Quero me tornar um desenvolvedor de games

Autor Mensagem
Morgani
Membro Novato
# 30/nov/18 09:04


Antes de tudo, é valido dizer que coloquei aqui, pois a ideia é criar um jogo voltado para músicos iniciantes, mas isso é futuramente...

Pessoal,

Tudo bem?

Decidi que quero ficar rico rs (quase ninguém quer, né?) e o caminho será como desenvolvedor de Games.

Brincadeiras a parte, quero iniciar minha carreira como desenvolvedor de games e como a grana está mais curta e mesmo assim quero sair um pouco de tutoriais do YouTube, decidi pesquisar cursos online e durante minha "googlenagem" encontrei a Udemy e um curso de UnityUnity bem legal.

As dúvidas são:

1) Alguém conhece a plataforma?

2) É um bom curso para iniciar?

3) Alguém trabalha na área? Conselho para um Developer de primeira viagem?

Para os que não puderem acessar (economizar internet, sempre é válido), na descrição do curso está "

Aqui você aprenderá tudo que é necessário para criar seus próprios
projetos de Jogos & Realidade Aumentada em 2D e 3D,
para computadores, tablets e celulares,
utilizando o poderoso editor Unity.

São mais de 300 Aulas / mais de 32 Horas de Vídeo
onde aprenderemos do zero todo os recursos do Unity editor,
Lógica de Programação, criaremos 10 Projetos de Jogos & Realidade Aumentada,
e aprenderemos publicar os projetos nas lojas de download de apps
GooglePlay (Android) e AppStore (iOS)."



E é isso....

entamoeba
Membro Novato
# 30/nov/18 09:58
· votar


A questão é:

Você quer fazer os jogos sozinho ou em equipe?

Black Fire
Gato OT 2011
# 30/nov/18 11:00
· votar


Pra ficar rico, sugiro começar como mula do tráfico, depois ir ascendendo na carreira.

Eu sei programar RPG Market 2000.

Snakepit
Veterano
# 30/nov/18 11:15
· votar


Estude programação. Fazer jogos seria apenas uma direção especifica que vc vai tomar.

E sim, tem tudo no Udemy. Use esse cupom aqui: https://robsoncristian.com/cupom-desconto-udemy/

Todo mundo tem 20 reais pra comprar um curso e ver se é o que vc quer.

Snakepit
Veterano
# 30/nov/18 11:15
· votar


Decidi que quero ficar rico
Começou escolhendo o caminho errado. Ninguém fica rico trabalhando.

entamoeba
Membro Novato
# 30/nov/18 11:21
· votar


Ninguém fica rico trabalhando.

O caminho mais rápido é através de patrocínio.

https://www.meupatrocinio.com/

Pleonasmo
Membro Novato
# 30/nov/18 11:43
· votar


Você quer fazer os jogos sozinho ou em equipe?

O caminho será árduo se você fizer sozinho.

entamoeba
Membro Novato
# 30/nov/18 12:18 · Editado por: entamoeba
· votar


Pleonasmo
O caminho será árduo se você fizer sozinho.

Mais do que isso. Se o sujeito não possuir múltiplas habilidades a chance de fazer algo bem abaixo da média é imensa. Ainda mais se não estiver pensando em investir alto em formação.

Esse boom do mercado de jogos me lembra o do 3D. No início pagava salários surreais, aí todo mundo correu para área e o valor do serviço despencou. Hoje, um profissional mais experiente, que precisa pagar suas contas, tem que concorrer com um bando de adolescente punheteiro que trabalha por qualquer trocado.

Haverá algum espaço para quem se especializar em algo que poucos saibam fazer, e só. Essas áreas que requerem atualização constante em tecnologia não favorecem muito àqueles que buscam uma carreira longeva.

Snakepit
Veterano
# 30/nov/18 13:17 · Editado por: Snakepit
· votar


entamoeba
Ainda mais se não estiver pensando em investir alto em formação.

Ta doido? Ta falando de fazer faculdade?

O mercado hoje é baseado nas suas habilidades, não no currículo.

Udemy + iniciativa + vontade de crescer + networking >>>>>> 5 anos perdidos na faculdade.

Esse boom do mercado de jogos me lembra o do 3D.

Sem dúvida, por isso falei pra investir em programação. Use os jogos como uma especialização, depois se troca de área. Sempre teremos emprego pra programadores.

