dicas legais ~~~~~~~~~~

    Autor Mensagem
    carolguitar
    Veterano
    # mai/04


    ~poxa queria dicas legais sobre modulação--explicação---

    campo hamonico --explicação----
    quem tiver um livro ou já souber os acordes do campo harmonico de cada escala---- poderia colocalo por favore...
    c,d,e,f,g,a,b,e acidentes.valew

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    carolguitar

    Pra entender como é construído o Campo Harmônico, de qualquer escala, é nescessário conhecer os modos: jônio, dórico, frígio, lídio, mixolídio e lócrio. Mas este também não é o único meio, mas vamos por ele.

    Bom, só pra quem já sabe, relembrar. E pra quem nunca viu, aprender.

    A ordem dos modos é a que eu postei acima. Então pra montar os modos, vamos usar (com sempre) a escala de Dó como referência, depois é só transportar pro tom que quiser.

    Escala de Dó Jônio (sem segredos): C, D, E, F, G, A, B, C

    Você viu que a escala do modo Jônio vai de Dó a Dó. O próximo modo, Dórico, utiliza a mesma escala, só que começa no Ré e termina nele mesmo: D, E, F, G, A, B, C, D.

    Os outros modos acompanha a mesma idéia: Frígio de Mi a Mi. Lídio de Fá a Fá e assim por diante.

    Agora, se você fosse procurar pelos intevalos de semitom, vai notar que eles mudam de posição de acordo com cada modo. Só pra comparar, no modo Jônio os semitons estão entre a 3ª e 4ª nota e entre a 7ª e 8ª nota. Já no modo Dórico eles estão em posições diferentes. Agora eles estão entre a 2ª e a 3ª nota e entre 6ª e a 7ª nota.

    Por que saber isso?

    Porque é esta diferença das pos~ições dos semitons que determinam os acordes do Campo Harmônico. Eles interferem diretamente na construção dos acordes.

    Veja:

    Pra se montar o primeiro acorde, ou tríade, pegaremos do primeiro grau (Jônio) somente as 3 primeiras notas ímpares do modo:

    C, D, E, F, G, A, B, C

    C, E, e G são as notas pra se formar a primeira tríade, ou acorde, do Campo Harmônico de Dó maior.

    Pra se montar os demais acordes do Campo Harmônico, seguimos o mesmo procedimento. Vamos ver com o segundo grau (Dórico) utilizando a mesma idéia:

    D, E, F, G, A, B, C, D

    D, F e A são as notas do segundo acorde, ou tríade. Obeserve que com as mudanças de semitons alterou a formação do acorde. Enquanto que na primeira situação, que era o modo Jônio, surgiu um acorde de Dó Maior, no segundo exemplo (dórico) o acorde é Ré menor.

    Faça isso com os outros modos e poste aqui pra verificar. Qualquer dúvidas, estamos aí.

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    poprque ré menor

    quando eu sei se o acorde é maior ou menor

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    mais dicas galera.......------ beijos

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    carolguitar

    quando eu sei se o acorde é maior ou menor?


    Pela distância de tons entre a tônica e a terça (entre a primeira e a terceira nota).

    Se esta distância for de 2 tons inteiros, então é uma terça maior, logo, um acorde maior. Se a distancia for de 1,5 tons, então a terça é menor.

    Uma maneira prática é verificr se existe algum intervalo de semitom entre a primeira e a terceira nota da escala. Se tiver semitom, então o acorde será menor.

    Se tiver mais dúvidas é só postar aqui que tentarei ajudar. Vamos passo a passo, té chegarmos no assunto "modulação". Mas pra isso é importante você conhecer essas regrinha básicas de formação de acorde.

