Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Vox Lil' Night Train - Impressões iniciais

      Autor Mensagem
      Strateiro635
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Strateiro635
      · votar


      quase nem li o topico, mas esse amp parece bem lgl, so que so para drives, cara vc jah tentou usar uma guitarra de saida baixa nesse amp?


      EDIT: eskeci de falar o nome desse amp me lembra da musica night rain do guns n roses ehuehueheuhuehehueuheue.

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Strateiro635
      vc jah tentou usar uma guitarra de saida baixa nesse amp?

      Não. Minhas guitarras estão todas longe, a única que está comigo agora é uma Les Paul...

      Strateiro635
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      entendi.

      MMI
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog

      Tá em terras brasileiras?

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      MMI

      Não. As guitarras é que estão. =P

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Você mora na otakulandia?

      MauricioBahia
      Moderador
      # nov/10 · Editado por: MauricioBahia
      · votar


      Bog: Seguindo a sugestão do Bahia, hoje foi dia de testar o ampzinho mexendo nos knobs da guitarra. Levei mais um amp para fazer minhas comparações. Conclusão: DEFINITIVAMENTE, este não é um amp para se tocar limpo.

      Vai ver que pra ficar limpo, tem que tocar bem baixinho...hehe :) Uma guitarra com saída mais baixa talvez ajude. Pouco headroom do amp, né?

      Bom, uns vids (o cara poderia ter afinado a guitarra :P):



      O cara tirou o amp da "lancheira" ? hehe



      Abs

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      É impressão minha ou o bichinho tem um clean bem Vox?

      Bog
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Bog
      · votar


      Grimc

      Não. Eu moro em Tokyo, Japão. A Otakulandia fica em Akihabara, e eu fui poucas vezes para lá.

      MauricioBahia

      Este vídeo já é "semi-oficial", é com um dos demonstradores oficiais da Vox:



      Ele faz a demonstração apontando na direção certa, destacando que ele vai em áreas mais "agressivas", e se você notar bem, vai ver que mesmo o clean que ele usa não é totalmente limpo, é "semi-clean". Agora, o que vídeo de YouTube NENHUM vai mostrar - por razões óbvias, é que a caixa minúscula não tem como dar aquele punch que mesmo uma caixa maior com um falante do mesmo tamanho pode dar.

      PS - Eu sempre achei meio doido que o irmão hiperativo desse sujeito é demonstrador oficial da Boss/Roland! É como o garoto-propaganda do HSBC ser irmão do garoto-propaganda do Itaú!

      nichendrix

      Mais ou menos. O som dele no modo bright é bem "chimey", como se esperaria de um Vox. Mas é meio complicado de limpar o som totalmente sem deixar o volume bem baixinho (pelo menos com a minha LP, outras guitarras podem fazer o amp se comportar diferente), sem contar que pelo menos para mim, o som ficou brilhante DEMAIS totalmente limpo. Ainda acho que este amp foi feito mirando no ganho moderado ao crunchão - na região mais perto do clean, ainda acho que o AC4TV faz um trabalho melhor.

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Não. Eu moro em Tokyo, Japão. A Otakulandia fica em Akihabara, e eu fui poucas vezes para lá.

      Akihabara não é a gadgetlandia também?

      Mais ou menos. O som dele no modo bright é bem "chimey", como se esperaria de um Vox. Mas é meio complicado de limpar o som totalmente sem deixar o volume bem baixinho

      Cara, sei lá, é uma das coisas que eu acho interessante nos Vox mais antigos é o fato de eles nunca serem 100% limpo, porque os falantes são sub-dimensionados e por isso estão sempre a beira de distorcer.

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      nichendrix

      Também. Mas gadgets tem em qualquer lugar por aqui, otaku não, ou pelo menos não tanto quanto a imprensa brasileira pode fazer parecer. =P

      Cara, sei lá, é uma das coisas que eu acho interessante nos Vox mais antigos é o fato de eles nunca serem 100% limpo, porque os falantes são sub-dimensionados e por isso estão sempre a beira de distorcer.

      Neste caso, o clean é bem voxy mesmo: brilhante e nunca 100% limpo, hehehhe.