Viciado em Guarana
Veterano
# 30/nov/18 13:29 · Editado por: Viciado em Guarana
· votar


Tá fudido e mal pago, literalmente.

A molecada assiste E3 e acha que a indústria de jogos é esse bando de executivo de wall street que fica posando de palhaço, recebendo premio.

Esse boom do mercado de jogos me lembra o do 3D. No início pagava salários surreais

Só que não, porque o desenvolvimento de jogos nunca pagou salários surreais.
O salário sempre foi abaixo da média, comparado ao desenvolvimento de softwares em geral.
Pros artistas é bem pior do que a indústria de filmes/animação e até o mercado de publicidade.

Viciado em Guarana
Veterano
# 30/nov/18 13:36
· votar


Udemy + iniciativa + vontade de crescer + networking >>>>>> 5 anos perdidos na faculdade.

Boa milhaça!

Aí tu entra no balaio, vê a desgraça que é trabalhar no regime de semi escravidão que a indústria de jogos impõe e tem que aturar a trolha no toba de qualquer jeito porque não pode mais sair pois não tem formação em nenhuma outra coisa.

Exceto quem faz faculdade de Jogos Digitais, quem entra numa trap dessas tem mais é que se foder mesmo.

Viciado em Guarana
Veterano
# 30/nov/18 13:47 · Editado por: Viciado em Guarana
· votar


Morgani
Desenvolvimento de jogos é uma parada multidisciplinar. Obviamente não é fácil e não é algo que se faz sozinho. Esteja ciente que isso também não vai te deixar rico, pois é trabalho duro e honesto, ninguém fica rico com trabalho honesto.

Mano se tu quer tentar a sorte tenta, mas pelo menos vê se faz algo sério antes, como algum curso tradicional, para você poder pular fora do barco e não se foder tanto se o trem não der certo, porque essa indústria é que nem casamento e nisso o Snakepit pode te dizer bem como são os casamentos, já que ele esteve metido em dois.

em tempo:

Unity é bom, mas é POO (uma frase contraditória para o gui). Se você nunca mexeu com programação, comece com o básico, em C, que é pra aprender a programar direito mesmo com gambiarra, entender o basico de como um computador funciona e se acostumar a mexer com linguagem de programação nojenta.

O curso é desnecessário, o que você precisa saber tá de graça nos tutoriais da própria Unity no canal deles no Youtube. Se você quer gastar mesmo assim, os únicos que recomendo são os recomendados pela própria Unity que ao menos passam por alguma curadoria.
O resto você aprende calejando as mãos com experiência. E de quebra se livra de torrar grana com o lixo desse mercado paralelo que se criou na Udemy quando os espertos se deram conta de que a molecada tava entusiasmada com jogo e fazer jogo não dá dinheiro.

Snakepit
Veterano
# 30/nov/18 14:20 · Editado por: Snakepit
· votar


Viciado em Guarana
E de quebra se livra de torrar grana com o lixo desse mercado paralelo que se criou na Udemy quando os espertos se deram conta de que a molecada tava entusiasmada com jogo e fazer jogo não dá dinheiro.

Não entendi a critica a Udemy.

Não conheço os cursos da Unity pois eu nunca estudei Unity, nem tinha entrado no site deles. Pode ser bom, mas por 20 reais não vejo problema em pegar no Udemy. Acho um valor irrisório e se não gostar pode pedir o dinheiro de volta (já fiz isso, refund garantido). Não recomendo YT pq não tem nenhuma estrutura, no Udemy é tudo muito bem organizado em capítulos e marca o que vc já fez, além de conseguir seguir assunto inteiro com o mesmo professor. YT tu acaba pegando um pouco de cada canal, fica uma bagunça. Recomendo MUITO a Udemy, mas como todo EAD, precisa de força de vontade.

Olha esse curso por exemplo: https://www.udemy.com/unitycourse/

To quase comprando só pra qual é. É ridículo o preço, se não tem 20 temers pede pra mãe, pra vó, faz uma plaquinha e pede dinheiro no semáforo. Tem toda metodologia, começa bem do básico, ensina Visual Studio, tudo. Isso não é "torrar" grana.

Apenas uma adendo ao que eu falei, a maioria dos cursos são em ingles (principalmente os melhores). Na informatica é preciso saber ingles, então já se acostuma.

