Testei um monte de fontes de alimentação aqui e o resultado foi CATASTRÓFICO!

Autor Mensagem
Luiz_RibeiroSP
Veterano
# out/12 · Editado por: Luiz_RibeiroSP
· votar


Eu tive tanto problema com fontes que resolvi montar uma e acrescentar um fusivel, componente um pouco raro na maioria. Gastei 30R$ e consegui variação de 2mV apenas, as outras que tenho deram 20mV.

[url=[IMG]http://imageshack.us/a/img23/4035/foto0162ou.th.jpg[/IMG] [IMG]http://imageshack.us/a/img801/755/foto0163y.th.jpg[/IMG] [IMG]http://imageshack.us/a/img109/461/foto0161e.th.jpg[/IMG] [IMG]http://imageshack.us/a/img59/2541/regulador.th.png[/IMG]]

MauricioBahia
Moderador
# out/12
· votar


Del-Rei: nas fontes da Landscape, por acaso tu testou todas as saídas?

Testei só num plug. Acho que a tensão que rola na fonte é uniforme e não varia dependendo das saídas. mas vale tirar a prova!

Abs

Will Bejar
Veterano
# out/12
· votar


MauricioBahia
Pode ser essa a explicação pq um monte de pedais pifam da noite pro dia conforme relatos de usuários daqui! Enfim, a fonte tá pirada!!!!
Parei com os pedais!!! huahauhauhauhauhaua... Brinks,,, belo post!!! Abç!!

Plank
Veterano
# out/12
· votar


alguem ai sabe algum esquema de fonte boa? pelo jeito é bom construir uma fonte que é mais confiavel...

zaqueu_grunge
Veterano
# out/12 · Editado por: zaqueu_grunge
· votar


MauricioBahia
Se a fonte de tensão é linear e não é regulada, é aceitável uma queda de tensão (não tão extrema quanto as que você citou) quando a carga é conectada..

O esquema básico de uma fonte linear consiste de uma seção de retificação (geralmente diodos em ponte de Graetz) e um capacitor de filtro de alto valor, geralmente eletrolítico de alumínio. Se a carga for maior, a corrente é drenada mais rapidamente do capacitor de filtro, diminuindo o valor de tensão CC. Por isso, antigamente você tinha uma fonte de 9Vcc onde sem carga é possível medir 14 a 15Vdc na saída (os capacitores estão sempre carregados com o valor de pico da tensão no secundário do trafo), mas com a carga nominal este valor baixa, pois o capacitor descarrega-se mais rapidamente.

Esta aqui, por exemplo, não é regulada:
http://tobiasmugge.files.wordpress.com/2009/04/p42107811.jpg
Pode-se observar o trafo, os dois diodos retificadores (pretinhos), o capacitor de filtro (azul maior) e um resistor em série com um LED pra sinalizar a fonte ligada.

Supondo um trafo de 12Vca no secundário, o pico da senóide atinge em torno de 17V (12*raiz de 2). Se não houver carga, o capacitor carrega-se e a cada 0,008s aproximadamente a senóide volta ao seu pico, carregando-o novamente antes que ele comece a se descarregar.

Se colocarmos uma carga, assim que se passa o pico da senóide, o capacitor de filtro começa a descarregar, fornecendo corrente para a carga. Se a corrente é maior, a tensão no capacitor cai muito mais rapidamente (constante de tempo = R*C, diminuindo o valor de resistência o tempo de carga e descarga diminui). Na próxima vez que a senóide passar pelo pico, o capacitor volta a se carregar.

Portanto, uma queda de tensão é esperada.

Nesta aqui, no entanto, pode-se observar o regulador:
http://www.tonieletronica.xpg.com.br/imagens/fontelm317.jpg
Que é o componente com três terminais que está "de costas". Este componente mantém a tensão muito mais estável na saída.

Realmente não sei por que faziam isso, visto que o custo de um regulador de tensão bom chega a 1/20 do valor do trafo e o benefício é grande.

