Sonar X2 - Lançamento

Autor Mensagem
GuiDensidadeC
Membro Novato
# ago/13
· votar


makumbator
Brigadão pela força aí man!
Eu estava realmente pensando sobre isso de madrugada.
Então é normal o som ser gravado limpo e agente inserir os efeitos desejados só depois e aí sim fazer o bounce né?
O que estranhei é que em alguns vídeos da internet os caras gravam já com o efeito a partir da versão do standalone, igual eu faço com o pod farm.
Hoje quando chegar em casa vou fazer os testes e posto aqui o resultado.

Abrazz

makumbator
Veterano
# ago/13 · Editado por: makumbator
· votar


GuiDensidadeC

Sim, é normal em qualquer DAW. Se a gente pensar, é muito melhor ser assim, pois com isso podemos alterar qualquer parâmetro sem ter que regravar (o que não seria possível se o efeito fosse "impresso" no arquivo).

Dessa forma a liberdade é muito maior, inclusive você pode resolver usar outro plugin sobre a mesma tomada de gravação, reabrir uma sessão antiga e refazer com novas configurações, etc...


O que estranhei é que em alguns vídeos da internet os caras gravam já com o efeito a partir da versão do standalone, igual eu faço com o pod farm.

Sim, mas aí é rodando apenas a versão isolada, sem uma DAW abrigando como plugin. O Amplitube 3 por exemplo tem gravador integrado à versão standalone. Mas é muito simples, e nem se compara com a qualidade e recursos de um sofyware multipista.

GuiDensidadeC
Membro Novato
# ago/13
· votar


makumbator
Entendi cara, valeu mesmo pelas explicações. Chegando em casa vou fazer essa budega funcionar!!kkkkk

Abrazz

GuiDensidadeC
Membro Novato
# ago/13
· votar


Edson Caetano e
makumbator

Realmente estava sendo "oreiada" minha, consegui fazer funcionar!
Muito obrigado pela atenção!
Abrazz

makumbator
Veterano
# ago/13
· votar


GuiDensidadeC

Beleza!

Além de ler o manual (vá lendo um capítulo aqui, outro ali, etc...), assista a tutoriais do Sonar X2 no youtube, com isso dá para aprender bastante.

GuiDensidadeC
Membro Novato
# ago/13
· votar


makumbator
Vou estudar mais o programa mesmo cara. Estava mais focado no estudo de mixagem, efeitos, etc e acabei deixando o estudo da daw meio de lado.

Vlwzz

DiegoNew
Veterano
# set/13 · Editado por: DiegoNew
· votar


Ai Amigos estou postando aqui mesmo pra evitar de abrir outro topico ...
eu estou usando a guitar link usb e quando vou gravar no sonar aparece o seguinte erro
SONAR X2 PRODUCER

Unable to open audio record device. Device may not support the corrent project's audio format or my be in use .,

Ja tentei em todos os bits e Hz tanto nas configurações no mixer do pc em gravações e reproduções, quanto na config do Sonar , tentei em vários Drivers mode e o erro persiste. Tirei minha webcan pois podia ser um conflito entre eles e nada... Alguém me sugere alguma solução ?! Abrç

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


DiegoNew

Pode ter algum programa usando a interface (e tomando conta de maneira total do driver dela). Aí o Sonar não consegue obter o controle da mesma.

Feche tudo mais que for relacionado a som no computador e teste novamente.

Gianyny
Veterano
# set/13
· votar


makumbator

Cara, por que eu não consigo utilizar o Sonar e o Windows Media Player simultaneamente? Parece que a interface não consegue focar em dois programas ao mesmo tempo; toda vez que estou assistindo alguma vídeo aula, tenho que fechar o WMP para o Sonar voltar; para voltar ao WMP, tenho que fechar o Sonar.

Não dá para desviar o WMP para a placa on-board e deixar a interface somente para o Sonar?

Adler3x3
Veterano
# set/13
· votar


Gianyny

Isto é relativo.
As vezes acontece de um software não poder ser utilizado simultaneamente com outros.
Isto também acontece com todo mundo.
Por outro lado muitas vezes é possível usar diversos softwares de áudio ao mesmo tempo.
Já usei ao mesmo tempo sem problema nenhum, por exemplo: O Mixcraft, o Band in a Box, o Audacity e o Winamp e Notion (editor de partituras) tudo funcionando beleza.
Por exemplo no caso do Magix tenho um problema igual ao seu, quando abro um programa primeiro e depois na sequência abro o Magix, o último fica sem som, e aqui não tem configuração que dê jeito.
Se faço o contrário funciona tudo. (nem sempre)
É relativo, depende da sequência de softwares que você já usou deste o início da utilização do computador.
Assim experimente primeiro abrir o WMP e depois o Sonar, ou ao contrário.

