Atenção vestibulandos: "Panis et Circensis" vai cair na UFRGS

    Autor Mensagem
    erico.ascencao
    Veterano
    # abr/14


    É, as provas de Literatura estão mudando, na minha opinião pra melhor.

    http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/03/pela-1-vez-uf rgs-inclui-disco-entre-leituras-obrigatorias-para-vestibular.html

    Casper
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    Caro erico.ascencao:

    ...disco entre leituras obrigatórias...

    Não seria melhor disco entre as audições obrigatórias?

    Hawklord
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    Acho válido.
    Não importa se você gosta ou não é uma obra importante pra música brasileira.
    E como eu acho que eles vão cobrar as letras, acho que dá pra considerar leitura também.

    makumbator
    Veterano
    # abr/14 · Editado por: makumbator
    · votar


    Casper
    ...disco entre leituras obrigatórias...

    Não seria melhor disco entre as audições obrigatórias?


    Até seria, mas como imagino que será cobrada apenas a compreensão das letras das músicas, em tese não seria preciso escutar o disco. Muito provavelmente apenas a leitura e reflexão sobre os versos das letras será suficiente.

    MMI
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    Acho sensacional que comecem a pensar que a música também precisa frequentar mais as escolas, a boa música e a cultura nacional. Provavelmente quem vai fazer essa leitura (sim Casper, acho que no caso é leitura, não vão exigir a análise da música, o tom, a partitura) talvez deixe de ouvir por meia hora que seja os lixos das rádios e remotamente teria a chance de desconfiar que quele caminho musical seja legal, mesmo tendo que ler e não ouvir.

    No meu vestibular tive que ler livros chatérrimos, era uma tortura que na minha opinião desestimulava o gosto pela leitura. É verdade que ali estava um bom português, bem escrito, na nossa língua que hoje está tão desprezada quanto às suas normas. Mas ler com prazer, ter uma aula de literatura com música é muito legal. Pessoalmente na escola tive uma vez uma aula inesquecível de história com uma vitrola (é, coisa da minha época...), ouvindo música clássica e entendendo a linha do tempo da história e da literatura, já que tudo é reflexo de uma época - barroco, classicismo, romantismo... Foi sensacional.

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # abr/14
    · votar


    MMI
    No meu vestibular tive que ler livros chatérrimos, era uma tortura que na minha opinião desestimulava o gosto pela leitura.
    Tocou num ponto válido. No ano do meu vestibular, não li nenhum dos livros da bibliografia obrigatória, embora tenha lido muitos livros no mesmo ano, de livre e espontânea vontade. Passei no vestibular só na base do resumão e das apostilas.

    Uns anos depois, fui ler os livros obrigatórios do vestibular e vi que tinha muita coisa boa (virei fã do Machado de Assis, do Guimarães Rosa e outros). Aliás, a bibliografia da UFRGS tem livros ótimos! Ser obrigatório desestimula e tira a graça. Seria uma pena se isso acontecesse com a música.

    Lelo Mig
    Membro
    # abr/14 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    MMI
    BrotherCrow

    "tive que ler livros chatérrimos, era uma tortura"

    O problema maior não é o que se ensina, mas como e quem ensina.

    Me desculpem se ofendo alguns (quero deixar bem claro que estou generalizando e desprezando exceções), mas um cara mediano, com boa cultura geral e boa informação, que assiste a bons filmes, consome boa literatura e têm razoável poder interpretativo supera em muito a maioria de seus professores mal formados.

    Li, entre outras coisas, Dom Casmurro de Machado de Assis e Grande Sertão de Guimarães Rosa, por volta dos 16 anos. Achei ambos uma merda!

    Eu era burro? Era inexperiente? Era idiota? Não...estes eram predicados do professor que mandou eu ler isso com essa idade, sem ao menos fazer sínteses, ou apresentar uma edição "simplificada/comentada".......Li o puro, o bruto, o original....sem vaselina! Doeu bagaray!!

    Reli Dom Casmurro, do Machado, aos 30 anos e achei muito bom. Reli aos 50, achei genial.

    E Guimarães Rosa, que li e reli tudo, é hoje (EM MINHA OPINIÃO PESSOAL) o maior escritor do mundo em todos os tempos.

    Vestibular, com ou sem "Panis et Circense" é uma seleção medieval e burguesa, que exige do aluno o que o Estado foi incompetente em dar.

