Preços Absurdos nos Instrumentos

    Autor Mensagem
    warto
    Membro Novato
    # 22/nov/21 20:27 · Editado por: warto


    Olá pessoal,
    Tudo joia?
    Estava pensando (e estou desistindo) em adquirir um teclado novo para mim.
    Não sou profissional da musica, mas como tecladista há quase 30 anos, e agora com uma banda recém-formada, para tocar em barzinho e alguns eventos (temos alguns convites), pensei em adquirir um novo instrumento.
    Está praticamente impossível comprar um teclado, considerando até usados, que por logica acompanham os aumentos dos novos.
    Não penso em opções top level, por não ser profissional, então Korg Kronos, Montage, Fantom, Nord Stage nem me passam pela cabeça.
    Me interessei no começo do ano pelo Yamaha YC-61, e ate pelo Electro 6, mas acabei baixando o orçamento (não tem sentido para mim que não sou profissional, gastar esse montante), pois como existem combos como Roland VR-09 e VR-730, que tem drawbars, possibilitam um timbre aceitável, apesar de não chegarem perto dos modelos citados acima, acabei pesquisando por eles nestas ultimas semanas.
    Porém um VR-09 que meados de Março deste ano beirou por volta de 5500 (que já acho um absurdo, e apesar de ter sido difícil achar nesse preço, consegui achar), esta beirando os 10000 (quase o dobro do começo do ano).
    Vou ter que optar seriamente por usados, isso se conseguir algo legal (bem conservado e funcionando) por um preço justo.
    Como está sendo a experiencia de vocês?
    Se eu fizer algum negocio bom, comento aqui o resultado final.

    Edit: achei que talvez o fim do ano melhorasse algo, como Black Friday, e possivelmente Natal, mas pensei errado.

    warto
    Membro Novato
    # 22/nov/21 20:39
    · votar


    Trazendo como exemplo, o Yamaha MX 61.
    Comprei um em 2017 novo, com garantia, por 2800.
    E agora olhando esse mesmo modelo, usado, achei na Tecla Center de 5200 por 4680 (promoção Black Friday).
    Está um absurdo total os instrumentos de teclas neste país.

    fernando tecladista
    Veterano
    # 23/nov/21 09:53
    · votar


    andei refletindo sobre o fato de preços hoje de manhã
    até gringo está reclamando lá fora, e amigos meus que se mudaram pra fora recentemente comentaram
    até lá fora perderam a mão no preço, coisa que se acompanhava o mesmo preço por anos, até usados subiram de preço sem explicação esses últimos meses
    -----------------------------------------
    aqui a gente fala que são os custos, gasolina, dólar alto....
    mas não é só isso
    ------------------------------------------
    em exemplo que tive:

    tenho duas behringer uca 222, uma que uso para gravar o áudio dos meus vídeos e outra que fica em outro pc
    nessas lembro que paguei usada 100 reais anos atrás, são baratinhas por isso acabei tendo duas

    começou a pandemia, com ela a onda de lives que muita gente começou usar essa interface para as lives
    e uma das minhas resolveu dar problema
    mandei para o conserto e comecei pesquisar ter uma outra segunda aqui de estepe

    o preço dela estava acima de 550,00... 600...e até o céu... lá para meados de 2020, amigo meu que iria começar fazer essas lives desistiram da ideia e fizeram voz e violão com som ambiente do celular, não valia o investimento

    hoje vejo ela nova por 315,00 no ML praticamente metade de algumas que vi em 2020
    então o preço de venda é teste de quanto a pessoa quer pagar

    vender uma nova por 315 ou por mais de 600 não é culpa do dolar, que esta acima dos 5,00 faz tempo
    um frete hoje sai mais caro porque o combustível está o dobro de 2020

    problema dos preços no brasil.... não é só a economia

    sereanes
    Membro Novato
    # 23/nov/21 10:25
    · votar


    warto

    Para um tópico que, acredito, pretende discutir um assunto, conforme você colocou em "Como está sendo a experiencia de vocês?", o título que você escolheu já me parece tendencioso. Tipo choro, compreende?

    Mas, já que você colocou vários exemplos de preço, vou citar uma postagem do André Luiz Keys, de Dezembro de 2015, aqui no FCC, colocando o preço do Roland XPS-30 em R$5.149,00. E tive a pachorra de pesquisar, agora, o preço do Roland XPS-30 e encontrei várias lojas vendendo, novo, à R$5.589,00.

    Uma variação no período de 2015 para 2021 de 8,5%. Repito: 8,5% em 6 anos, portanto.

    Fica aí uma boa indicação para sua banda. Meu falecido pai dizia que nós só deveríamos por a mão onde pudéssemos alcançar.

    Abraços.

