidade e não vai contrair a mandibula ou seja lá o que for.

    Alzariel
    Membro Novato
    # 20/abr/20 20:30
    · votar


    Drinho

    Mas isso não é o princípio dos exercícios para a prática de qualquer técnica de guitarra.
    Por exemplo, por volta de um mês tenho praticado um sweep de um vídeo de um guitarrista que sou muito fã (vou evitar colocar o link do vídeo pq sempre tomo advertência).
    Claro que não comecei tentando fazer o sweep de cara, na vdd, depois de memorizar cada frase, comecei a treinar com 40% da velocidade mais ou menos, e hoje toco com 75% sem engolir notas e de forma limpa.

    A complexidade dos riffs não vem só da vontade de conseguir tocar eles, mas sim do estilo de música que gosto e que sempre toquei.
    Meu objetivo não é apenas tocar coisas difíceis, mas sim tocá-las bem. Então não acho que meu problema se dá por falta de segurança ou algo do tipo.

    Drinho
    Veterano
    # 20/abr/20 22:42 · Editado por: Drinho
    · votar


    (vou evitar colocar o link do vídeo pq sempre tomo advertência)

    Ahn? Cara, até onde eu sei eles só dão advertência aqui para quem faz um tópico de um assunto que já existe ou quem passa muito dos limites na falta de educação.

    Então não acho que meu problema se dá por falta de segurança ou algo do tipo.

    Não, eu acho que o seu problema se dá por esforço físico mesmo.

    comecei a treinar com 40% da velocidade mais ou menos, e hoje toco com 75% sem engolir notas e de forma limpa.

    Legal, então faz o seguinte.

    Pegue este exemplo e faça uma comparação de velocidades, toque com 40% da velocidade, ou até menos se for necessário e veja como seu corpo se comporta, se a musculatura enrijece, mandibula e etc e depois compare com os 75%.

    Você já disse que padrões complexos lhe deixam mais tenso que padrões menos complexos.

    Vai ter uma velocidade que você vai fluir tranquilamente relaxado, nem que seja 10%, você precisa ter em mente que ao tocar em 75% você precisa sentir a mesma coisa que sente com 10%, tem que ser fácil e relaxado igual, se não estiver você tem que baixar e subir o andamento de forma gradativa visando a qualidade do som e o seu conforto, as duas coisas juntas.

    Isso é descer 10 degraus para subir 1000.

    Vou te dar um exemplo meu para entender o quanto prática com calma é importante.

    Toco guitarra há mais ou menos 17 anos, se você me chamar para fazer uma gravação e falar: "Componha um solo para essa música", eu certamente resolvo o problema rápido e gravo esse solo em poucos takes.

    Se você me chamar para gravar uma base de guitarra em que seja necessário 4 camadas, uma em cima da outra tocando exatamente a mesma coisa, eu vou demorar uma semana e talvez não consiga fazer ficar bom, você vai ter que me demitir e chamar alguém que faça isso.

    Quero dizer o seguinte, não subestime o simples, se para você tocar bem e relaxado vai custar treinar começando com 10% da velocidade, faça isso, vai ser um porre, mas lá na frente você vai dar um baita salto tocando com fluidez, conforto e destreza.

    Esse negócio de metrônomo, o pessoal ouve o que tá tocando e já fala, pô tá legal, vou aumentar, só que tipo, tá saindo mas parece que o cara tá fazendo musculação com o máximo de carga.

    O exercício serve para soar bem e ficar fácil, fluído, para aí sim você subir para o próximo degrau.



    Isso aqui é material de cabeceira.

    entamoeba
    Membro Novato
    # 20/abr/20 22:55 · Editado por: entamoeba
    · votar


    Alzariel

    Explicação da neurociência (bem acessível):

    https://soundcloud.com/naruhodopodcast/naruhodo-130-por-que-fazemos-ca retas-quando-executamos-algumas-tarefas

    Imagem do homúnculo que falam no áudio:

    https://makezine.com/wp-content/uploads/2014/06/homunculus.jpg

    Lelo Mig
    Membro
    # 20/abr/20 23:09
    · votar


    Alzariel

    Mano, além do que a galera já falou, existem protetores bucais para bruxismo que ajudam a aliviar esta tensão. Mas o ideal é falar com um dentista antes.

