Shergold Marathon 6c

Autor Mensagem
clonado708
Membro Novato
# 17/jul/19 00:24


Ola!

Estou procurando um baixo parecido com (mesma tocabilidade) do Shergold Marathon de 6 cordas, ele parece uma guitarra em questão de tocabilidade, minha referencia é o baixista Peter Hook , do New Order

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 00:46
· votar


clonado708
No Brasil não existe tal baixo.
Mesmo na Inglaterra ele é um modelo "Custom"
O que mais se aproxima é o Squier BassVI
https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1235136297-squier-vintage-modi fied-jaguar-bass-vi-bass-vi-bass-6-_JM?searchVariation=37518127627&qua ntity=1&variation=37518127627
Abç

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 02:44
· votar


Mauricio Luiz Bertola

É tipo um baixo de 6 codas (mas com as cordas extras apenas no agudo) e de escala bem curta né? Lembrando um baixo piccolo no tamanho da escala?

Silspiders
Membro Novato
# 17/jul/19 08:24
· votar


Cara, eu tenho um Strinberg... Eu sei que não é uma marca querida, nem mesmo por mim, não tem grife e tal, mas coloquei um pré Sonorus cp700 e o baixo ficou louco.

Barato, o pré novo dá uns 300 reais, um baixo que me custou menos de 1000.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 08:35
· votar


makumbator
A escala é de 30 polegadas, não é "picollo".
Abç

Buja
Veterano
# 17/jul/19 10:20
· votar


Mauricio Luiz Bertola

A sonoridade disso não é nem baixo nem guitarra né? Sei lá, nao me pareceu ser um negocio que se toca pizzicateando. Tambem ta na cara que não é uma guitarra. Que treco estranho rsrs.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 10:27
· votar


Buja
É uma espécie de intermediário...
Quem usa muito esse tipo de instrumento atualmente (desde os anos 80), é o Robert Smith do The Cure.
Toca-se com dedos ou palhetas... Como se quer...
Um grande amigo meu (que tocou comigo) tem um (da Squier), que eu regulei algumas vezes e também toquei. Tem que se acostumar...
Abç

HortaRates
Membro
# 17/jul/19 10:41
· votar


Que instrumento interessante. Deu muita vontade de pegar um na mão e mandar umas guitarrices pra ver como fica.

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 10:44
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Saquei.

Buja

Eu já tinha visto sobre ele ser usado no passado pra dobrar linhas de baixo normal em algumas partes de músicas de certos estilos, quando se queria a linha do baixo bem aparente e marcante em determinado momento, aí teria a pista de baixo normal em pizzicato e outra com esse instrumento tocado com palheta (pra marcar mais).

Aqui um vídeo legal com ele:

https://www.youtube.com/watch?v=tJ3V7ZOhMHg


Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 10:49
· votar


makumbator
Quando toco esse troço eu toco com palheta (coisa que raramente uso quando esto a tocar baixo).
Ele era usado pra isso que vc falou também...
HortaRates
Não é tão simples quanto parece, requer adaptação e prática. Mas é bem legal...
Abçs

Buja
Veterano
# 17/jul/19 11:22
· votar


Instrumento com sonoridade bem legal. Gostei do video até.

Nao sei porque os djenteiros da vida ainda nao o descobriram!
É uma guitarra grave por natureza. Se tivesse um Bzao em cima, dropado e com drive de peido de obeso, tava feito o sucesso.

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 11:29
· votar


Buja

Sizão já é muito agudo pra djent. Hahah. Os caras acham pouco, tem que ser Fá sustenidão abaixo no mínimo. Hehhe.

BrotherCrow
Membro Novato
# 17/jul/19 11:39
· votar


Buja
Nao sei porque os djenteiros da vida ainda nao o descobriram!
Talvez por ser single coil.

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/19 12:36
· votar


dahora. Será que não dá pra modificar uma Fender Jaguar assim? rs.

Buja
Veterano
# 17/jul/19 12:36
· votar


T-Rodman
Acho que da jaguar so vai dar pra aprovetar o corpo.

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/19 12:46
· votar


o braço da Jaguar parece de baixo, rs.
cavocar o nut, blz.
as tarraxas são naquele estilo vintage, que parecem de alguns baixos.
o carrinho, eu vi que existe e não muda dependendo da versão utilizada (o meu tá com um tipo gibson, então teria de mudar pro 'clássico' de mola com os treco redondo de ferro.
captadores, hum, até vendem eles no reverb.

chato mesmo tá sendo desembolsar R$ 180 conto num encordamento, rs.
(e tenho de refazer a elétrica da guita, que tá chiando)

amplexos

T

Buja
Veterano
# 17/jul/19 12:55
· votar


T-Rodman
E o braço, tensor, não sei se aguentaria. A maioria das guitarras, se altera de cordas 0.9 pra 0.11, precisa de regulagem. Imagina a regulagem que tem que fazer pra botar cordas bem mais grossas, afinadas 1 oitava abaixo, numa escala que deveria ser de 30".