    Delson
    Veterano
    # 23/nov/21 10:58
    · votar


    Preços Absurdos nos Instrumentos
    É tudo, não só instrumentos musicais.

    Tudo subiu porque tudo parou.

    "ainnn mas o agro não parou". Não parou, mas tudo o que envolve o agro parou. O preço da ração, dos insumos, defensivos, tudo subiu, porque não dava pra produzir. Então produzir ficou mais caro, e quem paga essa conta? Vocês já sabem.

    O agro é só um exemplo de como a economia está globalizada já tem tempo. Se o componente de silício não está sendo fabricado em larga escala, quem fabrica quer vender pelo preço de um rim mais os olhos da cara, e não é culpa do burro, do jumento ou da anta, mas do mercado, da lei de oferta e procura.

    Como disse o fernando tecladista, o preço tá alto em todo o mundo, portanto, não só por causa do atual governo brasileiro.

    Lelo Mig
    Membro
    # 23/nov/21 11:40
    · votar


    A única coisa que tenho vontade de comprar ultimamente é uma AK 47 e sair metendo o loko pela rua!

    sereanes
    Membro Novato
    # 23/nov/21 11:45
    · votar


    Pessoal,

    Só pra se ter um referencial, os fretes no mercado spot, que estavam em uma média de US$ 2 mil por contêiner antes da pandemia, alcançaram recentemente valores próximos a US$ 10 mil, no caso da rota para o Brasil, se tornando o frete mais caro com origem na China.

    Para os USA, segundo o Paulo Figueiredo, à 2 meses atrás, o frete foi de US$2.000,00 para US$16.000,00. Um aumento de 800%.

    Por esta ótica, o preço dos instrumentos está até barato.

    Abraços.

    anderson_gesteira
    Membro Novato
    # 23/nov/21 11:48
    · votar


    Isso de estar caro não é só para teclados, muita coisa aumentou tbm para outros instrumentos e acessórios. Isso foi tbm pelo fato que como muita gente ficou em casa, resolveram ter um hobby e quiseram adquirir um instrumentos, e a demanda subiu e assim os preços também. E nisso afetou os usados também, mesmo muitas pessoas se desfazendo dos seus instrumentos por falta de dinheiro, a demanda foi muito maior que isso. O jeito é ir procurando algo mais em conta dentro do que planeja, que logo isso tende a melhorar

    renatocaster
    Moderador
    # 23/nov/21 12:10
    · votar


    sereanes

    Só pra se ter um referencial, os fretes no mercado spot, que estavam em uma média de US$ 2 mil por contêiner antes da pandemia, alcançaram recentemente valores próximos a US$ 10 mil, no caso da rota para o Brasil, se tornando o frete mais caro com origem na China.

    Exatamente, ainda tem isso também.

    Outro detalhe é a escassez de matéria prima e componentes, isso tbm impacta no valor do produto final.

    edsm100
    Membro Novato
    # 23/nov/21 12:21
    · votar


    warto
    Acompanho muito os jornais econômicos e posso resumir o que ocorreu nesta duzia de meses de Covid e isso vale para teclados e demais áreas afins:

    -o óleo subiu de R$ 3 pra 9, 300% (isso conta? e muito)
    -o mesmo pro arroz, feijão, tomate, etc
    -os alugueis explodiram em quase 30% (IPCA)
    -a gasolina subiu de R$ 4 pra 7 em muitos estados (180%)
    -o dolár de menos de R$ 5 pra 6 (quase 25%)
    -a inflação está perto do 12% mas inflação do "pobre" dobrou isso
    -etc

    Ou seja meu caro, aplique qualquer desses aumentos ao teclado, que piora por sofrer ambos, dólar e inflação, ou seja, tem que subir mais que todos os itens acima. Não sei se vale essa falta de chips, ate pra carros e celulares. Resultado da Covid, inflação internacional, mas principalmente deste governo incompetente (e os anteriores, todos, também, nenhum presta). Assim nosso barco furado (Br) navega ate um dia afundar, virarmos Venezuela e ir fazer como eles que fugiram pra aqui, ai fugimos pra Bolivia, Paraguai, etc (só Guedes escapa com sua conta no ffshore). Já fez as malas? Pois venda o teclado pro dinheiro da fuga. Já vendi o meu.....rsrsrsr

    sereanes
    Membro Novato
    # 23/nov/21 14:49
    · votar


    É isso aí.

    Agora, acho que quem mais sofre é o tecladista, porque os fabricantes de Guita, Baixo e Batera, não têm muito de onde tirar para reduzir custos.