Plank
http://www.tonieletronica.xpg.com.br/Fonte_lm317.htm
Essa aí é variável e suporta em torno de 1A.
No fórum de eletrônica do Clube do Hardware o usuário Faller (um "monstro" da eletrônica) tem esquemas de fontes para uma corrente de vários ampéres, com passo a passo de montagem.

Haven
Veterano
# out/12
· votar


Vou aproveitar que o assunto está sendo discutido no tópico e acrescentar um problema meu, cheguei a postar em outro tópico mas acho que aqui seria mais produtivo, já que o assunto sobre fontes está sendo discutido com mais profundidade.

Tenho um Gt2 clone que precisa de uma fonte (9v com 200mA), algumas vezes testei ele usando uma fonte Hayama (9v com 300mA) e funcionava normalmente. Mas pensando numa segurança pro pedal, comprei uma Landscape ps1 (9v, 350mA) e fui ligar no gt2 clone. Para minha surpresa comecei a ouvir um ruído de fundo, que não existia quando eu usava a fonte Hayama. Usei um multímetro e testei as duas, a landscape marcava exatos 9V, já a Hayama que deveria ser 9v marcava 13,5V.

Por que motivo isso acontece? O mais provável era que o ruído fosse presente na fonte na Hayama, mas aconteceu o contrário, só com a landscape que eu escuto o ruído. Só pra completar, estou usado uma strato Vintage, mas esse ruído não é o clássico hum do single.

MauricioBahia
Moderador
# out/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


zaqueu_grunge

Legal a explicação!!!

O pior nos meus testes foi constatar que em certas fontes multiuso antigas, que ficaram sem uso por muito tempo, a chavinha que muda a tensão não fazia mais efeito. Isso quer dizer que em qualquer escolha (3V, 9V, 12V, etc.) ela marcava, digamos 15,5V. Outras ficavam oscilando drasticamente mesmo setada numa tensão específica. Isso me parece ultra perigoso e esse último ponto que citei, provavelmente, deve interferir no som do pedal, no caso.

Se a fonte de tensão é linear e não é regulada, é aceitável uma queda de tensão (não tão extrema quanto as que você citou) quando a carga é conectada..

Mesmo não sendo tão extremo, é possível que, digamos, uma fonte 9V danificar um pedal feito para usar essa tensão. ser danificado se ela apresentar algo em torno de 12V no multímetro? Isso dependeria do circuito do pedal? Bom, na Eventide Modfactor, que é (9V) a fonte original mediu 13,7V. Isso me leva a crer que a Modfactor deve ter algum sistema regulador, certo?

Valeuuuuuuuuuuu!

LeandroP
Moderador
# out/12
· votar


MauricioBahia

Aqui tem uma publicação sobre essas fontes, chamadas de "fontes assassinas":
http://www.hobbertt.com.br/power_supplies.htm

MauricioBahia
Moderador
# out/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


LeandroP: Aqui tem uma publicação sobre essas fontes, chamadas de "fontes assassinas":

Li! Ele justamente confirma o que eu digo neste tópico!!!

"FONTES ASSASSINAS
Nunca use este tipo de fonte em seus pedais. Ela possui uma chave do tipo deslizante que seleciona várias tensões de saída. Esta da foto por exemplo vem com 1,5 , 3 , 4,5 , 6 , 7,5 , 9 e 12 volts. Um dos problemas é que a voltagem real na saída nunca , ou pelo menos eu nunca vi uma que realmente forneça o indicado no painel. É comum medirmos 12 volts por exemplo quando ela está selecionada para 9 volts. Isto se deve ao fato da maioria delas serem importadas, e para 110 volts"
[...]

Vale a pena o pessoal que curte uma "baratinha do camelô" dar um lida neste artigo hein...

O,o

Alex guitar man
Veterano
# out/12 · Editado por: Alex guitar man
· votar


MauricioBahia

Tipo assim, eu tenho aki uma fonte de 12V 1A, quando eu ligo ela sem nada e meço a tensão da 22V, em um aparelho que consome + ou - 900mA a tensão cai pra 12,5V; 11,95, 12V tendeu?

inExperienced
Veterano
# out/12 · Editado por: inExperienced
· votar


Muito bom o tópico!

