Notificações Amigos pendentes

      Fórum Cifra Club - maior fórum de m&uacite;sica do Brasil

      Os medicamentos nossos de cada dia

      Autor Mensagem
      Snakepit
      Veterano
      # 28/mai/17 22:31
      · votar


      MrYuriSilva
      Voce acha que o aumento do número de pessoas utilizando esse tipo de medicamento se deve ao aumento da quantidade de diagnósticos ou é uma consequencia da vida moderna ou algo do tipo?

      MrYuriSilva
      Veterano
      # 29/mai/17 02:02 · Editado por: MrYuriSilva
      · votar


      É um roubo, não tenha dúvida!!Na verdade eles sabem que a pessoa não tem culpa de ter nascido ou adquirido qualquer doença, estão apenas se aproveitando disso!!Dizem que vão tirar até aquele programa governamental farmácia popular que fornecia medicamentos de graça ou com redução de preço!!

      Eles sabem de nada, eles nem fazem questão de saber. Uma pessoa que fornece ajuda de forma comercial e tendenciosa não sabe nada sobre o sofrimento humano, quiçá se importam em combater esse tipo de negócio desonesto. Médicos, políticos, empresários e etc, fazem parte dessa máfia farmacêutica! Médicos olham na cara do paciente e jogam essas medicações pra ganharem comissões e propinas. Onde já se viu um esquizofrênico pagar mais de 300 reais em remédios básicos só pra se manter "normal"? Fora que uma pessoa que toma tantos remédios assim precisa de cuidados extras pra manter uma certa saúde, porque os efeitos colaterais são horríveis e causam danos a longo prazo.

      Voce acha que o aumento do número de pessoas utilizando esse tipo de medicamento se deve ao aumento da quantidade de diagnósticos ou é uma consequencia da vida moderna ou algo do tipo?

      Esquizofrenia na maioria dos casos é genético e hereditário mesmo. Desordem cerebral que atrapalha o discernimento do que é real e do que não é. Pode ser traumático ou/e de educação familiar inadequada. A tendência é ter algum problema mental quando é predisposto biologicamente e psicologicamente também. A pessoa ser inserida em contextos estressantes e traumáticos por consecutivas vezes também desencadeia a tendência. Até na gestação com má formação do sistema nervoso a pessoa pode ter apresentar falhas nas áreas cerebrais que regulam os sentidos, o afeto e o comportamento. Esquizo é só um nome pra um monte de desordens mentais que uma pessoa pode sofrer.

      Adler3x3
      Veterano
      # 29/mai/17 07:48
      · votar


      st.efferding

      Sim.
      Isto que me faz pensar em mudar o tratamento.

      Já fiz isto no passado e não dependia tanto de remédios.
      Agora com mais conhecimento esta na hora de mudar de novo.

      El_Cabong
      Veterano
      # 31/mai/17 18:50
      · votar


      "Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio."
      Hipócrates

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # 24/jun/17 11:29
      · votar


      Voltei ao psiquiatra na segunda e ele tirou um medicamento dos cinco que estou tomando (o Valium, diazepan). Os demais ele disse que vai manter por no mínimo seis meses.

      É isso aí.

      Black Fire
      Gato OT 2011
      # 24/jun/17 11:45
      · votar


      (o Valium, diazepan

      O único maneiro.

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # 24/jun/17 14:40
      · votar


      Black Fire

      Verdade :D

      Contudo no outro dia dá uma ressaca lascada, para eu acordar às 5h30 para trabalhar dá o maior trabalho.

      sallqantay
      Veterano
      # 25/jun/17 18:38
      · votar


      "Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio."

      bob marley

      sallqantay
      Veterano
      # 25/jun/17 19:29
      · votar


      dia 6/7 tamo lá no dotô das cabeça para ver esse negócio das drogas ae

      Viciado em Guarana
      Veterano
      # 26/jun/17 00:07
      · votar


      Vou ver com a doutora também se dá pra tomar uns narcótico pra eu deixar de ser burro.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 28/jun/17 16:58
      · votar


      (o Valium, diazepan

      O único maneiro.


      Diazepam quebra um ganlho, nunca experimentaram levomepromazina, nem combinação de bromazepam com codeína. Fenobarbital também foi bacana, pena que durou pouco.


      Contudo no outro dia dá uma ressaca lascada, para eu acordar às 5h30 para trabalhar dá o maior trabalho.

      Só tive isso na primeira vez que tomei


      sallqantay
      dia 6/7 tamo lá no dotô das cabeça para ver esse negócio das drogas ae

      Qual o motivo especificamente?
      Estou torcendo para tua receita azul, de preferência algum benzo maneiro + paroxetina ou sertralina.



