Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Review: Korg Triton LE 61

      Autor Mensagem
      The_Wizard
      Veterano
      # jul/06


      Fala pessoal!
      Seguinte: aproveitando um tempo de sobra aqui, resolvi fazer um review do meu Triton, pra ver se ajuda alguém no futuro.
      (modo quero salvar o mundo ON)
      Seria uma boa se fosse td mundo pudesse fazer reviews do seu teclado pra dar uma melhorada neste fórum =D
      (modo quero salvar o mundo OFF)

      Sem mais blablabla, vamos lá:

      1. Exterior
      Design & Acabamento: O Triton LE é realmente um teclado muito bonito e bem-pensado esteticamente: Prateado, minimalista, com tudo bem-construído. E uma melhoria em relação ao Triton Classic: a carcaça de alumínio escovado à la Trinity voltou em vez do plástico barato! \o/. No mais, qualidade dos componentes de se esperar pelo preço do teclado.
      Tocabilidade: Nesse quesito, o LE perde em relação aos outros Tritons, com apenas 4 knobs e o joystick, em comparação com mais um slider e o ribbon controller dos Tritons mais caros. As teclas também são bem ruinzinhas, molengas e com a ação bem ‘PSResca’. Nesse aspecto a Korg bem que poderia ter gasto um pouco mais para comprar teclas decentes, não só no LE, mas também no Classic e no Karma, que compartilham esse modelo de teclado.

      2. Sons
      Pianos: Não adianta que esse é o ponto fraco dos Korgs. Piano só aceitável, cravo insosso. Se você não está interessado em um piano absurdamente realista, nenhum problema;
      E.Pianos: Aqui o LE se sai melhor. Wurlitzer e Clavinet muito bons, Rhodes e FM Piano também muito bons, mesmo não sendo meus preferidos;
      Sinos/Percussão Cromática: Os sinos são um dos pontos fortes dos Korgs, não tenho do que reclamar. Tanto os mais realistas quantos os mais digitais/FM são muito bons, apenas um pouco estridentes. Vibrafones e outras percussões cromáticas também muito boas;
      Órgãos: ponto forte do teclado! Tanto os hammonds quanto os Farfisa e órgãos de tubos são bem legais. Existe uma série de hammonds muito boa, os patches de no. 23 nos bancos de A a D. Já o órgão de tubos eu recomendo colocar só um pouco de reverb, pra deixar mais realista;
      Leads: Muito bons, mas nada de mais. Ao vivo e em estúdio, prefiro os leads do meu DW-8000, embora num caso de emergência já tenha usado os do LE sem problemas. Dos leads, dois se destacam: o D-42 (Smooth Sine Lead) e o A-106(Octo Lead);
      Synths/Pads: Muito bons, vão desde o padzinho mais simplesinho ao mais viajante com mérito. Os synths também são muito bons, principalmente se você não está procurando uma ‘gordura’ analógica;
      Cordas: Muito bons, outro ponto forte do LE. Tanto os timbres de cordas mais isolados quanto os ‘ensembles’;
      Vozes: Boas, mas não as uso. Existe um patch, entretanto, que se mexido vira um Mellotron mt bom: o D-37 (Slow Choir ST).
      Baixos: Tanto os ‘Rom-based’ quanto os sintetizados são bem legais, embora existam alguns bastante exagerados;
      Guitarras: Não adianta que teclado nenhum consegue emular um violão ou guitarra decentemente; prefiro me abster nesse item;
      Metais: Mesma coisa que sobre as guitarras, embora numa Combi de orquestra fique muito legal;
      Sopros: Passáveis pelo mesmo motivo das guitarras e metais;
      Efeitos: Aqui é a praia da Korg de novo! Viagens das mais variadas, desde ambientações até efeitos mais ‘ensandecidos’. Nota dez!
      Bateria/Percussão: Escolhendo com cuidado e sequenciando com carinho, dá pra fazer bateras decentes. Óbvio que não é nenhum Perfect Drums da vida, mas quebra bastante o galho. A pré-produção da demo da minha banda foi feita com a bateria do LE, e quebra um galho legal;
      FX: não encontrei melhor nome pra seção de efeitos ‘insert’ do LE =P. Reverb muito bom, assim como o Delay. A simulação de Leslie também está muito boa pra uma Workstation que não é dedicada. Wah passável. O overdrive é tenebroso, como seria de se esperar numa Workstation e da Korg. Se overdrive da Korg fosse bom, as pedaleiras Toneworks seriam uma referência para guitarristas =P.

