Surgirá mais uma forma de se consumir música? O streaming é a última revolução?

    Autor Mensagem
    ricardoam
    Membro Novato
    # 21/jan/22 13:47


    Estava refletindo a respeito disso: há, pelo menos, três formas de se reproduzir uma música: seja executando-a ao vivo, seja por mídias físicas (LP, CD, fita-cassete, etc...) e, por último, por mídias digitais (arquivos mp3 e o streaming). Sabemos que os serviços de streaming se consolidaram bastante nos últimos anos, mas será que, além do streaming, surgirá um outro meio destinado ao consumo de música? O que vocês acham?

    Ningen
    Veterano
    # 21/jan/22 14:13
    · votar


    Sim

    Você vai poder gerar sua própria banda de inteligência virtual (a lá Joaquim Phoenix em Her) e instalar no chip que foi cirurgicamente acoplado ao seu cérebro kkkk

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 21/jan/22 14:23
    · votar


    Sempre vai ter algo novo. Se vai ser melhor a gente não sabe. Mesmo o streaming não é necessariamente uma evolução. Sob diversos aspectos é um retrocesso.

    Só espero que o futuro não seja vender NFTs de música hehehe.

    makumbator
    Moderador
    # 21/jan/22 14:53
    · votar


    Só sei que independente de como vai ser a nova forma de consumo musical, vão relançar tudo para as pessoas comprarem de novo mais uma versão.

    Lelo Mig
    Membro
    # 21/jan/22 15:05 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    ricardoam

    Creio que o próximo passo é ouvir diretamente com o cérebro via circuíto computador/transmissor/receptor implantado, porém continuarão sendo arquivos digitais, por tanto streamers.

    Claro que haverão algumas novidades nesse meio tempo, até chegar 100% nisso. Mas, não esta muito longe.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 21/jan/22 17:25
    · votar


    O foda de streaming é que você não é dono dos discos que vc compra. Se um serviço de streaming some ou deixa de disponibilizar um disco, você não pode mais ouvir esse disco. Vi o Demolition do Judas Priest aparecer e sumir nos streamings meia dúzia de vezes. Headless Cross e TYR do Black Sabbath também. Streaming quebra um galhão, mas se vc gosta de qualquer coisa vagamente fora do mainstream não dá pra contar que você vai poder ouvir quando quiser.

    Mauricio Luiz Bertola
    Veterano
    # 21/jan/22 20:39
    · votar


    BrotherCrow
    Por isso tenho e uso meu velho MP3...
    Abç

    fernando tecladista
    Veterano
    # 22/jan/22 13:32
    · votar


    Surgirá mais uma forma de se consumir música?
    sim
    o Cd parecia que era, não foi, o mp3 e seus players parecia que seria, tb não foi

    O streaming é a última revolução?
    não

    streaming é a forma legalizada de ouvir música pela internet sem precisar comprar e baixar

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # 22/jan/22 13:49
    · votar


    Cada mídia tem vantagens e desvantagens. Eu uso e coleciono várias porque a mídia perfeita não existe.
    Coleciono vinil porque é o mais legal como objeto físico e o som é único (nem melhor nem pior, mas é diferente do digital).
    Coleciono CD porque o equilíbrio entre qualidade, praticidade, preço e "ownership" na minha opinião ainda é o melhor.
    Coleciono mp3 por tabela, porque quase todos os discos de vinil que eu compro hoje em dia vêm com código pra fazer download em alta qualidade.
    Tenho algumas dezenas de fitas k7 porque virou mania distribuir elas em shows e pacotes promocionais, mas na prática quase não uso e a maioria fica lacrada na caixa.
    E uso streaming porque é disparado o mais prático e a qualidade é razoável, mas me incomoda um pouco a ideia de pagar um serviço de streaming por anos e não ser dono de nada.
    Pode (e deve) surgir uma nova forma de consumir música, e quando surgir eu provavelmente vou usar... mas duvido que me faça parar de usar as formas antigas.

    Del-Rei
    Veterano
    # 22/jan/22 16:05
    · votar


    BrotherCrow
    O foda de streaming é que você não é dono dos discos que vc compra.

    Esse tipo de serviço mediante assinatura é uma mina de ouro. Hoje em dia vários fabricantes de softwares estão nadando no dinheiro por conta disso.

    A Adobe não vende mais seus programas. Quem precisa usar, tem que ficar eternamente pagando assinatura mensal, que no final das contas sai mais caro. Ou vai pra pirataria.

    Um aceno de longe!!!

    Inert
    Veterano
    # 22/mar/22 17:52
    · votar


    Sim, o modo-matrix.

    Você vai baixar o conhecimento para seu avatar-cérebro sobre como tocar um instrumento, seus falsos amigos idem.

