Gianinni Baguinho

Autor Mensagem
amondin
Veterano
# fev/04


Pessoal, alguém conhece o Som desse amp ? Pelo que eu ouvi falar, ele é bem simples, mas eu li na guitar player um técnico de som falando que ele tem um som maravilhoso !
Até + !

plebeu
Veterano
# fev/04 · Editado por: plebeu
· votar


revistas sempre mentem... elas sao pagas para isso...

silvio_rp
Veterano
# fev/04
· votar


plebeu
ou tem socios das marcas la dentro fazendo os teste!!

amondin
Veterano
# fev/04
· votar


Mas o engraçado é que não era teste de revista.. era uma entrevista com um produtor, o cara que produziu um disco do Sepultura... Acho que ninguém conhece esse amp, neh ?

ymen
Veterano
# abr/05
· votar


nada, o bixinho pode falar bem.... na época da revista o amplificador não era nem fabricado mais, não tendo motivos para beneficiar o produto.

fabio_gravata
Veterano
# abr/05
· votar


alias, acho faz tempo que não é fabricado
na galeria da teodoro de vez em quando tem um, mas eu nunca ouvi o som dele.

bulldog
Veterano
# abr/05
· votar


Baguinho
Sei lá se é bom mas...
Putz, que nomezinho mais escroto, hein?

b0fh
Veterano
# abr/05
· votar


os BAG (carinhosamente chamados de 'baguinhos') foram os primeiros amps transistorizados de guitarra da gianini, se me lembro bem...

Jeremiass
Veterano
# out/10
· votar


O Giannini U65 e U65G conhecidos como Baguinhos são amplis dos anos 70, raridades... quando disse a um amigo músico que tinha um desses em casa, ele ficou louco para plugar a guitarra dele, queria que eu vendesse a todo custo, nunca vendo :P

De acordo com ele, alguns morreriam para ter um desse (lol) é um Amplificador de Transistor e um dos primeiros da marca, de potência 17W RMS, alguns dizem que não tem amplis de 50W RMS de hoje em dia que supere o som que o Baguinho faz...

Os que tentam vender essa raridade, nunca pedem menos que 280~300 reais.

Eu tenho o meu muito bem cuidado, a unica coisa que não sou muito fã nele é o agudo que não é lá aquelas coisas, mas para grave é um dos sons mais limpos que já ouvi.

Ah, e desculpem ressucitar o tópico, mas é uma informação muito útil.

wiskeria
Veterano
# out/10
· votar


eu tenho um e acho o amp fantástico, 17w leve e falante de 12...
Quando vc passa o volume da metade ele começa a saturar, mas satura de forma bonita para um transistor...
Outra da pra ligar microfone e guitarra/violão ao mesmo tempo e fazer pequenas apresentações só com ele.
O meu tem agudo de sobra, deixo os agudos no 3...
É um amp legal!!

Zedosal
Veterano
# out/10
· votar


Tá valendo!

Osvaldojr
Veterano
# out/10
· votar


Putz que saudade do meu Bag Giannini, eu tive ele em 1980...parece que foi onetm...caracas como o tempo passa rápido :-(

Overdriver
Veterano
# out/10
· votar


Eu tenho um Mikassin, que é praticamente igual. Usava ele no fim dos anos 80, quando estava aprendendo a tocar. É um amp bem abafado e com um som gordo. Fica bom com pedais de drive mas tem pouco brilho, pra tocar rock é perfeito.

leito
Veterano
# dez/11
· votar


Desculpa ressucitar o tópico, mas to fazendo isso para não criar um novo. É o seguinte, esse amp tem falante de 12" e apenas 17w? É pq estou pra ver se compro um desses apenas para pequenos ensaios com minha banda, pois eu tenho um marshall de 30w que aguenta o tranco numa boa, mas enche o saco ficar levando e trazendo a criança, dai estou tendo a oportunidade de pegar um giannini u65g por um bom preço, mas se realmente for apenas 17w acho que ele não vai aguentar. Seria melhor pegar ate um meteoro nitrous que tem 20w. Alguém que conheça pode me esclarecer se a potência desse amp é tão baixa assim. Grato.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# dez/11
· votar