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    vaew eu dou uma olhada aqui na apostila e lhe falotem msn

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    LeandroPannuci

    mas eu queria saber p/ que serve essa tecnica ao certo.

    em que tipo de musica eu posso usala ou que me seja util..
    eu curto
    heavy metal ..iron ..metallica . megadeth . motorhead.etc

    hard rock.ac dc . deep purple. led zeppelin.black sabbath.etc
    rock n roll.dorrs .stones . beatles etc
    alguma coisa de mpb em geral

    em qual tipo de musica issa ´´tecnica´´ é util
    poderia postar exemplos de musicas dessas bandas ou de outras para eu dar um look no som..

    beijos valeuuuuuuu

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    LeandroPanucci

    mas queria saber para que serve essa tecnica e em que pode ser util.
    curto rock em geral principalmente hard rock
    ac dc .deep purple. led zeppelin. black sabbath. iron maiden

    e mpb em geral
    em que tipo de musica isso é valido ou util

    poderia postar algumas musicas que isoo é usade de preferencia do que eu curto

    beijos valeuuuuuuu

    Fear of the dark
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    LeandroPanucci
    tem dois jeitos de construir o modo grego né?
    continuando com a tonico no lugar do jonio, e mudando a tonica de lugar né?


    to marcando ou é +/- assim?

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    Fear of the dark

    é + ou - isso mesmo. Só não coloquei pra não embolar o meio de campo.


    carolguitar

    Vamos ver uma simples progressão usada muito em metal. Por exemplo um: Em, C, D. Está tudo no tom de Sol maior/Mi menor

    Escala de Sol Maior/Mi Menor: G, A, B, C, D, E, F#, G


    Pro Em você usa o Eólio: E, F#, G, A, B, C, D, E

    Pro C você usa o Lídio: C, D, E, F#, G, A, B, C

    Pro D você usa o Mixilídio: D, E, F#, G, A, B, C, D

    gustavo macaco
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    preciso fazer aula.

    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    fear of the dark

    é sobre modulaçao a pergunta mais valew pela dica

    continue (qual é o assunto_

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    carolguitar

    Pra falar sobre modulação, você precisa conhecer ainda sobre preparação. Existe modulação do tipo "direta", em que você está tocando no tom de Sol e de repente você sobre meio-tom a harmonia ou sobe um tom.

    Usando a "preparação" você usa um acorde que atrai este novo tom. Normalmente é o quinto acorde do modo que gera esta atração. Por exemplo, se você está tocando um acorde de Ré maior e quiser modular para o tom de Dó, você tem que pensar: qual é o quinto grau de Dó? (1-dó, 2-ré, 3-mi, 4-fá, 5-sol). Então a quinta nota é Sol.

    Entre D e C eo posso introduzir um G7:
    .

    e----2----1-----0--------------------------------------
    B----3----3-----1--------------------------------------
    G----2----0-----0--------------------------------------
    D----0----0-----2--------------------------------------
    A---------2-----3--------------------------------------
    E---------3--------------------------------------------


    HARD_ROCKEIRO
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    LeandroPanucci

    cara, tu saca bem de harmonia ein...
    vc fez aulas disso, ou estudou com alguém? quais os livros q vc recomenda pra entender bem o assunto?

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    HARD_ROCKEIRO

    Eu estudo sozinho, sou autodidata mesmo. Eu recomendo os livros do Almir Chediak. Eu só li o volume I de "Harmonia e Improvisação". Não tem tudo, mas tem a chave.

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    Pra passar pra uma tonalidade menor pode se usar a mesma idéia.

    Por exemplo, estamos com um C e queremos passar pra um Bm. O primeiro passo é identificar a escala de Bm até a 5ª nota: B, C#, D, E, F#.

    Entre o C e o Bm colocaremos um F#7.

    .

    e----0------2-----2------------------------------------
    B----1------5-----3------------------------------------
    G----0------3-----4------------------------------------
    D----2------2-----4------------------------------------
    A----3------4-----2------------------------------------
    E-----------2------------------------------------------

    .
    .
    Exstem muitos outros caminhos pra modulação, mas de longe o mais popular é esse. Pense na 5ª nota da escala do acorde para qual quer modular. Está 5ª nota é chamada de "quinto grau" e é escrita de maneira analítica com numeros romanos, então Vº grau.

