Versatilidade: H-S-H ou S-S-H ?

Autor Mensagem
HackerGuitar
Veterano
# abr/09


Ae Galera... tenho essa dúvida e acho que outros devem ter tbm... em questão de STRATO, para maior versatilidade, deve-se usar os pups na forma de H-S-H ou S-S-H? as super Strato vêm com S-S-H, que seria mais versátil que a Strato normal (S-S-S). Mas a dúvida é: Com H-S-H ela ficaria mais versátil ou apenas mais "pesada" ?

Valeeu o/

gucrispim
Veterano
# abr/09 · Editado por: gucrispim
· votar


HackerGuitar
mais peso é algo dificil de se alcançar adicionando mais captadores, pois o sinal fica dividido. (existe excessão, com captadores de altissimo ganho).
Eu sinceramente axo nojento e apático o som do single coil da ponte da strato. Mas acho muito foda o som de single coil no braço, então curto bastante a versatilidade da H-S-S. Vale lembrar que humbucker no braço tbm tem sua utilidade e um som phoda, aí é de gosto. em certos casos vale deixar soh H-H mesmo em strato e superstrato.

Edit--> coloquei em negrito a correção, realmente tava uma merda de confuso
Som de Single Coil que curto na ponte é P90!!

Doggy
Veterano
# abr/09 · Editado por: Doggy
· votar


Os humbuckers são mais usados com drive, pois têm um timbre mais "pesado" (na ausência de uma descrição melhor), já os singles, como têm um som mais "brilhante", são mais usados para clean, logo (ou não):

O S-S-H lhe proporcionará um som que é mais usado para clean, o que é bom, dependendo que você irá tocar.

O H-S-H dará ao cap. do braço da guita (que EU geralmente uso para minhas tentativas de solo, pois o cap. do braço dá um som mais definido, ao meu ouvir) um som mais "pesado", melhor para alguns tipos de Rock e etc...

-Opinião que ninguém pediu: Strato com Humb. fica feia pra caramba HUAUHAHU-

E sim, eu posso ter escrevido besteira.

Guardião Washburn
Veterano
# abr/09 · Editado por: Guardião Washburn
· votar


cara eu uso H - H , usando quase sempre o da ponte em tudo, a chave no meio pra um clean meio violão, e o da ponte para passagens bem melosas....

espero ter ajudado.

Bombastik
Veterano
# abr/09
· votar


HackerGuitar

versatilidade é um lance relativo também, depende muito da pegada e estilo do guitarrista.

eu particularmente, acho humbucker mais versátil que single-coil. eu só uso guitarras com humbucker, aí adiciono pedais pra "simular" o som de um single.

uma Strato com humbucker na minha visão, "perde" aquele timbre de Strato característico, SRV, Hendrix, etc. tem que ver se é essa mesmo a pegada que você deseja... pra mim, Strato tem que ser com 3 singles, senão pega outra que é mais negócio.

Van_Lorien
Veterano
# abr/09
· votar


HackerGuitar
Eu uso S-S-S (com stack na ponte e braço) e acho extremamente versátil. Strato pra mim tem que ser S-S-S, salvo raras exceções.

HackerGuitar
Veterano
# abr/09
· votar


Ah entendo... então no caso pra naum perder o timbre da Strato deve-se usar S-S-S e uma segunda Guitarra com Humb para "Rock e afins" ? Acho que isso é versatilidade... hehe

Mas postem aí opiniões... sempre ajuda aqueles com dúvida como eu...

Valeeu

Doggy
Veterano
# abr/09
· votar


Aquele timbre característico de Strato só S-S-S mesmo (ou com pedais pra 'simular' o timbre de singles).

Você pode tocar o que quiser com o que quiser, não existe regra.

erico.ascencao
Veterano
# abr/09
· votar


gucrispim
Eu sinceramente axo nojento e apático o som do captador da ponte da strato. Mas acho muito foda o som de single coil na ponte, então curto bastante a versatilidade da H-S-S.
Não entendi. Pra mim esta frase soou contraditória. Você acha nojento humbucker ou single na ponte?

erico.ascencao
Veterano
# abr/09
· votar


HackerGuitar
Versatilidade mesmo é uma H-S-H com push-pull. Este recurso "separa" as bobinas dos humbuckers, transformando-os em singles. Tem gente aí que diz que não é a mesma coisa que uma S-S-S por causa dos potenciômetros, mas quebra um galhão pra quem não tem mais de uma guitarra.