    Então, vão pegar seus falsos instrumentos e vão tocar de maneira falsa.

    Mas vai parecer real.

    brunohardrocker
    Veterano
    # 22/mar/22 18:26
    · votar


    O que eu percebo das gerações criadas no streaming, é que elas não escutam álbuns completos. Ou nem fazem distinção entre álbuns de artistas. São as faixas e pronto.

    makumbator
    Moderador
    # 22/mar/22 18:31
    · votar


    brunohardrocker

    Sim, a concepção de álbum fechado meio que morreu. E até do ponto de vista de publicidade ele foi abandonado pelos artistas pequenos e médios, pois é mais efetivo ir lançando várias músicas ao longo do tempo (mantendo acesso o nome do artista), ao invés de lançar uma única vez um álbum com uma dezena de faixas e não ter nada novo por meses a fio.

    Lelo Mig
    Membro
    # 22/mar/22 19:29
    · votar


    Futuramente, para ouvir música, vocês terão que liberar suas entradas USB para o boy espetar o Pen Drive.

    Ui!

    makumbator
    Moderador
    # 22/mar/22 19:36
    · votar


    Lelo Mig
    Futuramente, para ouvir música, vocês terão que liberar suas entradas USB para o boy espetar o Pen Drive.

    Ui!


    Joke is on you. I already do that.

    brunohardrocker
    Veterano
    # 23/mar/22 09:29
    · votar


    makumbator
    Sim, a concepção de álbum fechado meio que morreu. E até do ponto de vista de publicidade ele foi abandonado pelos artistas pequenos e médios, pois é mais efetivo ir lançando várias músicas ao longo do tempo (mantendo acesso o nome do artista), ao invés de lançar uma única vez um álbum com uma dezena de faixas e não ter nada novo por meses a fio.

    Prato cheio para o lançamento de "hits de carnaval" como se não houvesse amanhã.

    É a precarização da composição musical. Malditos governos de direita.

    makumbator
    Moderador
    # 23/mar/22 12:17
    · votar


    brunohardrocker

    Na Bahia é carnaval o ano todo. Essa prática só oficializou!

    fernando tecladista
    Veterano
    # 24/mar/22 19:19
    · votar


    Sim, a concepção de álbum fechado meio que morreu. E até do ponto de vista de publicidade ele foi abandonado pelos artistas pequenos e médios, pois é mais efetivo ir lançando várias músicas ao longo do tempo (mantendo acesso o nome do artista), ao invés de lançar uma única vez um álbum com uma dezena de faixas e não ter nada novo por meses a fio.

    Prato cheio para o lançamento de "hits de carnaval" como se não houvesse amanhã.



    se dança conforme a música
    ou conforme seu público dita seu gosto

    não consigo imaginar esses atuais sertanejos ou pop/funk lançando álbum, todos tem um pacote de polemica de internet + alguma música sem album para se manter na midia
    como eles tb não vendem música, vendem mais celular, cosméticos, roupa... então precisam de algo para serem notícia e que fiquem por lá que eu não consumo a música, noticia ou produtos influenciados por eles....

    como tem bandas que até podem ainda ter albuns, algumas músicas livres que vão se juntar em um album ao vivo mais a frente, mas o publico dessas bandas ainda consome albuns, albuns ao vivo e etc... não escutam uma música só e vai para outro artista
    geralmente essas de público na casa dos 30/40 pra cima mais na linha de pop/rock

    Grimc
    Veterano
    # 24/mar/22 21:28
    · votar


    Sim, depois que a terceira guerra mundial acabar com todos nós, daqui a uns milhões de anos quando uma nova espécie inteligente surigr, vai surgir uma forma inovadora de música, que consiste em batucar nas pernas ou em algum objeto, ou soprar em um bambu, ou fazer sons com a boca, enquanto a galera se aprochega pra apreciar a musica

    kleberaugus2
    Membro Novato
    # 28/abr/22 19:28
    · votar


    Quando a internet estiver ultra rápida e os dispositivos de armazenamento (HDs, pendrives, CDs) poderem guardar MUITÍSSIMA informação você poderá ter todas músicas e vídeos da história da humanidade no seu PC, quiçá no seu celular!

    ejames
    Membro Novato
    # 28/abr/22 21:08
    · votar


    kleberaugus2
    Quando a internet estiver ultra rápida e os dispositivos de armazenamento (HDs, pendrives, CDs) poderem guardar MUITÍSSIMA informação você poderá ter todas músicas e vídeos da história da humanidade no seu PC, quiçá no seu celular!

    Isso já existe... nos serviços de streaming. O futuro não é armazenamento no seu dispositivo, mas sim o remoto, em servidores nuvem. Diria nem que é o "futuro", pois já é a realidade atual.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Surgirá mais uma forma de se consumir música? O streaming é a última revolução?