Tópico das ideologias baratas.

Autor Mensagem
Edward Blake
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Edward Blake


Marxistas acreditam que inovações tecnológicas tornam os trabalhadores mais pobres. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: inovações aumentam a automação do trabalho; a automação reduz o custo de produção do trabalho (i.e., o capital humano necessário à produção); a redução do custo de produção do trabalho reduz as barreiras de entrada no mercado de trabalho; a redução das barreiras de entrada aumenta a competição entre os trabalhadores por postos de trabalho; o aumento da competição entre trabalhadores reduz os salários; e a redução dos salários torna os trabalhadores mais pobres.

Austríacos acreditam que inovações tecnológicas tornam os trabalhadores mais ricos. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: inovações aumentam a produtividade dos trabalhadores; o aumento da produtividade aumenta para o capitalista o custo de oportunidade de perder cada trabalhador; o aumento do custo de oportunidade aumenta a competição entre os capitalistas pelos trabalhadores; o aumento da competição entre capitalistas aumenta os salários; e o aumento dos salários torna os trabalhadores mais ricos.

Freudianos acreditam que a motivação última do ser humano é a busca pelo prazer. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: o ser humano é um animal como outro qualquer, dotado de necessidades e impulsos fisiológicos, que precisam ser satisfeitos pelo indivíduo à medida que vão aparecendo; caso contrário, o indivíduo levará uma vida reprimida, seu corpo adoecerá, e ele desenvolverá uma personalidade neurótica.

Adlerianos acreditam que a motivação última do ser humano é a busca pelo poder. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: o ser humano não é um animal como outro qualquer, mas sim, um animal que pensa e vive em sociedade, cercado o tempo inteiro de outros animais, com quem convive e se compara o tempo inteiro; e onde há comparação, há competição; e onde há competição, há status; e status só se consegue de duas maneiras: possuindo atributos naturalmente dignos de atenção (p. ex., beleza) ou fazendo alguma coisa digna de atenção (p. ex., dirigir uma Ferrari ou ocupar um cargo de autoridade) para compensar a ausência desses atributos; como apenas uma minoria ínfima da população possui atributos naturais que lhes proporcionem todo o status que desejam, a busca pelo poder se torna um imperativo para a maioria esmagadora das pessoas; caso contrário, o desejo de status será frustrado, e o indivíduo desenvolverá uma personalidade invejosa.

Jusnaturalistas acreditam que a moral é muito importante para a política. A lógica do raciocíno é simples e cristalina: a ideia de que o governante do país está sujeito à mesma moral que o povo limita o poder desse governante, uma vez que dificulta o uso de critérios políticos arbitrários e freia as pretensões autoritárias do Estado.

Pragmatistas acreditam que a moral é muito nociva para a política. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: a ideia de que o governante do país está sujeito à mesma moral que o povo aumenta o poder desse governante, uma vez que, com a propaganda certa, justifica as pretensões autoritárias do Estado e facilita a mobilização das massas.

-

Continuem postando abaixo mais ideologias baratas (i.e., chavões que simplificam o discurso científico e ignoram a complexidade da realidade com o objetivo de recrutar o maior número possível de seguidores e reuni-los em torno de uma causa).

Konrad
Veterano
# nov/15
· votar


Edward Blake

No final não sobra coisa alguma e a única saída digna é duvidar e zombar de todas na esfera privada enquanto professa alguma como credo (com objetivo de manter-se) publicamente.

sallqantay
Veterano
# nov/15
· votar


Pseudocriticistas reduzem um pensamento a outro usando o seu próprio vocabulário, sem jamais entrar nos dos outros ou explorar suas nuances, afinal das contas isso dá muito trabalho. Crítica do lado de fora não é crítica, é fofoca

One More Red Nightmare
Veterano
# nov/15
· votar


Eu acho que é possível edificar um corpo filosófico útil, evitando cair em duas ciladas alternativas (a empresa estafante de criar um modelo absoluto e grande demais, ou do relativismo irrestrito).