      3.Síntese
      Depois de mais de um ano com esse teclado, pastando muito, dá pra criar timbres legais do zero, mas bati muito com a cabeça na parede. Não recomendo como um primeiro synth. Um Roland mais baratinho seria melhor pra isso. No geral, muito bom, é só ter em vista o que você quer criar. Um problema da arquitetura da síntese do LE é só a quantidade de ‘inserts’, bem menor do que seus antepassados.
      Só há dois problemas graves do LE: seus sons são bem mais ‘magros’ que os outros Tritons e mesmo o Trinity. Não se trata de algo tão incômodo, mas se comparar principalmente com um Trinity a diferença é visível. Outro ponto: sua equalização é muito aguda, mas nada que um controle na mesa de som não resolva.

      4. Final
      No geral, o Triton LE é muito bom pelo seu preço. Existe a possibilidade de expansão com a placa EXB-SMPL, mas não é possível expandir com as placas EXB-PCM ou EXB-MOSS dos outros Tritons, mas para uma Workstation de entrada não se esperava algo diferente.

      PRÓS: Hammonds, Sinos, Pads, Efeitos, Reverb, Delay, Leslie;
      0CONTRAS: Pianos, poucos ‘inserts’, sons magros.

      NOTA: 8/10

      Assim que der, eu posto review do Korg DW-8000.

      Espero que este review sirva de algo pra vcs, nem q seja passatempo =D

      Abraços

      Eder Muchiutti
      Veterano
      # jul/06
      · votar


      The_Wizard
      foi sim um bom passatempo.. rs.
      Mas falando sério, gostei bastante da review e da organização dela e apóio 100% a iniciativa de os donos de teclados criarem tópicos com reviews do equipo QUE CONHEÇA BEM. E que também estejam preparados pra eventuais perguntas, claro.

      Apesar dos sons magros, numa Combi, não dá pra criar leads bem cheios, gordos?! Usando detune em alguns dos patches da Combi e tal?

      fernando tecladista
      Veterano
      # jul/06
      · votar


      3.Síntese
      Depois de mais de um ano com esse teclado, pastando muito, dá pra criar timbres legais do zero, mas bati muito com a cabeça na parede. Não recomendo como um primeiro synth.


      teclado com edição de timbres não tem muita salvação não
      ou é completa como o triton, trinity / roland XP, phantom e etc
      ou sobra aquelas edições em cima do modo GM onde só tem 3 parametros do envelope, cutoff e lfo basico

      The_Wizard
      Veterano
      # jul/06
      · votar


      Eder Muchiutti, valeu! Sim, dá até pra criar uma Combi com um detune entre eles, oitavando alguns, fica mt bom. Foi aquilo q eu falei, os leads dele são bons, mas não são excepcionais;
      fernando tecladista, isso é verdade, mas a edição em si é meio complicada; pra quem tah começando nos synths talvez valha a pena um teclado mais simples, para se acostumar... minha opinião só =D

      mikemax2
      Veterano
      # jul/06
      · votar


      tenho o LE a um ano e o carro chefe nele pra mim é o uso de samples toco bastante coisa popular com minha banda e costumo usar bem essa parte.

      Schroeder
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      mikemax2

      Os samples q vc usa vc mesmo faz ou compra?
      É fácil samplear um outro instrumento, tipo eu tenho um amigo q tem um xp50, eu posso samplear os melhores timbres deste teclado? fica igualzinho? As teclas do Le são mesmo ruim, tem alguma diferença nas teclas do LE76?

      mikemax2
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      Cara pra falar a verdade, faço o seguinte na net se acha muita coisa no meio de 100% 1% ou 2% se salva e nessa que converto pro triton da um trabalho da porra.

      Ja comprei algumas coisas boas outras ruins tentei samplear uma vez mas minha placa de som não era boa vou fazer uns testes ainda.
      Tudo depende de quem samplea e das amostras, ja achei basteante coisa que era legal mas presizou dar uma arrumada ai ficou bom.

      Sou novato ainda em samples mas posso te afirmar que adoro essa tecnologia se vc estudar legal acho que consegue timbres unicos sem comparação com os tradicionais é bagulho é meio infinito as possibilidades são milhares.