      Eaí samá, está se sentindo melhor?

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 28/jun/17 17:20
      · votar


      Sama

      Dei uma olhada agora nas paradas que vc tá tomando. Tome cuidado.

      Benzodiazepinas de maneira geral podem criar dependência se vc tomar por muito tempo, e acredite, é uma dependência pior do que da cocaína (experiência própria). Não to tentando te botar medo, só não abuse.

      Que bom que parou com o diazepam. Esse tem uma meia-vida longa, costuma não ser bacana pra quem tem que fazer muita coisa durante o dia, a menos que vc realmente precise de sedação ao longo do dia. Acredito que não é o caso ou vc tomaria pela manhã, pelo que eu entendi vc tomou este mais por causa do efeito colateral do antidepressivo.

      Que bom que a risperidona te ajudou. É um medicamento bem moderno, e costuma ser eficaz quando não dá muito efeito colateral. Se tivesse dado, com certeza vc teria notado, pois são muito intensos. No mais, é um medicamento seguro, mas ainda assim não é bom tomar por mais que dois anos seguidos sem pausa. Fique atento com as mamas, isso daí pode dar ginecomastia, que pode ser indício de que a droga tá alterando demais seu organismo.

      Não manjo nada de lítio.

      Exodus. Quando o assunto é antidepressivo eu preciso me controlar pra ser breve. Essa merda pode ser uma faca de dois gumes, só funciona depois de bastante tempo, no início costuma ser um inferno, depois que vc toma muito tempo é difícil parar, e por mais que seja pouco documentado oficial/científicamente, é evidente as alterações do organismo a longo prazo, e elas demoram pelo menos mais um ano inteirinho sem tomar a droga pra se reverterem.
      Citalopram e Escitalopram (exodus é o segundo) eu nunca vi dar muito certo, apesar de os estudos e estatísticas dizerem o contrário.
      Espero que se adapte logo. E já que sua mulher quer engravidar, já fique avisado que ISRS de maneira geral costuma dar problemas sexuais. Nem sempre dá impotência, como vc pode presumir por "problemas sexuais", é que muitas vezes vc simplesmente tem menos vontade de transar mesmo, mas funciona tudo normalmente. Ás vezes o sêmen também fica alterado. Espero que não precise muito dessa merda e que largue o quanto antes, é incrível como psiquiatras passam ISRS para praticamente todas as doenças mentais hoje em dia, isso é um absurdo. Eu acredito que fazem isso com o objetivo de "fidelizar o cliente".

      Vamos deixar um pouco mais sério o negócio... cara, doenças mentais muitas vezes enganam, parece que foi embora e não foi, há a remissão dos sintomas por um tempo e depois volta tudo, ou então vc pode ficar instável no período de readaptação sem as drogas. Eu aconselho a vc conversar com sua mulher com seriedade, pois não acho sensato uma gravidez neste momento, é melhor vcs esperarem vc ter certeza de que está realmente estável, e não simplesmente bem. Por mais que a gravidez seja bem recebida, bem planejada e o escambau, não tem jeito, sempre mexe com os sentimentos de maneira intensa, o ideal é que vc esteja psiquicamente sólido como rocha.

      PS: acido folico pra engravidar é balela

      sallqantay
      Veterano
      # 29/jun/17 06:28
      · votar


      acabaramosnicks

      ansiedade

      Samá Samutte
      Membro Novato
      # 29/jun/17 07:51 · Editado por: Samá Samutte
      · votar


      acabaramosnicks

      Benzodiazepinas de maneira geral podem criar dependência se vc tomar por muito tempo, e acredite, é uma dependência pior do que da cocaína (experiência própria). Não to tentando te botar medo, só não abuse.

      Qual dos que eu estou tomando é esse aí?


      Que bom que parou com o diazepam.

      Cara, a priori, eu estava tomando 10mg. Hoje, estou tomando só 5mg à noite. Porém creio que terei que voltar para 10mg, pois, estou tendo dificuldades para dormir desde que o psiquiatra diminuiu a dose.

      a menos que vc realmente precise de sedação ao longo do dia.

      Hoje faz dois meses da minha internação por conta da depressão (fiquei três dias dopado; está relatado neste tópico). Depois disso, tive umas quatro crises de ansiedade fortes, do tipo de ter de correr pro banheiro (ansiedade em demasia me dá diarreia :/ ). Para esses momentos de crise, o médico me passou um Rivotril sublingual para eu usar. Ainda não usei, por isso nem sei se funciona ou não.

      risperidona não é bom tomar por mais que dois anos seguidos sem pausa. Fique atento com as mamas, isso daí pode dar ginecomastia, que pode ser indício de que a droga tá alterando demais seu organismo.