Voto para que coloquemos a nossa prosa em seu devido lugar, como queriam os britânicos analíticos e lógicos vienenses, pela soberania do bom senso comum parcimonioso, como vemos em Montaigne, Baltasar Gracian, Sêneca e tantos outros moralistas, e que conheçamos o que podemos conhecer. O resto é resto.

megiddo
Membro
# nov/15
· votar


One More Red Nightmare
Nosso garoto. =")

Edward Blake
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


Konrad
No final não sobra coisa alguma e a única saída digna é duvidar e zombar de todas na esfera privada enquanto professa alguma como credo (com objetivo de manter-se) publicamente.

"Now I have studied philosophy,
medicine and the law,
and unfortunately, theology,
wearily sweating, yet I stand now,
poor fool, no wiser than I was before;
I am called Master, even Doctor,
and for these last ten years have led
my students by the nose -- up, down,
crosswise and crooked. Now I see
that we know nothing really

This burns my heart, but I know, at least,
that I'm cleverer than all the conceited pedagogues".

pianoid
Veterano
# nov/15 · Editado por: pianoid
· votar


Nintendeiros acreditam que o importante é a diversão, desde que a 60fps, não importa se com gráficos lastgen.

Viciado em Guarana
Veterano
# nov/15
· votar


Crítica do lado de fora não é crítica, é fofoca

Deu pra ouvir daqui esse tapa na bunda.

Black Fire
Gato OT 2011
# nov/15
· votar


Catolicismo: pega qualquer absurdo teológico e põe na conta do Papa.

hihi

Pedro_Borges
Veterano
# nov/15
· votar


O BF acredita que é Deus. A lógica do raciocínio é simples e cristalina: ele leu 34 livros, sabe-se lá que conteúdo tinham e fez um curso de AutoCad pelo Instituto Universal Brasileiro.

Black Fire
Gato OT 2011
# nov/15
· votar


Pedro_Borges
Eu só queria zoar o tópico, na real.

sallqantay
Veterano
# nov/15
· votar


Busanistas acreditam que todas as mina no busão dão mole para ele, pois seu pipi é do tamanho do obelisco do ibirapuera. Egocêntricos, usam do ad valeskum como único valor de verdade, desqualificando qualquer oposição como recalque das inimiga.

Edward Blake
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


sallqantay

Cara, no meu local de trabalho, eu sou altamente discreto. Não emito nenhuma opinião controversa perto dos meus colegas nem me visto diferente de nenhum advogado típico.

Aí, uma hora, eu entro numa sala para pedir uma informação a uma colega e, quando saio de lá, escuto de longe uma outra colega -- que também estava na sala -- me chamando de "exibido".

E tu queres mesmo que eu pense que as pessoas não têm recalque comigo?

sallqantay
Veterano
# nov/15
· votar


Edward Blake

emito nenhuma opinião
visto diferente

bom, então você obviamente usa de outros artifícios para se exibir, só que não nota que usa, obviamente

Edward Blake
Membro Novato
# nov/15
· votar


sallqantay

Exemplos?

st.efferding
Membro
# nov/15
· votar


Teru Akbar!!

/o/

sallqantay
Veterano
# nov/15
· votar


Edward Blake
Exemplos?

sei lá, pode ser um monte de coisas. Sem condições de avaliar a nao ser pessoalmente. É todo aquele papo de postura corporal, comunicação nao verbal e outros lero-lero de soft skills de mulezinha mal comida

Até acho que o ad valeskum se aplica, a questão é que ele nao explica tudo

st.efferding
Membro
# nov/15
· votar


Eu acho que o Excel deveria fazer um extreme makeover no Josefo para que este recupere o respeito em seu ambiente profissional, e o evento deveria ser v-logueado.

o/

sallqantay
Veterano
# nov/15
· votar


st.efferding

com dicas de soft skills do cavaleiro e rants do BF

/o/

Edward Blake
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


sallqantay
st.efferding

Eu tenho uma explicação mais realista: recalque.

A colega que me xingou é da mesma área que eu, e, quando entrei na empresa, impressionei a chefia e roubei serviço dela.