leito
Sim, ele tem 17WRMS apenas. Se sua banda não for muito barulhenta dá para ensaiar sim.
Existe uma outra versão, o U75G (Conhecido por "bagão"), que tem o dobro da potência, 34WRMS.
Abç

leito
Veterano
# dez/11
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Muito obrigado cara, valeu pela dica. Eu ia comprar ele, pois achei a um preço muito bom, porém acho que 17 w vai ficar devendo, pois no marshall de 30 eu uso ele na potência 6,5 +-, ai nesse u65g eu teria de abrir o volume todo e talvez não aguentaria mesmo. Vou ver se encontro uma segunda opção para poder comprar, quero algo barato mesmo que apenas de um som audivel pra podermos brincar, a banda é apenas diversão mesmo.
Abraço.

chevelho
Veterano
# dez/11
· votar


O que o tempo não faz... transforma merda em ouro.

Eu tive um Bag 7 (o grande) há uns 25 anos atrás, e aliás, todo mundo da minha galera de música tinha, e a gente sabia (e concordava) que era o resto do resto dos amplificadores. A gente usava porque era o que tinha de mais barato na época e portanto accessível aos nossos parcos bolsos.

Tinhas outras merdas na época tipo Palmer, Staner, Check-Mate, mas o Bag era uma merda com melhor custo-benefício, então era o que usávamos. Nesse tempo eu tinha um Duovox G-50 (valvulado), um handmade solidstate da Artronics (apelidado de "Falcão") e o Bag 7 que eu deixava na casa do baterista onde a gente ensaiava.

Enfim, o Bag 7 era "passável" mas o Bag 1 (o pequeno) era o lixo do lixo. Basicamente era o mesmo amp, só que o Bag 1 era menor do que o Bag 7 e tinha menos potência.

O circuito solid state era do mais fuleiro que existe, o pré bem fraco, o alto-falante do mais barato. Só falava alto, uma esporreira do cacete, mas dizer qua aquilo tinha qualidade sonora é sacanagem. E olha que na época eles eram NOVOS, imagino como devam estar os que sobreviveram até hoje, super-detonados de tanto uso e fuçados pelos zé-mexilões metidos a técnicos da vida!!!

Mas é aquele negócio... só porque o troço tem mais de 20 anos vira "vintage" e começam a dizer que é bom pra cacete.

:p

PS: A propósito, pelo menos na minha época nunca ouvi NINGUÉM chamar os referidos amps de "baguinho" e "bagão". Isso é pura invencionice. Eles eram conhecidos respectivamente como Bag 7 e Bag 1 e é como todo mundo os chamava.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# dez/11
· votar


chevelho
Concordo inteiramente com vc nessa avaliação. Aliás, foi propagado um mito de que Giannini é "vintage"... Lêdo engano! Era o que tinha....
A propósito, pelo menos na minha época nunca ouvi NINGUÉM chamar os referidos amps de "baguinho" e "bagão". Isso é pura invencionice.
Aqui nos subúrbios cariocas chamavam assim. Portanto, eu não sou mentiroso, ok.

macaco veio
Veterano
# dez/11
· votar


Em BH tambem chamavam assim , baguinho e bagão. O bagão tinha um pre horrivel mas o ampli de potencia era melhor do que a maioria com circuito integrado que existe hoje. O problema é que era muito mal montado. Em alguns cheguei a instalar um outro pre neles.

wiskeria
Veterano
# dez/11
· votar


o lance é o seguinte:
os amps de baixa potencia hoje vem com falantes de 8 ou 10 polegadas, gerando aquele som magro e abelha....
os bag giannini eram amps simples, 17w, mas vinham com falantes bons de 12 polegadas, gerando um som limpo alto e nitido "para um amp com menos de 20" assim eu arrisco dizer que nos dias de hoje não existe combo transistorizado de baixa potencia com sonoridade melhor.
O produtor que falou bem deles não esta errado, usado com bom senso este é um bom amplificador e seu trêmolo é bem legal. As guitarras antigas tinham captadores de saiba bem baixa que combina bem com o pré deste amp, ficaria legal numa stratocaster, mas talvez distorça fácil numa guitarra com humbuckers de alto ganho. ele só tem volume, grave agudo e tremolo.
Eu tenho um bag 65g e quando vou numa jam com cervejas, bebuns, varios tocando no mesmo amp levo ele, pois tem som decente e é valente!
Agora não da pra comparar ele com valvulados, eu considero um ótimo quebra galho...

notleww
Membro Novato
# 25/out/18 14:42
· votar


pessoal alguem sabe informar qual a litragem da caixa desse amplificador o baguinho e onde encontraram as dimensões dele?

