Gilmour influencia Afram, e não é virtuose?

Autor Mensagem
vintagentleman
Veterano
# mar/13


Pessoal,

Acabei de chegar de um "work show" do Juninho Afram.

Já vi alguns bons shows internacionais e nacionais, mas arrisco dizer que o Juninho é o melhor guitarrista que eu já vi tocar ao vivo.

A galera fez a tradicional pergunta sobre as influências do guitarrista da G3, e o cara falou imediatamente do Gilmour, que lhe despertou o interesse pelo instrumento, e que o inglês seria um ótimo guitarrista, mas não seria virtuose. Eu e um amigo quase caímos de costas! Pessoalmente achei a declaração, no mínimo, muito polêmica...

O que vocês acham?

MauricioBahia
Moderador
# mar/13 · Editado por: MauricioBahia
· votar


vintagentleman

Antes de tudo, o que definiríamos por um guitarrista "virtuose"?

Virtude! Segundo a Wikipedia:

"Virtude (latim: virtus; em grego: ἀρετή) é uma qualidade moral particular. Virtude é uma disposição estável em ordem a praticar o bem; revela mais do que uma simples característica ou uma aptidão para uma determinada ação boa: trata-se de uma verdadeira inclinação."

Seguindo essa linha, o Gilmour está dentro, assim como Ed Van Halen, Malmsteen, Albert King, Hendrix, Clapton...

Abs

Deiab
Veterano
# mar/13 · Editado por: Deiab
· votar


vintagentleman

Nossa, na minha opinião David Gilmour é um "dos grandes virtuoses". E tem mais uma pá de caras que volta e meia comentamos.
Só por fazer parte do Pink Floyd já diz tudo.
Novamente, na minha opinião.

makumbator
Veterano
# mar/13
· votar


vintagentleman

Provavelmente ele se refere ao estereótipo de instrumentista virtuose, ou seja, um Paganini da vida. Nessa classificação realmente o Gilmour não estaria.

Por outro lado, vendo o termo de maneira mais ampla e indo menos no aspecto quase "circense" do virtuose, podemos dizer que o Gilmour possui grande técnica, controle expressivo, musicalidade bem desenvolvida, etc... que dentro de certos parâmetros poderiam ser vistos como virtuosidade.

Não vejo a declaração como polêmica.

GuitarristaDoNickEstranho
Veterano
# mar/13
· votar


Virtuoso
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Virtuoso (desambiguação).

Um virtuoso (do Latim virtus, que significa: virtude, habilidade, excelência) é um indivíduo que possui uma habilidade fora do comum quando utilizando um instrumento musical e consegue combina-la com habilidades na técnica e na teoria musical. Os virtuosos[1] são frequentemente compositores também. Durante a época da música barroca, muitos, senão todos, os compositores também eram virtuosos em seus respectivos instrumentos.

Se os talentos musicais de um indivíduo podem ser considerados os de um virtuoso, é uma questão de opinião.


Acho que o Juninho quis dizer que o Gilmour não é um cara de habilidades técnicas mais "refinadas", como o Satriani, o Vai, o Govan, entre outros.

makumbator
Veterano
# mar/13 · Editado por: makumbator
· votar


GuitarristaDoNickEstranho
Acho que o Juninho quis dizer que o Gilmour não é um cara de habilidades técnicas mais "refinadas", como o Satriani, o Vai, o Govan, entre outros.

Para mim é exatamente isso. Eu nem diria "refinadas", mas talvez "pirotécnicas"

Claro que isso não diminui o Gilmour em nada, e com certeza não foi esse o objetivo da declaração.

MauricioBahia
Moderador
# mar/13 · Editado por: MauricioBahia
· votar


makumbator: Para mim é exatamente isso. Eu nem diria "refinadas", mas talvez "pirotécnicas"

Pirotecnia encanta. Isso é óbvio. Mas o encanto não está só na pirotecnia!

Abs!

Deiab
Veterano
# mar/13
· votar


makumbator

Engraçado você comentar isso, sobre as pirotecnias.
Esses tempos eu estava procurando no youtube quem eram os novos nomes nessa praia, mas o que vi foi uma técnica apuradíssima e uma musicalidade bem mais ou menos.

Sei lá acho que estou ficando velho.

Os que eu escutava, e ainda escuto, são o Ritchie Kotzen, Paul Gilbert, Vinnie Moore, Satriani, Friedman, Howe, entre outros, mas estes novos, nada tem me chamado atenção.

makumbator
Veterano
# mar/13
· votar


Deiab

Pois é, nem sempre as duas coisas andam juntas (técnicas mirabolantes e boa musicalidade). Normalmente o calcanhar de Aquiles de muitos desses músicos é a composição, uma vez que vários deles são virtuoses na técnica do instrumento, mas pouco desenvolvidos na técnica de composição, arranjo, instrumentação, desenvolvimento de temas, etc...

MauricioBahia
Pirotecnia encanta. Isso é óbvio. Mas o encanto não está só na pirotecnia!

Exato!