Outro fator talvez seja vaidade ferida de mulher. Quando entrei na sala, estava com um pouco de pressa e falei apenas com a outra colega. Como essa que me xingou é mais bonita do que a outra, deve estar acostumada a receber mais atenção masculina. Só que, como eu a ignorei, quebrei essa expectativa, ela se sentiu frustrada e achou que fiz isso porque sou metido.

st.efferding
Membro
# nov/15
· votar


Eu te entendo, Josefo. Provavelmente se eu me vestisse melhor, seria execrado de maneira semelhante, sem contar que a vestimenta correta, no meu caso, resultariam em um diferencial amplificado pelo meu formidável corpo, esculpido por pesadas cargas e alimentos paleolíticos.

brunohardrocker
Veterano
# nov/15
· votar


Landlordismo por OdC: O produto mais típico e constante do automatismo verbal psicastênico é o paralelismo capenga: Os soviéticos tinham o Gulag, mas os americanos têm Guantanamo; os islâmicos fazem o Jihad mas os cristãos fizeram as Cruzadas; o mundo moderno tem o totalitarismo mas a Idade Média teve a Inquisição. Etc. etc. A única substância dessas frases é gramatical, mas, na hora em que as pronuncia, o idiota sente a emoção da vitória esmagadora.

Fidel Castro
Veterano
# nov/15
· votar


sei lá, me visto bem, tenho uma postura diferenciada e não sofro de 'recalque'

sou hu1000de no role, não faço inimizades, pq o processo é longo e o bagulho é doido

minha arrogância natural fica confinada no meu santuário, minha cabeça

st.efferding
Membro
# nov/15
· votar


Fidel Castro

Ou a medida que representa a auto estima média dos elementos humanos presentes no seu círculo social deve ser muito mais elevada do que a medida equivalente para o caro Josefo

Fidel Castro
Veterano
# nov/15
· votar


st.efferding

possível, bem possível

makumbator
Veterano
# nov/15
· votar


Fidel Castro
sei lá, me visto bem

Segundo quem? Glorinha Kalil avalizou seu outfit?

-Dan
Veterano
# nov/15
· votar


Edward Blake

Hipótese: Tu era uma criança meio zuada, um adolescente magrelo ou gordinho feio. Agora tu é adulto, deve ter malhado, ficado forte e bem de vida e as mulheres estão te achando atraente.

Daí esse seu deslumbramento com isso ainda não passou.

Edward Blake
Membro Novato
# nov/15 · Editado por: Edward Blake
· votar


Dan
Hipótese: Tu era uma criança meio zuada, um adolescente magrelo ou gordinho feio. Agora tu é adulto, deve ter malhado, ficado forte e bem de vida e as mulheres estão te achando atraente.

Ok. Os fatos: quando eu tinha 7 anos, peguei a babá de 15; quando tinha 9, fui atacado por uma gangue de coleguinhas evangélicas que queriam me pegar à força; quando tinha 13, uma loirinha me mandou uma carta de “Eu te amo” que eu, chato do jeito que sou, fingi que nem li; quando tinha 19, conheci na internet uma outra loira, na casa dos 30, já casada, que comprou uma passagem de avião só para me encontrar pessoalmente.

E agora, como fica a hipótese? =)

Daí esse seu deslumbramento com isso ainda não passou.

São vocês que insistem em ficar falando o tempo inteiro do “busão”. Eu nem toquei no assunto. Esse tópico foi criado para fins acadêmicos.

Agora, por favor, vamos parar com isso, que eu não estou a fim de desperdiçar outro tópico respondendo às fofocas de vocês e, depois, ainda ser chamado de lavadeira de rio.

st.efferding
Membro
# nov/15
· votar


eu não estou a fim de desperdiçar outro tópico respondendo às fofocas de vocês

FIY, ninguém te obrigou

megiddo
Membro
# nov/15
· votar


Edward Blake
quando tinha 19, conheci na internet uma outra loira, na casa dos 30, já casada, que comprou uma passagem de avião só para me encontrar pessoalmente.

É a filósofa? :O

Gente, que babado.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Tópico das ideologias baratas.