E existem também outros programas similares a WMP que você pode instalar no seu computador e testar.
Eu particularmente não gosto dos softwares da microsoft, só não desinstalo o WMP, pois pode retirar algum drive ou codec, que depois vai fazer falta.
Tem muita coisa melhor em áudio e vídeo.
E verifique também as configurações da interface de áudio, algumas coisa pode estar marcada, como por exemplo "dedicação exclusiva de áudio para software".

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Gianyny
Não dá para desviar o WMP para a placa on-board e deixar a interface somente para o Sonar?

Dá. Eu uso assim de vez em quando. No meu caso assisto tutoriais em vídeo (utlizando a interface onboard) e o Cubase 7 aberto e usando a Fast Track pro. Não dá nenhum problema.

Também consigo alternar entre dois programas, e ambos usando o mesmo driver (mas nesse caso no Cubase eu deixo marcada a opção de "soltar o driver de áudio quando o programa não estiver em primeiro plano").


Também costumo usar o Sibelius e o Transcribe ao mesmo tempo, alternando o driver através da opção de soltar o driver quando não estiver em primeiro plano (os dois programas precisam ter o suporte para essa opção, e ela estar marcada em ambos).

Gianyny
Veterano
# set/13
· votar


Adler3x3

Entendi.

makumbator

Então a configuração é na DAW e não no S.O?

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Gianyny
Então a configuração é na DAW e não no S.O?

Também. Desde que a DAW tenha essa opção de soltar o driver quando estiver em segundo plano, assim outro programa pode pegá-lo a seguir (mas o segundo programa também precisa ter a mesma capacidade de liberar o driver, senão ele vai pegar e não soltar mais).

Depende também se você coloca a onboard ou a offboard como padrão no SO. Comigo a padrão é a onboard. Em alguns programas é que o padrão é a offboard (Cubase, Sibelius, Transcribe, Sound Forge, etc...)

Adler3x3
Veterano
# set/13 · Editado por: Adler3x3
· votar


Todos.

Estou com um problema meio parecido com os dos retratados anteriormente, só que diferentes.

Resumo dos problemas:
Interface de áudio: Edirol Roland UA-1 Ex que trabalha com resoluções de até 96 Hz com 24 bits.
Deixo sempre configurada em 48 Hz com 24 bits e assim funciona bem em diversas Daws.

- Instalei a Demo do Sonar X2, e o som só funciona em baixa resolução de 44 Hz com 16 bits, já tentei de tudo, inclusive as dicas do suporte, e não tem jeito;
Até deixei de comprar o Sonar por este motivo.
- O mesmo acontece com o Magix Music Maker;
- Já no Magix Studio funciona bem;
- Mas em ambas as versões do Magix se vou trabalhar com loops com diferentes resoluções de áudio não funciona nada, por exemplo:
- loop A com 44 16
- loop B com 48 24

Assim quando insiro um loop no Magix Music Maker (configurado para 44 16, não consegui a exemplo do Sonar configurar para 48 24) de 48 24 o som para de sair, saindo uma mensagem de problemas de clock externo.
E quando insiro um loop 44 16 no Magix Studio (configurado para 48 24) o som também para de sair, não aceita que entre com resolução mais baixa;
Estou trabalhando em alguns projetos usando sintetizadores para criação de loops especiais com a resolução de 48 24, mas não estou.conseguindo usar estes loops junto com outros loops de mais baixa resolução.
Por que 48 24?
É a qualidade de som do DVD superior a do CD (44 16), além de que os 24 bits facilitam a aplicação futura de efeitos com mais espaço, e o resultado final vai acabar numa resolução mais baixa, mas já percebi que fica com mais qualidade, gravar com resoluções altas, aplicar os efeitos necessários, e resamplear para 44 16.
E porque motivo usar loops de diferentes resoluções no mesmo projeto.
É porque no meu processo de produção, muitas vezes uso o teclado para tocar junto, e uso loops do meu agrado mas que podem estar numa resolução mais baixa.
O único jeito que estou encontrando é fazer tudo por partes, e depois no final usar o Mixcraft para finalizar, que não tem problema nenhum e trabalha com todas as resoluções sem necessidade de configurações complicadas.
E no Magix existem alguns sintetizadores bons que quero usar em 48 24.

Gianyny
Veterano
# set/13 · Editado por: Gianyny
· votar


makumbator

Vishe...

Configurar na DAW acredito que não vai dar, mesmo que ela tenha a opção de soltar o driver, creio que o WMP não terá.

Sobre o padrão da placa, creio que o S.O está configurado com a onboard, visto que eu sempre utilizei ela.