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


Todos,

Para mim o Gilmour é virtuose E original. Acho que o próprio Afram é um virtuose, mas não seria comparável com o Gilmour em termos de originalidade. Acho o Afram mais na linha do Satriani, não sei se concordam...

Deiab
Veterano
# mar/13 · Editado por: Deiab
· votar


vintagentleman
Acho o Afram mais na linha do Satriani, não sei se concordam...
Não escuto muito o som dele, mas é mais essa praia mesmo.
Algumas coisas que escutei achei legal, mas a banda dele não me agrada.
Não o som, as letras.

MauricioBahia
Moderador
# mar/13 · Editado por: MauricioBahia
· votar


vintagentleman

Cara, eu tenho uma teoria que nada é comparável senão usando matemática. Como sentimento/feeling tá looooooonge de ser matemática, eu não posso definir o que é ser "virtuoso" nesse contexto. O que temos são várias virtudes e todas verdadeiras.

Pronto, falei!

:)

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


Deiab


Algumas coisas que escutei achei legal, mas a banda dele não me agrada.
Não o som, as letras.


Eu entendo. eu mesmo fui lá ver o Afram para obter alguma informação técnica, mas o público era majoritariamente evangélico e queria saber da "preparação espiritual" dele antes do show etc. Só eu fiz uma pergunta técnica, o resto da galera queria ou saber de experiências religiosas ou saber das guitarras signature.

Aliás, Endorsement vende guitarras, aparentemente. Pelo menos imagino que agora o sonho de consumo da molecada que estava no work show é uma Tagima Afram rsrsrs

joao b.
Veterano
# mar/13
· votar


Pelo pouco que conheço do Juninho, uma das qualidades que ele tem é humildade, por isso não acredito que dito isso com a inteção de diminuir alguém, principalmente trantando-se de um outro grande guitarrista como o Gilmor.

Faço minhas as seguintes palavras...

Acho que o Juninho quis dizer que o Gilmour não é um cara de habilidades técnicas mais "refinadas", como o Satriani, o Vai, o Govan, entre outros.

Para mim é exatamente isso. Eu nem diria "refinadas", mas talvez "pirotécnicas"
2

joao b.
Veterano
# mar/13 · Editado por: joao b.
· votar


post duplo

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


joao b.

Pelo pouco que conheço do Juninho, uma das qualidades que ele tem é humildade, por isso não acredito que dito isso com a inteção de diminuir alguém, principalmente trantando-se de um outro grande guitarrista como o Gilmor.

É. Não percebi arrogância nas palavras do Juninho.

Outra coisa que ele falou que eu achei interessante foi comparar o MALMSTEEN a uma metralhadora de notas no sentido de critica, pois deu para entender que ele não vê muito sentido nisso.

Nesse ponto acho que o Afram tem moral de falar, porque eu fui ao work show esperando uma fritação só, mas o cara usa esse recurso (que ele conhece bem) com parcimônia. Economicamente. Ele alterna solos muito melódicos com bends consistentes e notas bem longas com linhas bem rápidas, como se fosse um tempero no caldo musical dele. É bem impressionante o fato dele não ser bitolado em fritação.

A única coisa que eu não vou gostar nunca é dos headstocks invertidos das guitarras assinatura dele. Coisa mais feia rsrsrsrs

Lelo Mig
Membro
# mar/13
· votar


vintagentleman

Prá mim esse termo "virtuose" não impressiona em nada.........Um exemplo é que Juninho Afram não passa de mais um bom guitarrista e David Gilmour um dos maiores artistas do planeta com uma guitarra na mão.

O que é bem diferente.......

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


Lelo Mig

Não cara, eu já vi muitos bons guitarristas. O Juninho é um guitarrista excepcional. Não sei se você já viu ele ao vivo, mas tenha em mente que ele não só tem a técnica, mas é um compositor competente.

Claro que o Gilmour é um mestre supremo. Tem TODAS as qualidades de um guitarrista do primeiro time mundial, tais como criatividade, originalidade (ele praticamente criou um estilo que, nele, é inconfundível), pioneirismo, técnica (dentro do contexto do som dele) e feeling insuperável, na minha opinião. Acho ele melhor que Clapton, Page, Richards etc. Por gosto pessoal, para mim ele só perde para o Neil Young, que me leva a lugares mais distantes, se é que me entende... Mas é gosto.

Josa_neto
Veterano
# mar/13
· votar


vintagentleman

Eu não sei se deu pra perceber, ele tem uma mania de ficar executando escalas com a guitarra, enquanto alguém fala, faço isso também e minha esposa fica irritada hehe.

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


Josa_neto

Deu sim. A minha pergunta para ele era sobre isso. Da importância do estudo das escalas como método de estudo e blá blá...

Ele respondeu que de inicio é fundamental, mas que chega o tempo em que o guitarrista tem que se distanciar disso, do óbvio, para não cair na mesmice.

