Acordes Fragmentado alguém conhece?

    Autor Mensagem
    walter.guitarra
    Veterano
    # jan/08


    Amigos, ouvi falar que é ótimo usar Acordes Fragmentado para tocar guitarra ou violão em banda que já tenha outro guitarrista, pois dessa forma cada um faria o acorde de forma diferente o que soaria melhor, não "embolaria", etc.
    Procurei na internet algo sobre esses acordes fragmentado e não encontrei nada.
    Alguém sabe esplicar o que são e como são esses acordes e/ou teria material, como um dicionário de acorde, por exemplo, para esses tipos de acordes?

    makumbator
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    walter.guitarra

    acorde fragmentado é o processo de dividir as notas do mesmo em mais de um instrumento. Por exemplo, um D7, poderia ser tocado em duas guitarras com uma delas fazendo dó e lá e a outra fazendo ré e fá# e outro ré acima, etc... as variações são inúmeras. Pode-se também ter voicings diferentes do mesmo acorde em instrumentos diferentes. Em D7: uma guitarra poderia fazer o acorde na posição da casa 5 da coda lá(fazendo ré, fá#,dó,lá). A outra poderia tocar o mesmo acorde em outra disposição e em outro lugar(com inversões, baixo diferente, mais notas dobradas, etc...).

    stenyosullivan
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    makumbator
    vc tem algum material explicando isso mais profundamente?

    andreRO
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Como é isso?

    makumbator
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    stenyosullivan

    Não tem nada demais, na verdade nem precisa de" livro de acordes fragmentados" ou algo do gênero. Basta saber as notas de cada acorde, e então distribuir essas notas nas duas guitarras de maneira que cada uma faça determinada parte do acorde(uma complementa a outra). Mas é claro que precisa ter noção de condução de vozes, para manter as linhas individualmente coerentes e bonitas. A vantagem é que pode-se montar voicings que seriam fisicamente impossíveis para um único guitarrista tocar, uma vez que estamos presos as notas ao alcance da mão.
    A parte dos voicings diferentes é ainda mais fácil, basta pensar em 2 posições diversas para o mesmo acorde, e cada guitarra faz um. A tendência é o arranjo ficar mais "aberto" pois há mais notas no acorde, além de esse processo melhorar a "identidade" de cada guitarra, ao invés das duas tocarem a mesma coisa e parecerem ser um só instrumento.

    stenyosullivan
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    makumbator
    entendi +/-, vc pode fazer me dar alguns exemplos?

    Mioto
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Nossa que bacana isso, cara...sabia que existia só não sabia como aplicar direito

    Na igreja é muito comum isso, vc toca com um cara no violão ou na guitarra, e vc na outra fica todo perdido..HEHEHEHE

    Se alguém tiver alguns outros exemplos acho que ajuda bastante.....

    Richard Guitar
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Quando você for tocar com outro guitarrista, procure tocar poucas notas.
    Por exemplo: cada guitarra executa apenas 3 notas

    um fica encarregado de formar a triade basica do acorde e o outro as suas extensões

    por exemplo um C7+
    guitarra 1 faz: C E G
    guitarra 2 faz: E G B

    um Dm7(9)
    guitarra 1 faz: D F A
    guitarra 2 faz: A C E

    stenyosullivan
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Richard Guitar
    eu ainda estou meio confuso, é COMO se um tocasse por exemplo o acorde D, e o outro poderia estar fazerndo uma inversao D/F#?

    Richard Guitar
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    stenyosullivan

    Não pense em dois acordes distintos.

    Pense nas notas do acorde, uma guitarra complementando a outra.

    por exemplo:
    se uma guitarra tocar tres notas: C E G
    e a outra tocar somente uma: B

    pode se dizer que o acorde será um C7+

    A ideia é pensar que você tem um instrumento de 12 cordas e não dois de 6.

    walter.guitarra
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Makumbator, Richar Guitar eu entendi o que vocês explicaram ai, mas eu vi num video de um curso de guitarra, que foi vendido em bancas de jornal, da editora escala, que o guitarrista (não me lembra agora o nome dele) mostrava com se tivessem acordes (ou pedaços deles, já que são fragmentos) e não notas separadas.
    Por isso achei que houvesse um dicionário de "acordes fragmentados".

    walter.guitarra
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    O que eu costumo fazer para não tocar igual ao meu parceiro e fazer acordes em posições diferentes e com alguma variação. Por exemplo se ele está fazendo o Ré normal (D) eu faço um Ré com 9ª (D9) com pestana ou então um power chord, mas achei essa idéia dos acordes fragmentados muito interessante.

    makumbator
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    walter.guitarra

    Isso aí que vc já faz, é montar voicings diferentes em cada uma das guitarras, o que fica muito bom musicalmente e diferencia uma guitarra da outra(claro que em determinados momentos o bom é ter ambas tocando exatamente a mesma coisa, e em outros diferenciar). Portanto, basta agora vc aprofundar esse conceito de diferenciação, quebrando um acorde em duas guitarras. Mas como sempre, isso deve ser usado no momento certo, assim como o uníssono entre as guitarras, os voicings diferentes, as frases em terças, em oitavas, pausar uma das guitarras, etc...

    mostrava com se tivessem acordes (ou pedaços deles, já que são fragmentos) e não notas separadas

    Mas vc vai usar pedaços deles, não apenas notas separadas(mas pode usar nota separada também). Vc pode usar 3 notas do acorde em uma guitarra e em outra o quarto som + dobra(s) de alguma(s) nota(s) do acorde em outra oitava, etc...ou seja, podem ser blocos de notas também.

    stenyosullivan
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    makumbator
    hmm eu acho que deu pra entender a ideia do acorde fragmentado, vlw ae por tudo =)

    LeandroP
    Moderador
    # jan/08
    · votar


    walter.guitarra

    Pense nas tríades e nas suas inversões.

    LeandroP
    Moderador
    # jan/08
    · votar


    Se você toca a tônica e a 3a, eu posso tocar a 5a e a tônica... no fim, a gente está tocando uma tríade com a 8a.

    (T e 3) x (5 e 8)

    walter.guitarra
    Veterano
    # jan/08
    · votar


    Pô galera, valeu mesmo! Agora eu entendi perfeitamente.
    Uma coisa que parecia complicada e dificil, na verdade é muito simples, pelo menos na teoria. Na prática, é logico, depende de ensaio e de muita sintonia entre os dois guitarristas para que cada um saiba a hora certa de aplicar.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Acordes Fragmentado alguém conhece?