show tributo raul seixas

    Autor Mensagem
    sugesto
    Veterano
    # nov/07


    E aí, galera!
    Estou abrindo esse tópico pois vou tocar num show de tributo ao Raul, e queria saber algumas opiniões de vcs em relação ao timbre que vou ter de tirar... minha maior preocupação pro show é em relação ao timbre mesmo

    tenho uma aria pro, de alder, um shred master (clone), e um GCB95.
    e o meu ampli, um staner kute 16.
    acho que o show não será com o meu ampli, vou ver se consigo pegar um peavey bandit emprestado com um amigo..
    mas to na duvida em relçao aos pedais... será que preciso arrumar um chorus? De repente um reverb tb?
    Com o shred master dá pra tirar um drivezinho até legal... mas muitas músicas dele são sem drive nenhum... e to preocupado que o som limpo só da guita e do ampli fique muito magro, sêco
    e algumas musicas têm uma introduçãozinha rock'n'roll, com uns solinhos... mas logo depois já entra um baião, não sei como faria essa passagem muito bem, do shred master para um som bem crú


    alguém aí que já tocou raul num show tem alguma dica de regulagem, ou de equipo para usar?
    estou até disposto a pegar um chorus se precisasse... de repente um oliver, ou um fuhrmann

    enfim, galera
    sempre toco rock, stoner... primeira vez que vou tocar raul ao vivo, o show vai ser meio grande, to com medo de pagar mico lá
    se vocês puderem dar dicas, opiniões.... agradeço muito!

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    sugesto

    Na minha opinião você precisa mesmo é criar um timbre confortável, que soe bem aos seus ouvidos, pra te dar inspiração. Basicamente você precisa de um drive e um boost pra solo. Um delay e um wha-wha. Eu procuro deixar um drive crunsh, sem muito peso. Isso você pode conseguir em conjunto, com a dinâmica da banda. Como disse o Raul: "meu negócio é rock antigo".... Então não vejo necessidade pra algo mais pesado. Se quiser pode arranjar um pedal de pitch pra fazer o solo de "Por quem os sinos dobram".... mesmo assim, tocando apenas uma voz do solo resolve, porque esse solo é bem melódico.

    Com este equipamento que você tem a disposição (shred master, o wha-wha e o bandit) dá pra conseguir um puta timbre legal. Dá pra usar o drive do ampli nas bases e o pedal nos solos ou em bases mais encorpadas. Não consigo um timbre que me agrada com os amps staner... mas isso é questão de gosto mesmo.


    Toca Raul!!!

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    cara, valeu pela dica!
    ajudou bastante
    tb nao quero nada pesado, só um drivezinho mesmo
    pensei num chorus por conta de algumas músicas
    to falando pro vocalista tocar um violão, hehehe

    tb nao curto o staner, hehehehe
    ganhei de presente junto com a minha primeira guita
    até agora nao consegui me desfazer dele... hehehe

    Toca Raul!!!
    hehehehhe
    com certeza a galera vai ficar gritando isso

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    sugesto

    Se tiver um chorus à sua disposição dá pra "molhar" umas bases limpas. Se o vocalista tocar violão fica melhor ainda.
    Já bolaram o repertório?

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    na verdade, nem tenho à disposiçao...
    mas pensei que poderia ser necessario fazer um investimento
    em algum pedal... por isso fiz o tópico,
    pra ter uma noção se o equipo que tenho disponivel seria suficiente
    afinal... eu nunca toquei raul num show
    sou fã dele, me preocupo em conseguir um timbre "respeitável", ou no nível das músicas dele

    já definimos algumas:
    "aluga-se", "rock das aranhas", "cowboy fora da lei", "eu também vou reclamar", "gitá", e "ouro de tolo"
    mas to tentando convencer a galera a tocar tb a "eu acho graça", é minha preferida!

    viva raul!!!

    lula_molusco
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    Siga o panucci, que afinal é um dos caras que fazem os melhores tributos ao Raul :D

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    Não vou cortar seu barato de comprar um pedal chorus, porque acho que este pedal tem muita utilidade. Mas não acho extremamente necessário. Como eu disse, você precisa basicamente de dois timbres: um limpo e um com overdrive. Porque se você levar os timbres ao pé da letra, aí fica complicado e caro. Por hora eu me preocuparia mais em como fazer os licks de "Cowboy Fora da Lei" na guitarra.