    Já os fabricantes de teclados, para reduzir custos e fazer frente a todos estes problemas que relatamos, substituíram os chassis de alumínio por plástico (para reduzir custo e frete). Trocaram as teclas com contra-peso por teclas leves e sumiram com quase todos os botões, knobs e faders. Hoje, teclado é uma caixa de plástico com visor "touch".

    Abraços.

    warto
    Membro Novato
    # 23/nov/21 17:30
    · votar


    Galera,
    Que legal o brainstorming ai de todos, muito interessante os pontos levantados.
    Alguns pontos mencionados também podem ser conferidos aqui no video do Kazu da Groover: Groover - Por que os instrumentos musicais estão tão caros? .
    Mas o mais complicado, é que o vampirão entregou ao Bozo, um dolar a +- 3,10 reais e, o Bozo ta conseguindo quase dobrar a desvalorização em menos de um 1 mandato completo.
    Então com o dolar lá em cima, o real totalmente desvalorizado e com os pontos que vocês mencionaram esta muito dificil comprar.
    sereanes, sobre o XPS-30 não vejo particularmente como uma adição para mim que tenho um MX61 (um é similar ao outro, estão na mesma categoria e entregam resultados muito iguais, apesar das diferenças).
    Mas vamos ver o que da pra fazer, infelizmente o cenario não ta positivo.
    Um colega meu conseguiu uma Gibson por 8K (usada), e não consigo ver nas teclas uma possibilidade de achar algo legal (ate usado) numa categoria mid. Posso ate achar top's, porem serão muito antigos e ai o risco sera muito alto. Infelizmente manutenção nas teclas é mais caro que em guitas/violões.

    sereanes
    Membro Novato
    # 23/nov/21 19:23
    · votar


    warto,

    Bom o vídeo do Kazu da Groover. Bem resumido, didático e referenciado.

    Ele só não abordou 2 coisas: além da crise de semi-condutores e da crise energética na China, tem a crise imobiliária (Evergrande) na China e, no Brasil, os impostos estaduais aumentaram, em média, de 2020 para 2021, 30%. E o ICMS é um dos impostos que, localmente, mais afetam o preço dos produtos (instrumentos).

    Quanto à esperança do anderson_gesteira, ou seja, "O jeito é ir procurando algo mais em conta dentro do que planeja, que logo isso tende a melhorar", que eu também comungo, mas acho dificílimo que aconteça: que é o preço dos instrumentos baixarem. Podem até não subirem, mas, abaixar... não sei não.

    O que vocês acham?

    Abraços.

    Jonathas Lacerda
    Veterano
    # 23/nov/21 20:23
    · votar


    warto
    Porém um VR-09 que meados de Março deste ano beirou por volta de 5500 (que já acho um absurdo, e apesar de ter sido difícil achar nesse preço, consegui achar), esta beirando os 10000 (quase o dobro do começo do ano).

    Os preços estão muito altos mesmo. Ano passado, na black friday, eu consegui comprar um VR-09B novo, por 4400 reais com cashback de 10%, ficando abaixo dos 4000 quando recebi o dinheiro de volta. De repente vc acha alguma coisa esse ano.

    lamas92
    Membro Novato
    # 24/nov/21 14:27
    · votar


    A inflação não tem sido um privilégio nosso. Com a pandemia, já estava escrito que os preços em todo o mundo iriam subir, com uma crise mundial como poucas vista que ainda está escalando.

    Países mais desenvolvidos sofrem menos, por terem mais estabilidade de economia e sere, assim, um porto seguro para investidores, mas a maioria está sofrendo, principalmente com os novos patamares do petróleo.
    Ainda ontem mesmo os USA lançaram mão da sua reserva estratégica para segurar os preços do combustível e, por consequência, da inflação.

    Aqui, alguém abre a boca, fala uma bobagem e o dólar dispara... Afinal, quem seria louco de investir aqui?
    O que estava encarecendo, subiu ainda mais.
    Infelizmente pra nós, é um caminho sem volta.
    Quem puder, que compre logo suas coisas. Vai piorar.

    edsm100
    Membro Novato
    # 25/nov/21 13:17
    · votar


    Saiu nos jornais: inflação no mundo

    Inflação acumulada em 12 meses, até out.21, em %:

    Argentina
    49,87
    Turquia
    19,89
    Brasil
    10,67

    Rússia
    8,13
    México
    6,24
    EUA
    6,20
    África do Sul
    5,00
    Canadá
    4,70
    Alemanha
    4,50
    Índia
    4,48
    Reino Unido
    4,20
    Zona do Euro
    4,10
    Coreia do Sul
    3,20
    Austrália*
    3,00
    Itália
    3,00
    França
    2,60
    Indonésia
    1,66
    China
    1,50
    Arábia Saudita
    0,80
    Japão
    0,10

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Preços Absurdos nos Instrumentos