Samplers ao vivo

    Autor Mensagem
    newsom
    Membro Novato
    # jun/16


    Tudo bom galera, tirem uma dúvida de um leigo. nunca usei samplers mas comecei a considerar a possibilidade para ter um diferencial ao vivo. é possível soltar os samplers sem a banda estar tocando com o click ? tenho um teclado juno di e é possível soltar por ele os samplers.




    Banda Alma Vintage
    Facebook : https://www.facebook.com/Alma-Vintage-924479221007166/
    Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC6ySl9l37ZxtxpHTewE7MEg
    Instagram: https://www.instagram.com/oficialalmavintage/

    Lelo Mig
    Membro
    # jun/16 · Editado por: Lelo Mig
    · votar


    newsom

    Cara, não entendi bem sua questão... mas se a banda estiver tocando e você disparar um sampler, se não estiverem no andamento certinho vai zoar..... É quase impossível uma banda tocar no Bpm preciso, então sem click, a chance de bater a banda e o sampler disparado quase zero.

    Se é pouca diferença na velocidade, há como corrigir, com a banda acelerando ou atrasando, mas a banda têm de ser afiada e todos entrarem na "nova" Bpm rápido... a chance de zoar é imensa!

    Não sou tecladista, uso samplers só em DAWs e pelo pouco uso que faço não têm como você acelerar ou atrasar sem afetar o pitch, então, processo inverso (ajustar-se ao Bpm da banda) esta descartado.

    Particularmente não gosto de click ao vivo. Acho que engessa a banda, não responde ao calor da galera, produz aquele andamento duro, sem ondulações e variáveis...

    Mas para disparar samplers com banda tocando.......acho que só com click e muito ensaio.

    (Se não for esta sua dúvida, desculpe)

    Se falei bobagem, pelo menos movimento o tópico até um tecladista experiente aparecer!

    jorget
    Membro Novato
    # jun/16 · Editado por: jorget
    · votar


    O Juno Di não tem sampleador: não aceita amostras pra distribuir nas teclas tal qual timbres. Se foi isso que perguntou. Da linha Juno, só o Juno G tem sampleador pra carregar samples (nem os Gi ou Stage os tem)
    OBS: samples não se "solta", se toca. Ou quis dizer frases (loops ou pads)?

    makumbator
    Veterano
    # jun/16 · Editado por: makumbator
    · votar


    Lelo Mig
    uso samplers só em DAWs e pelo pouco uso que faço não têm como você acelerar ou atrasar sem afetar o pitch, então, processo inverso (ajustar-se ao Bpm da banda) esta descartado.

    Claro que dá. É relativamente fácil. Quase toda DAW tem esse recurso. Se é que estamos falando da mesma coisa. Entretanto, fazer isso ao vivo enquanto a banda toca aí realmente não dá pra fazer.

    jorget
    samples não se "solta", se toca. Ou quis dizer frases (loops ou pads)?

    Acho que ele se refere a frases e bases pré gravadas que seriam disparadas para complementar o arranjo dos instrumentos sendo tocados ao vivo.

    fernando tecladista
    Veterano
    # jun/16
    · votar


    é possível soltar os samplers sem a banda estar tocando com o click
    somente se for alguma introdução
    ou se o tal sampler não seja algo ritmico que fique durante uma música por exemplo não precisa de click pra tocar pink floyd e usar um sampler de helicóptero

    só lembrando que sampler é uma coisa
    e loop, VS, playback, base... são outras.... podem até ser samplers ou não

    JeffersonX
    Veterano
    # jun/16
    · votar


    Nossos amigos já explicaram tudo direitinho. Se não for algo rítmico, creio que pode sim e vai adicionar muito na expressividade da música. Se for rítmico, recomendo na intro. Durante a música somente se estiverem usando metrônomo.

    Lembrando que dependendo do sample, sendo um efeito como explosão, chuva, trovoadas, etc, recomendo procurar no banco de SFX do seu teclado algo parecido e associar à alguma tecla.

    Lelo Mig
    Membro
    # jun/16
    · votar


    makumbator

    "fazer isso ao vivo enquanto a banda toca aí realmente não dá pra fazer."

    Foi neste sentido mesmo que coloquei a questão... porque eu, particularmente, não conheço/domino nenhuma forma de alterar Bpm de sampler (acelerar ou desacelerar) sem alterar o pitch, de uma forma que possa ser feito ao vivo, no ato, com um comando simples.