LucaSlash
Veterano
# abr/09
· votar


erico.ascencao

Puts cara falou o que eu ia falar !

nichendrix
Veterano
# abr/09
· votar


Bombastik
aí adiciono pedais pra "simular" o som de um single.

Que pedal seria esse, o unico do tipo que eu conheço era os booster de tonalidade da finada Palmer, que por sinal ainda tenho, mas não uso porque dá muito xabu quando junta com pedais novos.

gucrispim
Veterano
# abr/09
· votar


erico.ascencao
porra, é mesmo, tava uma merda o q tava escrito, já editei e corrigi.

nichendrix
a Seymour Duncan tem um Pickup Booster pedal, que simula som de captador humb e single, nunca testei e nem sei se cumpre o prometido, não me comprometo, mas sei que existe.

Bombastik
Veterano
# abr/09
· votar


nichendrix

hehehe, muito mais simples que isso meu amigo.

uso um drive/fuzz de timbre mais agudo e diminuo o volume da guitarra no pot. tem que ser pedais já regulados pro agudo pois não possuo treble-bleed nas minhas guitas, o som fica meio abafado algumas vezes.

aí dependendo da situação (geralmente devido ao amp) ainda falta aquele agudo mais estalado, então coloco um wah junto, ligado em posição aguda. soa bem bacana, pelo menos pros meus ouvidos.

existem pedais específicos pra simular humbucker ou single (Seymour Duncan Pickup Booster) mas eu nunca testei. nem sinto falta também, faço isso mais qdo a música necessita duma pegada de single coil, um funk, um cover específico, etc.

ou seja, é uma boa gambiarra... por isso coloquei "simular" entre aspas.

abraço.

Alex Vaughan
Veterano
# abr/09
· votar


Eu tenho um pedal destes, ele é bom como booster, mas, não substitui um bom humbucker.
Substitui o single da ponte da minha strato por um hot rail (minihumbucker), e resolvi.

nichendrix
Veterano
# abr/09
· votar


Bombastik
Esse bosster de tonalidade da Palmer, é foda, eu consigo fazer a minha SG Custom ficar com os twangs de tele com ele no máximo, dá pra fechar uma tele pra ficar com som de humbucker com pot de tom todo fechado, mas faz um ruido danado (tb o bixo tem uns 30 anos já), e não casa direito com os pedais, mas pra curtir dá pra fazer umas brincadeiras.

edukotzen
Veterano
# abr/09 · Editado por: edukotzen
· votar


olha pra mim strato é so com singles, e não me venha com stack que esses não são singles hehehe por mais que eles não tenha 0 "hum" eles também não tem o som anazalado e o percussivo de um single de verdade

(radical modo on)
o cara que falou que é nojento single na ponte é porque nunca tocou em uma strato com um texas fender na ponte ou similares, o cara que experimenta essa dupla nunca mais volta pro HB ou qualquer outra superstrato

bonus




HackerGuitar
Veterano
# abr/09
· votar


Acho que o certo é ter duas guitarras mesmo, se o que quer é versatilidade...

The Root Of All Evil
Veterano
# abr/09
· votar


Caralho, fico bolado com a visão de "versatilidade" que todo mundo tem aqui.

Creamy Mule
Veterano
# abr/09
· votar


The Root Of All Evil
idem

makumbator
Veterano
# abr/09
· votar


Creamy Mule
The Root Of All Evil

ibidem

B.Frusciante
Veterano
# abr/09
· votar


makumbator
Creamy Mule
The Root Of All Evil
itridem

leolmx
Veterano
# abr/09
· votar


pra mim, Strato tem que ser com 3 singles, senão pega outra que é mais negócio. (2)

Bombastik
Veterano
# abr/09
· votar


nichendrix

parece ser bacana esse pedal, pela sua descrição, um treble-booster, estou certo? o problema no meu caso, é o de usar um pedal pra gerar um efeito que não usaria muito. fora que também, não me soa atraente um pedal que simule outros pickups.

essa foi a melhor solução que encontrei pra "simular" um single sem precisar adicionar nada extra ao meu board. uso apenas os pedais básicos que nunca tiro ou troco no set.