    O repertório é bem legal.... "Eu acho graça" é bem "lado b" mesmo... 1971.

    Um palpite: toque Babilina.

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    lula_molusco

    Valeu cara!!!!

    kiki
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    toca raul!

    a gente ta tentando tirar cowboy fora da lei, mas numa versão não muito ao pé da letra. vamos ver se a gente consegue adaptar ela pra realidade da nossa banda!

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    poxa, disse tudo...
    realmente eu tava levando o timbre ao pé da letra
    e seria inviável, e caro mesmo.
    eu sei tocar "cowboy fora da lei" no violão só... tenho mesmo que tirar os licks dela, pra ficar legal
    com exceção de alguns licks, alguns solinhos pretendo improvisar em cima, a idéia de tocar exatamente igual não me agrada.... o que acha, cara?
    desculpa te aporrinhar tanto, tá me ajudando muito!

    lula_molusco
    heeheehehe
    realmente, o Panucci é o cara!
    sorte minha de estar cadastrado aqui no FCC!


    kiki
    cara, no meu trampo, tem um colega
    que tem um grupo de forró chamado "grupo kixote",
    é tipo forró universitário, e tal..
    eles tocam no show, uma versão de "cowboy fora da lei",
    com zabumba, sanfona... fica massa até! heheheheeh

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    mas numa versão não muito ao pé da letra. vamos ver se a gente consegue adaptar ela pra realidade da nossa banda!

    alguns solinhos pretendo improvisar em cima, a idéia de tocar exatamente igual não me agrada.... o que acha, cara?

    sugesto
    kiki

    É muito difícil tocar o lick de cowboy na guitarra. Ela foi gravada com pedal steel, pelo Rick Ferreira. Daí tocar igual numa guitarra é uma loucura (... ou um puta desafio). Eu tenho vontade de tocar a música Judas com a pegada de "Immigrant Song", do Led... pelo menos a introdução cola certinho. Não vejo nada de errado tocar de forma diferente as músicas do Raul... Se der uma garimpada vai perceber que ele fazia a mesma coisa também.

    sugesto
    realmente, o Panucci é o cara! .... O cara-de-pau (kkkkkkkk)

    Foukez
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    TOCA RAULLLL!!!!

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    hmmmm
    pedal steel... ta explicado entao
    é muito massa o timbre, parece um banjo
    heheheheeh

    é, acho que vale a pena mesmo malhar as musicas dele
    pra improvisar algumas coisas...
    o primeiro ensaio é amanha! estou ansioso...

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    sera que nao da pra arriscar com um slide?
    to pensando em tocar, em algumas musicas

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    sugesto

    Eu só uso slide em Sapato 36... Nem faço o lick de Cowboy Fora da Lei... acho que precisa mudar a afinação.

    ****************

    Tocarei esta noite no Kiss in Concert, no Morrison Bar
    http://www.kissfm.com.br/Telas/Agenda/Default.asp#5
    http://morrison.com.br/hotsite/default.asp?R=3&T=3

    Paulo Mano & Banda Novo Aeon,
    Prestando mais um Tributo ao Raul Seixas
    15 de novembro - Quinta feira

    kiki
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    sugesto
    cara, no meu trampo, tem um colega
    que tem um grupo de forró chamado "grupo kixote",
    é tipo forró universitário, e tal..
    eles tocam no show, uma versão de "cowboy fora da lei",
    com zabumba, sanfona... fica massa até! heheheheeh

    imagina alguem gritando um toca raul num forro... e a banda toca mesmo!