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      Também. Mas gadgets tem em qualquer lugar por aqui, otaku não, ou pelo menos não tanto quanto a imprensa brasileira pode fazer parecer. =P

      É eu tenho uns primos que nasceram aí e que vivem de tempos em tempos mudando daqui praí e daí pra cá. O mais velho vive dizendo que Akibahara é a Disney dos Gadgets e que provavelmente eu iria pirar nas lojas.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog
      É meio difícil tirar um clean 100% limpo de um valvulado vintage, principalmente nesse porte, já que o próprio aquecimento das válvulas já distorce bastante...


      No Brasil é capaz de ter muito mais otaku do que no pŕóprio Japão :-P... Aqui na minha cidade é dificil andar na rua e não ver pelo menos um cosplayer xD

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc
      É meio difícil tirar um clean 100% limpo de um valvulado vintage, principalmente nesse porte, já que o próprio aquecimento das válvulas já distorce bastante...

      Cara, eu não sei que amp vintage tu anda tocando, mas em geral tirar som limpo deles não é problema não.

      No caso específico dos Vox, o som limpo é uma característica marcante do amp por 2 motivos. Se usados com os falantes originais que são menos potentes que a saída do amp (2 falantes de 15W), sendo que o AC30 Top Boost tinha 33W e o non top boost 22W, e o AC15 tinha falantes de 15W em um amp de 15W.

      Isso faz com que o som limpo sempre tenha uma tendência a distorcer levemente o falante, mesmo antes de as válvulas distorcerem, o que era intensificado pelo fato de a refrigeração dos originais ser virtualmente nula.

      Agora fora esse detalhe específico, Clean em amp antigo, tende a ser uma das poucas coisas que eu acho que são melhores que os atuais, tinha uma presença bem diferente dos de hoje, mesmo as reedições (embora acho que a qualidade das válvulas tem mais haver com isso que a idade).

      Bog
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc
      É meio difícil tirar um clean 100% limpo de um valvulado vintage, principalmente nesse porte, já que o próprio aquecimento das válvulas já distorce bastante...

      Não sei quanto ao "vintage", visto que nunca usei um, mas o "nesse porte" é meio que esperado. Afinal de contas, estamos falando de 2w, não é surpresa que o amp tenha pouco headroom (acho que não é o negócio da potência dos falantes que o nichendrix porque o falante que eu usei é de 30w). Eu não disse isso como uma "reclamação", é mais como uma observação, mesmo que óbvia, eheh.

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Bog

      Sim, eu não falava do LNT, falava dos AC30 e AC15 mesmo... hehhehehehe

      Grimc
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Grimc
      · votar


      nichendrix
      Bog
      Com vintage eu me referi a amplis tipo o vox que imitam amplis antigos, e não necessariamente amplis realmente vintage :P

      E todo valvulado, quando esquenta acaba distorcendo, ainda mais em volumes altos, como todos costumamos tocar (exceto quem mora em ap ou casa com vizinhos chatos, e que tem que ficar segurando no volume 3)

      Já que amplis mais "modernos" costumam ser maiores e com mais headroom.

      Nunca consegui um som absolutamente nada saturado em um valvulado com um volume considerável. Nem mesmo num Marshall Valvestate (que na verdade é semi-valvulado) do estúdio do meu professor, que tava com válvulas novinhas. Com volume 2 ou 3, o clean era totalmente limpo, mas quando tentei colocar no 5 ou 6 ele já deu aquela linda saturada da válvula. Quanto mais nesses brinquedinhos de 15w...

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc

      Continuo sendo uma colocação truncada.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      nichendrix

      Baseio-me em experiência própria, a sua pode ser diferente.

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: nichendrix
      · votar


      Grimc

      Como eu disse em outros tópicos com o Vinicius Iron, uma experiência específica, na maioria das vezes não serve como parâmetro para uma generalização.

      Uma parte da afirmação vale para uma generalização, nenhum amp acima do 5-6 fica limpo, e isso vale para um de 100W ou para um de 1W e independe se ele é moderno ou vintage like.