      Vou ficar atento. Faz dois meses que estou usando.


      antidepressivo só funciona depois de bastante tempo

      Cara, faz dois meses que comecei o tratamento e já estou afobado para sair logo disso. Então estou sendo apressado?

      é incrível como psiquiatras passam ISRS para praticamente todas as doenças mentais hoje em dia, isso é um absurdo.

      Mas esse não é o medicamento principal contra depressão?

      doenças mentais muitas vezes enganam, parece que foi embora e não foi, há a remissão dos sintomas por um tempo e depois volta tudo

      Tenho medo disso, e isso me causa mais ansiedade.

      não acho sensato uma gravidez neste momento, é melhor vcs esperarem vc ter certeza de que está realmente estável, e não simplesmente bem.

      Eu te entendo. Também fiquei meio receoso com a ideia de uma gravidez no meio do meu tratamento. Contudo falei tanto com minha psicóloga quanto com o psiquiatra, e ambos não me aconselharam a deixar a ideia da gravidez. Às vezes eu penso que pode ser algo que até me ajude, ter um filho, completar minha família, essas coisas.

      ======================================

      Você foi diagnosticado com o quê? TAG? Como está hoje? Ainda bebe muitos remédios?

      st.efferding
      Membro
      # 29/jun/17 09:00
      · votar


      Eu te entendo. Também fiquei meio receoso com a ideia de uma gravidez no meio do meu tratamento. Contudo falei tanto com minha psicóloga quanto com o psiquiatra, e ambos não me aconselharam a deixar a ideia da gravidez. Às vezes eu penso que pode ser algo que até me ajude, ter um filho, completar minha família, essas coisas.


      Sério isso? Da última vez que verifiquei, a criança é o ser dependente que vai exigir atenção na família. Os pais que se fodam, honrem o compromisso de criar o rebento com o suporte devido.

      Que tal adotar um hobby como woodworking, violão clássico, etc. ao invés de ter uma criança enquanto a sua situação não se estabiliza?

      sallqantay
      Veterano
      # 29/jun/17 09:02
      · votar


      Que tal adotar um hobby como woodworking, violão clássico, etc. ao invés de ter uma criança enquanto a sua situação não se estabiliza?

      ou você pode substituir por ser um homem, por exemplo

      st.efferding
      Membro
      # 29/jun/17 09:06
      · votar


      sallqantay
      ser um homem

      que coisa mais 1900, bee

      Insufferable Bear
      Membro
      # 29/jun/17 09:34
      · votar


      Que tal adotar um hobby como woodworking, violão clássico, etc. ao invés de ter uma criança enquanto a sua situação não se estabiliza?

      Você quer a extinção da humanidade? Sai daqui comunista.

      acabaramosnicks
      Membro Novato
      # 29/jun/17 10:27
      · votar


      Samá Samutte
      Qual dos que eu estou tomando é esse aí?


      Diazepam é benzodiazepina, rivotril (clonazepam) também é. Reitero: não precisa ter medo, só não abuse.

      Hoje faz dois meses da minha internação por conta da depressão
      Tenso. Força aí cara. Se quiser uma atençãozinha especial, pode me contactar no renan ponto terezan arroba gmail ponto com, ficarei feliz se puder ser útil de alguma forma. Minha namorada foi internada duas vezes, espero que tenha passado bem nas clínicas, porque tem umas por aí que só por Deus!

      tive umas quatro crises de ansiedade fortes, do tipo de ter de correr pro banheiro (ansiedade em demasia me dá diarreia
      Que merda hein? hehehehe
      Vc fica ofegante? Sente formigamento nas extremidades? A visão fica turva? Talvez discinesia?

      Para esses momentos de crise, o médico me passou um Rivotril sublingual para eu usar. Ainda não usei, por isso nem sei se funciona ou não.
      Que bom que ainda não precisou usar. Acho que o mais difícil é se conhecer o suficiente pra saber dicernir entre quando vc consegue superar a crise sem uma droga e quando vc realmente precisa. Mas teoricamente, o rivotril é pra funcionar bem, apesar de eu preferir o bromazepam (lexotan) ou midazolam (dormonid) pra esta finalidade.
      É importante ter cartas na manga, métodos, tipo um fluxograma específico pra quando vc tiver uma crise. Talvez um chá, um exercício de respiração, jogar tetris, pensar na sua milher, sei lá... pode parecer ridículo falando assim porque na hora da crise é muito difícil de se controlar, bem o sei, mas afirmo com convicção que é possível.


      Cara, faz dois meses que comecei o tratamento e já estou afobado para sair logo disso. Então estou sendo apressado?