    Tipo isso:

    https://www.americanas.com.br/produto/1494273041/placa-moldavel-para-b ruxismo-ranger-dentes-ou-desgaste-1-par?WT.srch=1&acc=e789ea56094489df fd798f86ff51c7a9&epar=bp_pl_00_go_bs_todas_geral_gmv&gclid=CjwKCAjwkPX 0BRBKEiwA7THxiK0krH-2gkfxbrRWzRwVnVW1z_uo0rDZ3nPOKQHvpsLp5a-0Ltj61xoCR DAQAvD_BwE&i=5e70430d49f937f625e3307f&o=5e3c4e31f8e95eac3d1efc33&opn=Y SMESP&sellerId=34555542000142&sellerid=34555542000142&wt.srch=1

    Alzariel
    Membro Novato
    # 20/abr/20 23:49
    · votar


    Ahn? Cara, até onde eu sei eles só dão advertência aqui para quem faz um tópico de um assunto que já existe ou quem passa muito dos limites na falta de educação.

    Segue o video entao (a intro):


    Drinho

    Entendo oq vc diz. Faz sentido. Entretanto tem muitas coisas que tem alguma complexidade, mas pra mim já é mais natural e eu faço com pouco esforço, como a intro de The Count of Tuscany, por exemplo. Não me demanda nenhum esforço físico nos dedos e sai quase naturalmente, mas ainda sim acontece o enrijecimento da boca, entende? Não digo ser complexo ou difícil para que eu toque, mas em escala de níveis gerais mesmo. Não vou ter esse problema tocando alguns acordes sertanejos que é algo extremamente iniciante. (Não sei se consegui ser claro aqui).

    entamoeba
    Lelo Mig

    Agradeço as dicas!

    Horyon
    Veterano
    # 21/abr/20 00:02
    · votar


    Eu tencionava a mandíbula na academia com 5kg ou 50kg.

    No meu caso era mania, hábito. Cheguei a sentir dores e achar que uma hora iria deslocar a mandíbula. Consegui diminuir quando me dei conta disso.

    Mas faz sentido ser distúrbio de ansiedade. Seu corpo está se preparando para um esforço que sua mente acha que chegará.

    O primeiro passo você já tomou, que é tomar consciência. Creio que agora precisa observar o fato gerador e trabalhar a mente para não tensionar os músculos.

    Drinho
    Veterano
    # 21/abr/20 00:12 · Editado por: Drinho
    · votar


    Alzariel

    Entendi, não tinha ficado claro para mim que a mandíbula travada era independente da dificuldade.

    Assim sendo eu não sei cara, foge da área da guitarra e eu não saberia dizer.

    Posso te dizer que eu tenho mania de contrair o rosto como se estivesse olhando para o sol e minha testa já está ficando enrugada por isso, é um hábito que me incomoda mas eu não consigo me livrar também, seja tocando ou fazendo qualquer outra coisa.

    no caso do solo que você mandou, o natural é qualquer pessoas que não domine esse tipo de técnica se matar pra tocar....

    Treino essa música há uns 6 meses e ainda está ruim, parece que o braço vai explodir.



    Ismah
    Veterano
    # 21/abr/20 02:25
    · votar


    Lelo Mig

    Eu tenho dois deles, e como escrevi, são paliativos. O de silicone, é meio que o usado nas artes marciais, e o de acrílico é horrível.
    Um dos exercício que me ajudou é ler de boca aberta, ou ler emitindo voz. Isso ajuda a relaxar, e preserva o resto dos dentes que ainda tenho.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Enrijecimento e dores na mandíbula ao tocar frases rápidas e complexas [editado pela moderação]