The Root Of All Evil
Veterano
# abr/09
· votar


Creamy Mule
makumbator
B.Frusciante

\o/

nichendrix
Veterano
# abr/09
· votar


Bombastik

Cara, não é um treble booster não, ele na posição das 12h não adiciona e nem diminui nada, se rodar no sentido horario adiciona agudos e corta graves, e no anti-horario faz exatamente o contrário, corta agudos e adiciona graves, é como um mega pot de tonalidade, com um range beeeeeeeeeeeem amplo. Ele também dá uma subidinha no volume, tipo pra ajudar a distorcer ou no grave ou no agudo.

A função dele nem é de simulador de pick-ups, mas de dar boost em certas frequencias para ajudar os amps da Palmer a distorcer mais facilmente. Bem útil, mas por ser antigo, é problemático de usar com os outros.


Só pra não ficar fora da conversa sobre configuração de captadores...


HackerGuitar
Cara, você já pensou em pegar uma Jackson ou uma Ibanez RG, ou uma ESP, ou mesmo uma Tagima dessas mais voltada pra tocar estilos mais pesados, como a Edu Ardanuy, Kiko Loureiro ou Juninho Afran?

Pq o lance no quesito versatilidade é que só você pode dizer o que é a tal versatilidade no seu conceito. Já que uma Strato HSS ou HSH mesmo com coil split, nunca vai soar exatamente como uma strato, mas tb nunca vai dar o peso que se espera de uma HH de mogno ou outra madeira pesada, como uma Les Paul ou Explorer.

Ao menos pra mim elas são um mundo totalmente a parte, que assim como as guitarras mais classicas apresentam suas vantagens e desvantagens.

E só você pode dizer o que espera dessas guitarras, porque as opções são muitas, vc pode usar captadores com sonoridade vintage, ou com sonoridade mais moderna, com mais ou menos ganho, ceramicos ou alnico, ativos ou passivos, enfim as opções são demasiadamente grandes para dizer o que seria mais versatil. Sem contar que nem entramos em outros fatores que podem influenciar o som, como madeiras, construção, etc.

Agora pela minha experiência, tanto HSS quanto HSH são opções interessantes, uma config HSS numa strato ajuda muito a obter o peso e o som cheio de graves dos humbuckers, sem perder muito das caracteristicas tradicionais de strato. Já a HSH é uma tentativa de conseguir o melhor dos dois mundos, mas que deixa muito pouco das caracteristicas originais de uma Strato no som da guitarra.

Uma terceira opção é pegar uma SSS com captadores humbuckers stack, esses em forma de single, que adicionam peso pra burro, mas mantém um pouco das caracteristicas dos singles, por estarem em tamanho reduzido.

No fim eu concordo com o pessoal que disse que o ideal é ter os 2 tipos de guitarra, só assim vc vai ter o melhor que os dois mundos podem oferecer. Já que ao menos pra mim, HSS e HSH são mundos totalmente diferentes de SSS e HH e que em geral, pouco tem a ver com a sonoridade deles.

Erotomania.
Veterano
# abr/09
· votar


Cara, depois que toquei numa banda de Samba Rock, com Caps EMG, tudo é possível. É claro que não é a mesma coisa. Mas dá pra improvisar haha.
Minha dica seria H-S-S. Um drive legal, ou um solo rasgadão, usa o Humb, e o resto, usa os outros.
Abç.

Headstock invertido
Veterano
# abr/09
· votar


A versatilidade está em teus dedos

Doggy
Veterano
# abr/09
· votar


ISSO é versatilidade.

nichendrix
Veterano
# abr/09
· votar


Doggy
Que diabos vem a ser isso mesmo??? Violão, Harpa deu pra notar, mas o resto é o que mesmo???

Erotomania.
com Caps EMG, tudo é possível.

Cara, por melhor que seja o circuito ativo, não dá conta de tirar o máximo dos dois mundos não. É só pegar uma Ibanez RG top, ou uma Jem, ou uma Soloist top, e tentar ver se alguma delas consegue dar o melhor duma Fender ou duma Gibson numa guitarra só... não seja nem perto, é outro mundo, é uma parada totalmente diferente tanto o HSS quanto um HSH. Coil tap nunca é igual ao single puro por causa do numero de voltar do enrolamento da bonina do Humbucker.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Versatilidade: H-S-H ou S-S-H ?