JJJ
Veterano
# 26/out/18 09:03 · Editado por: JJJ
· votar


Que tópico doido... não tinha visto - até agora.

Realmente, não tem nada de grande coisa nesses dois aí, o BAG 01 e o BAG 07 (não lembro dos apelidos "baguinho" e "bagão", talvez rolasse em outro lugar...).

Em tese, o BAG 01 seria pra guitarra e o BAG 07 pra baixo. Tinha entrada pra teclado também.

Mas eram amplis bem comuns, sem nada de especial. Eu tive um BAG 01 - foi meu primeiro ampli; e até uns anos atrás eu tinha um BAG 07 e doei... (acreditem: se fosse "top" ou "vintage" eu teria ficado com ele... kkkkkk).

notleww

Acho que vai ser difícil encontrar algum dado técnico sobre esses pequenos dinossauros.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 26/out/18 10:09
· votar


JJJ
O guitarrista da minha banda tem um "baguinho" até hoje...
Abç

JJJ
Veterano
# 26/out/18 10:13
· votar


Mauricio Luiz Bertola

Pelo menos no quesito "durabilidade", eles são muito bons, né? hehehe

Lelo Mig
Membro
# 26/out/18 11:52 · Editado por: Lelo Mig
· votar


Tive um U65....não chamava de baguinho não, mas neste tempo nem sabia o que era valvulado ou transistorizado...apenas espetava a guita e saia tocando.

Tem um sonzão de lata mas guenta o tranco.

Arranquei o cabeçote do meu na década de 80/90 e remontei num "cubo" redimensionado que projetei, fiz e coloquei alto falante decente. Ficou bem melhor. Parte da qualidade do som não tava no amp e sim naquela caixinha mal projetada e com falante fuleiro.

Ampli bom pra garibar, na época. Se, por acaso, a garibada desse errada, jogava no lixo, sem traumas.

Durou décadas e dei ele funcionando...

renatocaster
Moderador
# 26/out/18 12:18
· votar


revistas sempre mentem... elas sao pagas para isso...

Eita, rsrsrsrs

Luiz_RibeiroSP
Veterano
# 28/out/18 01:08
· votar


Vi um bag algumacoisa em 95 quando comecei a tocar, era um lixo. Tinha um Oliver pequeno que tinha um som legal, um check mate que dava choque as vezes e era competido para usar e os wattsom de açougue anunciar promoção.
Não entendo certa valorização de coisa velhas hoje, essa fender brasileira mesmo era igual a guiannini, uma mexicana comum é muito melhor na minha opinião.

Mauricio Luiz Bertola
Veterano
# 28/out/18 10:31
· votar


Luiz_RibeiroSP
Os amps SS da Giannini eram ruins (cópias dos Magnatone), mas era o que um cara como eu podia comprar no final dos anos 70 e início dos 80. Os valvulados eram BEM melhores. Todos porém tinham alto-falantes de má qualidade.
Quando a Oliver (era uma subsidiária brasileira da Boss/Roland) surgiu no final dos anos 80 trouxe muito mais qualidade em matéria de amps pequenos, O Oliver GS-80 (com alto falante de 12pol.) é muito bom mesmo.
Já Check Mate e Wattson não passavam de "quebra-galhos"...
E essa história de guitarras e baixos Giannini (ou quaisquer outros nacionais) serem "vintage" e neguinho cobrar mil golpistas nelas, já deu o que tinha que dar...
Abç
Abç

Lelo Mig
Membro
# 28/out/18 12:06 · Editado por: Lelo Mig
· votar


É conhecido como baguinho, porque o som é um chute nos bagos.

Casper
Veterano
# 28/out/18 13:26
· votar


Eu lembro, toquei em uma banda que
uma cara tinha um desses. Lembro
que tinha um trêmolo interessante.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Gianinni Baguinho