      Toda a coisa de amps modernos terem mais headroom e serem maiores, é muito relativo, uma vez que dos anos 60 em diante a maioria dos amps lançados se concentrava em wattagens acima de 40W ou seja, potência e headroom de sobra. Hoje você acha amps de 1W, 10-15 anos atrás, era impossível achar bons valvulados com potência inferior a 30W, sendo que a faixa de potência mais comum para amps era 50-100W, em geral só amps de boutique ou custom made.

      Nesse período entre anos 60 e 90, não era dificil achar amps com potência superior a 100W, hoje são virtualmente inexistentes.

      Sobre o esquentar das válvulas, isso não provoca necessariamente distorção, embora cause mais compressão no som e como ela começa a trabalhar mais próximo de 100% da capacidade, ela chega no chamado desempenho ótimo. O que muitas vezes faz certas frequências se modificarem, então se o amp tiver quase crunchando, pode ser que alguma frequência distorça, mas é específico da frequência mesmo, em geral as mais agudas ou mais graves e isso é bem comum em gravações antigas, tanto de vocais quanto de instrumentos.

      Eventualmente, dependendo da qualidade da válvula, pode causar uma propensão a distorcer mais fácil, mas isso vai depender do volume, o amp teria que estar no limiar do crunch pra isso acontecer, mas na prática é mais fácil ele distorcer botando mais força na palhetada do que esperar a válvula aquecer o suficiente para dar esse punch a mais.

      Sobre brinquedos de 15W, em geral são os preferidos de guitarristas mega fodásticos na hora de tirar aquela distorção de Power, vide Clapton, Jeff Beck, Jimmy Page, Eric Johnson e afins.

      MMI
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc

      É meio difícil tirar um clean 100% limpo de um valvulado vintage, principalmente nesse porte, já que o próprio aquecimento das válvulas já distorce bastante...

      Pois é, cara. Não é isso não. Vide os Fender Twin.
      Válvula quente não significa distorção não...

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      MMI
      Válvula quente não significa distorção não...

      Só em válvula de baixa qualidade ou muito velha, que começa a se comportar anormalmente.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Não falei em distorção, falei naquela saturadinha leve que dá.

      Como eu disse, eu não quero generalizar, não uso o fórum pra isso, apenas para relatar qual é a minha experiência. Nunca consegui tirar aquele som sem ABSOLUTAMENTE NENHUMA SATURAÇÃO, em um valvulado.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Grimc
      · votar


      nichendrix

      Aliás você sempre tende a achar que eu estou argumentando ou tentando dar uma informação, sendo que eu estou apenas dizendo qual é a minha opinião. Que por sinal é que, argumentação não leva a nada, já que é muito difícil que você consiga levar a discussão a um fim concreto (vide aquele tópico do Bog, cuja discussão, apesar de interessante, não levou a porcaria nenhuma)

      MMI
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc

      Olha, a questão aqui é que tem muita gente que se baseia no que lê nesse fórum. E tem uns caras que lê umas abobrinhas aqui, depois vê uns vídeos no youtube e se diz mestre em guitarras e amplificadores. Ou seja, mesmo uma opinião equivocada, acaba virando um câncer que vai crescendo, crescendo e toma conta.
      Então é bom que se deixe claro as coisas. Se isso é a sua experiência, conta qual é a sua experiência com os amplificadores vintage e modernos que você citou que não tem som limpo.
      Mesmo porque, o som mais característico de guitarra é exatamente o overdrive gerado pelas válvulas, essa é a característica marcante do som do instrumento. Tanto é que é um dos únicos instrumentos onde as válvulas ainda imperam e os transístores ainda brigam para ocupar o espaço.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10 · Editado por: Grimc
      · votar


      MMI

      Bom, minha experiência e opinião pessoal é que eu ensaio em um estúdio que tem vários valvulados vintage: Vox AC30, Marshall JCM 2000, Fender Deluxe "Tweed" (handmade), e Fender Deluxe Reverb. Em todos os valvulados eu noto uma saturação leve em volumes aceitáveis, da metade pra cima (não gosto de ter que abaixar o volume para limpar o som).