Fiz uns testes aqui
Hayonik Bos 950, 9 VDC 500 MA;
Behringer GPE052-090030-1., 9 VDC 300 MA (Essa vem no pedal Vt 911);
Landscape PS8, 9VDC 500 MA.

A Hayonik variou de 8,63 a 8,8 volts (ela tem 4 plugues no mesmo fio);
A Behringer, 8,70 volts;
Landscape 8,59 em uma saída e 8,61 em outra (Liguei todos os pedais e não teve variação)

deboraiommi
Veterano
# out/12
· votar


Não desconfio da sua medição ,mas quando foi a ultima vez que seu multimetro passou por uma calibragem?

GrungeMan
Veterano
# out/12
· votar


Eu usava essa Hayonick e ela queimou parcialmente meu GDI 21 (não tem mais simulação do fender), aí comprei essa da landscape p-5 estabilizada e é uma beleza só ! :D
No mais, belo tópico, parabéns !

Ramsay
Veterano
# out/12
· votar


Eu também fiquei total revolts essa semana
primeiro usa uma zoom que era fraca pra kct não 350 ma nunca
dai comprei uma de camelo depois de um ano de uso esplodiu
dai comprei um uma digitech semana passada, não funcionou legal, não vinha 9v nem aqui nem na china, fui na loja reclamar, não me trocaram a fonte
Joguei tudo no lixo to so nas baterias agora

quando me sobra um dinheiro vo pega uma ladscape pb8 com bag
axo muito legal pra transportar e tal e com uma fonte boa


Flavio Jr.

Você está equivocado, porque a Digitech não fabrica fontes para pedais.
Se vc comprou uma ela é totalmente falsa.

Vou aproveitar que o assunto está sendo discutido no tópico e acrescentar um problema meu, cheguei a postar em outro tópico mas acho que aqui seria mais produtivo, já que o assunto sobre fontes está sendo discutido com mais profundidade.

Tenho um Gt2 clone que precisa de uma fonte (9v com 200mA), algumas vezes testei ele usando uma fonte Hayama (9v com 300mA) e funcionava normalmente. Mas pensando numa segurança pro pedal, comprei uma Landscape ps1 (9v, 350mA) e fui ligar no gt2 clone. Para minha surpresa comecei a ouvir um ruído de fundo, que não existia quando eu usava a fonte Hayama. Usei um multímetro e testei as duas, a landscape marcava exatos 9V, já a Hayama que deveria ser 9v marcava 13,5V.
Por que motivo isso acontece? O mais provável era que o ruído fosse presente na fonte na Hayama, mas aconteceu o contrário, só com a landscape que eu escuto o ruído. Só pra completar, estou usado uma strato Vintage, mas esse ruído não é o clássico hum do single.


Haven

Isso indica que o capacitor eletrolítico de filtragem da Landscape está defeituoso. É só trocar que o ruído some.

Eu usava essa Hayonick e ela queimou parcialmente meu GDI 21 (não tem mais simulação do fender), aí comprei essa da landscape p-5 estabilizada e é uma beleza só ! :D
No mais, belo tópico, parabéns !


GrungeMan

As fontes Hayonik são de qualidade média/baixa e as Lanscape são bem melhores e confiáveis.

Mauricio Bahia

Eu tenho um saco plástico enorme cheio dessas fontes e possuo diversos multímetros digitais e analógicos (de ponteiro) entre eles um Minipa Digital auto-range, mas nunca tive a curiosidade de medir a voltagem dessas fontes.