    E depois dessa "exigência" relega-o novamente a um estudo muito aquém do mínimo aceitável.

    Duvido que 15% dos alunos oriundos do ensino médio atual tenham condição de interpretar um verso como este, presente no referido álbum:

    "No avesso do espelho
    Mas desaparecida
    Ela aparece na fotografia
    Do outro lado da vida
    Despedaçados, atropelados
    Cachorros mortos nas ruas
    Policiais vigiando
    O sol batendo nas frutas
    Sangrando"



    Nada contra, muito pelo contrário, da entrada dessa obra no vestibular.....mas o resultado, as redações/interpretações extraídas dos textos.....vai ser de se mijar de rir.


    O cara vai entrar em Medicina e comemorar ouvindo "Lepo lepo".

    MMI
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    BrotherCrow
    Lelo Mig

    Sim, concordo que o problema não está em Machado de Assis, por exemplo, ou na Tropicália, está em professores medíocres que transformam tudo isso num porre desgraçado. E assim "agente não sabemos usar à, a e há, mais e mas... É nóis!"

    BrotherCrow
    Membro Novato
    # abr/14
    · votar


    Lelo Mig
    Aí eu questiono: precisa obrigar? Quem se interessa por arte vai correr atrás. Não vai faltar quem queira ler Guimarães Rosa (se faltasse ele já teria sido esquecido), nem quem ouça os tropicalistas. E quem não quer só vai pegar mais raiva ainda dessas obras sendo forçado a ler/ouvir por obrigação.

    Sobre conseguir interpretar: tem coisas que você pode gostar mesmo sem entender. Já me meti a tentar ler o Finnegans Wake do James Joyce. Não entendi 95%. Os 5% que eu entendi já serviram pra perceber que era genial, e me dar vontade de ler de novo pra entender 10% da próxima vez. Se é assim com literatura, com música mais ainda!

    Essas coisas (música, literatura, artes plásticas) são feitas pra dar um prazer estético. Se não te dá prazer, tá tirando o propósito, na minha opinião.

    Lelo Mig
    Membro
    # abr/14 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    MMI
    BrotherCrow

    Concordo...e é justamente o que tento expressar. Quando algo é bom o interessado corre atrás. Mas é preciso "criar" pessoas interessadas cobrando delas o que elas podem oferecer e dando coisas que elas sintam prazer.

    Essa geração não arrebentou de ler Harry Potter, por exemplo? Então teriam de saber extrair o que há de bom no que essa galera leu.....

    Tropicália é coisa de velho, como eu, não têm nada a ver com essa moçada, o cara vai ler prá passar no vestibular e esquecer 10 minutos depois......entendem onde quero chegar?

    MMI
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    Lelo Mig

    Mas e aí, Lelo? Vai pedir Lepo-Lepo no vestibular?

    Lelo Mig
    Membro
    # abr/14
    · votar


    MMI

    Que diferença faz?

    Os caras ouvem isso e vão continuar ouvindo quando forem "doutores".........e é aí onde está depositada minha preocupação......no amanhã.

    erico.ascencao
    Veterano
    # abr/14
    · votar


    Lelo Mig
    Acho que tem uma questão envolvida, que é a definição do que é um clássico. Clássico é algo que fica imortalizado e isso pressupõe um certo tempo a ser passado - graças ao santo Deus o "Lepo Lepo" vai sumir até o fim deste ano. Infelizmente não dá pra um vestibular cobrar coisas que não tenham relevância histórica suficiente, ou seja, que não são clássicos.

    Lelo Mig
    Membro
    # abr/14
    · votar


    erico.ascencao

    Concordo, neste aspecto, você esta certo........

    Caras, desconsiderem minhas colocações....hehehe. Sou um rebelde com relação ao sistema educacional convencional. Acho-o imbecilizante, improdutivo, inibidor da criatividade e do pensamento.

    Acho o ingresso à graduação, via vestibular, uma coisa medieval e estúpida. Acredito que o mundo evoluiu em linhas gerais e o sistema educacional, seus métodos de promoção e avaliação continuam na idade média.

    Sou utópico com relação a educação.........esqueçam tudo que escrevi, acho que usei seu tópico para destilar minha inconformação com este sistema educacional vigente.....rs.

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Atenção vestibulandos: "Panis et Circensis" vai cair na UFRGS