Embora ele tenha esse cacoete que você falou, ele não toca as escalas de um jeito óbvio como o Malmsteen, por exemplo. Aliás, acho que não é ele que fica tocando escalas enquanto conversa, são os dedos dele rsrsrs

Drinho
Veterano
# mar/13 · Editado por: Drinho
· votar


Não acho polêmico pois eu entendo que um guitarrista virtuoso é um guitarrista que tem um alto dominio técnico do instrumento e mesmo gilmour sendo um espetacular guitarrista ele realmente não se encaixa nesse grupo....

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


Drinho

Entendi. Pode ser assim se considerado o lado estritamente técnico e relativo ao domínio de todos os recursos do instrumento, desconsiderando que Gilmour compôs hinos inesquecíveis, solos inigualáveis e que liderou uma das bandas mais influentes da história.

Mas se ele é daqueles que "fazem tudo" com a guitarra? Realmente eu responderia que não.

Nesse sentido, o cara mais "virtuose" que eu já tive conhecimento seria o professor Arlen Roth. Esse domina tudo do instrumento.

joao b.
Veterano
# mar/13
· votar


Lelo Mig
Prá mim esse termo "virtuose" não impressiona em nada...

Também penso a mesma coisa.


Um exemplo é que Juninho Afram não passa de mais um bom guitarrista

Não penso a mesma coisa.




Juninho é um excelente guitarrista dentro do estilo que toca. Na minha humilde opinião o trabalho dele tem qualidade superior ao de muitos guitarristas renomados como Stive Vai, Malmsteen entre outros...

E digo mais, se ele fosse americano ou ingles, estaria entre os melhores do mundo... Mas ele é brasileiro, fazer o que né...


Abç

rcorts
Veterano
# mar/13
· votar


Virtuose: se pensarem no sufixo ose, que indica doença, faz um grande sentido pra essa galerinha que acha que ser um bom guitarrista é praticar atletismo no braço da guitarra.

Deveríamos repensar esse termo virtuose. Acho que o termo mais correto pro cara que tem um excelente domínio técnico seria virtuoso. Aí sim, o sufixo oso indica uma qualidade.

No entanto, não acho que virtuoso seja apenas o extremamente técnico, mas sim o cara que consegue fazer do instrumento uma extensão da sua própria alma.

rcorts
Veterano
# mar/13
· votar


rcorts
No entanto, não acho que virtuoso seja apenas o extremamente técnico, mas sim o cara que consegue fazer do instrumento uma extensão da sua própria alma.

Citando a mim mesmo, o Gilmour é um dos caras que mais respeito musicalmente, e tão virtuoso quanto outro sem número de guitarristas que tocam muito mais rápido do que ele. George Harrison é outro exemplo que eu aplaudo de pé.

jonas.hetfield
Veterano
# mar/13
· votar


qualidade superior ao de muitos guitarristas renomados como Stive Vai, Malmsteen entre outros...

Oh God...
Quando vão perceber que música não é competição!?
A Arte não tem parâmetros "científicos" para julgamento..

Cristhyano
Veterano
# mar/13
· votar


Até porque Steve Vai e Malmsteen são mais malabaristas que músicos.

rcorts
Veterano
# mar/13
· votar


Cristhyano
Até porque Steve Vai e Malmsteen são mais malabaristas que músicos.

Também não é tão radical assim. Mas eu também não tenho paciência pra ficar escutando esses dois não. Sou mais botar um Audioslave, um Jethro Tull, um Pink Floyd pra tocar enquanto tomo uma cerva gelada do que esses caras aí.

Agora, Guthrie Govan e Richie Kotzen, por exemplo, são dois caras que na minha opinião conseguem viajar pelo melhor dos dois mundos com muita classe e maestria.

vintagentleman
Veterano
# mar/13
· votar


jonas.hetfield

Oh God...
Quando vão perceber que música não é competição!?
A Arte não tem parâmetros "científicos" para julgamento..


É. Mas os próprios músicos se expõem julgando a qualidade "guitarrística" alheia, emitindo opiniões etc. Claro que se cria um clima de competição.

Embora acredite que essas comparações não sejam viáveis porque são tantos os estilos...

joao b.
Veterano
# mar/13 · Editado por: joao b.
· votar


jonas.hetfield

Oh God...
Quando vão perceber que música não é competição!?


Então man, talvez eu não tenha me expressado bem quando disse...

qualidade superior ao de muitos guitarristas renomados como Stive Vai, Malmsteen entre outros...


Eu quis dizer "qualidade superior" meramente no aspecto tecnico da coisa.







A Arte não tem parâmetros "científicos" para julgamento..

Concordo com você em parte, mas devemos considerar que "arte" se faz usando uma combinação de diversos fatores, inclusive técnicas específicas.


Mas também acho que esse negócio de comparar um com outro não faz muito sentido, nem tampouco leva lugar algum. Prefiro ver do ponto de vista simples. Tem guitarristas que eu curto, que fazem o tipo de som que eu gosto de ouvir... E tem aqueles que não curto, que não fazem o tipo de som que eu gosto de ouvir. Isso não quer dizer que os guitarristas que eu considero bons, são os melhores do mundo. Nem tampouco que os guitarristas que não gosto de ouvir são ruins.


Logo, o que importa é ser feliz!


Abç

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Gilmour influencia Afram, e não é virtuose?