E cito dois exemplos pessoais:
1) Há algum tempo atrás eu liguei um Flanger Boss BF-2 numa dessas fontes de camelô que tem uma chave deslizante para 3, 4.5, 6, 7.5, 9 e 12V.
Botei a chave em 9V, acionei o pedal e ele, além de não funcionar, começou a dar um cheiro meio estranho (quase de queimado).
Então, desliguei a tal fonte, botei uma bateria de 9V e mesmo assim o Flanger nem dava sinal de vida (nem acendia o led) e pensei, danou-se, a droga da fonte ferrou o Flanger.
Só que uns 30 minutos depois liguei o Flanger e ele voltou a funcionar, o que significa que a Boss tem algum tipo de proteção contra fontes assassinas.
Peguei um multímetro e medí a voltagem dessa fonte de camelô e sabe quanto a maledeta marcava na escala de 9V?? marcava 20V, simples assim.
Então peguei a maldita fonte de camelô e joguei no lixo!!

2) Há uns 10 anos atrás montei uma fonte de 9V para múltiplos pedais utillizando componentes de alta qualidade, desde o transformador blindado, até os capacitores Mallory de alta qualidade.
Usei essa fonte por 5 anos sem quaisquer problemas.
Daí, após os 5 anos de uso, eu parei de usar essa fonte e a encostei num canto.

Recentemente, eu peguei essa fonte, liguei e, simplesmente, ela não funciona mais.

E eu me pergunto, porque??
Fonte construída com componentes de alta qualidade, só porque ficou 5 anos sem ser utilizada deixa de funcionar??

Eu acredito que, com falta de uso a humidade deteriora os enrolamentos do trafo e os capacitores eletrolíticos se degradam.
Mas, eu ainda vou esmiuçar (eta termo complicado) essa fonte pra saber porque ela parou de funcionar!!!

E parabéns pelo tópico, muito oportuno!!

MauricioBahia
Moderador
# out/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


Ramsay

O fato é preocupante pra galera que usa fontes de camelô. As tais "Assassinas"!

Espero que o alerta seja mesmo oportuno! ;)

Abs e obrigado!

Ramsay
Veterano
# out/12
· votar


MauricioBahia

Pois é, assim como existem fontes assassinas, existem placas mãe de PC assassinas e eu tenho uma que em 10 meses assassinou 2 placas de vídeo.
Eu até já aposentei essa maldita placa mãe, apesar dela ter só 2 anos de vida.

bmxer
Veterano
# out/12
· votar


Tenho essa Zoom AD-0006D e a bixa marca 14v sem carga!!
Tive q comprar um hayonik 500ma com medo dessa fonte ferrar meu pedal.
Antes eu usava ela numa pedaleira antiga 707 zoom e agora fiquei ligando num pedal de distorção.
Alguem ja testou ela pra ver se com carga ela fica no 9v??

MauricioBahia
Moderador
# out/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


deboraiommi: Não desconfio da sua medição ,mas quando foi a ultima vez que seu multimetro passou por uma calibragem?

O meu? Se for, nem sabia que multímetro digital tinha que ser calibrado. Devo tê-lo há uns 2 anos.

O.o

inExperienced
Veterano
# out/12
· votar


MauricioBahia
O meu? Se for, nem sabia que multímetro digital tinha que ser calibrado. Devo tê-lo há uns 2 anos.

Faz sim, mas acho que não vale apena, sai mais barato comprar um novo.
Veja só http://www.instrutherm.com.br/instrutherm/product.asp?template_id=60&o ld_template_id=60&partner_id=&tu=b2c&dept_id=8000&pf_id=04060&nome=Cer tificado+de+Calibra%E7%E3o+para+Mult%EDmetro+Digital&dept_name=Certifi cado+de+Calibra%E7%E3o&valida=1

MauricioBahia
Moderador
# out/12 · Editado por: MauricioBahia
· votar


inExperienced

Bom, na minha fonte Dunlop, regulada de 18V e numa Garmin de 3,6V, os valores bateram. Pra mim isso já é um bom sinal de que o aparelho não está desregulado. Além disso as pilhas estavam novas.

Eu andei lendo (já tinha visto o link que postou, ;)) que, mesmo novo, o multimetro não vem aferido pelo INMETRO ou coisa parecida e dependendo da marca/modelo pode haver ligeira variação.