    Adler3x3
    Veterano
    # jun/16 · Editado por: Adler3x3
    · votar


    Tudo depende da prática.
    Dá sim para fazer muitas coisas, alterar o pitch, acelerar ou desacelerar.
    Basta ter um bom teclado controlador ou outros tipos de pads ou formas de controle.
    Pode usar as mãos nas rodas (rotatória) e alterar a vontade, claro com conhecimento musical e com a prática de ensaios, mas mesmo assim dá para improvisar, além de poder usar pedais, basta estar tudo configurado direito.
    Por exemplo da mesma forma que você acelera num carro, com o pedal do acelerador, você acelera ou desacelera com o pedal conectado no teclado, fica instintivo e intuitivo, mas tem que praticar.
    Estas rodas e pedais são comandos simples e rápidos, tudo vai depender da latência do sistema, assim como existem loops e samplers que necessitam ser carregados na memória, podem causar algum atraso, mas tem loops e samplers embutidos nos chips, que são zero latência, que podem ser usados ao vivo, depende da habilidade do músico.
    Muitos aparelhos tem um espécie de sequencer dentro em que é possível alterar em tempo real, vários elementos, pode estar no compasso 10 com um Dó na harmonia, mas o músico sabedor que é uma outra música, pode antecipar já no compasso oito (que esta tocando), e colocar um Sol no 10, tudo depende dos controles.
    Os instrumentos com loops não deixa de ser um instrumento como outro qualquer, e pode ser feito em qualquer parte da música, no início, no fim, no meio, enfim aonde o músico achar necessário, nem tanto para solo (mas pode, não é impossível) mas mais aplicável a harmonia, um som de trovões e tempestade pode ser harmonizado, basta o músico saber a sequência, e saber lidar principalmente com o legato, para não ocorrerem cortes nas transições (e usar outros efeitos e filtros), claro cada som vai ter os seus detalhes, e o que é possível fazer e o que não é possível fazer, e isto é um trabalho prévio.
    Depende da qualidade dos loops, e pode existir variações do loop no sentido dos tons, o mesmo loop previamente trabalhado, o que vai evitar distorções.
    Agora se o conhecimento sobre tudo isto se limita somente a dar play no loop, claro vai reproduzir fielmente o que foi gravado, e aí os músicos vão tocar exatamente como ensaiaram.

    JeffersonX
    Veterano
    # jun/16
    · votar


    Lelo Mig
    Acho que até mesmo se não alterar o pitch, vai distorcer o som. Por exemplo, já viu que no YouTube há possibilidade de reduzir a velocidade sem alterar o pitch? Eu já usei muito para tirar algumas músicas de ouvido. Porém o som fica um pouco distorcido.

    newsom
    Membro Novato
    # jun/16
    · votar


    Muito obrigado pelas respostas e esclarecimentos.Me ajudaram muito.


    Banda Alma Vintage
    Facebook : https://www.facebook.com/Alma-Vintage-924479221007166/
    Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC6ySl9l37ZxtxpHTewE7MEg
    Instagram: https://www.instagram.com/oficialalmavintage/

    André Luiz Keys
    Veterano
    # jun/16
    · votar


    Não vou me ater as respostas já dadas, mas é totalmente possível usar o JUNO-DI pra isso.

    Basta que o Backing Track (ou Sample ou VS… etc), esteja em estéreo.

    Você poderá criar esse arquivo no computador, endereçando o áudio que vai para o público para LEFT e o áudio do metrônomo em RIGHT.

    Assim, quando reproduzir no JUNO-DI através do pendrive, basta usar o cabo "R" pra mandada do metrônomo (vai um pouco de seu teclado também) e LEFT o áudio do teclado + Backing Track.

    Funciona!

    Abs

    Anderson Junior
    Membro Novato
    # set/16
    · votar


    Bom dia amigo,

    Estudei e pesquisei bastante, e hoje eu descobri uma forma legal de fazer isso !
    Cara eu uso samplers ou samples chamem como quiser rs , uso ele na igreja, vou passar a configuração de como eu uso e da certo !

    USO
    Notebook, SONAR X2 , Audiobox 2 canais.

    CONFIGURAÇÂO DA INTERFACE

    Na saída L eu jogo o retorno de fone pro batera ( Sampler + Click )

    Na saida R eu jogo em um canal de uma mesa de som que vai pro PA ( Sampler sem click )

    Na saída de FONE eu jogo em retorno , ampli de guitar mesmo, só pra eu que sou o guitarrista e o baixista escutar (Sampler Sem Click )


    CONFIGURAÇÃO NO SOFTWARE (SONAR)

    Crio uma Track com SAMPLER + CLICK GRAVADO e jogo o PAN todo pro L

    Crio outra track apenas com o SAMPLER e jogo o PAN pro R

    Consequentemente a saída de FONE escuto apenas o Sampler sem Click


    Bom galera uso assim e da certo pra minhas necessidades !

    Qualquer outra forma estou aberto a sugestões !

    Deus abençõe!

    Wertys
    Membro Novato
    # set/16
    · votar


    É isso aí!!!

    newsom
    Membro Novato
    # jun/17
    · votar


    Muito Obrigado gente !!

    adao chagas
    Veterano
    # jun/17
    · votar


    Funciona

    newsom
    Membro Novato
    # jul/17
    · votar


    adao chagas Opa e ai adão chagas, o cara da programação do hammond. O membro mais famoso aqui do forúm. Baixei seu Hammond mas fiquei com umas dúvidas.( já deve ter ouvido isso hahahaah )Se for possível me manda um oi no nilsonfilho84@gmail.com

    Wertys
    Membro Novato
    # jul/17
    · votar


    Minha Interface tem dois pares de saídas, normalmente uso as saídas 1-2 para meus teclados (uso dois controllers) e as saídas 3-4 para os samples.

    Neste caso, a saída 3 vai direto para o PA enquanto a saída 4 (contendo o click) vai pra galera (normalmente só pra mim e o batera).

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a Samplers ao vivo