Sei nao. Acho que braço teria que jogar fora, e botar outro de 30". Dai a posicao da ponte mudaria. A juncao troculo-corpo teria que ser reforçada (acho que sim), as tarrachas nao sei se sao as mesmas, pode ser que sim.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 12:59
· votar


Buja
Por dois motivos:
1) Usam afinação ainda mais "baixa"...
2) Querem "pagar" de grande novidade...
Abç

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 13:00
· votar


T-Rodman
Será que não dá pra modificar uma Fender Jaguar assim? rs.
Não. O posicionamento da ponte muda.
Abç

T-Rodman
Veterano
# 17/jul/19 13:01
· votar


Buja
sim, rs. é muito tiro no escuro até o momento pra ver se funciona, rs.

de outro lado, descobri que tem um monte de baixo 'short scale' no mercado - a preços não tão impeditivos.

por hora, eu já tenho meu 'baixo para guitarristas', rs - uma Hofner violin CT, e tambem um ashbory bass - que são os baixos que eu uso pra brincar (tb tenho um 'jazz bass' de luthier, mas pouco uso).

tava tentando achar algum review do Bass VI pra ver alguém desmontando e mostrando todo o hardware, mas até então não.

o contrário existe e tão falando bem, aquele Fender Sixty-Six, que é uma guitarra num corpo de baixo. Falam muito bem dessa guita em reviews.

amplexos

T.

Buja
Veterano
# 17/jul/19 13:08
· votar


o contrário existe e tão falando bem, aquele Fender Sixty-Six, que é uma guitarra num corpo de baixo. Falam muito bem dessa guita em reviews.

MEODEOS, onde chegamos ???????????????
Que coisa mais absurda Fender !!! To decepcionado.
A heresia vindo da fonte. Seu Leo ta dando socos na tampa do caixão agora.

====

Mas baixos short scale são um tipo de coisa que cogitaria ter.
Penso num rickenbacker-style com escala igual a do ibanez mikro.
So um luthier experiente poderia faze-lo.
Mas que é legal pra viajar é. Tocar no servico na hora do almoco, foninho de ouvido, tal. Ensaiar sem levar peso. Cabe no porta malas. Da pra ir de busão facil. Bem legal.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 13:21
· votar


Buja
So um luthier experiente poderia faze-lo.
Não tem nada demais nisso...
Eu não faço propaganda.
Mas para um dos maiores luthiers do Brasil (e que tenho a honra de ser amigo), abro exceção:
https://www.youtube.com/watch?v=ffzisD-Vc40
Tocado pelo Davi Motta (grande músico aqui do RJ)...

Buja
Veterano
# 17/jul/19 17:43 · Editado por: Buja
· votar


Mauricio Luiz Bertola
Não tem nada demais nisso...
É que voce é um luthier experiente.

Mas para um dos maiores luthiers do Brasil (e que tenho a honra de ser amigo), abro exceção:

Gostei dos baixos dele. Vi um com os trastes todo inclinados. Sempre quis saber a sensação de tocar num baixo assim. Acho que tem que se adaptar, sei la, tocar com a mão em itálico rsrs

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 17:46
· votar


Buja
Vi um com os trastes todo inclinados. Sempre quis saber a sensação de tocar num baixo assim.


Você se acostuma. Já tive um Ibanez assim. No fundo acho que mais instrumentos deveriam ser assim, pois dá pra ter uma escala mais curta pra cordas agudas e mais longa para as graves e tudo no mesmo braço (justamente por causa das inclinações).

Buja
Veterano
# 17/jul/19 18:00 · Editado por: Buja
· votar


Eu ja fico imaginando as asneiras que vou arrumar com um baixo assim rs.

Imagina o acorde de Em montado assim:


G---12-----
D---x-----
A---x-----
E---12-----


Eu costumo tocar isso direto e reto, quando estou spalando em tonicas e oitavas. Cai um Em, eu monto isso.
So que uso o dedo médio na corda Ezona e mindinho na Gzinha, por costume mesmo, sei la.

Imagina nesse baixo itálico, como nao ficaria a mão pra montar isso hehehe...o mindinho na frente e o medio atras hahaha...
Acho que eu teria que inverter....tocar a Gzinha com o indicador e o medio em Ezona.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 18:02
· votar


Buja
Também achava que seria complexo, mas experimentei um desses lá na oficina do Samuel...
Tocabilidade e entonação perfeitas...

É que voce é um luthier experiente.
Sou.
Abç

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 18:07 · Editado por: makumbator
· votar


Buja

É como o Bertola falou, parece difícil, mas é tranquilo. Eu fiquei ao mesmo tempo com um com esses trastes e outro normal. Não atrapalhava em nada mudar de baixo.

Eu achei que atrapalharia fazer acordes e até pestanas no agudo (eu gosto de tocar acordes em baixo de 6 cordas, que era o caso desse), mas dá bem certo.

O caso do bicorde que você mostrou aí que não tem problema, pois o meio do braço é justamente a parte de trastes retos...heheh

O que eu tinha era parecido com esse modelo aqui:

https://www.talkbass.com/attachments/srff806-1-jpg.810197/

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 18:30
· votar


makumbator
Você toca bem mais que eu...
Mesmo sendo um baixista medíocre eu consegui me sair bem com o "fanned" do Samuel Martins...
Abç

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 17/jul/19 18:30
· votar


makumbator
Você toca bem mais que eu...
Mesmo sendo um baixista medíocre eu consegui me sair bem com o "fanned" do Samuel Martins...
Abç

makumbator
Veterano
# 17/jul/19 18:45
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Bondade sua, mas já vi vídeos com você tocando. Manda muito bem.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original