Valeu!

ps. tenho a impressão que esses certificados são para aferir com extrema precisão, coisa "cirurgica", por isso custa caro. Há equipamentos que necessitam de medições perfeitas como os do setor hospitalar.

deboraiommi
Veterano
# out/12
· votar


deboraiommi: Não desconfio da sua medição ,mas quando foi a ultima vez que seu multimetro passou por uma calibragem?

O meu? Se for, nem sabia que multímetro digital tinha que ser calibrado. Devo tê-lo há uns 2 anos.

O.o


Pois é , já trabalhe numa empresa que fazia essas calibragens,não custa tão caro assim,e é recomendavel fazer pelo menos 1 vez ao ano...
fica ai a dica

MauricioBahia
Moderador
# out/12
· votar


deboraiommi: Pois é , já trabalhe numa empresa que fazia essas calibragens,não custa tão caro assim,e é recomendavel fazer pelo menos 1 vez ao ano...

Mesmo com a medição batendo certinho em 2 fontes reguladas? Não seria muio "preciosismo" já que estamos falando de pedais e há uma certa tolerância aceitável nesse tipo de equipamento?

Onde trabalhava faziam calibragem pra empresas ou pessoa física? Qual o nome?

Value!!!!!!!

inExperienced
Veterano
# out/12
· votar


MauricioBahia
tenho a impressão que esses certificados são para aferir com extrema precisão, coisa "cirurgica", por isso custa caro. Há equipamentos que necessitam de medições perfeitas como os do setor hospitalar.

Isso mesmo Bahia, trabalho na área de segurança do trabalho e os equipamentos de medição (luxímetro, decibelímetro, dosímetro...) são aferidos assim.

Calime
Veterano
# out/12 · Editado por: Calime
· votar


deboraiommi
MauricioBahia
inExperienced

Trabalho com manutenção elétrica em uma grande empresa do ramo siderúrgico, e dentro dela temos um laboratório de calibração onde inclusive fiquei estagiando por 6 meses. Calibração é sim legal, mas por conta do valor cobrado, acredito que se o fizer entre 3 a 5 anos atende superbem usuários comuns, que não necessitam dessa minuciosidade. Mas dentro das normas, no geral existem um plano de calibração. Todo ano o instrumento é calibrado uma vez ao ano lá na empresa, visando atender uma série de exigências de controle de qualidade(dentre elas normas ISO por exemplo).

Will Bejar
Veterano
# out/12
· votar


MauricioBahia
Vale a pena o pessoal que curte uma "baratinha do camelô" dar um lida neste artigo hein...
Já parei com essas há muito tempo... hehehehe... agora tenho uma da Onerr de 4 saídas e uma da Landscape com uma saída só.

vintagentleman
Veterano
# out/12
· votar


Fiquei com um cagaço depois que li o tópico e fui testar minha SKB para oito pedais...

8.9 V por saída. Aprovada com louvor. UFA!!!

MauricioBahia
Moderador
# out/12
· votar


vintagentleman

o/

vintagentleman
Veterano
# out/12
· votar


\o

Emoticons sucks kkkkkk

Jandira
Veterano
# out/12
· votar


Alguém já testou as Visual Sound 1-Spot?

Ramsay
Veterano
# out/12
· votar


O fato é que as únicas fontes para pedais que prestam são aquelas que, mesmo que não sejam estabilizadas, fornecem uma única tensão de saída, no caso, 9V e que sejam de marcas que tenham alguma relevância no mercado, tipo Landscape, Hayonik, e outras estrangeiras.

Uma fonte de boa qualidade não estabilizada, quando se mede a voltagem, pode marcar até 14V, mas, quando se liga uma carga nela, no caso, um pedal, a voltagem cai para valores próximos de 9V que é o que um pedal de guitarra precisa para funcionar nos conformes.

Enviar sua resposta para este assunto
        Tablatura   
Responder tópico na versão original
 

Tópicos relacionados a Testei um monte de fontes de alimentação aqui e o resultado foi CATASTRÓFICO!