      Hoje em dia ja se acha muita coisa boa ja sampleada pronta a biblioteca akai giga........ são boas e pra ficar leve é so não deixar as amostras com varios segundos e usar umas 4 5 notas por oitava fica bom.

      mikemax2
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      ...sobre as teclas pra mim ta bom funciona não me atrapalha em nada, mas sou suspeito de dizer porque acho que não sei o que é realmente bom, teclas com peso de piano?? pra tocar pianos otimo e pra tocar orgãos sons de metais, strings, EU acho meio esquizito mas essa é so minha opinião sei la..... posso te afirmar com certeza que não é nenhum psr.

      Theo22
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      Guitarras: Não adianta que teclado nenhum consegue emular um violão ou guitarra decentemente; prefiro me abster nesse item;

      haha, isso é com tudo meu caro, o que complica é na hora de executar um riff, uma pegada, isso só se consegue tocando em cordas, mas o som pode soar de mesmo modo, até melhor que certas guitarras.

      Mas queria parabenizar pelo review, muito show, curti e foi bem organizado.

      The_Wizard
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      mikemax2, não tou comparando as teclas com teclas pesadas; mesmo para 61 teclas, eu achei bem leves, comparando com outros teclados similares, achei que ele deixou a desejar, mas este quesito é mais subjetivo msm...
      Theo22, valeu! a parte de guitarra limpa, tentando imitar uma Telecaster até que fica só 'ruim'... botando expressão mais 'guitarristicamente' fica melhor, mas só em ultimo caso msm

      Theo22
      Veterano
      # ago/06
      · votar


      mas só em ultimo caso msm

      Com certeza, só em caso de alguma demo para arranjar, passar uma idéia, mas substituir não tem como.

      jardel braga
      Veterano
      # abr/07
      · votar


      Estou procurando os timbres do Triton, xp 80 ou fanton, quem tiver eles, e quiser trocar por mais de 1gb de samples (metais, acordeons, violões, guitarras, pianos e muito mais) e programas para rodá-los (VSampler e Kontakt) ou Sonar 4, me passa um e-mail que conversamos.
      No aguardo,
      jardelbraga@yahoo.com.br

      korgman
      Veterano
      # mai/07 · Editado por: korgman
      · votar


      Caro amigo de longa data Theo22

      Desculpe discordar "um pouco" de você em alguns pontos apenas.

      Concordo com voce que é imposivel emular todas as nuances de uma guitarra ou violão ao mesmo tempo, pelos menos por enquanto afinal a tecnologia progride, e com certeza no futuro o teclado irá possuir vários samplers cada qual com uma dinamica própria em um único timbre, bastando mover uma alavanca para mudar instantaneamente de nuance, base para riff riff para harmonicos etc..

      Demora mas um dia a emulação será mais fiel ainda., afinal hoje com um conversor MIDI tem muitos guitarristas tocando piano, Hammond via GK não é mesmo??

      O que é possivel atualmente é fazer coisas específicas, mas com certeza dá para "enganar" o ouvido humano com emulações bem planejadas.

      GUITARRA DISTORÇÃO....

      Por exemplo uso regularmente em minha banda um sampler de Guitarra Distorção em meu Triton, que sampleei de uma gibson Les Pasul, com os Humbiking cheios a 9 anos atras, em um nsoniq ASR10.

      O sampler é limpo se escutado sem o efeito, a distorção é atribuida depois quando roteio este sampler para o módulo de efeitos onde programei um simulador de amp.

      A seguir direciono este sinal para uma das saídas auxiliares do Triton Stúdio o triton le e Korg Tr, destino um pequeno mixer Boss Bx6 que possuo, dou uma pequena saturada no ganho deste canal e o resultado é...

      GTR Distorção - http://www.geocities.com/samplele1/gtr.mp3

      Uma guitarra distorção, ótima para fazer base.. específica claro, mas funciona muito bem, assim não tenho que ficar tocando "Hammond" em musicas que não posuem teclado! he he he.

      VIOLÃO....

      Outro exemplo caso interessante que uso constantemente em shows, e é muito interessante é o Violão da musica Enter Sandman da banda Metálica.

      Essa musica começa com um violão e depois entra a guitarra com um riff, mas o violão continua junto com a guitarra.

      Para tentar resolver este dilema, e também para não ter que descer dp palco, pois não tem teclado nesta musica!!