Pelo que você está me falando, você consegue utilizar o mesmo driver para os dois programas; não teria jeito de fazer como eu falei, configurar a interface somente para a DAW e a onboard para os demais programas? Contudo, se tiver jeito, eu acho que terei que ficar trocando o fone de lugar, ora na interface, ora no PC, ou não?

Outra coisa, por que com um processador de 4 núcleos eu só consigo gravar a 16 bits?

Adler3x3
Veterano
# set/13
· votar


Gianyny

Experimente deixar somente a interface de áudio externa como padrão e configure de acordo a resolução que você quiser dentro das opções possíveis.
E desabilite a placa on-board.
Mas só faça isto se realmente souber o que esta fazendo, e saber também como reverter a configuração.

Gianyny
Veterano
# set/13
· votar


Adler3x3

E a questão de eu conseguir gravar somente em 16 bits, sabe o motivo?

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Gianyny
Outra coisa, por que com um processador de 4 núcleos eu só consigo gravar a 16 bits?

Isso não tem nenhuma relação com a quantidade de núcleos do processador. Na verdade pode ser uma limitação da sua interface. Se ela só grava até 16 bits, é até aí que a DAW ou qualquer outro programa irá com ela.

Configurar na DAW acredito que não vai dar, mesmo que ela tenha a opção de soltar o driver, creio que o WMP não terá.

A maioria das DAWs tem esse recurso, mas o WMP acho que não tem mesmo, e aí não adianta ter em apenas um dos softwares. O Transcribe! 8 (que uso junto ao Sibelius para transcrever música), por exemplo, possui esse recurso, assim como o próprio Sibelius. Aí fica fácil alternar entre eles, e cada um vai soltando e pegando o driver de acordo com o foco em primeiro plano.

Adler3x3
Veterano
# set/13 · Editado por: Adler3x3
· votar


Gianyny

Deve ser o mesmo problema que esta acontecendo comigo.
Com o Sonar X2 só consigo tocar e gravar com 44,4 e 16 bits.
Alguma incompatibilidade do Sonar com a nossa interface de áudio.
Pois em outros DAWs, como Mixcraft, Magix Studio, Fruity Loops, LMMS, Reaper, Band In a Box, Energy XT, Reason, Real Tracks e outras funciona bem, sem necessidade nenhuma de correr atrás de configurações especiais.
E posso deixar tudo tocando ao mesmo tempo na mesma interface de áudio sem ter que interromper nada. (claro que fica uma zoeira)
Agora um fato recente que me chamou a atenção foi por exemplo no caso do Magix Studio que só funcionava em 44,4 e 16 bits, descobri que no software existia duas configurações diferentes, uma no geral dos settings/áudio do programa e outra configuração que é feita no arranjo de cada música, ou seja por cada projeto individual, depois que acertei esta parte passou a funcionar bem em 48 e 24 bits, mas teima em não aceitar loops com resoluções diferentes.
Já no Magix Music Maker não consegui acertar.
Vou pesquisar no Sonar e pode ser que exista algo parecido nas configurações, uma individual por projeto e outra geral.

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Adler3x3
Vou pesquisar no Sonar e pode ser que exista algo parecido nas configurações.

tem também aquela dica inusitada que funciona no Pro tools (pelo menos no M-powered era assim): ele só rodava até o máximo da configuração feita no quicktime (precisa instalar ele para rodar o PT M-powered).

Mesmo que a interface tivesse outras configurações mais "altas", ela era limitada pelo que o quicktime estava definido (e por definição ele vinha em 44.1 Khz e 24 bits, se me lembro bem). Então eu não conseguia abrir um projeto que havia sido gravado em 48Khz, mesmo com a interface tendo o suporte. Bastou mudar no quicktime que o PT passou a abrir nessa configuração.

Só descobri isso em uma postagem de um fórum gringo, em que o cara explicava a relação entre o quicktime e o PT naquela época (nem sei se ainda é assim).

Pode ser que no Sonar exista algum dependência semelhante...

Adler3x3
Veterano
# set/13 · Editado por: Adler3x3
· votar


makumbator

Eu acho que é por aí.
Tanto o Sonar como o Magix, em alguns aspectos as configurações de áudio são mais complexas, que outras Daws, e esta complexidade deixa algo oculto aos nossos olhos, e não conseguimos ver onde esta o problema.
Pode sim ser uma dependência , pois muitas vezes já instalei uma DAW diferente , que no final da instalação pedia para instalar o "quicktime" dizendo que era essencial, e aí mesmo a contragosto você acaba instalando.
Só que eu não gosto do quicktime como um player e bem dizer nunca uso, tenho instalado, e volta e meia vem uma mensagem para atualizar, o que nunca faço, pois aparentemente não uso o software.
Mas vou dar uma olhada nas configurações do quicktime.