      Como às vezes eu gosto daquele som 100% limpo e cristalino pra tocar um pop, mpb ou coisa do tipo, aquele som quase de violão, eu muitas vezes acabo tocando em um ampli transistorizado, o Peavey Bandit 112, que tem a potência que eu gosto e o clean cristalino que eu gosto. Mesmo que isso descaracterize o meu instrumento como "guitarra", é assim que eu gosto de tocar, por isso essa é a minha experiência, a minha opinião, e ela não é equivocada quando os resultados que eu tento atingir e o ponto de vista são favoráveis a ela.

      Não estou dizendo que não gosto de valvulados, tanto que curto muito blues e aquele som da válvula, mas estou dizendo que nunca ouvi um som 100% cristalino da parte de um valvulado, em volumes medianos.
      Não estou dizendo que não gosto. E chega de desvirtuar o tópico =D

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc

      Cara, como o MMI disse, a questão nem é a de que eu acho que você está argumentando, mas que depois de um tempo, a gente passa a não levar apenas nosso ponto de vista na discussão por conta os equívocos que já fizeram aqui no fórum com uma opinião nossa.

      Quanto a argumentar, eu não acho que a argumentação deva necessariamente levar a algum lugar, há argumentações que devem levar a uma conclusão, mas outras são apenas para comparar experiências mesmo, logo, cada um conclui o que quiser concluir ante os argumentos e acho isso muito válido especialmente quando discutimos musica, equipamentos e afins que tem uma tendência de o gosto contar tanto quanto qualquer fator objetivo.

      Sobre amps, realmente você nunca vai achar um amp com clean acima do 5, porque é mais ou menos onde o amp atinge algo próximo de 100% da potência, a partir daí o volume aumenta muito pouco e a saturação vai aumentando horrores. E quanto menor a potência (e o headroom), mais isso vai ser sentido.

      Alguns amps conseguem um clean aceitável nesta faixa, mas são realmente muito poucos pela minha experiência, que vai um pouco de encontro com a sua, já que os amps que usei que mais tem esse tipo de característica, são reedições ou baseados em amplificadores mais antigos, como o Twin Reverb, Bassman e Dual Showman Reverb, todos da Fender, a série Mark da Mesa Boogie, ou a série AC50 e AC100 da Vox (que davam aquele clean a la Beatles) e obvio as versões da Matchless desses amps. Logo, como todos são ou vintage ou reissues, ou baseados no design desses amps antigos, é um pouco diferente da sua.

      Eu também gosto mais de clean de SS quando a intenção é um clean 100% clean, tanto que alguns dos meus maiores sonhos em relação a amps, são amps SS tops de linha, como JC120 Jazz Chorus, Polytone Mini-Brute e Lab Series L-5 (o amp do B.B. King). Pra mim quem diz que SS não presta, é porque nunca testou um SS top de linha. Mesmo o Bandit e o Deluxe 90 da Fender são amps bem legais e que dão tanto cleans quanto distorções boas.

      Grimc
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      nichendrix

      Esse Roland Jazz Chorus é um dos meus amplis preferidos, possui simulações na maioria das pedaleiras, e é um ampli que não tem nenhuma válvula! E eu nunca vi um ampli com um som clean tão cristalino quanto esse. Por isso que eu não acho que os valvulados sejam universais no ramo das guitarras, mas sim, amplis mais, digamos, "conservadores", rsrsrs...

      Mas enfim, já desvirtuamos o tópico demais, heuheue

      nichendrix
      Veterano
      # nov/10
      · votar


      Grimc

      Eu gosto deles, mas som limpo em SS, eu ainda acho que o rei é o Mini-Brute da Polytone, o JC-120 e o L-5 da Lab Series vem em segundo lugar.

      kiki
      Moderador
      # jun/12
      · votar


      Bog
      fica tranquilo mano, review é a longo prazo... to lendo ele agora outra vez, e ainda to de olho em cabeçotes pequenos.

      acho uma pena que esse nao seja pra limpos, no geral gostei dele.
      recomendas outro desse porte que seja mais pra som limpo tambem?

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Vox Lil' Night Train - Impressões iniciais

      306.081 tópicos 7.901.997 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital