Cabocla Tereza - João Pacífico - sertanejo raíz

    Autor Mensagem
    Casper
    Veterano
    # 14/dez/18 07:57


    Cabocla Tereza - João Pacífico

    Linda canção, onde o sertanejo psicopata
    ao descobrir que é corno mata a traidora
    e vive feliz no rancho comendo outras
    galinhas. Uma prova arqueológica do
    cornismo "velha guarda" no mundo sertanejo.

    Segue a versão T&T:




    "Lá no alto da montanha
    Numa casinha estranha
    Toda feita de sapê
    Parei numa noite à cavalo
    Pra mór de dois estalos
    Que ouvi lá dentro bate
    Apeei com muito jeito
    Ouvi um gemido perfeito
    Uma voz cheia de dor:
    "Vancê, Tereza, descansa
    Jurei de fazer a vingança
    Pra morte do meu amor"
    Pela réstia da janela
    Por uma luzinha amarela
    De um lampião quase apagando

    Vi uma cabocla no chão
    E um cabra tinha na mão
    Uma arma alumiando
    Virei meu cavalo a galope
    Risquei de espora e chicote
    Sangrei a anca do tar
    Desci a montanha abaixo
    Galopando meu macho
    O seu doutô fui chamar
    Vortamo lá pra montanha
    Naquela casinha estranha

    Eu e mais seu doutô
    Topemo o cabra assustado
    Que chamou nóis prum lado
    E a sua história contou"

    Há tempo eu fiz um ranchinho
    Pra minha cabocla morá
    Pois era ali nosso ninho
    Bem longe deste lugar.

    No arto lá da montanha
    Perto da luz do luar
    Vivi um ano feliz
    Sem nunca isso esperá

    E muito tempo passou
    Pensando em ser tão feliz
    Mas a Tereza, doutor,
    Felicidade não quis.

    O meu sonho nesse oiá
    Paguei caro meu amor
    Pra mór de outro caboclo
    Meu rancho ela abandonou.

    Senti meu sangue fervê
    Jurei a Tereza matá
    O meu alazão arriei
    E ela eu vô percurá.

    Agora já me vinguei
    É esse o fim de um amor
    Esta cabocla eu matei
    É a minha história, dotor.

    entamoeba
    Membro Novato
    # 14/dez/18 08:43
    · votar


    "Galopando meu macho"
    "Sangrei a anca do tar"

    Lelo Mig
    Membro
    # 14/dez/18 09:37
    · votar


    entamoeba

    "Galopando meu macho" "Sangrei a anca do tar"

    Essa parte, em especial, significa que macho que é macho, não tem delicadeza, não tem mimimi, dá sem dó, dá até sangrar.

    Sandoval Quaresma
    Membro Novato
    # 15/dez/18 22:16 · Editado por: Sandoval Quaresma
    · votar


    Esta musica (cabocla Tereza) e ótima.

    Esta aqui fala do caipira que ficou com ciúmes da mulher

    Ana Rosa
    Tião Carreiro e Pardinho

    Ana Rosa casou com Chicuta uma caipira bastante atrasado
    Levava a vida de carreiro fazendo transporte era o seu ordenado
    Tinha um ciúme doentio pela moça que dava pena do coitado
    Batia na pobre mulher com a vara de ferrão de bater no gado, ai

    Resolveu abandonar o marido porque a vida já não resistia
    Quando chegou em Botucatu aquela cidade toda dormia
    Só encontrou uma porta aberta mas ali não entrava família
    Resolveu contar sua história e se abrigar até no outro dia

    O Chicuta quando chegou em casa Ana Rosa não encontrou
    Ele arreou sua besta e como uma fera a galope tocou
    Na chegada de Botucatu pra um caboclo ele perguntou
    Seu moço essa mulher lá na Fortunata vi quando ela entrou, ai

    Num barzinho ali da saída sem destino resolveu chegar
    Encontrou com um tal Menegildo e com o Costinha pegou conversar
    Vocês querem pegar uma empreitada só se for pra não trabalhar
    Pra matar a minha mulher minha proposta vai lhe agradar, ai

    O Costinha montou a cavalo e tocou lá pra Fortunata
    Conversando com Ana Rosa disse que era um tropeiro da Zona da Mata
    Meu patrão lhe mandou uma proposta diz que leva e nunca lhe maltrata
    Seu marido anda à sua procura jurou que encontrando ele te mata

    Ana Rosa montou na garupa e o cavalo saiu galopeando
    Quando chegou no lava-pé aonde os bandidos já estavam esperando
    Quando ela avistou seu marido para todo santo foi chamando
    Vou perder minha vida inocente partirei com Deus deste mundo tirano, ai

    Derrubaram ela da garupa já fazendo cruel judiação
    Foi cortando ela aos pedaços uma preta assistindo a cruel judiação
    Foi correr dar parte a autoridade já fizeram imediata prisão
    Hoje lá construíram uma Igreja tem feito milagre pra muitos cristãos, ai

    Sandoval Quaresma
    Membro Novato
    # 15/dez/18 22:21
    · votar




    TendTudo
    Membro Novato
    # 16/dez/18 11:37
    · votar


    Esta música é sertanejo raiz, é?

    Sandoval Quaresma
    Membro Novato
    # 16/dez/18 11:39
    · votar


    E sim

    entamoeba
    Membro Novato
    # 16/dez/18 11:44
    · votar


    Lelo Mig
    Essa parte, em especial, significa que macho que é macho, não tem delicadeza, não tem mimimi, dá sem dó, dá até sangrar.

    BDSM rural.

    Sandoval Quaresma
    Membro Novato
    # 16/dez/18 11:48
    · votar


    A historia desta musica do Tião carreiro e Pardinho e real

    entamoeba
    Membro Novato
    # 16/dez/18 11:52
    · votar


    Os perrengues da vida simples são tão tacanhos.

    Isso explica porque a igreja é tão presente no interior, ela traz narrativa.

    Sandoval Quaresma
    Membro Novato
    # 25/dez/18 22:21 · Editado por: Sandoval Quaresma
    · votar


    Será que e a mesma cabocla Tereza que fez o coitado do Chico mulato bate as botas? Fora de brincadeira agora, adoro esta bela canção


      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Cabocla Tereza - João Pacífico - sertanejo raíz