      A droga já deve estar no pico do efeito principal químicamente, mas também é cumulativo na sua mente e nos pensamentos, entende? Tipo assim, traumas, aflições e conflitos internos, seja consciente ou não, porvém da sua mente, logo, são ou geram desequilíbrios na mente primariamente. Por consequência, isso pode gerar um desequilíbrio físico/orgânico/químico, porque apesar de serem partes diferentes do indivíduo, constituem uma unidade e uma influencia a outra.
      O que a droga faz é induzir ou forçar o reestabelecimento do funcionamento orgânico normal, e isto terá certa influência na sua mente e nos pensamentos, mas ainda há a inércia, o hábito de ter determinados pensamentos e sentimentos. Daí que entra a terapia, ela que vai reestabelecer o funcionamento normal da mente. O negócio é que até que vc faça o rewiring interno da mente, vc provavelmente precisará da droga te ajudando na parte orgânica.
      Ou seja, sim, vc está se apressando. Tenha algumas coisas em mente: primeiro é que os efeitos colaterais tendem a diminuir cada vez mais, meio que independente do efeito desejado. Segundo é que nem sempre vc fica totalmente livre de efeitos colaterais. Terceiro é que talvez seja legal cogitar drogas diferentes, eu no teu caso já tinha metido "171" no médico pra ele trocar essa merda. Antidepressivo não é brincadeira!


      Mas esse não é o medicamento principal contra depressão?

      Sim, mas as vezes o desequilíbrio orgânico gerado pela depressão não é grande o suficiente para justificar o uso de ISRS ou tricíclicos. Tipo usar uma bazuca pra matar o pernilongo, o bixo morreu mas vc fodeu tua casa. Pra valer a pena, tem que ser um puta de um pernilongo chato, ou uma crise de nervos pq o pernilongo não te deixa dormir e é melhor dormir no quarto faltando uma parede por causa do disparo da bazuca. Nosssa, que analogia horrível kkkk

      Tenho medo disso, e isso me causa mais ansiedade.

      Cara, isso é um dos maiores erros pra quem tem a tendência a ter crises de ansiedade, ter medo de ter medo. Vc fica com medo do medo e isso te dá medo aí vc fica com medo e tem uma crise. A melhor coisa que vc faz neste momento é se concentrar em qualquer outra coisa.

      Eu te entendo. Também fiquei meio receoso com a ideia de uma gravidez no meio do meu tratamento. Contudo falei tanto com minha psicóloga quanto com o psiquiatra, e ambos não me aconselharam a deixar a ideia da gravidez. Às vezes eu penso que pode ser algo que até me ajude, ter um filho, completar minha família, essas coisas.


      Tanto meu pai como minha mãe sofriam de transtornos mentais e desequilíbrios mentais de maneira geral. Te garanto que minha criação foi péssima, por mais que houvessem montanhas de dinheiro.

      Você foi diagnosticado com o quê? TAG? Como está hoje? Ainda bebe muitos remédios?

      Ah cara, fui diagnosticado com tudo que vc puder imaginar, então prefiro seguir com meus próprios diagnósticos hehe
      Sou TDAH, e como isso não foi tratado desde o início (é uma doença que vc nasce com ela e fica durante toda a vida), acabou gerando comorbidades que só aparecem se eu estiver muito desequilibrado. As comorbidades daí podem ser diversas, trantorno do humor bipolar, ansiedade generalizada, agorafobia, trantorno obsessivo compulsivo, outros comportamentos obsessivos ou compulsivos generalizados, e por aí vai.

      Tenho uma grande experiência com drogas, sejam as lícitas como as ilícitas, hoje não uso mais nada, só uma cerveja (literalmente uma) no sábado ao começo da tarde, se estiver calor e se der vontade.

      Algumas coisas que me ajudaram MUITO no combate à ansiedade e aos vícios de maneira geral:
      - música
      - yoga e alongamento
      - dieta saudável
      - atividade física moderada
      - leituras diversas
      - ROTINA PSIQUICAMENTE SAUDÁVEL

      Esse último é o mais importante, vc primeiro encontra os métodos que funcionam pra vc (eu listei os meus), elabora uma rotina com eles, e segue à risca. Tente também eliminar fatores agravantes presentes no dia a dia, coisas que te preocupam demais, hábitos que te angustiam, etc. Corte o café e reduza doces industrializados, garanto que se sentirá melhor com isso. Mantenha a mente ocupada com coisas agradáveis ou produtivas.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Os medicamentos nossos de cada dia

      303.898 tópicos 7.863.730 posts
      Fórum Cifra Club © 2001-2017 Studio Sol Comunicação Digital