    LeandroPanucci
    É muito difícil tocar o lick de cowboy na guitarra. Ela foi gravada com pedal steel, pelo Rick Ferreira. Daí tocar igual numa guitarra é uma loucura (... ou um puta desafio).
    pois é.. nem sei o que é um pedal steel. pra mim era só um slide.
    mas tem outra também. a gente passou a musica pra E, por que vai ser contada por mulher. aí a gente vai mexer nos solinhos, fazer uma coisa mais cordas soltas, countreado. e simplificado, óbvio.

    Eu tenho vontade de tocar a música Judas com a pegada de "Immigrant Song", do Led... pelo menos a introdução cola certinho.
    então, tocando o cowboy em E fcou parecido com all my loving, aí a gente pesnou em tocar o solo do george harrison no meio.

    Não vejo nada de errado tocar de forma diferente as músicas do Raul... Se der uma garimpada vai perceber que ele fazia a mesma coisa também.
    eu ouvi um cd ao vivo uma vez, eles faziam outros arranjos, como desse na telha. ficava ate meio avacalhado. tinha um rock das aranhas muito roots, com a letra toda trocada.

    kiki
    Moderador
    # nov/07 · Editado por: kiki
    · votar


    LeandroPanucci
    Paulo Mano & Banda Novo Aeon,
    Prestando mais um Tributo ao Raul Seixas
    15 de novembro - Quinta feira

    opa, é agora! bom show! hoje não dá, mas quem sabe outro dia eu vá assisti-los.

    sugesto
    Veterano
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    em sapato 36 acho que é quase obrigatório!
    hehehehhe
    legal! gostaria de ver teu show!
    seria quase uma aula de como tocar raul, pra mim!

    abração!

    LeandroP
    Moderador
    # nov/07 · Editado por: LeandroP
    · votar


    kiki
    sugesto

    Eu queria ter um pedal steel.... mas nem posso cuidar melhor da minha guitarra, imagina um desse?!

    Tocar Cowboy Fora da Lei no estilo All My Loving deve ser bom mesmo, com slide, em E maior.... Eu misturei as duas aqui e ficou legal pacas kkkkkk

    "... Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo,
    a verdade absoluta...
    do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo,
    os homens criaram leis absolutas,
    que pretendem encobrir a todo mundo,
    sem saber que todo mundo é diferente um do outro,
    inventaram um sapato numero 37, o sapato numero 37...37
    sem saber que cada pé é diferente um do outro,
    todo mundo tem que calçar o sapato 37
    e você calça o sapato e o sapato cria calo
    o calo se transforma em ferida,
    a ferida se transforma em ódio,
    o ódio se transforma em agressão,
    aí você explode, bate no teto, volta pro chão
    e do chão não passa e começa tudo de novo,
    e você precisa saber que não deve ter nenhuma
    opinião formada sobre tudo, enquanto você deve deixar
    as janelas abertas para o vento entrar, porque existem
    várias saídas e você só conhece uma...
    eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que
    ter essa velha opinião formada sobre tudo,
    essa, velha, velha, velha, velha.........."

    (Show de Brasília, 1974)

    kiki
    Moderador
    # nov/07
    · votar


    LeandroPanucci
    Eu queria ter um pedal steel.... mas nem posso cuidar melhor da minha guitarra, imagina um desse?!
    eita. um lap steel com pedais? é um piano slide?

    Tocar Cowboy Fora da Lei no estilo All My Loving deve ser bom mesmo, com slide, em E maior.... Eu misturei as duas aqui e ficou legal pacas kkkkkk
    tem também uma certa diversão da nossa parte. a gente queria tocar all my loving, mas uma outra banda vai tocar já. então a gente vai misturar pra ver como fica.

    (Show de Brasília, 1974)
    é... maluco beleza.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a show tributo raul seixas