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    Outra maneira bastante comum de modulação é conhecida como "II, V, I".

    Vamos pensar que estamos fazendo um C e queremos modular para um F.

    Precisamos saber o campo harmônico de Fá.

    Se você já sabe como montar, eu posto aqui:

    F, Gm, Am, Bb, C7, Dm, Eº

    Como é modulação II, V, I, pegaremos o segundo acorde (Gm, o quinto acorde (C7) e o primeiro (F).

    Então o prmeiro compasso ainda está no tom de Dó, a partir do segundo compasso, quando entra o Gm é que começa a modulação.

    | C | Gm C7 | F |
    .
    .

    e---0--------3-----------1-----------------------------
    B---1--------3-----1-----1-----------------------------
    G---0--------3-----3-----2-----------------------------
    D---2--------5-----2-----3-----------------------------
    A---3--------5-----3-----3-----------------------------
    E------------3-----------1-----------------------------


    carolguitar
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    para que serve essa tecnica???????


    leia um pouco mais acima
    tchau valeu

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    carolguitar


    ~poxa queria dicas legais sobre modulação--explicação---

    Modulação se usa em qualquer gênero. Em heavy você faz isso usando power chord, mas a modulação é a mesma coisa.

    Ouça a música "The Clairvoyant" do Maiden por exemplo e perceba a modulação direta no solo.

    Irmao_Caminhoneiro_Shell
    Veterano
    # mai/04
    · votar


    LeandroPanucci
    Parabens pelo texto, mto bom entao vamos aos fatos

    e--------------------
    B--2--4--6--7--------
    G--2--4--6--7--------
    D--2--4--6--7--------
    A--0--2--4--5--------
    E-------------------
    A B C# D

    então temos
    A,B,C#,D
    1,2,3,5
    , não sei oque isso tem a ver mas posso usar que escala para solar nesta base ??

    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    Irmao_Caminhoneiro_Shell

    Você pode tentar usar uma escala pra cada acorde. Veja num tópico sobre motivos melódicos. Como me parece ser uma progressão só com acordes maiores, a aplicação de "motivos melódicos" também pode soar legal.

    Agora verifique se esta progressão não é assim:

    A, Bm, C#m, D ou A7M, Bm7, C#m7, D7M

    Porque aí você tem uma tonalidade fixa, no caso tom de Lá maior:
    .

    e--0---2---4---5-------------0---2---4---5-------------
    B--2---3---5---7-------------2---3---5---7-------------
    G--2---4---6---7----- ou ----1---2---4---6-------------
    D--2---4---6---7-------------2---4---6---7-------------
    A--0---2---4---5-------------0---2---4---5-------------
    E------------------------------------------------------


    LeandroP
    Moderador
    # mai/04
    · votar


    Irmao_Caminhoneiro_Shell

    então temos
    A,B,C#,D
    1,2,3,5


    Mesmo se fosse fazer uma análise harmônica, o D seria um 4 (IV) e não um 5 (V).

    Se forem todos acordes maiores, então este tipo de análise não caberia. Então é usar 4 escalas diferentes. Talvez a mesma escala para o A e o D que tem duas tonalidades em comum, a tonalidade de A em que o Lá é Jônio e o Ré é Lídio. Ou na tonalidade de D, em que Ré é Jônio e Lá é Mixolídio.

    rstudio
    Veterano
    # fev/09
    · votar


    boas leandroPanucci, esotu a ver que és mestre.

    tópico muito antigo eu sei, mas podias continuar o assunto de modulação ?

    estou a gostar de ver!

      Enviar sua resposta para este assunto
              Tablatura   
      Responder tópico na versão original
       

      Tópicos relacionados a dicas legais ~~~~~~~~~~