      Resolvi capturar apenas as notas que o violão faz na musica, Peguei emprestado um violão Taylos de um amigo meu, e capturei as amostras , montando em um Multisampler, virando assim um proogram em meu Triton e o resultado:

      TAYLOR/LE - http://www.geocities.com/bandarockshow/audio/taylorLemp.mp3

      Desta forma eu faço o violão no inicio e prossigo até entrar a guitarra, quando o som vai para a parte cantada, "Chamo a guitarra distorção acima e a fila anda..

      Mas o início em Duo com o guitarrista, fica igual a musica original .

      Planejando com calma.. caso a caso... penso que o sampler sempre resolverá este tipo de problema.. No que diz respeito a guitarras, violões, Backing vocais, efeitos especiais.

      Acho muito divertido "rodar estas lampadas" he he he!!!

      Valeu pessoal

      Korgman,
      bio - http://www.geocities.com/aureo59/menat.htm

      R Santiago
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      korgman

      Realmente deve ser bem legal poder fazer essas adptações! A grande vantagem do tecladista é essa versatilidade. E o melhor que no seu caso com extrema qualidade. Como eu não uso samplers, em breve talvez quem sabe...hehe nas músicas que não tem teclado eu recorro a velha pandeirola ou o bom Hammond ou um Rhodes mesmo. Fiz um Rhodes no X5D com PHASER e controlo a intensidade do efeito pela Modulação. Esse Rhodes acaba servindo como um PAD bem legal.

      korgman
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Olá Santiago,

      Com certeza maois para frente você pode invertir nesta tecnologia, e abandonar a pandeirola e o Hammond quando não for a hora de usá-lo..

      valeu

      JeffersonX
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Galera, por quanto e onde será que consigo uma placa EXB para o Korg Triton LE?

      E por exemplo tem como gravar por ela um início de uma música, por exemplo que tenho no micro em MP3 e reproduzir pelo sequencer? Eu estava pensando, para ilustrar a situação, gravar a introdução da Fairy Tale do Shaaman pra reproduzir pelo Korg usando o Sequencer. Também seria útil pra gravar algumas coisas, como efeitos, etc.

      Até mais

      JeffersonX
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      Achei a placa no ML. Ai!! 850 pratas!!

      Couto
      Veterano
      # mai/07
      · votar


      JeffersonX

      Vc só vai precisar da placa se quiser fazer seus próprios Samples. O TR/Le já é um Sample Player de fabrica, oq vc precisa é de memória RAM (SIMM EDO) para armazenar os Samples no seu teclado, sendo que a capacidade dele é de 64Mb, 2 pentes de 32Mb.

      DANIEL_BLESS
      Membro Novato
      Esse post foi marcado como inapropriado mostrar
      O autor recebeu uma advertência por publicar conteúdo contra as regras do fórum.

      abr/15

      OLÁ PESSOAL TENHO DUVIDAS SOBRE SAMPLES PARA CONSEGUIR BAIXAR EU PRECISO INSTALAR AS MEMÓRIAS EDO E COMPRAR UM CARTÃO SMARTMEDIA TAMBÉM CERTO? OU SOMENTE COM O CARTÃO SMARTMEDIA RESOLVE?

      ESTOU APANHANDO UM POUCO PARA EDITAR/CRIAR UM KIT DE BATERIA E COLOCAR NO MODO 'COMB' PARA TOCAR COM UM BAIXO E TECLADO, É QUE NA VERDADE OS RITIMOS DE BATERIA QUE JÁ TEM NO MEU NÃO SERVE PRA TOCAR NA IGREJA EU PRECISAVA DE UNS ACOMPANHAMENTOS SIMPLES 4/4 PRA ACOMPANHAR AS MUSICAS DA NOSSA IGREJA RITIMOS SIMPLES DE POP/ROCK/SOUL GOSPEL... VOCÊ TEM ALGUMA DICA COMO FAÇO E NÃO TEM NADA QUE EU CONSIGA CARREGAR TB? NO MODO SEQUENCE QUE EU ACCHO QUE É DE GRAVAÇÃO TEM UNS ACOMPANHAMENTOS MELHORES MAIS NO COMB NAO TEM, ENTREI LÁ NO COMB COM OS BOTOES F4 E F5 MAS NÃO ACHEI NENHUMA BATIDA 4/4 SIMPLES...

      MUITO OBRIGADO!

      DANIEL

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Review: Korg Triton LE 61

      305.396 tópicos 7.889.437 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2018 Studio Sol Comunicação Digital