Viciado em Guarana
Veterano
# 30/nov/18 14:30
· votar


Snakepit
Udemy não ruim, a maioria dos cursos recomendados na Unity são da Udemy inclusive.
O problema é que também tem muito picareta lá que não sabe o que está falando vendendo curso ruim que é perca de tempo e grana.

Necessário não é.
Mas se for pegar, pelos menos pega os que passou por um mínimo de curadoria pra não perder grana, ou pior, aprender errado, mesmo que seja só vintão (que ainda é vintão, é um litrão de Jamel, pô).

Black Fire
Gato OT 2011
# 30/nov/18 14:33
· votar


Ninguém fica rico trabalhando.


Todo mundo fica rico investindo mil reais em imóveis e comprando um galpão logístico.

sandroguiraldo
Veterano
# 30/nov/18 16:07
· votar


Todo mundo fica rico investindo mil reais em bitcoins

Pleonasmo
Membro Novato
# 30/nov/18 16:18
· votar


Todo mundo fica rico investindo mil reais em marketing de multinivel

entamoeba
Membro Novato
# 30/nov/18 16:19
· votar


Viciado em Guarana
Só que não, porque o desenvolvimento de jogos nunca pagou salários surreais.
O salário sempre foi abaixo da média, comparado ao desenvolvimento de softwares em geral.
Pros artistas é bem pior do que a indústria de filmes/animação e até o mercado de publicidade.


Sabia disso não. Como o rapaz falou em ficar rico, pressupus cenário parecido com o do 3D. A única informação que tinha é que esse mercado tem movimentado muita grana há algum tempo.

Se já tá ruim agora, imagine quando esse pessoal das faculdades de jogos chegar ao mercado! A impressão que dá é que toda semana abre um curso novo na área.

Viciado em Guarana
Veterano
# 30/nov/18 19:52
· votar


entamoeba
O mercado de jogos sempre teve um caminhão de gente querendo trabalhar nele, é um trampo divertido e desafiador para cada área envolvida.
O problema nele é segurar a mão de obra qualificada porque os bons não costumam ficar por muito tempo devido aos fatores de:

Baixos salários. Oferta de mão de obra não falta e nego usa isso pra empurrar salário de merda pra todo mundo.

Insegurança do emprego. Existe um risco natural nessa área, é um produto que estão fazendo e ele pode falhar em muitos estágios levando o estúdio envolvido à falência muito facilmente... além de que é uma prática comum no mundo inteiro, nas grandes e médias empresas, demitir uma boa parte dos empregados envolvidos num projeto ao conclui-lo e recontrata-los novamente só quando tiver outro à vista.

Má gerencia nos projetos. Um problema crônico que existe desde da era do Atari. Boas práticas e desenvolvimento ágil ainda é uma novidade na indústria, que ainda trabalha em sua maior parte no modelo cascata comum nos anos 90.

Ambiente de trabalho tóxico. Intimidações, fraudes trabalhistas e o famigerado "Crunch" (muitas horas extras, por um longo periodo de tempo e que em muitos lugares não são pagas) que fazem os desenvolvedores terem inveja da vida de muito carvoeiro por aí.

E o negócio (pelo menos para programadores) é que as coisas melhoraram bastante nas outras áreas nos últimos anos enquanto que na indústria jogos melhorou, mas com o freio de mão puxado.

Logo quem é bom de verdade não costuma ficar porque as pessoas um dia querem ter família, pagar suas contas sobrando uma graninha pra comer algo diferente de miojo, dormir mais de 4 horas por dia... então porque o cara ficaria se fodendo naquele inferno enquanto poderia estar ganhando mais e trabalhando menos mexendo com Web ou Big Data, por exemplo?!
Não importa o quanto o sujeito ame programar joguinhos, o encanto acaba rápido, além de que ele tem muitas portas abertas porque todo mundo da área sabe o trabalho que dá programar jogo, não é pra qualquer zé ruela. Só que pra isso tem que ter credencial. Não adianta trocar a faculdade de Ciência/Engenharia da Computação por um cursinho de Unity na Udemy.

Se já tá ruim agora, imagine quando esse pessoal das faculdades de jogos chegar ao mercado!

Quem faz uniesquina da vida vai dar é muito com a cara no muro, principalmente no Brasil que tá engatinhando nisso ainda.

O único lugar para impostores nessa indústria é nos palcos e nas cadeiras executivas, coisa que recém formado não ocupa.

xmarhunterx
Membro Novato
# 01/dez/18 07:24
· votar


entamoeba devolve a senha do Viciado em Guarana seu pilantra

xmarhunterx
Membro Novato
# 01/dez/18 07:25
· votar


Nos meus poticos sobre programação ninguém dava bola. Fiquei triste agr :'(

xmarhunterx
Membro Novato
# 01/dez/18 07:32
· votar


Viciado em Guarana
Sério que tu mandou o cara começar com C? Essa não é umas das mais difíceis linguagens de aprender? (Claro, tirando assembly e brainf*ck).
E como o moleque quer fazer jogos não seria melhor mandar ele aprender C++ que é compatível com a maioria das Game engines?

st.efferding
Membro
# 01/dez/18 10:56
· votar


Nos meus poticos sobre programação ninguém dava bola. Fiquei triste agr :'(

É que você é um moleque leite com pera que vive falando e não faz nada além de trocar de projeto assim que o primeiro problema surge e não consegue achar resposta no stackoverflow.

Man up, little bitch

Gansinho
Veterano
# 01/dez/18 11:13 · Editado por: Gansinho
· votar


xmarhunterx
Sério que tu mandou o cara começar com C? Essa não é umas das mais difíceis linguagens de aprender?

Aprender C te dá uma noção de diversas coisas que já são naturalmente implementadas em linguagens mais novas (alocação de memória, por exemplo). Você aprende conceitos como passagem de parâmetro por valor ou por referência, ponteiros, estruturas de dados, etc.

xmarhunterx
Membro Novato
# 01/dez/18 11:40
· votar


st.efferding
É que você é um moleque leite com pera que vive falando e não faz nada além de trocar de projeto assim que o primeiro problema surge e não consegue achar resposta no stackoverflow.

Man up, little bitch



Redpill difícil de engolir :'-(

Viciado em Guarana
Veterano
# 01/dez/18 14:21 · Editado por: Viciado em Guarana
· votar


xmarhunterx
Sério que tu mandou o cara começar com C? Essa não é umas das mais difíceis linguagens de aprender?

E você acha que fazer jogo é fácil?
Acostume-se a mexer com linguagem de programação nojenta ou GTFO.

não seria melhor mandar ele aprender C++
Muito bem então!
Aí você tem que aprender POO e gerenciamento de memória numa cacetada só.
Uma coisa de cada vez, piá. O cara vai ter que aprender C++ de qualquer jeito, mas pra você compreender como as coisas funcionam é melhor partir do princípio. Estuda com paciência!

Gansinho
diversas coisas que já são naturalmente implementadas em linguagens mais novas (alocação de memória, por exemplo)
Pois é, Unity e C# tem isso.
Só que depois que o GC começar a transformar o joguinho do cara numa apresentação de Power Point não vai adiantar procurar a solução no Stack Overflow.
Vai ter que aprender como a joça funciona ou então jogar o projeto no lixo.

entamoeba
Membro Novato
# 01/dez/18 14:27
· votar


Viciado em Guarana
Lamentável. Acho foda ver gente que trabalha com desenvolvimento e criação atuar sobre pressão. Por toda parte exigem "proatividade" e "dinamismo", na prática, o que querem dizer é que as condições de trabalho serão insalubres e que você acumulará diversas funções.

st.efferding
Membro
# 01/dez/18 15:26
· votar


Acostume-se a mexer com linguagem de programação nojenta ou GTFO.

Pior conselho a ser dado para quem está começando a querer desenvolver algo. Mania essa de querer refatorar/otimizar antes de implementar algo, pqp ...
Simplifica no começo: começa com Python, que é muito mais simples e flexível. Depois (muito depois), se precisar otimizar desempenho, migra para C/C++.

Insufferable Bear
Membro
# 01/dez/18 15:46
· votar


Se você acha que é importante saber sobre boas práticas e desenvolver os fundamentos da programação desde o começo, C é melhor. Otimização nem entra nisso, pensar em otimização nessa altura é estúpido.
Se você acha que é mais importante completar um projeto independentemente da qualidade do código pra aprender, Python é melhor.

Se você está num nível acima dessa plebe, Haskell é o caminho para o futuro. POO significa COCÔ em inglês

sallqantay
Veterano
# 03/dez/18 05:37 · Editado por: sallqantay
· votar


inglês é linguagem de programação mais importante que lógica, matemática ou essa sopa de letrinhas de merda que nego digitou aí em cima

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Quero me tornar um desenvolvedor de games