Adler3x3
Veterano
# set/13 · Editado por: Adler3x3
· votar


Makumbator

Acertou na mosca.
Alterei a resolução do quicktime que estava em 44,4 e 16 para o meu padrão de 48 24.
No Magix Music Maker aceitou trabalhar com dois loops com diferentes resoluções.
Já no Magix Studio, isto não aconteceu, mas abriu uma nova aba onde pude compatibilizar.
Ainda não testei no Sonar, mas pode ser que a solução destes problemas esteja aí.
Um software do Mac versão windows afetando os softwares das versões windows.

Edit: tentei no Sonar, mas não deu certo, quando mudo a configuração para 48 e 24 bits agora trava tudo, só consigo fazer funcionar reduzindo as configurações na interface de áudio de 44,4 e 16 bits, ou seja só funciona em 16 bits.

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Adler3x3
Acertou na mosca.

Hsahsah! Viu só? Então não é só o PT que tem relação de configuração com o quicktime.

Bom saber disso, pois pode ajudar outras pessoas.

Edit: tentei no Sonar, mas não deu certo, quando mudo a configuração para 48 e 24 bits agora trava tudo, só consigo fazer funcionar reduzindo as configurações na interface de áudio de 44,4 e 16 bits, ou seja só funciona em 16 bits.

Que merda hein? O que mais pode ser?

Adler3x3
Veterano
# set/13
· votar


Makumbator

No Drive Asio não deu certo.
Mas usando Wasapi funciona.

Mas ainda persistem os seguintes problemas:
Se uso diferentes loops com resoluções variadas não funciona.
Se uso loops de 48 e 24 funciona.
Usei um instrumento virtual e consegui exportar para wav em 48 e 24 bits.
Mas enquanto deixo o Sonar aberto não consigo escutar o arquivo wav aberto no audacity ou outros softwares de áudio.
Deve ser algum recurso ativado de uso exclusivo pelo Sonar, que pelo labirinto das configurações ainda não deu para descobrir onde desativa.
Se desligo o Sonar e abro novamente no Audacity funciona.
Então tudo isto quer dizer que com certeza existe alguma influência negativa do quicktime.
Fico imaginando se no WMP não pode existir algo parecido?

Só que notei que o problema de usar ao mesmo tempo o Sonar e outro aplicativo e áudio não funciona.
Consegui exportar em 48 e 24 bits

Adler3x3
Veterano
# set/13 · Editado por: Adler3x3
· votar


Makumbator/Gianyny

Tudo depende da sequência em que se abre os programas.
Abri o Sonar primeiro que funcionou e depois abri o audacity que não funcionou.

Mas se abrir o Audacity e o Wmp, e depois o Sonar por último tudo funciona.

Persiste agora somente o problema dos loops com resolução de áudio abaixo de 48 44.
O problema é que no menu as configurações de áudio não estão todas num mesmo lugar, estão espalhadas pelo menu.

makumbator
Veterano
# set/13
· votar


Adler3x3
Tudo depende da sequência em que se abre os programas.
Abri o Sonar primeiro que funcionou e depois abri o audacity que não funcionou.

Mas se abrir o Audacity e o Wmp, e depois o Sonar por útlimo tudo funciona.


É, tem isso também. Cada programa tem suas particularidades. No Cubase por exemplo os controladores midi devem ser ligados antes de se iniciar o programa, senão não roda de jeito nenhum, já em outras DAWs você pode iniciar eles depois de aberta a DAW.

No sonar tem a opção nas preferências de "soltar" o driver de áudio quando o programa estiver em segundo plano?

Adler3x3
Veterano
# set/13
· votar


Makumbator

Usei o Sonar numas versões mais antigas.
Acho que o Edson Caetano pode responder melhor esta de soltar o driver.

DiegoNew
Veterano
# set/13
· votar


Ai Continuo com o mesmo problema, fechei os possíveis programas que podem estar causando conflito e nada, quando insiro algum audio roda tranquilamente e sai o som bonitinho, o problemas é quando clico em rec!
Alguma outra solução galera ???

GuiDensidadeC
Membro Novato
# set/13
· votar


DiegoNew
Cara, já verificou a latência do buffer?
O programa é original?
Quando você começa um programa do zero também dá o problema?

Gianyny
Veterano
# set/13
· votar


makumbator
Adler3x3

Há muita diferença em gravar em 16 bits? Há muita perda de qualidade?

Como consigo saber se a minha interface só grava a 16 bits? Aqui não diz nada.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Sonar X2 - Lançamento